Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PERDI A CHAVE E GANHEI UM GAROTO

PERDI A CHAVE E GANHEI UM GAROTO





Sou um cara moreno claro, tenho 38 anos, peso 78 kgs, cabelos e olhos castanhos claros, moro em uma pequena cidade do interior de São Paulo e trabalho numa loja de material elétrico. Como a cidade é peequena, muitas pessoas me conhecem e suspeittam de minha preferência sexual. Fico trabalhando até tarde na loja e sempre aparece algum cara com a intenção de rolar um sexo. Até aqui tudo normal. Era uma noite de sábado, por volta da 20:00 hs quando toca o telefone. Ao atender, uma voz de rapaz se identificou como Gustavo e foi direto ao assunto, dizendo que gostaria de transar comigo. Fui dando corda pra ver até onde ia chegar. Ele disse que tem 20 anos, é magrinho e bonito e nunca transou com homem, mas sentia forte atração por mim, já que ficou sabendo que eu curtia. Não sei por que, fui me excitando e gostando. Acabei falando que gostria de conhecê-lo e se ele poderia ir até meu apartamento. Ele disse que não dava para ir, pois ele iria sair depois e meu apartamento fica do outro lado da cidade. Perguntei então onde iríamos nos encontrar e ele falou que poderia ser na casa dele mesmo. Como ele tem 20 anos, suspeitei que deveria morar com a familia e perguntei, no que ele respondeu que o pai estava viajando e a mãe foi para a igreja e sá retornaria as 22:00 hs e que teríamos duas horas para fazer tudo. Isso nunca aconteceu comigo, nunca fui atender a domicilio (rsrsrs) e isso acabou me excitando mais ainda. Eu não o conhecia e a curiosidade me fazia imaginar mil coisas e o fato de transar em territário desconhecido dava um ar de perigo que me atraia.

Combinamos então que eu pararia o carro uma rua antes da casa dele e seguiria a pé até lá e ele me esperaria em frente. Assim fiz. Cheguei lá e logo o identifiquei. Ele pediu que eu esperasse um pouco e entrou. Fiquei ali na frente e percebi um movimento dentro da casa. Quando ele retornou, perguntei se havia mais alguem na casa e ele meio constrangido falou que a mãe dele não tinha ido á igreja, mas que não haveria problema, já que o quarto dele era uma edícula no fundo da casa e ela não iria preceber nada. O medo tomou conta de mim, mas o tesão também. O garoto era muito lindo e meu pau endureceu na hora. Acabei entrando e fomos até seu quarto. Lá havia uma cama de casal e uma de solteiro e um banheiro. Eu apaguei todas as luzes e ficamos no maior silencio e na mais completa escuridão. Ouvi-se apenas a nossa respiração. Bem baixinho ele falou ao meu ouvido para eu pegar leve, já que ele era virgem. Eu tirei minha roupa totalmente e pedi que ele fizesse o mesmo. Deitamos na cama de casal e começamos a trocar beijos e amassos. Meu pinto parecia que ia explodir. Ele beijava com volúpia e muita vontade. Eu passava a mão por todo seu corpo e demorava um pouco mais no seu pinto e no cuzinho dele. Ele apenas gemia baixinho. Ficamos uns quarenta minutos assim, até que resolvi fazer algo: ou ele me comia ou eu comia ele. Ele disse que queria dar pra mim e, com muito jeito, fui fazendo ele ficar de quatro e quando fui colocar meu cacete no seu cú, a mãe dele tenta abrir a porta, que por sorte estava trancada e o chama, dizendo que tinha um amigo dele chamando. Nem preciso falar que fiquei apavorado. E se a mãe dele entrasse e me encontrasse ali? E se o amigo dele entrasse? Ele falou pra eu me esconder no banheiro e aguardar. Ele saiu e foi ver o que o amigo queria. Quando voltou, eu já estava vestido e ele disse que teria que sair, mas que no dia segunte continuaríamos a nossa festa. Como o amigo dele estava esperando na frente da casa, ele saiu primeiro, trancou a porta do quarto e falou pra eu dar um tempo no quintal e sair em seguida. Ele saiu e ia entrando no carro do amigo quando dei por falta da chave do meu carro, havia ficado dentro do quarto. Não pensei e chamei o nome dele, mas ele entrou rápidamente no carro e saiu. Putz, fiquei ali e sem ter como ir embora. Sai da casa e resolvi apertar a campainha e falar com a mãe dele. Toquei a campainha e uma senhora muito mal humorada atendeu. Perguntei se o filho dela estava e ela queria saber o que é que eu queria. Pensei rápido e falei que minha prima estava conversando com ele e tinha esquecido a chave do carro lá. Ela respondeu que o filho havia saido e levado a chave do quarto e que não poderia fazer nada. Fiquei desesperado e voltei até meu carro. Passou um conhecido e pedi para parar e expliquei que havia perdido a chave do carro. Ele deu a chave do carro dele que, graças a deus abriu e funcionou meu carro, por sorte. Ainda não encontrei com o Gustavo e nem fui pegar a chave ainda, mas irei lá hoje a tarde e já tenho até uma boa desculpa pra retornar e continuar a festa onde paramos. É uma histária real, sem fantasia alguma. Isso aconteceu ontem e hoje irei descobrir o que vai acontecer.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


virei puto do bar conto gaycontos eroticos fui bem comida feito cadela e chingada de vadiacontos eroticos fui cumida a traz do salão da igrejacontos eroticos peguei a mulher do amigo a força ela dormindo e soquei nelahttp://okinawa-ufa.ru/conto_22456_ajudei-meu-amigo-comer-o-rabinho-da-minha-mulher.htmlconto tia gostosa de microcalcinhacasadas putas fodendo com preso contoconto gay meu amigo chupou um cacete para fumar crackcontos eroticos marido querendo que mulher foda com outro para ele chupar ela em seguidaContos eróticos menina com bucetinha lisinha e putinhacontos eroticos dei pra variosrelato ocaseiro do sitio arrombou o cu da minha esposaensabuou o pauzao e enfio na gostosaMinha mãe colocou silicone e ficou gostosa contoquero assistir você para minha mulher rapadinha pau entrandoContos de maes de bunda grandecontos de cú de coroacontoserotico mendigo fudendo madameContos erotico desvirginei as filhas do meu amigomulatas do bundao e pitos caido gostosa.contos eroticos pai mae e maecontos eroticos chantagemcontoseroticos encochando minha irma onobisconto lesbica humilhei minha amigaConto de putinha objeto de prazer para todos os machosporno gay conos erotico iaento tio e sobrinhohestoria erotica do meu marido e c corminhoflagrei meu pai cheirando minha calcinha nijadaContos afeminado c shortinho socadoConto erotico minhas filhas lindas do papaiContos grupal com tio e primoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepulando em cima do pau do tioManinho me arrombou gostosocomo e que aimha vagina abre na hora do sexo?contos eróticos Vanessacontos eróticos sobre irmã bucetudapeguei minha amante e minha mulher e fodi as duascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevideo porno gay de garoto com o calção com o fundo rasgado de parnas areganhada na casa do amigo tarado do pau gande e grosoconto minha tia pelada no quintalcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eróticos transei com a mãe casada do meu melhor amigocontos apanhando do tutorconto chantagem afilhadacontos presenciei minha irmã fudendo com um dogbucetas gostosas e grandes e bonita cm tela bem ajustadacontos eróticos marido não importoucontos eroticos gay papai e eucontos veridicos dezoofilia por novinhasdei para o comedor do bairro filhos conto buceta carnuda comtos de sexoConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoorelatos eroticos veridicosContos eroticos maniaco por seioscontos mulher irmaocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto novinha gravida do tioconto erotico putinha desde novinhacache:A_ULZ8FKkSgJ:okinawa-ufa.ru/home.php Contos eroticos novinha deu a bundinha a força pro roludocontos eroticos arrombando a gordacontos picante de casada sem calcinhacontos entre mãe e filho picudo no banheiroconto erotico viado casadoccontos filha se fode pra aguenta a geba do pai no cu com fotosdei a xana de graca contos eroticoscontos contos mãe e amiga travestisobiu no cu delacontos eroticos casada infelizcontos eroticos arrombando a gorda