Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EXIBICIONISMO SEM QUERER

Meu curso na faculdade era frequentado na maioria por mulheres. No primeiro semestre tive que apresentar um trabalho sozinho na frente da turma. Nesse dia saí atrasado e no caminho caiu uma chuva forte, tive que correr e cheguei molhado na sala. Quando chegou minha vez, fui até a frente da turma. Nesse dia sá tinha meninas e quando comecei a apresentar notei que elas olhavam não muito direto pra mim, e cochichavam entre elas. A professora, uma gostosa de uns 28 anos, também me olhava meio diferente, parecia meio excitada. Quando terminei, voltei pro meu lugar e ouvi 2 gostosas falando baixinho: "Acho que ele colocou um cano no lado da perna..." e riam baixinho. Foi aí que notei: sempre ando sem cueca pra não apertar o pau e quando corri pra chegar na aula, ele saiu do lugar. A chuva tinha colado um pouco a calça em mim, parecia que tinha mesmo um cano grosso do lado da minha perna esquerda. Era bem fácil de notar o pau mole, dava pra ver até o contorno da cabeça. Não me importei e quando terminou a aula, e todos tinham ido embora, a professora me chamou: "Jaime, você podia fechar a porta? Queria falar com você." Fechei a porta e fui até ela. A gostosa falou mais ou menos assim: "Gostei do seu trabalho, você se saiu bem. Mas não quero falar sobre isso." Perguntei o que ela queria e ela disse: "Bem você é um dos poucos homens no curso, essa sala sá tem meninas, não acho que o que você fez foi certo." Disse que não entendia o que ela queria dizer e ela falou: "Aqui não é lugar de exibicionismo. Você viu como algumas meninas ficaram..." Então ela deu uma olhada rápida pro pau. Disse que agora eu entendia, mas não tive intenção. Ela continuou: "Você sabe, algumas mulheres tem essa fantasia..." Então perguntei se ela também tinha essa fantasia e ela falou: "Não quero falar isso com você, aqui não é o lugar, mas confesso que sim..." Então ela deu outra olhada pro pau, mais demorada dessa vez. Perguntei se ela queria ver pra matar a curiosidade e ela falou: "Espero que isso fique sá entre nás, mas aqui não é o lugar ideal... " Então arrisquei e abri a calça, soltei o pau e deixei bem na frente dela. Ela se assustou um pouco com minha atitude, mas falou: "É grande mesmo e que grosso!" Perguntei se ela queria segurar, ela segurou, foi sentindo o pau e apertando enquanto ele crescia. Depois ela lambeu a cabeça umas vezes, foi punhetando o pau e ela falava coisas como "Nem imaginava que ia ver um desse tamanho." Ela começou a punhetar com mais força e chupava a cabeça do pau cada vez mais rápido, parava e lambia da base até a ponta da cabeça. Ela punhetou, lambeu e esfregou o pau no rosto sem parar. Na hora de gozar, coloquei tudo que coube na boquinha dela e segurei ela com força. Comecei a esguichar a porra com força nela. No começo ela gostou, gemia alto, depois começou a escorrer porra pelo canto da boca. Vi que ela começava a se engasgar, ela não aguentou e me empurrou. Continuei esporrando no rosto dela até acabar. Ela tinha gostado, acho que gozou quando sentiu toda aquela porra. Ela falou: "Quanta porra tinha nesse pauzão! Que banho gostoso!" Ela continuou lambendo e segurando ele, ela queria continuar, mas ouvimos barulho de gente por perto e paramos. Guardei o pau, ela se limpou com um lenço, nos despedimos e fomos embora. E depois em outro dia, a gente acabou o que tinha começado no apartamento dela. Escrevi pras gostosas que gostam de pau grande. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos de gay comi o cu do filho do meu amigocontos e historias de zoofilia meu cachorro mamou nos meus peitos cheios de leitevideoo porno da bundona de chorte de burmivideo porno gay de garoto com o calção com o fundo rasgado de parnas areganhada na casa do amigo tarado do pau gande e grosoContos eróticos sessão sado com meu paivideos de professores bonitos brancos musculosos com barriga tanquinho transando com a alunamulher com contracionar peladaaec porno videos bhConto erotico dei pro borracheiro sem o marido percebemeu filho mete o dedo no meu cu e eu gostocontos amigo dorme em casa esposacontos eroticos de incesto com filhinho viadinho com a mamãecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetraficante comendo a travesti conto eroticofudendo a sobrinha contoscontos dando banho no meu filhinho chupei o pintinho deleTenho uma tara incrível em ver mulheres lutando e foi com muito custo que consegui convencer minha então noiva a se atracar com mulheres semi nua, e em algumas lutas completamente nua, para o meu prazer. às vezes fico com peso na consciência pois oem casa sou a puta da familia contosconto erotico minha irma me fez de privada humanaMuleques aprendedo a bate puheita na ruacontos gay bichinha boqueteira da escolaconto gay despedida de solteiro com o meu primomoleque no ônibus contos eróticos gaycontos eroticos minha sogra de calcinha rendacontos peguei maninha virgem dormindocontos eroticos arrombando a gordacontos 8 aninhosConto incesto sogra no volantebucrtinas novinhasContos er meacordei com o pinto na bucetaConto erótico gay caçamba de carro de madrugadacomtos de viados dando o cu pra pica bem grossaegrandeDei meu cu pro meu tio pra ele se alegrarContos eroticos sadomasoquismos so com maridos e esposas submisasgorda sentada no sofa e cachorra lambendocontos eroticos fazendo troca troca quando meninocontos eroticos confissões fAmiliarescontos erotico mayara piercingcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto comeu a namorada e a sograeu confesso mijoContos eroticos primo do pau grande engravidei minha prima peitudacontos de incesto genro que comeu a sogra na area da praiaconto erotico comeu e surroucontos eroticos de padrasto de rola grande e grossacontos eroticos gay recem casadoconto erótico f****** gostoso a b******** da minha filhinha n******contos cachorro lambendo penis de homemtitio e sobrinha contosconto eroticos minha irma de vestido rosacontos eróticos meu aluno preferidomasturbando com obras em xasa contofilho da ola grande fudendo abuceta da eguaContos eroticos tirei o cabaço da minha prima e da sua amigacumi a minha namorada chamada juliavelho obrigou a casada a xupar seu pau grossocomhendo ass evangelicas contos eroticoscontos eroticos homossexual meu pai me estuprouconto minha tia fica pelada na minha frenteconto erotico toma piroxa cachorracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha filha me seduziumulher vemdedora de avon cuconto erotico minha sobrinha de toalha enrolada no meu coloeu vou te arregaçar inteira me perdoa amor, desculpacontos eroticos de homem contratado para engravidarsexo contos mendiga estuprovovozinhas esfreca buceta com buceta uma na outracontos erotico a minha nutricionistacache:5Hgss0gp0hgJ:okinawa-ufa.ru/conto_6845_infancia-bem-feliz-com-papai-e-irmaos.html troca de namoradas contos eroticosvideoo porno da bundona de chorte de burmiporno boquete linguada no pau eno saco orgiasa saga de uma puta contos eroticocontos eróticos funcionáriaa cunhada casada de saia nova contoscontos eróticos cuzinho da filha da namoradacontos eróticos com inversão de papéis incestuosaCdzinhas litoral  Marilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalha. Ambas traziam nos corpos as marcas feitas pela outra em combates violentos e sangrentos. Marilia vestia tão somente uma minúscula tanga branca fio dental. Juliana uma