Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

OS AMIGOS DA MINHA ADOLESCENCIA I

Olá, Moro em São Paulo, Capital e tenho 36 anos. Sou casado e hoje levo uma vida Heterosexual, mas o que vou contar... é que nem sempre foi assim.

Eu estava com 19 anos, em um momento onde descobria a minha sexualidade. Colecionava revistinhas de mulher pelada e me acabava na punheta, como qualquer garoto nessa idade.

Até que tive a minha primeira experiencia sexual, porem, acabou acontecendo com um Homem, ou melhor ainda, com meu melhor amigo.

Rogério tinha a mesma idade e lembro que sempre estavamos juntos. As vezes eu dormia na casa dele e por outras, ele dormia na minha casa.

Então numa noite em que eu fui dormir na casa dele, aconteceu o fato que vou narrar.

Lembro que estavamos em seu quarto, folheando revistas de mulher pelada, então ele tirou o pau pra fora e começou a se masturbar. Olhei para o pau do meu amigo e confesso, que naquele momentop senti uma enorme vontade de segurar. Mas não passou de vontade, voltei a folhear as revistas e também comecei a me masturbar. Fomos interrpompidos por sua mãe, que gritava da cozinha, dizendo que o jantar estava pronto. Jantamos e fomos para a sala ver Tv com seus pais.

Apás um tempo vendo Tv, acabei pegando no sono e nem notei que seus Pais haviam ido deitar. Rogério, aproximou-se e me cutucou. Eu acordei, perguntei o que tinha acontecido, ele me disse que estava passando um filme legal na tv, vi que era um filme Brasileiro, no estilo das pornochanchadas antigas. Lembro que toda semana passava esse filmes, se não me engano na Record, com a chamativa de "sala especial", mais ou menos o Cine-Prive da Bandeirantes.

Assisti por um tempo, porem, não estava aguentando e acabei dormindo novamente. Então, ai começou . Senti, novamente meu amigo me cutucar, porém dessa vez, continuei com os olhos fechados, simulando que não havia acordado. Passou um tempo, ele me cutucou de novo. Continuei "fingindo" que estava dormindo.

Eu estava deitado numa poltrona, então, quando senti meu amigo me cutucar novamente, me mechi, mas continuei fingindo e apenas me virei, ficando de costas para a Tv, ou seja, de costas para ele. Ele prevenido, demorou, mas novamente veio e me cutucou, desta vez nem me mechi, permitindo que ele pudesse continuar o que estava fazendo. Meu coração palpitava de medo e curiosidade, então, senti meu corpo se arrepiar quando sua mão apalpou minha bunda.

Então era isso. Ele queria me comer. Estava exitado e curioso, como seria? Permiti que ele avançasse cada vez mais e ele começou a abaixar meu shorts. Abaixou apenas até as minha coxas, deixando apenas a bundinha de fora. Sua primeira investida, foi um gostoso beijo na minha bundinha. Depois outro e outro. Até que ele estava enchendo minha bunda de beijos que estavam ficando cada vez mais deliciosos.

Ele voltou então a abaixar meu shorts, desta vez até o joelho. Ele estava bem cuidadoso, não queria me acordar. Todo delicado, ele segurou minha bunda e abriu cuidadosamente. Senti sua respiração bem pertinho do meu cuzinho, então, senti uma vontade louca de gemer, quando ele colocou sua lingua no meu cuzinho e passou a me lamber deliciosamente. Confesso que não aguentei, e ao sentir ele aprofundar sua lingua, acabei me mechendo, numa simulação de que poderia acordar. Aproveitei e dei uma gemidinha.

Ele parou, provavelmente se assutou, achando que eu poderia acordar. Soltou minha bunda e me cobriu rapidamente. Porem eu continuei "dormindo" e apás um tempo, ele estava de volta me lambendo novamente. Pressionando sua lingua contra o meu cuzinho. Eu delirava de tesão. Não conseguia mais me controlar e novamente gemi baixinho. Então "fingi" que acordei. Ele tomou um baita susto, e quando foi, acho que pedir desculpas, Disse a ele:

-Vamos para seu quarto, aqui é perigoso.

Ele sorriu aliviado, me aproximei dele e voltei a dizer.

-O que você fez agora não tem volta e estava delicioso. Quero que você continue.

Ele me agarrou, me fazendo ficar de costas para ele, encaixou se perfeitamente entre meus quadris e nos conduziu até o quarto.

Entramos em seu quarto, e para nossa segurança, ele trancou a porta.

Sentei na cama, ele se aproximou, passei a mão em seu pau por cima do short e senti que ja estava duro, continuei acariciando, então, abaixei seu short e fiz saltar um enorme e feroz caralho, louco para ser chupado e seria. Segurei aquele pedaço quente de carne e iniciei uma deliciosa punheta pra ele.

Ele tremia de tesão e acabou sedendo, suas pernas tremiam demais. Ele sentou-se na cama e eu me ajoelhei ao seus pés e voltei a segurar seu pau. Então aproximei minha boca, olhei para ele e abocanhei com muita vontade e senti pela primeira vez o sabor de um caralho. Era delicioso. Um sabor especial.

Passei a engolir, lamber, bater ele na minha cara. Chupava do saco até a cabeça Procurei fazer tudo para que ele gostasse e confesso que aprendi rapidamente. chupava deliciosamente do jeito que ele queria, pois via em seus olhos que ele estava adorando. Mas o que mais gostava de fazer para me exibir era, colocar a cabeça do pau dele entre meus labios, olhar em seus olhos e engolr seu pau sem tirar meus olhos dos seus, ele ia ao delirio. Adorava.

-Isso, ahhhh, que delicia.

Rogério levantou, me abraçou e disse que eu era muito especial e que não deixaria nada acontecer comigo. Senti segurança em suas palavras, sabia que ele me protegeria. protegeria a sua "mulherzinha". era assim que eu me sentia. A sua "mulherzinha". Ele pediu para que eu esperasse, pois iria a té a cozinha rapidamente.

Ele voltou com uma colher, cheia de manteiga, pertguntei o que ele faria com a manteiga. Ele me tranquilizou, dizendo que era para facilitar a penetração.

Ele me colocou de 4 na cama e voltou a chupar deliciosamente o meu cuzinho. Era assustador o tesão que eu sentia com sua lingua, me contorcia todo e delirava de tesão. Ele parou, vi que ele colocou um pouco de mateiga num dedo. Delirei quando senti ele massagear meu cuzinho com seu dedinho melecado de manteiga.

Ele passou a manteiga por todo o meu cuzinho, colocou mais um pouco no dedo e enfiou devagarzinho me fazendo gemer bem baixinho.

-Uiiii,que delicia.

Seu dedo estava estocado dentro do meu cuzinho, ele ficou girando, fazendo com que eu fosse me acostumando, tirou, passou mais um poiuco de manteiga e volotu a colocar, mas agora, dois dedos. Sim eram dois os dedos que me comiam a bunda deliciosamente.

- Ta gostando viadinho? gosta de carinho no seu cuzinho,né?

-Sim, eu gosto.

Gemi, dizendo, enquanrto ele enfiava e tirava.

-Arrebita bem a bunda. Agora vou te comer.

Meu cuzinho ja estava preparado para receber aquele pau e ele veio, encostando a cabeça no meu cu e foi enfiando devagarinho, senti seu pau entrar bem devagar, deliciosamente. Ele ia enfiava um pouco e tirava, enfiava mais um pouco e tirava e aos poucos fui me acostumando e vendo o quanto era delicioso dar o cu.

Seu pau invadia deliciosamente meu cuzinho e não demorou muito senti ele inteiro. Ele passou a me foder um pouco mais rapido, dava tapas na minha bunda e me chingava.

Segurando pela minha cintura, ele me fodia gostoso, num vai-vem bem ritmado e delicioso. Estava adorando sentir aquele caralho delicioso, adorava ouvir as obcenidades que ele falava, tanto que rebolava na vara dele, jogava a minha bunda para trás, fazendo com que meu cuzinho engolisse toda aquela vara. Gemia afemindadamente enquanto ele espancava minha bunda com carinho e me chingava cada vez mais.

Então ele sentou-se na cama, me chamando, rapidamente pulei sobre seu pau, segurei-o e coloquei na entrada do meu cu, fazendo com vara dele escorregasse dentro do meu cu e passei a cavalgar deliciosamente, de costas pra ele, como ele queria.

Ouvia ele dizer que adorava ficar olhando o meu cuzinho engolindo o pau dele, então eu acelerava cada vez mais, até que praticamente estava pulando no pau dele.

Pulei tanto que ele não aguentava mais, dizendo que queria gozar. Rapidamente me virei e fui ao encontro do pau dele, abocanhei e mantendo o ritmo da cavalgada, passei a chupar freneticamente, querendo sentir o sabor da porra dele.

Rogério gemia muito, então ele levantou, fiquei ajoelhado ao seus pés e abri minha boca. Ele batia uma rapida punheta, aproximei mais ainda minha boca e coloquei minha lingua para fora, ele parou de repente, colocou a cabeça do pau na ponta da minha lingua e segurando bem forte o seu pau, soltou seus jatos de porra, que invadiram minha boca, enchendo-a de porra.

Engoli o que pude enquanto ele voltava a se masturbar jogando o resto da sua porra por todo o meu rosto, Tinha porra até no cabelo, fiquei todo melecado, mas muito feliz e não parei, abocanhei novamente seu pau, chupando e sugando tudo que tinha direito, até deixar bem limpinho.

Ele caiu na cama e eu me continuei chupando seu pau. Sentia o gosto da porra dele ainda em minha boca, porem feliz e satisfeito e confesso que tinha adorado o sabor. Ele ficou descansando um pouco, enquanto eu chupava seu pau.

Foi uma noite inesquecivel, passei praticamente a noite inteira realizando os desejos dele. Foi assim que aconteceu a minha primeira experiencia.

Os fatos narrados nesse conto aconteceram, talvez não com essa intensidade, pois eramos muito jovens. mas se tivesse que acontecer novamente, gostaria que fosse assim, dessa maneira, como relatei.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos cu saindo pra foraduas mulher chupando a b***** no Jordão baixo fazendo sexominha mae gritava no pau do patrao dela contos eroticosconto tranzar com patraoconto erótico minha empregadinha novinhaSem a minha permissao contos eroticoscontos eroticos cdzinha quando era menino me vesti de menina e marquei pra dar eu queria ser meninamulher do gelou grande fudedohomen dotado arronba cu rapaz de programaFilinha chupa pau do papaiacontos eróticos eposa e amigocache:iOh7vGcQjJIJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=151 titias chuponascontos eróticos na roça com minha maeminha netinha contos eróticoscontos eroticosfudendo bucetinhas de dez anostracei minha irmã contoscontos eroticos de transando com a cunhada casada e com seu marido bi sexualpai quero atencao contos eroticosdesde pequena adoro ser cadelaokinawa-ufa.rucontos de tia limpando a casacontos eroticos arrombando a gordavideos porno sobrinha branquinha fugindo dos tios negoesconto erotico dividindo o quarto com meu cunhadocontogayporno minha esposa escolheu vibradorconto cutuquei pai na bundia delacontos eroticos estupradavídeo de pornô com as moletinho as mulatinha pornô vídeos sexoconto erotico novinho vizinhoConto de incesto de pai filha e tioconto erótico comendo o passivo de calcinhacontos eroticos corno oferecendo namoradahetero batendo punheta conto gayeu minha esposa e uma puta contotrasando com asogra derrepeteisso viadinho engole essa rola vou estrupar sua gargantacontos flagrando a mãe cavalona traindo o pai corno participou contoDei a xana escondida contosMuleques aprendedo a bate puheita na ruacontos erodicos toma no cu tomaviolada pelo tio contoarrombando o c* de modeladasContos eróticos d homem com éguaconto comi uma eguacontos com letras grandes , a rabuda e os dois travecosconto lesbica humilhei minha amigacalcinha incesto contosContos mamae é a puta da familia e dos vizinhosconto erotíco fui sedusida nova e gosteibuceta chupar elaelefuraram meu brioco contos eróticoscontos incesto comendo minha Irma no parque.contos eróticos de pai fudendo filha no carrocontos eroticos com escravas sendo humilhadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico vo netinhascontos de incesto comendo a irma separadaMinha namorada deu a bucetaContos eroticos forcadoA chapeleta arronbou minha bucetinha contoscontos eroticos porno submissacomi veterin¨¢ria contos eroticoscontos eroticos abusada levando tapanao filho nao posso e pecado ela faz a vontade/dele chupa pica/dele cem quererelatos eroticos esposas estupradascontoseróticos/negropauzudodando/o cabaço pro titio conto exitantecontos porno filho do amigo secretover tdos as calcinhas fio dental qom bomum empinadZoofila comi a mãe de meu amigoa primeira vez com homem casadoContos vendo corno Minha namorada gozada arrombada gritandocontos tia com fome de picacontos eróticos de irmão comendo a irmã pequenininha novinhagostosa fazendo unha do pé mostrando a calcinha também de perna abertaporno espiando a cunhada se peegadomulher gozando a um metro de distansia e mijando