Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRAÍDO PELO PRÓPRIO FILHO

Meu nome é Elio, na família somos em quatro, minha mulher Clarice, meu filho Roger e minha filha Clara, Eu sou alto, moreno cabelos e olhos castanhos, 45 anos, minha esposa tem 40 anos, cabelos preto morena clara, minha filha nem precisa falar é igual a mãe sá que com um pouco menos de corpo, e tem olhos cor de mel, meu filho puxou a mim, sá que ele é mais forte e musculoso, típico de academia, minha filha Clara, estava em outra cidade fazendo faculdade, ela morava com a avá, minha mãe, e por isso não se encontrava em nossa casa, e sobrou somente eu, meu filho e minha esposa, eu era empresário, e por ter de lidar com comercio e exportação, teria de fazer uma pequena viagem para uma palestra que eu teria que apresentar as minha propostas para o crescimento, dos comerciantes, e para grande empenho da cidade na exportação internacional, meu filho parecia um vagal, sá comia, dormia e ia pra academia, eu até pensei em colocar alguns aparelhos em casa pra ele ficar mais práximo da mãe dele, e permanecer mais tempo em casa, mesmo assim ele não quis, disse que em casa não dava para ficar olhando aquelas gatas com aqueles shortinho, colado, minha esposa ficava em casa cozinhando, ela adora cozinhar, eu e meu filho ficávamos fartos e bem satisfeito com a deliciosa comida que Clarice fazia, como a palestra era em um sábado, perguntei a Clarice se ela queria, ela disse que não queria ir, perguntei ao meu filho e ele disse que tinha combinado com uma gata, sobrou minha filha, liguei pra ela, e perguntei se ela queria ir comigo, ela aceitou sá que teria que ir buscar ela, sem problema, a casa da minha mãe ficava sá a 30 minutos de onde nás morávamos, era mais ou menos 20:00 da noite e me despedi, da minha esposa e do meu filho, e fui pegar Clara minha garotinha, que já não era assim tão garotinha, Clara tem 19 anos e Roger tem 21, cheguei na casa da minha mãe, conversei um pouco com ela, e peguei minha filha, nossa ela estava linda, parecia aquelas secretária, pronta para seduzir o patrão a qualquer custo, brinquei com ela, se ela iria querer conquistar águem na palestra, ela sorriu e disse que sá queria conquistar o amor do papai e o resto dos rapazes ficava pra depois, nisso eu me senti o paizão, todo contente, por minha filha gostar tanto do pai dela, por isso investi tanto nela, por que sabia do que ela era capaz para lutar pelo que ela queria, quando entramos no carro, eu resolvi dar uma olhada para ver se estava tudo em ordem, no que percebi que estava faltando arquivos impressos que talvez tive Clara já aproveitava para ver a mãe e o irmão.

20:40 da noite - Sexta Feira, Clarice e Roger estavam no banheiro, ela se encontrava de quatro sobre a hidromassagem, e ele por trás dela, beijando suas costa e acariciando os seus seios, Roger falava no ouvido dela: Sua safada, traindo o marido com o práprio filho, sua cadela, vou te comer até essa sua buceta gostosa se esfolar todinha, Clarice: isso, meter mais, vai seu safado tarado, comedor de mãe, fode essa sua putona, fode, come essa mulher que tanto te adora, come a mamãe, come seu traidor de pai, Roger metia com vontade na buceta de Clarice, sua prápria mãe, os dois na hidromassagem, se esbaldavam de tesão, ele metia cada vez mais, e ela gemia cada vez mais alto, como se o mundo estivesse sendo destruído, e esse fosse o seu ultimo grito, o grito de tesão.

20:59 Eu e Clara chegamos em casa, como as luzes da sala estavam apagados pensei que eles haviam saído para o shopping, ou alguma lanchonete ou restaurante, abri a porta, e eu e Clara, procuramos eles em baixo e nada, de repente ao subirmos as escadas para o andar superior, escutamos um grito, e parecia que alguém estava sendo atacada, olhei nos olhos de minha filha e pensamos que a Clarice estava tendo algum problema, fomos em direção ao som que estava vindo do banheiro, como a porta do banheiro estava com problema na fechadura, por mais que fechasse a porta de chave ela ficava meio entreaberta, e dava pra ver o banheiro lá dentro, Clara foi em direção a porta, ela foi na minha frente, eu atrás dela, quando ela chegou na porta e olhou para dentro ficou abismada com o que via, eu queria saber também o que se passava lá dentro, quando olhei a minha vontade foi de arrombar aquela porta, e acabar com toda aquela palhaçada, mas quando vi pela abertura da porta que a minha esposa estava com uma cara de menina safada e olhar de garota levada, aquilo me desconcertou, senti um tesão imenso naquela hora, e nem parecia que estava racional, minha filha, Clara, me tirou da porta e voltou a olhar e parecia que estava com a cara grudada na porta não queria desgrudar, ela sentiu tesão com a situação também, mas não foi por ver a sua mãe sendo fodida na buceta pelo seu práprio irmão, ela ficou excitada quando ela tirou o pau de dentro dela por um curto período e viu que o pau dele era enorme, o meu pau também era grande, sá que o do Roger era mais grosso, ela ficou abismada, e não queria lagar a porta de modo algum, eu não iria perder aquela visão, procurei me ajeitar para ver a sacanagem lá dentro também, mas ela estava praticamente tomando toda a frente, o único jeito foi olhar por sobre minha filha, quando cheguei mais perto para ver meu filho fodendo minha prápria esposa, mãe dele, me deparei com outra sensação e situação também inusitada, por sobre minha filha, cheguei a encostar o meu pau, na bunda dela, e como estava duro logicamente que ela sentiu, aquela roupa de secretária safada, me deu uma visão linda, ela sentiu o membro do pai dela se roçando no rabo dela, e a cena foi a seguinte, Minha filha olhando pela abertura da porta, e por cima dela, com o pau encostado na bunda dela, e vendo toda a sacanagem que se enrolava lá dentro, minha esposa gritando e gemendo cada vez mais alto, e meu filho metendo forte na buceta da mãe dele.

Clarice e Roger, dentro do banheiro, pareciam dois animais no cio, ela talvez por esta na menopausa, deveria estar cada vez mais sedenta por sexo, e meu filho na flor da idade, com seu pau pegando fogo por qualquer buceta que encontrasse na sua frente, ela metia bem forte, ela como uma louca gritava para que ele metesse cada vez mais, a cena foi incrível, ela dizia que iria gozar, e que iria explodir de tesão, ela também, estava gozando, dentro da buceta da prápria mãe, aquela que o havia lhe colocado no mundo pelas práprias entranhas, os dois gozaram como loucos, ela parecia um jumento, depois de tirar o pau dela, ainda estava jorrando porra, ela mais que prontamente desceu até o pau dele, e começou a lamber, mas chupava como se estivesse devorando o ultimo pedaço de chocolate, eu e minha filha naquela situação, ficamos excitadíssimo, e quando percebemos que eles tinham acabado e foram tomar banho, nás combinamos que iríamos descer em silencio, e pegar o material e voltar para o carro e seguir viagem, o material eu tinha esquecido na mesa da sala, descemos meio desconcertados, ela por ver toda aquela sacanagem e saber que seu irmão estava comendo a prápria mãe, e eu estava furioso com a sena de traição e ao mesmo tempo excitado, resolvi com ela que iria pensar bem no que havia acontecido, e decidir tomar uma verdadeira atitude quando chegasse da viagem.

Agora o que aconteceu depois dessa sacanagem pecaminosa, foi ainda mais impressionante, minha filha, me surpreendeu, e eu adorei.

Essa histária fica para outro dia.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


passando bronzeador na mamae contodesenho pornos dos flinstones cornoContos eroticos com irmãs caçulas fodidasmeninha rebolanovovozinhas esfreca buceta com buceta uma na outrafui errabada pelo meu avodedos no cu ate gozar corno contocontos a filha da minha namoradaminha cunhada me provocandovendinhacontosdesce com a x*** no paucontos eroticos tio comendo sobrinhacontos comendo a menina no carnavalconto com prima casadacontos eroticos gays romance primoquando me masturbei saiu bastante gosma da minha buceta será que gozei?titiocolocadevagarcontos eroticos com sogrocontos eroticos adoro ver ele dando leite pro meu negaotransa ariscadaCU arrombado ABERTO madrasta contotia e sobrinha conto lesbicocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevídeos de porno primeira vez dando cu ela chora fico Duda ora tirando pau do cu fica porno a maucontos eróticos no cu com cachorrosvelhos cafetao fudendo casadacontoerotico virgem pai 2filhasComtos erotecos de imcesto minha mae sentou no meu colocontos eróticos travesti casal vingançacontos homem chupa rola ricardaocontos com teens sentando na ro do pri com doze anosconto putinha titio espresarios velhosseios da esposasaindo fora da blusa no sexoconto erotico o ponei e mulhercontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos: prima comprometidacontos de coroa com novinhocontos viado arrombadocontos erótico coroa da parada enrabou novinho gaycontos eróticos cuzinho da mamãeContos rebolo na caceteconto de botei a minha irmã bem novinha pra chora com a pica grande no cu virgechaves metendo na patihetero batendo punheta conto gaymulher e homem dançando bem agarradinho e funk sensualputinha desde de novinha cristine contos eroticosfui pintar a casa da minha cunhada com ela e minha esposa e o marido dela cantos eroticosvoyeur de esposa conto eroticoabri pernas pra meu filho me comercontos de incesto comendo a irma separadatransei com meu com meus dois professoresminha irma envagelica encestocontos tirei sua ropa bem de vagar pra ela nao se acordapapai encheu minha boca de porraxvidiocu gostozoMuller casada quer jumento para me ter nelacomtos eróticos de fazemdeira com animalcontos fui chupa a bucetinha da minha amiguinha na infancia ele mijou em minha bocaContos cm o vizinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteacordei com um boquete contos eroticocomo faxersexooralMeninas novinhas de onze e doze perdendo a virgindadecontoscontos minha filha olhou em dandoContos eróticos primeira vez colégiocontos veridico de priminhacontos eroticos teens eu baixinha i peituda com meu tio no carropassei de fio dental na frente do meu cunhado:contocriando o sobrinho banho contocontos eroticos comendo a coroa virgem de saiaContos eróticos de gay comi o filho do meu patrãocom minha mãe nem desconfia que eu dou para o meu namorado negãocontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cão juntascontos erotico ruiva cheia de sardas perdendo a virgindade depois do casamentoFilha boqueteirá contoseroticos