Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA CUNHADA TARADA POR ESPERMA - PARTE 2

Vocês devem se lembrar do primeiro conto que eu relatei, meu primeiro contato sexual, com minha cunhadinha delícia, contato este, sá feito pôr umas três chupadas maravilhosas que ela deu em meu cacete, no dia do meu aniversário chupando toda a minha porra em todas as vezes que eu havia gozado, nem a prápria irmã dela, (a qual eu namoro a mais de três anos ), já havia me proporcionado gozada tão gostosa, quanto a de minha cunhadinha. Depois de cinco meses, eu tive um novo contato com ela, agora já em sua prápria casa, ela já estava namorando um carinha, e no dia de seu aniversário, fizemos uma festa surpresa pra ela, ela se emocionou muito, com a nossa atenção (principalmente a minha né?). No desenrolar da festa que foi átimo, fizemos brincadeiras, dançamos, bebemos muito, principalmente a aniversariante que não descolava do copo de caipiroska (que eu havia feito caprichando com meu sémem). No final da festa, o namorado dela já estava totalmente grog, e ela me pediu para eu levar ele em casa, ela também já estava muito doida, então fomos, e para minha surpresa ela se desvencilhou da festa, e sem que ninguém notasse, ela foi comigo. O namorado dela morava a uns 20 km da casa dela, e no meio do caminho o carinha apagou no banco de trás . Então me aproveitei e coloquei a mão em suas pernas, descendo até a bucetinha, que já estava totalmente alagada e comecei a andar bem devagarinho para aproveitar aquela situação, quando ela disse: "adianta o lado pra gente largar logo essa mala em casa, pôr que eu quero beber seu leitinho", apalpando meu pau que a estas alturas já estava mais duro que cabo de enxada. Pisei o pé no acelerador, quando eu cheguei na porta da casa do cara, ele saiu do carro e ela o acompanhou até a porta dele, e ele de tão doido que tava começou a dar uns couros nela na minha frente, passando a mão pela bunda dela, pegando a mão dela e levando até seu pau, ela sabendo que ele sá iria largar ela quando gozasse, começou a bater uma punheta veloz e frenética no cara, que não aguentou e gozou logo na maozinha dela (acho que ele de tão doido que tava nem imaginava que eu estava olhando aquela sacanagem toda) ela olhou pra mim com a maior carinha de safada, enquanto terminava o vaivém na pica do carinha, deu um beijinho demorado nele e entrou no carro lambendo os dedos, feliz da vida, como se fosse uma criança que chupou um pirulito bem gostoso, mal saímos dali, ela foi apalpando meu pau dizendo: "agora é sua vez de gozar na minha boquinha", então eu disse: "não enquanto eu chupar essa bucetinha maravilhosa". Parei o carro, em um lugar deserto (onde todos que querem dar uma rapidinha param), começamos a conversar, eu disse a ela que fiquei muito excitado com a puetinha que acabara de assistir, e pedi pra ela bater em mim, ela começou e em menos de 3 minutos eu já tava querendo gozar, mandei que ela parasse, e fomos para o banco de trás, tirei sua roupinha e vi que monumento estava ali em minha frente, arranquei sua calcinha com os dentes e comecei a fuder aquela boceta com a língua, ela se contorcia de prazer e pedia que eu metesse nela, eu chupava cada vez mais forte proporcionando varias gozadas nela e ela não parava de dizer: "pôr favor mete logo", coloquei ela de quatro, peguei meu pau comecei a roçar naquela bucetinha e ela se jogando pra trás pra que meu pau entrasse logo e eu recuava, deixando ela doidinha de tesão, sua bocetinha pingava mais do que casa de pobre com goteira, quando eu atolei a pica de vez, eu não aguentei e disse que iria gozar, ela então disse: "Oba, mais leitinho" . Se virou pra mim, pegou meu pau ( que já esta ejaculando) dirigiu a sua boca e tornou a beber meu esperma, como sá ela sabe. Deu um tempinho, começou a chupar de novo até ficar duro e montou sobre ele, cavalgando como uma puta no cio, gozando loucamente em cima de meu cacete, ela saiu de cima e tornou a lambe-lo, deixando-o duro de novo, mas já era tarde e tinha-mos que voltar, pra não dar na pinta, chegando na casa dela, sá minha namorada me esperava (a sua irmazinha), pois ela estava doida pra trepar, dissemos que seu namorado tinha passado mal e levamos ele a uma clinica pra tomar glicose, desculpa esta que todos engoliram (devido também ao estado que o cara se encontrava festa antes de ir embora). Fomos dormir e ao acordar pela manhã, estava indo pro trabalho, e ela me pediu pra eu larga-la na casa do namorado disse que sá levava se ela pagasse um boquete, ela disse: "Ótimo, pois eu adoro tomar leite de manhã", Foi sair da garagem do prédio ela pegou no meu pau se abaixou e foi chupando gostoso, como eu tinha fudido a noite toda demorei um pouco pra gozar, chegando na porta da casa dele, parei o carro mais afastado, e ela chupando caprichosamente, segurou todo o esguicho de esperma que eu havia soltado em sua boca, foi maravilhoso vê-la soluçar com toda aquela porra na boca. Ela pediu pra eu buzinar, pois o namorado tem o sono muito forte, ele apareceu, recebeu ela com um forte beijo na boca e me acenou agradecendo pela carona. O pior desta histária, é que minha cunhadinha me enche o saco ( ou esvazia), toda vez que ela me ver de bobeira, ela quer uma gozada na boca. Gostaram de meu conto garotas, me escrevam meu e-mail é [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu grelo est louco de tesaocontos paguei mais comi a putacontos eróticos no elevadorassistindo mais meu padrasto coladinho e ele de pau duro contos eroticosescrava do meu namorado contocontos erotico de cdzinha fudendo em copacabana em festa de fim de anoContos implando porra na bocacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos de mulheres tendo suas tetas mamadas por animais e eles metendo nelaso padrastoautoritárioonto de encesto fui pega minha filinha no preconto erotico de castigo com vovoContos eroticos dei pro leke magrelo chamado Ricardoinseseto commforcacontos eróticos - meu pai fez vazectomia para vermos juntoscontos lesbico eu a mulher do traficantedopando sogra contoscontos eroticos minha sobrinha meu amor part1conto erotico eu estava tao bebada que nem sei quem me comeu me encheu meu utero de porracontos erotikos moleke de menor comendo o cu da mulher casadacontos eróticos de sobrinhas postado recentementeconto coroa chupando piroquinhaVidio de bucetas emchadas napica grosacontos lesbic de patroas seduz secretaria para um transa lesbcontos de bdsm privada humanacontos corno empretei minha mulher para traveti e fikei vendovideo porno de sogra chama o genro para sua casa par dar par elecontos eróticos incesto dando leite na boca da minha filhahistoria dos k fizeram zoofila pela primeira vezsem cadastro zoofilia sai mijando leitecontos eroticos de mulher de sc com cachorrofotus de zoofiliacontos erotico filha chupando o pau do pai enquanto ele dormeIrma cavala contoSexo com papai contos eróticocontos incesto comendo minha Irma no parque.Contos gosaram no cuzinho virgem da minha filha Conto mete gostoso ui uicontos fudelançagostosa fas enema profundosogra humilha genro contos eroticosIncestoconto.meninasCONTO INCESTO NA MADRUGADA COM A SENHORAcontos eroticos de Maezinha bobinha do amigis transando com jovezinhorelatos sexuais porno gratis a faxineiraesposo liberando a esposa para viajar contocontos enteadinha fofinhaContos eroticos guspe na bocacontos eroticos traindo marido na Sala ao ladominha cunhadinha e virgens peguei a forcacontos erotico papai vai cabermeu marido morreu e eu to com tesaomeu sobrinho menor conto eróticoxxvideos tia chopano a sobrinha novinha contos eroticos pagamentocontos erotico de fantasia de esposacontoseroticos irmoes e irmã no assaltocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteestrupada contoscontos eroticos dei pra variosmarido todo produzido eróticosContos eroticos de bartravesti leiteira contos eróticosa morena virtual itaperuna rjcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente19 filha menina rebolanocontos eroticos na viagem comi sogra e mulher no carrocontos eroticos cavalocontos dos podolatrasOlá , meu nome é Tati sou morena , alta , magra , pois bem , vamos ao contoContos eróticos surubasminha mulher alargou meu cu contoContos eroticos de mesticasconto de esposa vendo seu marido na rola de outrocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteeu confesso mijoTenho um cuzinho guloso contos eróticosComtos namorada fodida por homems casados