Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FIANL DE SEMANA INACREDITÁVEL - PARTE II

Para melhor entender, leia primeiro o relato “Final de Semana inacreditável”. Depois de uma noite incrível de muito sexo, pela manhã fomos aproveitar o sol de Friburgo à beira da piscina. Por incrível que pareça, começamos a conversar normalmente sobre a noite anterior, onde a minha namorada Fernanda não se importava com nada do que tinha acontecido. Papo vai, papo vem entramos no assunto de sexo anal, e Michele, com aquele biquíni minúsculo aumentando o seu bronzeado, contou que já havia tido umas experiências com seu ex-namorado, e que gostava do prazer que tinha. Nessa hora meu pau começou a ficar duro. A Fernanda começou a falar que nunca havia feito sexo anal, principalmente comigo, devido o tamanho e grossura do meu pau. Eu era doido para comer o cuzinho de Fernanda, pois ela tinha uma bunda espetacular. Nessa hora a Fernanda se vira para a Michele e pergunta se ela teria coragem de encarar a minha piroca (+ de 23 cm), meu coração disparou e meu pau ficou duro como uma pedra,esperando a resposta de Michele. Para minha surpresa ela falou que queria muito fazer sexo anal comigo. A Fernanda se levantou e foi correndo para a casa e voltou com um pote de creme de cabelo nas mãos. Começamos a nos beijar, língua com língua, mãos nas bundas e tudo mais, eu e Fernanda começamos a tirar o biquíni de Michele, enquanto as duas se beijavam ferozmente eu comecei a chupar e lamber aqueles peitos durinhos e a tocar uma deliciosa siririca. Colocamos a canga no chão e fomos nos divertir. A Fernanda se deitou de pernas abertas, onde a Michele de quatro entre as pernas da amiga começava a chupar a sua buceta. Tive uma visão incrível, com aquela bunda morena e queimada de sol deliciosa com uma marca de biquíni muito pequena, não bobeei e fui lamber aquele cuzinho maravilhoso. Me coloquei atrás, lambendo, chupando, enfiando a língua naquele rabo delicioso e ao mesmo tempo tocava uma siririca entre as suas pernas, de vez em quando descia um pouco para chupar a sua buceta, que a esta altura já estava mais do que encharcada. Depois de um bom tempo, onde a Fernanda gozou na língua da Michele, eu sentei na canga e pude ver a imagem mais incrível do mundo, as duas, de quatro começaram a chupar e lamber a minha piroca, que estava tão dura, que para segurá-la foi preciso as mãos das duas. É uma coisa maravilhosa e indescritível, ver duas gatas lindas segurando e dividindo o seu pau, com uma voracidade incrível, a esta altura a piroca latejava de tesão. Deitei na canga e a Fernanda sentou no meu colo, e foi descendo delicadamente, onde a sua buceta foi engolindo centímetro a centímetro a minha piroca, que quando entrou tudo pude ver a sua xota arregaçada por aguentar toda a vara. A Michele, sem bobear, ajoelhou sobre a minha cabeça onde comecei a chupar aquela buceta que estava muito molhada. Não demorou muito para acontecer uma cena maravilhosa, a Fernanda que estava cavalgando no meu pau começou a gemer dizendo que estava gozando e ao mesmo tempo a Michele, ajoelhada sobre o meu rosto também começou a gozar, parecia um rio que escorria pela sua buceta e ia direto para a minha boca. A Michele pediu para que antes de começar a dar o cuzinho eu colocasse um pouco na sua xota, pois ela estava louca de tesão. Coloquei-a de quatro e comecei a enfiar, pouco a pouco a minha piroca dentro daquela xota inchada, a Fernanda não se fez de boba e deitou na frente da Michele oferecendo a buceta para ser chupada novamente pela amiga. Estava com tanto tesão, que as veias do meu pau pareciam que iam estourar, comecei um vai e vem forte, a Michele não gemia, ela gritava, pedindo para eu enfiar aquela piroca enorme em sua boceta. Não demorou muito e ela se desfez em um gozo que pude sentir e melar todo o meu pau. A Fernanda se levantou, pegou o pote de creme e pediu para começarmos, pois ela estava com muito tesão para ver eu comer o cuzinho da sua melhor amiga. Michele pediu para primeiro tentar comer de lado, pois esta posição facilitava a penetração. Confesso que ela é uma mulher de coragem, pois a piroca estava tão dura, que até assustava, estava enorme, muito grossa com a chapeleta inchada. Lambuzei o meu pau e o seu cuzinho com muito creme, encostei o pau na porta do rabinho e antes de começar a enfiar, a Michele se vira e fala para eu ir devagar pois senão eu arrebentaria o seu rabo, claro que concordei pois se acontecesse algo de ruim eu perderia esta oportunidade incrível. Comecei a forçar a piroca em seu cuzinha, e quando a ponta entrou a Michele pediu para tirar pois estava ardendo. A Fernanda foi para o seu lado e começou a tocar uma gostosa siririca para relaxar a sua amiga. Tentei de novo, e desta vez a cabeça já estava quase toda dentro e ela pediu de novo para tirar e passar mais creme pois estava doendo. Resumindo, sá na quarta vez consegui enfiar a cabeça da piroca em seu rabo, comecei a beijar o seu cangote e falar sacanagem para relaxá-la, aos poucos fui empurrando a piroca, o seu cú foi se abrindo e engolindo a enorme vara, quando olhei não pude acreditar, a piroca estava toda dentro de seu rabo ficando sá as bolas para o lado de fora. Ela gemia e falava muito palavrão, dizendo que a piroca era muito grossa e cumprida, que parecia uma cobra e que estava adorando ser enrabada daquela forma, e pediu para meter. Comecei um vai e vem delicioso, aos poucos o seu rabo foi relaxando e a sensação era deliciosa, depois de um determinado tempo, pedi para ela matar o meu tesão, ficando de quatro para eu comer o seu cuzinho. Quando eu tirei o pau, para ela ficar de quatro, olhei e seu cú que estava aberto e não fechava. Foi mais fácil para meter no rabinho da Michele, pois ela já estava bem relaxada. O pau entrou de uma sá vez, Michele deu um grito muito forte, me xingando de tudo que é nome possível, e mandando meter com força. A Fernanda parecia que estava em estado de choque, ela olhava a cena como se estivesse paralisada, e para ajudar a amiga se ajoelhou na sua frente e começaram e se beijar, o clima estava muito louco, não aguentando mais falei que iria gozar, e a Fernanda pediu para eu gozar no cuzinho da Michele, o que eu fiz sem me incomodar, pois era aquilo que eu mais queria. Saiu tanto gozo que ele escorria pelo rabo e pelas pernas de Michele. Quando pensei que tudo de melhor já havia ocorrido, Fernanda, minha namorada, me disse que tinha tomado coragem devido a cena que ela presenciou e me prometeu dar o cuzinho, coisa que nunca tinha feito, com medo do tamanho do meu pau. Este conto fica para outra hora, mas já vou adiantar, foi uma loucura, pois a Michele também participou.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


pai fode fia a forsa contoscontos com mamae na fazendanegao e o seu caralhohistorias eroticas de onibus lotadosconto erotico comi minha irma casada no ranchomeus dois professores contos eróticoscontos eroticos eu minha mulher e um travestisconto gay dominador negrodeixamos ela bebada e comemos gostosopeitos caidos da velha do cornoconto erotico soniferocontos genrofui errabada pelo meu avocontos esposa dando pro pedreiro na reforma de casa sem o marido safada reaiscontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãodandoprocaipiracontos eroticos dei tanto a bucetinho pro meu cunhado k engravideicontos eróticos de enteadacontos de metendo em uma peluda ruivaconto fazenda com mamaecontos vendo o meu cunhado a fode minha irma betinhaconto.minha esposa deu para 5estuprei minha irma casada contocontos ela me punhetouConto d esposa magrinha e safadinhacontos erótico sou evangelicacontos eróticos medindo com meu gordinhoContos eróticos primeira vez colégionamoradalesbicaconto tinha 13 e comi uma coroa de 33minha cunhada abre as pernas e me mostra a calcinhacontos usando plug o dia todo e anel no sacorelatos arrombei a amiga da minha irmacontos sexo minha madrinha esposaContos eroticos peitudacontos eróticos da casa da irmã queridavídeos de porno mulher gazando espirrando no caralho grande tremoro maravilhoso mundo das bucetas tesudas gostozissimas ufa que deliriocontos eróticos com mamãecontos pornô de incesto a mamãe gritou igual uma puta quando enfiei o meu pauzao na sua bucetinha cabeludaContos eroticosnao resisti ao tamanho da pica delemeu coninho deixou nosso filho mim fode gostoso contocontos eroticos com a tiacontos eróticos de Paula de Floripa Santa Catarinarelatos eroticos esposas estupradasembebedei minha irma e a comi conto eroticoHistória narrada de sexo- Trepando com a nifeta safada gostosa huummmcontos eróticos vou arregaçar essa vagabundaconto dei minha xoxotinha para o meu padrasto quando tinha oito anos doeu mais foi gostosoposso dilatar a porta do meu anus todo dia?contos eróticos sentada no colo do padrasto na frente da mãe na hora da jantaContos eroticos comido por um caoComtos mae fodida pelo filho e sobrinhotrasando com asogra derrepeteContos eroticos de travetis negra do pau grande e gostosos.conto casada quarentona transando com desconhecidoconto erótico de incesto de sobrinha e tio casa de conto meu tio morre de ciumes e amor por mimassistir porno comendo gostosa dopando mulher na casa delVizinha magrinha de cabelos preto fada do sexojakelini meu sogro tem pauzaocontos eroticos arrombando a gordacontos sexo meu filho meu homem Contos viagem casal praia toplesscontos eróticos comendo a vizinha atouacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteamiguinha d minha bem magrinha putinhameu cu engolidor de rola contosmulher tem fetiche tama pirocada de travesticontos eroticoseu gostoo d ver meu marido comendo a empregadamoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticoscontoseroticos madrastconto eroticos acampando em familia