Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FIANL DE SEMANA INACREDITÁVEL - PARTE II

Para melhor entender, leia primeiro o relato “Final de Semana inacreditável”. Depois de uma noite incrível de muito sexo, pela manhã fomos aproveitar o sol de Friburgo à beira da piscina. Por incrível que pareça, começamos a conversar normalmente sobre a noite anterior, onde a minha namorada Fernanda não se importava com nada do que tinha acontecido. Papo vai, papo vem entramos no assunto de sexo anal, e Michele, com aquele biquíni minúsculo aumentando o seu bronzeado, contou que já havia tido umas experiências com seu ex-namorado, e que gostava do prazer que tinha. Nessa hora meu pau começou a ficar duro. A Fernanda começou a falar que nunca havia feito sexo anal, principalmente comigo, devido o tamanho e grossura do meu pau. Eu era doido para comer o cuzinho de Fernanda, pois ela tinha uma bunda espetacular. Nessa hora a Fernanda se vira para a Michele e pergunta se ela teria coragem de encarar a minha piroca (+ de 23 cm), meu coração disparou e meu pau ficou duro como uma pedra,esperando a resposta de Michele. Para minha surpresa ela falou que queria muito fazer sexo anal comigo. A Fernanda se levantou e foi correndo para a casa e voltou com um pote de creme de cabelo nas mãos. Começamos a nos beijar, língua com língua, mãos nas bundas e tudo mais, eu e Fernanda começamos a tirar o biquíni de Michele, enquanto as duas se beijavam ferozmente eu comecei a chupar e lamber aqueles peitos durinhos e a tocar uma deliciosa siririca. Colocamos a canga no chão e fomos nos divertir. A Fernanda se deitou de pernas abertas, onde a Michele de quatro entre as pernas da amiga começava a chupar a sua buceta. Tive uma visão incrível, com aquela bunda morena e queimada de sol deliciosa com uma marca de biquíni muito pequena, não bobeei e fui lamber aquele cuzinho maravilhoso. Me coloquei atrás, lambendo, chupando, enfiando a língua naquele rabo delicioso e ao mesmo tempo tocava uma siririca entre as suas pernas, de vez em quando descia um pouco para chupar a sua buceta, que a esta altura já estava mais do que encharcada. Depois de um bom tempo, onde a Fernanda gozou na língua da Michele, eu sentei na canga e pude ver a imagem mais incrível do mundo, as duas, de quatro começaram a chupar e lamber a minha piroca, que estava tão dura, que para segurá-la foi preciso as mãos das duas. É uma coisa maravilhosa e indescritível, ver duas gatas lindas segurando e dividindo o seu pau, com uma voracidade incrível, a esta altura a piroca latejava de tesão. Deitei na canga e a Fernanda sentou no meu colo, e foi descendo delicadamente, onde a sua buceta foi engolindo centímetro a centímetro a minha piroca, que quando entrou tudo pude ver a sua xota arregaçada por aguentar toda a vara. A Michele, sem bobear, ajoelhou sobre a minha cabeça onde comecei a chupar aquela buceta que estava muito molhada. Não demorou muito para acontecer uma cena maravilhosa, a Fernanda que estava cavalgando no meu pau começou a gemer dizendo que estava gozando e ao mesmo tempo a Michele, ajoelhada sobre o meu rosto também começou a gozar, parecia um rio que escorria pela sua buceta e ia direto para a minha boca. A Michele pediu para que antes de começar a dar o cuzinho eu colocasse um pouco na sua xota, pois ela estava louca de tesão. Coloquei-a de quatro e comecei a enfiar, pouco a pouco a minha piroca dentro daquela xota inchada, a Fernanda não se fez de boba e deitou na frente da Michele oferecendo a buceta para ser chupada novamente pela amiga. Estava com tanto tesão, que as veias do meu pau pareciam que iam estourar, comecei um vai e vem forte, a Michele não gemia, ela gritava, pedindo para eu enfiar aquela piroca enorme em sua boceta. Não demorou muito e ela se desfez em um gozo que pude sentir e melar todo o meu pau. A Fernanda se levantou, pegou o pote de creme e pediu para começarmos, pois ela estava com muito tesão para ver eu comer o cuzinho da sua melhor amiga. Michele pediu para primeiro tentar comer de lado, pois esta posição facilitava a penetração. Confesso que ela é uma mulher de coragem, pois a piroca estava tão dura, que até assustava, estava enorme, muito grossa com a chapeleta inchada. Lambuzei o meu pau e o seu cuzinho com muito creme, encostei o pau na porta do rabinho e antes de começar a enfiar, a Michele se vira e fala para eu ir devagar pois senão eu arrebentaria o seu rabo, claro que concordei pois se acontecesse algo de ruim eu perderia esta oportunidade incrível. Comecei a forçar a piroca em seu cuzinha, e quando a ponta entrou a Michele pediu para tirar pois estava ardendo. A Fernanda foi para o seu lado e começou a tocar uma gostosa siririca para relaxar a sua amiga. Tentei de novo, e desta vez a cabeça já estava quase toda dentro e ela pediu de novo para tirar e passar mais creme pois estava doendo. Resumindo, sá na quarta vez consegui enfiar a cabeça da piroca em seu rabo, comecei a beijar o seu cangote e falar sacanagem para relaxá-la, aos poucos fui empurrando a piroca, o seu cú foi se abrindo e engolindo a enorme vara, quando olhei não pude acreditar, a piroca estava toda dentro de seu rabo ficando sá as bolas para o lado de fora. Ela gemia e falava muito palavrão, dizendo que a piroca era muito grossa e cumprida, que parecia uma cobra e que estava adorando ser enrabada daquela forma, e pediu para meter. Comecei um vai e vem delicioso, aos poucos o seu rabo foi relaxando e a sensação era deliciosa, depois de um determinado tempo, pedi para ela matar o meu tesão, ficando de quatro para eu comer o seu cuzinho. Quando eu tirei o pau, para ela ficar de quatro, olhei e seu cú que estava aberto e não fechava. Foi mais fácil para meter no rabinho da Michele, pois ela já estava bem relaxada. O pau entrou de uma sá vez, Michele deu um grito muito forte, me xingando de tudo que é nome possível, e mandando meter com força. A Fernanda parecia que estava em estado de choque, ela olhava a cena como se estivesse paralisada, e para ajudar a amiga se ajoelhou na sua frente e começaram e se beijar, o clima estava muito louco, não aguentando mais falei que iria gozar, e a Fernanda pediu para eu gozar no cuzinho da Michele, o que eu fiz sem me incomodar, pois era aquilo que eu mais queria. Saiu tanto gozo que ele escorria pelo rabo e pelas pernas de Michele. Quando pensei que tudo de melhor já havia ocorrido, Fernanda, minha namorada, me disse que tinha tomado coragem devido a cena que ela presenciou e me prometeu dar o cuzinho, coisa que nunca tinha feito, com medo do tamanho do meu pau. Este conto fica para outra hora, mas já vou adiantar, foi uma loucura, pois a Michele também participou.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos sexo minhas duas tias me espiando meu pausaocontos eroticos de quata feira de cinzacontos reais seduzindo com roupa o cunhadoContos gay saindo de carro a noite vestido de mulhercontos eroticos trai meu corninho chupando o irmao delenegrinho contos eroticosufa ufa ela senta fode e chupagay de zorbinha enfiado no regocontos de mulheres q se masturbamchantagem com irma contoscache:fvTAICqerA8J:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_20666_aconteceu-comigo..html conto real espiando no buraco casal sexo chacaraIncestoconto.meninasnega dançando agachadinho com a mão na periquita em cima da camaGurila.trepa.na.muher.e.fode.por.cima.da.calciha.e.acabaminha amiga pervertidaaprendi dar o cu com meu genro contoscomendo o cu da filha novinha desobediente contoscomendo a veia crente contoscontos de coroa com novinhoporno brasileiro tia pasando u pano na casa e pega sobrinho na punhetacontoseroticosfuicornoContos eróticos d velhos tarados no cemitério Casada Amigo do meu filho sexo contosPorno contos familhas incestuosas grandes diasde grandes orgias vale tudo com todosmeu sogro isasiavel comtoenfiando na bucetavarias coisascontus estupro saias pernasminha esposa escolheu vibradorcomo enfiar caralho na conaÇonto erotico coroa da bunda grandeseio durinho excitaçãofudendo o cú da mae de renan conto eroticolevemente ara tomando banho nuaconto erotico cheirando calcinhaconto - ela ficou com/ o cuzinho doloridocontos eroticos toda puta tem que da o cu na marra sua cadelaconto erotico viado afeminado escravizado por macho dominadorcontos eróticos com gordanetinha de sainha sentando no paucontos eróticos. incesto ,adoro ver meu filho a comeContos eroticos gay timido gatoeu e meu marido aceitamos carona de uns estranhos e acabei sendo fodida contoscontos eroticos fodi minhas enteada gemeasconto enterrando a ate o talo no cu da mamaecontos eroticos de quata feira de cinzacontos erotico gozei como uma puta velhacontos eróticos sogra pega mulher metendo na camadecote peituda contostia dorme na mesma cama com o sobrinho e forcada a fuderjovenzinha first pornContos minha irma e meu cunhado vieram passar uns dias conoscoIncestoconto.meninasComtos mae e filha fodidas pelos amigos do paicontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos de vovoxvidio tinho berbado asubrinha fica taradavomitando contos eróticosrelato de corno que deu a esposa para o cunhadoContos eu nao sabia bate punhetamulher no carnaval gozando muito no camarote ela ea amigaum novinho sarrou minha noiva na praiacontos eroticos casada infelizcontos eroticos eu minha esposa e os flanelinhas safadoscontos de travestis comendo os patroesme fudeu dormindo contosmeu viadinho querido gostoso novinho doze anos contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentesexo com a inpregada ea esposa prechanoaquele pau era quase o dobro do de meu maridocasada recebe proposta indecente contosArombaram meu cuzinho quando pikena conto eroticocontos enquanto dormia comi minha irma e suaContos sexo com pai da amiga e engravideicontos eroticos incesto papai mim fez chupar sua rolacontos de coroa com novinhoconto erotico emprestei a minha mulher para um amigocontos eroticos arrombando a gorda