Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA SOBRINHA DOUTORA, O EXAME.

Olá pessoal, um sonho com a minha sobrinha doutora, virou realidade.rn Estava na piscina da casa dela curtindo um sol gostoso quando ela chegou de viagem para curtir as últimas férias antes de iniciar a era dos plantões na faculdade. Estávamos sozinhos em casa e ela foi colocar um biquíni para me fazer companhia.rn Logo voltou com um biquíni fio dental rosa que cobria somente a bucetinha e os mamilos dos seios. Flavia é uma garota muito gostosa, 22 aninhos, 1,70m, cabelos cacheados, olhos verdes, corpo atlético, adora capoeira, seios não muito fartos mas durinhos, coxas fortes e uma bundinha redondinha, um tesão de mulher.rn - Oi tio, passe o bronzeador nas minhas costas, por favor?rn - Claro, minha doutora, deite-se que vou passar.rn Ela deitou-se na toalha de bruços e comecei a passar o bronzeador inicialmente nos pés e subindo pela batata da perna, envolta das coxas e depois nas costas. Ela soltou o cordão do bustiê do biquíni, liberando seus seios e deixando as costas livres. Terminei de passar nas costas e pescoço, então veio à primeira surpresa.rn - Flavinha! Você esta em forma hein? Esta com um corpo lindo, seus colegas de facu devem te rodear o tempo todo né? rsrsrsr.rn - Que nada tio, quase não sobra tempo pra isso..rsrsrs?rn - Tio, pode passar na bundinha também, não quero me lambuzar de bronzeador?rn Atendendo ao pedido, lambuzei a mão e comecei a passar na sua bundinha redondinha toda empinada. Passei na bundinha toda e às vezes encostando na parte de trás da sua bucetinha. Terminei, voltei ao sol e continuamos a conversar sobre a faculdade e suas estárias. A certa altura da conversa ela ergueu-se se apoiando nos cotovelos e me perguntou?rn Tio, você tem ido ao médico para fazer os exames periádicos necessários? você sabe que tem de ir no mínimo uma vez ao ano para um check-up geral né, ainda mais sendo portador de necessidades especiais?rn Quando ergui a cabeça para responder dei de cara com seus seios durinhos, soltos e os mamilos durinhos quase encostando no chão, uma delicia, deu vontade de encher a mão e mamá-los.rn - Ih Flavinha, a última vez faz quase um ano...rsrssr, tenho de marcar uma nova....rn - Tio, você é foda né...tem de ir e principalmente para fazer exame de toque para ver a prástata.rn - Ih, então tenho de procurar um médico com dedo fino? rsrsrsrs....vai ter de ser uma doutora..rsrsrsrn - Você é foda né, não tem nada haver.rn - Eu sei, já fiz o exame de toque várias vezes nos exames passados e falaram que estava tudo bem.rn - Quer saber, vamos fazer o exame é já, vou buscar meu material.rn - Não deu nem tempo de retrucar e ela levantou-se, sem se preocupar com os seios a mostra e entrou para buscar o material.rn Pouco depois retornou, ainda com os seios de fora e foi logo intimando.rn - Tio, venha aqui na cama do quarto que é melhor do que aí fora.rn Entramos juntos e não conseguia tirar os olhos daqueles seios durinhos e comentei.rn - Paulinha você tem lindos seios?rn - Brigada tio, mas não enrola não, tire a sunga e deite-se de lado na cama.rn Enquanto ela vestia a luva, tirei a sunga, virado de costas pra ela e quando ia deitando escutei.rn - Tá com vergonha do que tio? pode ficar a vontade, já cansei de ver bunda e pinto no hospital e pode acreditar já vi de todo tipo, grande, pequeno, fino, grosso, torto, preto, branco, amarelo...rsrsrsr.rn -Deite-se de lado?rn Atendi ao pedido e preparei-me para o exame.rn Ela lubrificou o dedo e começou a fazer o exame.rn - Tio, seu anus esta laceado? é a tia que esta fazendo isso né? ou você esta saindo com outro homem?rn - Não Flavinha é a tia que brinca com ele com uma cinta que compramos. rn - Hum, entendi, e você gosta? relaxe um pouco que vou enfiar mais....rn Ela enfiou o dedo todo e começou a explorar, então meu pinto começou a ficar duro e sem jeito tentei escondê-lo com as mãos.rn - Não se preocupe tio, é normal ter ereção, afinal de contas estou tocando em algumas áreas erágenas. Por falar em ereção, como esta a sua? normal, com dificuldade, por quanto tempo?rn Tirei as mãos do pinto duro e deixei-o solto enquanto respondia as suas perguntas.rn - É doutora, a ereção esta cada vez mais difícil por causa da paralisia e às vezes nem tenho e uso a cinta da tia satisfazê-la.rn Ela continuava a explorar meu anus e a certa altura não aguentei e dei um gemido de tesão e empinei a bundinha. Ela percebeu, mas continuou com o dedo enfiado e notei seus mamilos endurecerem de tesão também.rn - Pronto tio terminou o exame, esta tudo bem.rn Ela terminou o exame não, mas tirou o dedo do meu cuzinho, ao invés disso, começou a socar, tirando e enfiando.rn - Hum, Flavinha? o que é isso, outro tipo de exame?rn - Não tio, isso já é tesão mesmo, seu anus é muito gostoso, macio, o dedo desliza fácil, deu vontade de brincar com ele..rsrsrsrrn - Você em menina? gostou, então pode brincar...rsrsrsrn Nem terminei de falar e ela começou a socar mais rápido e segurou meu pinto quase duro enchendo a sua mão, pois ele não é muito grande, 10cm e ainda não estava duro.rn - Nossa tio que pintinho macio, vou fazer ele ficar duro para testar a sua ereção.rn Ela virou-me de frente para ela e começou a bater uma punheta gostosa para o meu pinto endurecer e chegando mais perto, ofereceu-me seus seios. Os mamilos gritavam de tesão para chupá-los e não tive dúvidas, agarrei ambos e comecei a mamá-los enquanto ela me punhetava.rn - Nossa Flavinha que seios tesudos você tem, delicia...nem imagino como pode ser o resto....rn - Tio, gostoso é seu pauzinho, olhe sá....rn - Ela começou a engolir meu pinto enfiando tudo dentro da boca e com a língua jogava-o de um lado para outro deliciosamente.rn - Ai caralho, doutora, que mamada deliciosa, hummmmmmrn Antes de gozar, ela tirou meu pau da sua boca e num gesto rápido, de joelhos na cama, tirou o resto do biquíni, ficando de pé em cima de mim.rn - Nossa Flavinha o que é isso, olha que bucetinha?rn Olhando pra cima, aquela bucetinha de 22 aninhos, depiladinha despontava do resto do corpo, apesar da sua bundinha empinada e durinha que completava a moldura daquele quadro delicioso. Nem podia imaginar no que assistia e por um instante não sabia o que fazer, então ela tomou a iniciativa e virando-se de costas ficou de quatro no meu peito e começou a mamar meu pinto novamente, mas agora com a sua bucetinha quase totalmente melada diretamente na minha cara.rn - Flavinha? que tesão, vou mamar sua bucetinha....rn - Aiiii, tio, enche a boca....rn - E esse cuzinho Paulinha, rosadinho, que delicia?rn Mamei aquela bucetinha, enfiava e tirava a língua e enfiava e tirava o dedo no seu cuzinho, enquanto ela chupava meu pau e rebolava na minha cara.rn - Aiiii, caralho tio, como você chupa gostoso, o que é isso? hummmm...vai...mama.....rn Mamava gostoso, quando ela ergeu-se um pouco e alcançou o criado para pegar uma camisinha. Pegou e vestiu meu pau, então, sem pestanejar, tirou a bucetinha da minha boca e sentou sua bucetinha no meu pau. Ele entrou macio fazendo-a cavalgar devagar e depois aumentando o ritmo até quase gozar.rn - Caralho Flavinha, assim você me mata de tesão, olha sá como a sua bucetinha engole meu pau todinho, rebola minha doutora rebola?rn - Ai tio, seu pau é pequeno mas é gostoso, fácil de engolir.....rn - É, mas será que ele aguenta comer esse cuzinho gostoso que você tem?rn - Você quer experimentar tio? vamos ver?rn Ela levantou-se devagar, virou-se de costas, segurou meu pau com a mão e começou a passá-lo no seu cuzinho para lubrificar um pouco, então segurou as nádegas com as mãos e abrindo a bundinha começou a sentar no meu pau.rn - Assim tio? é disso que você estava falando? olha sá se ele entra gostoso ou não? Acho que vai entrar gostoso, a cabeça não é muito grande e deve passar gostosa?rn Ela começou a sentar no meu pau que quase dobrou, mas como seu cuzinho estava rosado e lubrificado, com um pouco de jeito a cabeça começou a entrar fazendo-a gemer e sentindo que já tinha entrado toda, ela relaxou e começou a sentar todinha no meu pau.rn Eu nem via meu saco, ela sentou nele todo e começou a cavalgar bem devagar.rn - Olha que tesão tio? entrou todinho e meu cuzinho esta ardendo um pouco mas esta delicioso, olha sá?rn Ela começou a levantar e a sentar novamente, bem devagar, enquanto eu assistia a cena e delirava de tesão vendo meu pau sair quase todo e depois sumir naquele cuzinho saboroso.rn - Flavinha, como você é gostosa, tesão, olha sá? sumiu no seu cuzinho?rn - Ai, tio, esta delicioso, entrou tudo e vou rebolar gostoso até gozar....rn Ela aumentou o ritmo da cavalgada até que sentiu que ia gozar, então apertou as pernas com meu pau enterrado no seu cuzinho e gozou gostoso.rn - Nossa tio, delicia de gozada, ai caralho, mas ainda falta uma coisa que quero fazer, espere aí....rn Ela levantou-se, pegou outra camisinha e saiu do quarto. Fiquei imaginando o que seria, então, retornou logo em seguida nuazinha, com a mão para trás e pediu-me?rn - Tio, fique de quatro e feche os olhos que vou fazer um último exame?rn - Exame do que doutora? fiquei de quatro na cama e fechei os olhos.rn - Exame de dilatação tio?rn - Dilatação? o que é isso doutora?rn - É disso, tio, relaxa?rn Ela pegou uma cenoura na geladeira, vestiu a camisinha, lubrificou bastante e começou a enfiar no meu cuzinho.rn - Sente sá, estou vendo quanto de dilatação sua rosquinha tem?rn Ela começou a enfiar a cenoura na minha rosquinha, não vi que tamanho ou largura tinha, mas ao começar a entrar senti que era grande.rn - Hum, doutora, o que é isso....rn - É uma cenoura tio? relaxa, vou brincar com seu cuzinho um pouco. Estou segurando a cenoura na boca e enfiando no seu cuzinho enquanto brinco com minha bucetinha.rn Ela começou a enfiar a cenoura toda e dedilhando a sua bucetinha começou a gemer.rn - Hum...delicia de cuzinho tio, a parte mais grossa já entrou toda e seu cuzinho alargou gostoso, bela dilatação você tem.....rn - Aiii, caralho doutora, delica, vou rebolar na sua cenoura...rn - Isso, tio rebola gostoso, que vou rebolar no meu dedinho.....aiiiiii, delicia....rn Rebolamos um pouco até gozarmos e deitarmos de bruços na cama, ainda com a cenoura enterrada na rosquinha.rn Ela tirou a cenoura delicadamente e comentou.rn - Tio, caralho, que rosquinha você tem, deliciosa, engoliu a cenoura toda e olha que peguei a mais grossa da geladeira.rn - Gostou, doutora, eu também adorei você todinha e o exame também....acho que vou me consultar com você toda a vez que precisar de exame de toque?..rsrsrsrsrn - Você hein tio? tá bom, vou ser a sua doutora de exame de toque..rsrsrsr.rn Fomos tomar um banho rápido, vestimos os maiôs e voltamos para a piscina para relaxar um pouco mais, afinal de contas estávamos ainda excitados.rn Esse foi meu primeiro exame de toque com minha sobrinha doutora e espero que muitos ainda se realizem.rn Beijos a todos e até o práximo conto.rn rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


encaixei o cacete do amigo de meu marido q tava ao lado e nem percebeu contostomei no cu/contoscamiseta sem calcinha. contos de casada. VirgemRelatos de sexo tirando com o paia menina me fez gozar contorelatos eroticos esposas estupradasfetiche mulher atola cueca no rabo do caracontos erotico os mininos comerao meu cu guando ajente brincavamoleque no ônibus contos eróticos gayminha mulher deixou a calcinha suja de porra no banheiro contos eroticoscontos eróticos ajudei trairContos eroticos minha esposa chorou no pau gigante do recepcionistaContos eroticos cu da negra madantacontos de calcinhas sujaseu e meu avô contos gaycontos de vizinhasComi minha tia de 19 Anoseróticos ah ah aaaah chupa a minha bucetinha vai ah deliciacontos eróticos irmão mais novocontos eroticos que corpasso ,bunda coxas grossasGozei Filha COnto mete metecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos eu e meu filhocontos eroticos botei um macho pra desvirginar minha filha maecasadas safadas e o marido sabe q ela da para os outroscontosxoxota toda ardida com a madeira dentroconto sexual com cadela zoofiliaXvidio mulhes que anda a noitecontos eroticos titio comedor de cucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico rasgou meu cuhttp://okinawa-ufa.ru/conto_7625_tirei-o-cabaco-da-prima-dentro-da-cana.htmlcontos eróticos frio inverno geladocontos flagrei meu pai comendo cu do meu irmaocontos eroticos chorando com o pau enterrado no cu rancando bostavidae-mãe finha fazer sexo ela etei u cuzancontos meu padrasto so queria as pregasContos eroticos a vizinha feiacontos gay puta obedientecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos marido querendo que mulher foda com outro para ele chupar ela em seguidaesposa surpreende marido com casal para fazerem swingvontade louca de fuderfuraram meu brioco contos eróticostirei a zorba vesti uma calcinha fui bater uma punheta olhando minha bundacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos de encoxadas em onibusconto porno eu meu marido minha filha e o mendigocontos eroticos crente traindo o marido com o Dogcontos eroticos de virgemcontos eroticos esposa manda no cornocontos dormi de fio dental e me ferreicasada bruna tomamdo gozadacontos meu pai comeu o'cuzinho na marra eu adoreicontos eróticos meu primeiro apartamento contos eróticos com inversão de papéis incestuosacontos eroticos arrombando a gordafogosá taradacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosria gosa pra minxoxota as infinitasconto ajudando meu filhocontos eroticos perdendo avirgindade encesto compadrecomendo a mulher do amigo contopau pulsou na bocaporno fetiche dar mendigoscomto erotico comeno mulher do meu filhoIncesto irmas safadas relatos atuaiscontos eroticos coroa 57 anos amiga da minha mãeconto enteada cabacosurprendida pela minha amiga lesbica contos eroticosboquete gozada boca amiga contosmais que irmaos contos eróticos virgenspivete de penes de fora e tocando puieta