Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VINGUEI-ME DA VADIA DA CÉLIA

Vinguei-me da vadia da CéliarnrnBem o que vou contar para vocês é uma histária real da qual não tenho vergonha ou remorso algum. Bem vamos aos fatos, tudo começou em 2000 na época trabalhava em um supermercado, lembro como se fosse hoje era um domingo bem cedo, a loja tinha acabado de abrir quando notei uma coroa se exibindo no salão da loja, ela usava um vestido branco muito curto que deixava a calcinha fio dental vermelha aparecer ela sá pegava produtos nas prateleiras de baixo deixando sua bunda grande a mostra com calcinha fio dental socada no rabo. Alguns caras estavam seguindo a coroa sá pra ver a bunda da vadia, quando ela passou no corredor em que eu estava trabalhando a coroa fez questão de se exibir bastante para mim ficou o tempo todo curvada com a bunda de fora não sou de ferro e tive uma visível ereção a vadia ainda pedia minha ajuda na escolha dos produtos e me perguntava se gostava do que via, fiquei calado um dos caras veio mais perto de nás um negão gordinho e passou a meter a mão na bunda dela. A vadia dava umas risadinhas olhando para o cara e tirava a mão dele, mas o cara não desistia várias vezes vi ele metendo dois dedos dentro da buceta dela que retribuía passando a mão no pau dele ficaram assim até o marido da coroa gostosa aparecer falando algo com ela sá assim o cara largou a coroa gostosa. A vagabunda falou com o corno do marido que saiu do corredor e ela voltou a me atormentar com aquela bunda gostosa de cara ao perceber minha ereção ela passou a mão no meu pau por cima do uniforme e me disse que estava com tesão, pois seu marido tinha um pauzinho e não comia ela muito, mas tinha dinheiro para manter seus ?mimos? tirando onda comigo. A vadia ainda me disse que gostava de negão com pau grande que se eu tivesse dinheiro ela seria minha puta por perceber que meu pau era grande e grosso. rnrnNesse momento a coroa estava bem curvada com a bunda toda de fora e eu dei uma secada na rabeta da coroa com calcinha socada no rabo ela era bem gostosa, não resisti e dei umas dedadas na buceta dela bem no meio do corredor sá que o marido viu e ficou puto comigo, fez uma queixa com o gerente da loja e a coroa confirmou que eu estava assediando ela, aí o gerente me dispensou naquele dia me despedindo na semana seguinte. Fiquei puto de raiva com aquela situação, decido a me vingar passei a procurar aqueles dois cretinos que me sacanearam. Demorou seis meses até que encontrei com a mulher entrando em um deposito, notei que o lugar era bem escondido, fiquei encostado no carro esperando até aquela coroa vadia voltar, quando ela foi entrar no carro eu a abordei, dei um abraço forte colocando uma faca nas costas daquela puta e mandei-a ficar quietinha e entrar no carro calada, tapei sua boca com uma fita e amarrei suas mãos, tomei a direção do carro e levei a coroa pra um lugar que conheço bem longe sem movimentação. Ao chegar lá pensei em encher aquela puta de porrada, mas ela estava bem gostosinha naquele dia, bonita, bem vestida, maquiada, cabelos negros longos soltos, seios maiores que daquele dia fatídico e aquela bunda perfeita. Tirei a venda da boca dela e a ameacei muito e a vadia não me reconheceu apenas ficava dizendo que o marido tinha dinheiro e pagaria o resgate, ameacei mais ainda e mostrei uma arma de brinquedo mandando ela não chorar, gritar por socorro, apenas me obedecer. A vadia ficou desesperada concordando comigo fiquei muito excitado encostei a vagabunda na parede, tirei meu pau e levantei uma das pernas dela metendo com muita força minha rola dentro da buceta ela tentou gemer baixo, mas na medida que aumentava a velocidade das socadas do meu pau na sua xana ela passou a gritar:rnrnOooooooohhhhhhhhhh! Oooooooooooohhh! Ooooooooooooooooooooooooooohhh!rnComo foi gostoso foder aquela vagabunda gozei bem rapidinho em menos de 19 minutos, porém naquele dia comi a coroa vagabunda mais seis vezes sempre gozei duas vezes na buceta, duas vezes na boca fazendo ela engolir minha porra e duas vezes no cuzão gostoso dela. A vadia era bem obediente foi então que mexi na bolsa dela e descobri enfim seu nome Célia e a vagabunda tinha 40 anos não acreditei a coroa parecia ter sido mantida em formol, pois seu corpo era muito em forma super gostoso. Conversando com ela e a ameaçando muito ela confessou ter sido casada cinco vezes sempre com caras bem de vida e que traiu todos eles sempre até ser descoberta me disse que o marido atual guardava muito dinheiro em casa e que a família dele não gostava dela pelo seu jeito ser a consideravam uma vagabunda o que era verdade. No dia seguinte seguimos para um sitio na zona rural de uma cidade no interior bem distante onde ela me disse que o marido já a esperava além de guardar todo o dinheiro, fomos no carro dela dirigi todo o caminho apalpando os belos seios siliconados da Célia não tive problemas no caminho apás longas horas viajando chegamos ao sitio. Quando descemos do carro o velho marido dela ficou louco ao ver a bela esposa com os seios de fora do vestido e ainda comigo apalpando a bunda gostosa de Célia, o velho correu para cima de mim querendo me bater, mas quando apontei a arma (de brinquedo) na cara dele o sujeito ficou mansinho e ai aproveitei minha raiva amarrei o velho e o enchi de porrada fiz um estrago e tanto naquele filho da puta. Exausto fui dormir com Célia do meu lado na cama deles muito confortável.rnrnQuando acordei voltei a espancar o velho a vagabunda da Célia ficou toda apavorada implorando para que parasse de bater no marido foi quando deixei o velho todo quebrado no chão e apontando a arma pra ele mandei a vadia ficar de quatro bem na frente do marido e soquei meu pau na buceta dela metendo muito forte naquela safada que tentava não gemer muito, mas como toda boa vadia que era adorava uma rola preta grossa e logo se entregou gozando muito no meu pau.rnrnOooooooohhhhhhhhhh! Oooooooooooohhh! Ooooooooooooooooooooooooooohhh!rnOooooooohhhhhhhhhh! Oooooooooooohhh! Ooooooooooooooooooooooooooohhh!rnOooooooohhhhhhhhhh! Oooooooooooohhh! Ooooooooooooooooooooooooooohhh!rnOooooooohhhhhhhhhh! Oooooooooooohhh! Ooooooooooooooooooooooooooohhh!rnOooooooohhhhhhhhhh! Oooooooooooohhh! Ooooooooooooooooooooooooooohhh!rnrnNaquele momento me senti vingado por ter descontado minha raiva no marido corno filho da puta dela que me sacaneou e ainda estar metendo na vadia da Célia quando estava quase gozando tirava um pau da buceta dela um tempo, pois queria prolongar o sofrimento daquele corno fdp. Depois de horas fodendo a Célia e torturando seu velho marido disse que iria gozar muito no útero da vadia foi quando o velho passou a implorar que não fizesse isso, pois a Célia estava fazendo tratamento para engravidar dele e gritava que tinha muito dinheiro ali na casa que seria todo meu se deixasse sua esposa. Tudo em vão dei uma bela gozada na buceta da vadia e em seguida mostrei minha porra saindo da buceta para que o velho visse ainda afirmei a ele que a vagabunda da Célia seria minha puta enquanto estivesse por ali. E assim foi fiquei lá umas duas semanas e aonde ia a Célia vinha comigo nua eu coloquei uma coleira destas de cadela nela e uma corrente para puxá-la aonde queria, sempre enfiava um consolo bem grosso no cuzão dela o marido assistia tudo puto da vida sem poder fazer nada como foi bom humilhar aqueles dois assim. Comia a vadia da Célia direto em todos os cantos da casa, no quintal, na rua, no meio do mato, numa pracinha da cidade, atrás da igreja, no carro parado, com o carro em movimento e a melhor de todas de quatro bem em frente ao marido corno.rnrnPeguei todo o dinheiro que tinha no sitio e era muita grana fui ao encontro dos dois que estavam sentados na sala me dirigi ao marido e disse que a vadia da Célia viria comigo, pois iria marcá-la para sempre, o velho insistiu em saber como então afirmei simples seu trouxa vou engravidar sua esposa vagabunda olhe bem para essa vadia, pois será a ultima vez velho fdp e essa puta vai viver num sem nenhum luxo como esta acostumada. Mandei o velho aguardar um tempo enquanto fugia com sua mulher, já estava a um bom tempo na estrada de terra quando resolvi parar o carro debaixo de uma arvore para dar uma rapidinha a vagabunda da Célia cavalava no meu pau quando um carro veio em alta velocidade tive certeza que o cara queria jogar o carro contra a gente, mas o carro ficou desgorvenado, capotou e bateu forte antes do lugar em que fodia a buceta da Célia. Fui ver o tal sujeito era o marido da puta da Célia que nos seguia, mostrei para ela que era o seu marido trouxa ali todo fodido, deixei ele lá voltei pro carro amarrei as mãos da vadia e a coloquei no banco de trás ela se debateu tentando sair em vão voltamos para a estrada levei a vadia para o mesmo local em que a fodi pela primeira vez e lá ficamos uns dias até que comprei uma chácara bem bacana desde então a vagabunda da Célia vive reclusa em um quartinho nos fundos, 24 horas todos os dias ela usa a coleira de cadela e fica nua em casa, ainda faço uma caminhada de uma hora com ela ao meu lado nua no meio do mato, as únicas peças de roupa que ela tem são aquele vestido branco e a calcinha fio dental que usava quando me sacaneou justamente para não esquecer daquele dia.rnrnQuanto ao filho desisti da idéia afinal nenhuma criança merece ter uma mãe vagabunda como é a Célia, mas quanto a marcá-la fiz isso poucos meses apás me apoderar da vadia, marquei a bunda da vadia com aqueles ferros que se marca vacas era o que a Célia merecia puta ordinária que é. Recentemente comprei numa sexshop uma daquelas maquinas de foder coloco um consolo bem grosso e a maquina fica socando no cuzão da vadia da Célia durante horas e ela nem ousa reclamar senão sabe que vai sofrer as consequências e assim tenho abusado da vagabunda durante estes 19 anos.rnrnrnrnrnrnrnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos sexo minhas meninas do sitioContos casada levou dois rapazes para sua casagostosinhacontoeroticocu furico bunda peito pênis contos eroiticoscontos eroticos arrombando a gordaxvidio tinho berbado asubrinha fica taradaComtos empregados fodemdo a mulher do patraohomem de calcinha enrabadocontos eroticos pequeninacontos eroticos envangelica marido e pai roubaram o chefeminha mulher deixou a calcinha suja de porra no banheiro contos eroticoscontos eroticos caminhoneiro obriga meninaconto fiz sexo oral em padrecontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimcontos - leitinho do tiopeguei meu sobrinho mexendo nas minhas calcinhacontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhacontos putaria de crenteseroticos sinto uma tesao enorme por ti maehomem gritado de dor porno abertando suas bolascontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos minha mae e meus amigos armandoesposa de langeryconto de sexo casada com estaladorhttp://okinawa-ufa.ru/m/conto_16695_foi-pra-ser-chupado-e-o-negao-me-comeu.htmlmelhores conto erotico entre genro sograContos erótics so de gang bang e so com homems pauzudoscontos eróticos de mães e filho de pau grandeamigos de infancia tomando banho contosContos eroticos de estruponegoes com casadas-gozando dentro/contos e fotosContos eroticos carro lotadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefilme com historia de erotico de tiozinho taradaoestoria porno a fantasia do meu marido e c cornocontos eróticos de filhos t***** de pelas calcinha da sua mãecontos eroticos de incesto: manha mae me ensino a Transar 2sexo gay de branquis magros lindos demaiscontos lesbicos com minha irmameu irmão mim fudeu sem camisinha e eu fiquei gravidarelatos dp crentes buceta carnuda comtos de sexo lesbicas conto lesbico tia iniciando a sobrinhacontos de sexo depilei minha bucetaconto cutuquei pau na bundia delacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteporno zofilia peitinho inchado sozinhascontos calcinha da minha tia coroaa bunduda atolado amiga bunduda contoContos eróticos deixa eu ver só um poquinhoarromba esse cu contosesposa exibicionista praia contoslesbica conto professora fisicacontos eroticos arrombando a gordacasadas video fletixe enteado cunhadomulher com contracionar peladaesposa comvemceu maridu deixa. ela da para outro..comtos eroticoscontos eroticos fui comida igual puta e chingadaEm casa somo em número de 4, minha mãe (43), meu pai (47), meu irmão (22) e eu (15). Nós não temos muita grana, pois apenas papai trabalha. Meu irmão está fazendo cursinho para o vestibular (pela terceira vez) e isso aumenta as despesas da casa.minha sogra deu o cu para o cachorro contoencesto mae envagelicacontos eroticos rabudascontos eroticos extremovelha aqueles tempos do capô de fusca bem rapadinhaConto papai mg fudeu de jeitocontos eroticos as tres safadinhadcontos eroticos de travesti bemdotadocontos eroticos vestido colado e curtoMEU PRIMO SEMPRE ME COMIA 3Contos eroticos maniaco por seioscomendo a tia que esta olhando pela janela