Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E ADOLFO

Eu e AdolfornrnDepois de conhecer este site e me sentir envolvido com alguns relatos que vejo, resolvi apresentar um pouco de minhas aventuras.Meu nome é Felipe, tenho 52 anos, sou divorciado e moro sá, em um apartamento bem cômodo.Ao lado do meu apartamento, mora uma senhora, que tem como companhia, um cão chamado Adolfo, da raça pastor alemão, capa preta, muito dácil e carinhoso. Todos os moradores do prédio brincam com o cão, quando as vezes dona Marta o leva para passear no play ground do prédio.rnNo final do mês passado, dona Marta me pediu se eu poderia ficar com seu cão por alguns dias, pois ela iria viajar para casa de sua filha, em Fortaleza e voltaria sámente depois de 19 dias. Como sou aposentado e não tenho quase nada para fazer, aceitei tomar conta do Adolfo.rnNo segundo dia que estava com o cão, notei que as vezes, quando ele se deitava no tapete da sala, enquanto eu assistia a Tv, ele lambia seu pênis que sai para fora, era um tanto quanto grande, bem grosso e vermelho.Não sei porque, mas comecei a sentir um tesão ao ver aquilo. Me aproximei dele e acariciei suavemente seu pênis e comecei a tocar uma punheta para ele.Adolfo ficou todo alegre e aos poucos espirrava uma porra bem fininha em minhas mãos.Foi então que não sei como, senti uma vontade louca de chupar aquela pica do cachorro. Me deitei ao seu lado e comecei a chupar com vontade, enquanto o cão gozava gosotso em minha boca, era uma porra bem fininha e quente, com um sabor diferente, mas gostoso.O pau do Adolfo foi crescendo e logo senti que o ná dele estava encostado nos meus lábios. Tirei seu pau de minha boca e lambi todo aquele ná do meu amigo canino.Depois de algum tempo, fui tomar um banho e fui para cama.Me despi todinho e chamei Adolfo para junto de mim. Ele veio feliz, parece que já sentindo o que iria acontecer.Me virei de costas para ele e provoquei o cão até que ele se acomodou sobre mim e tentava acertar meu cuzinho até então virgem. Adolfo não conseguia acertar meu buraquinho e eu sentia sua pica roçar minhas nádegas, aquilo me dava um tesão louco e deixei ele me bolinar algum tempo, até que o ajudei a me penetrar.Senti a pontinha de sua pica entrar suave em meu cú,e aos poucos começar a crescer e me invadir profundo.Adolfo fazia um vai e vem louco. Jatos sua porraquentinha me invadiam e pude sentir então que seu ná adentrou todo em meu cú.Senti uma dor gostosa, mas não queria que Adolfo saísse de cima de mim, e o segurei pelas patas, sentindo todo o pulsar de sua tora colada em mim.Ficamos assim por vários minutos, atéo soltei e ele começou a me lamber gostoso, passando sua língua áspera pelo meu saco e meu cú, agora alargado pela sua pica linda.Depois disto ele se deitou e dormimos gostoso, nem quis tomar banho, queria sentir durante toda a noite, a porra gostosa de meu amante canino dentro de mim.rnDurante toda a ausência de dona Marta, Adolfo foi meu amante, até que ela voltou e fiquei sem aquela pica linda e gostosa. Estou pensando em comprar um cãozinho para mim, urgente,pois agora já sei que me tornei uma cadelinha que precisa de um cão bem dotado.rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos incesto troca de filhaschupar em tetas impinadasconto lesbica humilhei minha amigacontos ela sentou no meu colo sem calcinhaVideo de travesti comendo a sobrinha de camisolinhafilme com historia de erotico de tiozinho taradaoContos de esposa gostosa acompanhado marido numa festacontos betinha vendo a irma sendo fodidaChaves fudeno no cuziho da chiquihade tanto insistir em ver minha mulher em cima de outro pau ...contos desde pequena meu pai mandava eu xupa paucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecomeu familia toda contos eroticoscontos fudedo mãe do meu chefefilmes de televisao pornoscontos paguei pelo cuzinhoassistir vídeo pornô travesti da rola Gabs cabeça de graçacontos eroticos comendo giovanamadrasta sedusida de manhaconto erotico de porno gay com o policialcontos eróticos minha vagabundasobrinha sapeca tomou no cu contoconto erorico dando a buceta pro meu genro doenteconto minha tia de calcinha andandowww.mulhers impinadas de calcinhaassistindo mais meu padrasto coladinho e ele de pau duro contos eroticoszoofiliacoroas boasdelicia conto heterominha vizinha me provoca com ssu rabão depoids olha para traz para ver se to reparandotanguinhas usadas contoshistória de contos eroticos fui pinta uma casa e comi afilha novinha ta patroaconto erotico sogra veridicoporno tia dando bronca e caiu nas labia delecontos gay menina loucasincesto contos filho se separa e volta a morar com mae coroacasa dos contos familia toda na putariacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos euroticos amiguimha novinha da minha filha.cu gulosocurtos relatos eróticos de estupro fortiporm mamamramcumendo a prima vingwmconto chorei mas aguentei a pica do meu patrasdosafado metendo a geba no cu da vadiascontos erótico me rasgaram mo acampamentomulherbrasileira conversando putaria contoscontos er senta devagarComo ter pernas grossas e quadril largo em 1 mêscontos eroticos cunhada me ajudou quando me acidenteicontos sexo estorando cu de velhaVizinha gostosa contos Ruivaminha namorada apertando meu pau com a sua bucetacontos eróticos gordas da igreja coroacontos eroticos mulhersibha do papaiandava só de cueca no carro. conto gay teenpunheten o rabo da minha esposacontos eroticos arrombando a gordacontos de uma safada minha rosquinha começou a. se abrir e sentir aquela jeba no meu intestinozoofilia custou cara e mulher nao aguentou estocada do cavFoto picudo estotando a bucetinha da casadaContos eroticos cdzinha casal da minha tia mecontos de mulheres ninfomaniaca por sexoe foi assim que comeram minha esposacomparando pintos contoso primo contoscontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos minha tia de baby dollporno fetiche dar mendigosxxx bunda grandeconto em familiaContos esposa santinhacontos eróticos vendadaconto negro tarado