Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUDIDO NA RUA



To de volta, sou Deco do Rio de Janeiro, tenho 24 anos, 1.76, negro, magro, tatoos pelo corpo, um pau de 22cm (não nego a raça né?srsrrsrs). Já contei alguns lances que me aconteceu e vim contar mais um. Foi ao “Cine Ideal”, uma boite no centro do Rio, fui me encontrar com alguns amigos e aproveitei e marquei com um cara da net. Já tcmos há muito tempo e resolvi marcar com ele. O “Cine” tava lotado, sá pra vcs que nunca foram, o Cine parece paraíso, sá gente bonita, homens e mulheres, pessoas do nosso dia-dia, sem camisa, de áculos escuros, um tesão sá. Pois bem o carinha que tinha marcado não ficava por baixo, era gato também. Dançamos, bebemos, beijamos muito na boca, o cara tinha uma bunda, um volume de rola, porra tava louco com ele ali dentro. Ele maior que eu devia ter mais de 1.80, ñ era malhado, mas era grande, sou louco por mãos, ele tinha um par, que porra eram lindas, grandes dedos longos, grossos, ñ curto muito ser passivo, mas pra ele me deu muito vontade de ser. Todos atributos de um cara ideal ele tinha e nos nossos papos pela net, ele se dizia versátil. Tinha chances né? Dentro a boite, continuamos nos ralas, muitos ralas, estamos explodindo de tesão.

Resolvi tira-lo de lá, fomos pra um motel ali na Gomes Freire, bem perto. Foi uma loucura, um “vuco,vuco” que sá vendo, ou melhor sentindo. Era forte a coisa, sem eu perceber já estava nu, ele pegou meu no pau olhou no meu olho e caiu de boca, o cara chupava minha rola de uma tal maneira que tive que segurar minha porra. Pegava pelo pescoço dele beijava e sentia o gosto da minha rola, ficamos assim por um bom tempo, ele mamando e me beijando, ate que virei ele de costa e comecei a lamber seu cu, ele ficou mole, ai pensei: perdi meu ativo né? - o cara se desfez com a lambida, gemia, se contorcia, vi que arilo tava deixando bem relaxado, coloquei a camisinha e meti de uma vez sá minha rola nele, ele deu um grito, mas continuou ali, firme e forte, meus 22cm enterrado naquele rabo delicioso, soquei muito ele rebolava, gemia e pedia mais. Perdi a noção de quanto tempo fiquei metendo nele. Sá sei que gozamos e minha vontade de dar meu cu continuava. Terminamos a foda que foi maravilhosa e fomos embora, ele pra casa dele e eu pra minha, tenho que ir andando, pois moro prox de onde estávamos, no caminho fui abordado por um cara, fiquei com medo confesso, ele veio me perguntando se tinha cigarros, já fui dizendo que não e analisando o sujeito, não era muito bonito, mas também não era feio, normal, um pouco mais baixo que eu, mas me chamou a atenção o volume do seu peito, adoro peitos, o cara tinha um peito que puts... mas o garoto ñ satisfeito com a resposta negativa continuou a puxar assunto, foi então que notei ele estava me olhando, me reparando mesmo. Dei maior papo ate que disse que tava vindo da boite, ele ouvindo aquilo pegou no pau, e o meu na hora respondeu, ele me convidou pra dar uma volta, claro, ele queria sacanagem e eu não tava fazendo nada mesmo fui. Srsrsrsrs

Ele me levou pra um rua deserta e já foi colocando o pau pra fora, caralho! Quando olhei não acreditei, o cara era pequeno mas com uma rola, que porra, devia ter uns 20cm grosso, minha mão não fechava na piroca, era realmente meu dia, cai de boca, chupei muito e já estava feliz por aquilo, a essa altura meu cu tava como, acendeu um chama né? Mas ñ ofereço meu rabo a ninguém, quem quiser comer tem que tentar, sem eu oferecer, pra minha felicidade, ele me deu um tapa na cara, se abaixou e me olhou e disse assim: - vou socar seu cu neguinho, querendo ou não. – pensei na hora, quem disse que não quero rapa? Mas fiquei com medo, era muita rola e tinha um tempo que não sentia uma rola no cu. Eu mesmo coloquei a camisinha foi difícil, era muito grassa, ele eu tinha ganhado na boite sache de gel, minha sorte, ele era profissional, tinha a técnica de enrrabar, foi metendo com carinho, e eu lembrava do cara que tinha acabado de meter no motel, fiquei igual a ele, mole, sem ação, quero ser possuído, assim aconteceu, ele brincou com meu cu, socou e nem dor eu senti, tava muito bom ele fala sacanagens no meu ouvido, eu adoro isso, dizia que meu cu era apertado e quente, que tava segurando pra não gozar, disse pra ele que queria porra na cara, estava sendo realmente puto dele, ele anunciou a gozada e eu virei e fiquei de joelhos e recebi o leite o meu macho na minha cara, quente, cheirosa, uma delicia, olhava pra ele e ele parecia em transe, foi muito gostoso ver e sentir aquilo e que gozei muito no chão. Ele deu um tapinha no meu ombro e disse, nos vemos por ai. E nunca mais encontrei, confesso que já andei pelo local outras vez no mesmo horário, pra ver se encontrava, nada, não achei. Achei outros mas nenhum me comeu, eu comi os caras.

Meus relatos

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto comi a familia todarelatos comi o traveco na marracontos iniciado no banheiro do trabalhodei o cu quando eu era pequeno contoscontos zoofilia gaycontos eroticos toda puta tem que da o cu na marra sua cadelatanguinhas usadas contoscontos eroticos arrombando a gordaa mulher do meu irmao putinhacontos mulher seduzido homemMulher trepano so com caralhudosgay doido por rola ..Quando ver uma ao delíriocunhada jogando o charme video pornocontos e vidios de patroas tranxessual fudendo empregadassaber se a Cleópatra deixava gozar dentro da bucetacontos minha filha enrroscada na minha picapapai traindo mamae comigo contos eroticoscoroa branca casada dando o cu pro negão conto eróticomostrei a buceta toda babada pro papai brincarcontos eroticos casado medico gordinhocontos de metendo em uma peluda ruivaconto minha mae chupando meu pau com meu pai ao ladocomigo véi da irmã da minha mulher contos eróticoscunhada casada de saia e calcinha branca contoscontos eróticos gays perdi minha virgindade com coroa pauzudochupou tio i phoneContos erotico viado e corno no hotel dividindo quartoWww.xoxotinhanovinha.comcontos eroticos o traficante comedor de casadascontos. chupou pela primeira vez um machominha esposa nega mas eu sei que sou cornoPorno mobile boqueternoconto erotico daniela minha irma dando rabaocontos eróticos entre mulheres e homens super dotadosmulheres a mijar por cima da casste grossa do marido contos eroticos com mae e tia dando cuZoofilia homens iniciando contosconto primeira peitinhocontos eroticos de quata feira de cinzapeladas passando manteiga no cu e na busetamotoboy gay contocontos eroticos arrombando a gordaContos eróticos de gay comi o filho do meu patrãovizinho tezudop****** do papai contos eróticoscontos eroticos arrombando a gordaSebastião, o vaqueiro que gostava de cavalgar 2contos eroticos dopou e comeu a esposacontos pornôs gangbang madrasta obriga enteadawww.contos eroticosmeu pai me fazendo carinhocontos eroticos de casadas traindo no trabalhocontos incestos dividindo o filhocontos consolei a mulher do meu amigoconto erotico dando minha bucetinha pro enfeemeiro da minha amigagorda acima de 100kg rebolando o bumbum bem gostosocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecalcinhas sujas contos eroticos da tia safadaminha vizinha me provoca com ssu rabão depoids olha para traz para ver se to reparandoCU arrombado ABERTO madrasta contoconto erotico era swing cornosexo com a namorada do meu filho anal e ela gritacontos picante com sogroMelhores contos eroticos sobre bem.dotadocontos eroticos orgia eu marido com as casais de amigos na chacaracontos eroticos novinhacontos fiz o cuzinho da mamãecontos esposas na praiagenro fica só em casa com a sogra por causa da chuva ela gostosa contos eroticoscontos eróticos titio encheu minha bucetinha de porra pornoconto erotico doce bruninha novinha no colominhamulhere meucachorrosobrinha de 9 contosVanessinha criando pelo na xaninhaviajei e transei no onibus marido corno assumidoele era um lindo anjocomtos.eroticos.com.novinhos.pica.de.cavalocontos de patroahistorias de sexo eu e minha madrasta bia de rabo