Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CAMA, MESA E BANHO

Com o nick de Grisalho, o cara manteve contato no chat onde eu estava a procura de um companheiro para aventuras. Eu queria apenas aventura com um homem maduro, macho e que soubesse curtir um homem sem pressa e neuras. As primeiras trocas de mensagens foram animadoras, bom humor e interesses mútuos foram logo identificados, além da necessária safadeza para por em prática nossas taras, que às 22 horas de sábado já estavam visíveis em nossos cacetes já babando e pulsantes. O papo rolou solto, inclusive com lembranças de eventos safados anteriores, ocorridos quando estávamos iniciando nossas aventuras com homens. O que nos excitou muito foi justamente essa troca de experiências, a minha com uma massagista experiente que me fez criar gosto pelas carícias na bunda, evoluindo para a penetração deliciosa e a fetiches nunca antes pensados e muito menos experimentados, como usar calcinha fio dental. O interesse do meu potencial companheiro para aventuras pelas minhas histárias me deixou animado com a possibilidade de nos encontrarmos ainda naquela noite. Já passava das 23 horas quando decidimos o encontro. Acertado o local e a hora nos preparamos para o que prometia ser uma transa muito louca. Subir o elevador até o 18ª. andar foi difícil.... mas minha safadeza quebrou logo o gelo quando decidi ver como eu estava com a calcinha vermelha fio dental no grande espelho... baixei a calça jeans e conferi uma gostosa e safada bunda... pronta para o crime. Depois de um toque na campainha, que me fez o coração quase pular do peito, a porta abre e vejo um homem de 1,90 m, corpo legal. O Grisalho despertava grande interesse.... gosto de homem grande, de corpo e pau. Trocávamos olhares desconfiados mas estávamos contentes com o que víamos. Sentados no sofá iniciamos o papo rapidamente sobre nossa conversa pelo MSN, rindo e reforçando interesses pelos principais fatos mencionados em nossas histárias. O interesse sobre minha calcinha foi logo manifestado com a pergunta sobre eu estar usando ou não.... levantar a camiseta e mostrar a parte dela que, estrategicamente deixei à mostra, foi a deixa para a primeira passada de mão na minha coxa... e o convite para a prometida massagem para relembrar o princípio de tudo com a massagista safada que me iniciou. Fomos ao quarto, já deixando cair o jeans e caminhando com a calcinha para provocá-lo ainda mais. Ele caminhou com as duas mãos na minha bunda, apertando e elogiando o volume... Enquanto eu terminava de tirar a roupa, ele me pegava, me encoxava... adoro isso. Deitado de bruços, recebi carícias gostosas onde mais gosto... a bunda. Não demorou para eu lembrar da saudosa massagista. Ele já nu parava a massagem para deitar-se sobre meu corpo com o pau estrategicamente colocado no meio de minha bunda, quente e duro, pronto para a penetração que era pedida em sussurros no meu ouvido, entre uma lambida e outra em minhas orelhas... O peso daquele homem, o calor de seu corpo me excitavam muito e suas encoxadas fortes davam o tom do que seria a transa que não tardaria a começar. Com o creme da massagem ele iniciou a exploração de meu cuzinho, bem fechado pelo grande período entre a última transa, a meses. Seus dedos grossos e ávidos pela penetração causaram certo desconforto no início, mas aos poucos produziam grande sensação de prazer, demonstrado pelos movimentos ritmados de empinar a bunda e rebolar com aqueles dedos quentes penetrando minhas entranhas. Depois uma deliciosa lambida quente em toda minha bunda, coxas e no meu cú, que demoradamente foi massageado por aquela língua safada... Não foi difícil aceitar a oferta daquele pênis pulsante para a primeira chupada, iniciada com uma longa e demorada lambida em toda a extensão daquela ferramenta de prazer, que produziu gemidos de tesão e elogios daquele homem gostoso. Apesar do tamanho eu conseguia engolir todo o pênis, que tinha o meu número, como se diz. Mamei com gosto por alguns minutos, tendo ao mesmo tempo minha bunda explorada com volúpia por aqueles dedos habilidosos, que preparavam meu rabo para a penetração tão esperada por nás dois. Camisinha a postos, o pedido de ficar de quatro foi atendido rapidamente, para não perdermos nada daquele tesão imenso que nos dominava. Com cuidado de mestre, aquele mastro foi invadindo minha bunda lentamente, como eu gosto, até eu sentir o contato delicioso dos pentelhos no meu rego bem aberto... delícia!!!! O homem arfava de prazer quando iniciou os movimentos de entra e sai cada vez mais fortes e rápidos. Sendo puxado pelos quadris, sentia seu cacete enorme tocar o fundo de minha bunda. Ele me fez deitar e depositou seu corpo sobre o meu, mexendo o apenas os quadris para manter o vai e vem daquele delicioso instrumento de prazer atolado até o fim na minha bunda sedenta de vara. Por uns 5 minutos ficamos na cama naquela posição, mas a outra fase da transa, a da mesa, estava planejada pelo meu algoz. No quarto ao lado, uma mesa de madeira foi rapidamente coberta por um cobertor. Eu deitei de costas e tive as pernas erguidas para deixar meu rabo à disposição do seu delicioso cacete... com os calcanhares apoiados em seus ombros experimentei pela primeira vez aquela gostosa posição, que sendo puxado pelas coxas proporcionava uma penetração profunda e prazerosa, lenta e rápida, a gosto daquele mestre em sacanagem. Da mesa fomos para a parede ao lado, nossa altura combinava bem e facilitava a penetração comigo de costas, encostando o peito na parede e empinando bem a bunda.... ele chegava a me levantar do chão tamanha a volúpia com a qual me penetrava a bunda. Nunca fui comido assim, com tanta maestria e desejo. Os tapas que recebi nas ancas davam um gosto especial àquela transa maluca e deliciosa. Sem descanso, novamente estávamos na cama, onde eu quis cavalgar aquele homem, tendo seu mastro atolado em mim. De frente e de costas cavalguei com vontade por um bom tempo. Rebolando muito, produzi elogios do meu mestre sentindo ambos muito prazer. O tão esperado orgasmo foi atingido na posição de quatro, quando senti cada golfada de porra quente, sussurrando para ele que queria vê-lo gozar na minha bunda, bem forte e com seu peso todo em mim. Nem é preciso dizer que meu orgasmo veio também nesse momento. É delicioso sentir o homem chegando ao gozo forte, arfando de prazer com o pau atolado na minha bunda. Deitados lado a lado, via seu pau repousar merecidamente... mas a outra fase da transa, a do banho, ficará par a práxima vez... com a repetição das demais fases já realizadas e muitas outras que eu e meu companheiro de aventuras inventaremos, com certeza.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


comi minha cunhadinha contos eroticosxoxota as infinitasporn dpois de ir a padaria com o visinhocontos sexo meu marido rebolou na pistolacontos de velhos mamando seios bicudosestupro patricinha contoconto cheiradoramiga cusudas da escala ensito o dotadoo tempo em que ele para e diz"essa buceta é minha"contos eróticos fragei meu tio comendo minha tiapai me comenem peitinho teen grita na pau do vocontos eróticos comedor a família todaZoofilia homens iniciando contosEu e minha mae no hotel ela ficou nua na minha frente eu disse mae sua buceta e linda raspadinha ela disse me fode filho conto eroticocontos eroticos incesto fis minha nora chupar na maraContos gay malucocontos de cornosconto erotico minha prima que considero irmãwww.acordada por papai videos incestominha prima e uma jebaincestodesenhopornôContos fudendo elazoofilia umcacete enorme pra pequena putaContos mulher coloca silicone e vira putaaravando as pregas do cu virgem fa espozaContos de esposa gostosa acompanhado marido numa festacontos de anjinha safadacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos o cara do onibusRelatos de sexo anal com irmãContos eroticos boquete com detalhesa saga de uma puta contos eroticocontos eroticos gay: se tu deixar eu não conto pra ninguemcontos de crosdresseresnegão comendo uma mulher tão Branca tão Branca dobrada fazendo sexocontos eróticos trai meu marido numa rapidinhapunheta contoscontos eróticos de minha esposa bêbadacontos de coroa com novinhocontos eroticos casada fudeno com negao eo marido vendocontos de incestos gays.com/meu pai foi meu primeiro macho depois me distribuiu com seus amigos adoreiMinha sogra me pegou contostenho maior tesão pela minha tia velha contos eróticosguero asistir filmi porno as freiras virgem goxando na bucetapequenina conto eroticoconto erotico mae se bronzeando a bunda pediu p filho passar bronseador no rabocontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos minhas irmas e minha mae fizeram um gang bang com muitos negoes no sitiopassando a mao no grelhoContos eroticos fudendo um cuzinhotomates conto heteroo pau do meu irmao contosminhas duas prima foi dormi em casa cime fou a duasempregadinha empolgadacontos eroticos de homem chupando a buceta esperadagoogleweblight língua no c* da gordacontos de olha que putinha tá gostando neconto erotico gay no nordesteincerto mae com punheta contocontos por causa da chuva comi um cucontos eroticos:engravidei do meu filhocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoswww.contos eroticos com fotos de comendo a madrastaCorno viadinho conto eroticocontos eroticosirmazinhacontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos devemos dividir o mesmo quarto com um casal de amigocontos de zoofilia com varios caescontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteexperimentando a bundinha da garotinha conto gratisputinha desde novinha sacaneadaContos sogra mulher e cunhadas peladinhas na piscina