Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUI CORNO E COMEDOR NO SWING COM A ESPOSA SAFADA

Casei com uma mulher bonita, gostosa e safada. Desde o inicio dava para imaginar que eu iria levar chifres dela. Já que deve ser difícil para uma gostosa aguentar por tanto tempo, assédios por todos os lados.rnrnE não estou exagerando, minha mulher é gostosa mesmo, daquelas que ficamos de pau duro sá de vê-la passar. Ela tem 1,65, 100cm de Bunda, peito médio e cintura fina. Loira e safada. Adora vestir roupas curtas, minha saias, shortinho, tops, calcinha enfiada e salto alto. Ou seja, gosta de provocar. E eu adora andar com ela. Me divirto vendo os caras babando por ela na rua.rnrnComo melancia grande e mulher gostosa não se come sozinho, me preparei para a pulada de cerca dela. Avisei, desde o inicio, que achava normal ela sentir vontade de dar para outro. Dizia que eu também poderia sentir vontade de comer uma buceta diferente. rnrnNo inicio ela achou estranho, mas depois foi se acostumando com a ideia, tanto a de dar para outro, quanto a de me ver comendo outra safada como ela. rnrnAssim, nossas transas foram ficando cada vez mais safadas. Eu perguntava que estava dando em cima dela. Ela dizia quem era os caras e eu perguntava para quem ela queria dar. Ela fazia o mesmo comigo. Até que um dia ela contratou uma empregada rabuda, gostosa e safada. Acho que fez de proposito, para provocar mesmo. Imaginem ficar com duas gostosas em casas, com micro vestidos, shortinhos, com tops que de vez em quando deixavam o bico do peito para fora. Era demais.rnrnNão resisti e disse que estava louco para comer a empregada e sabia que a safada também estava doida para fuder comigo. Mas foi aí que percebi a trama da safada da minha mulher. Ela concordou em deixar em deixar em comer a empregada, desde que eu a deixasse transar com um colega pauzudo do trabalho, que já estava há seis meses dando em cima dela. rnrnFiquei numa duvida do caralho, até que concordei e um dia ela mesma tramou a foda com a empregada (mas essa historia conto outro dia). O fato é que depois que fudi a empregada, fiquei esperando o comunicado dela sobre a foda com o tal colega. O que acabou acontecendo quando eu estava em viagem. No dia que falou por sms, "dei a minha bucetinha apertada para outro" corri para o primeiro banheiro que vi e bati uma punheta. Não vi a hora de comer a minha mulher, fudida por outro cara, e ouvir a historia do meu chifre. rnrnQuando voltei da viagem, ela contou a historia com detalhes. Gostei tanto que disse que na práxima ia querer participar e levar a gostosa da empregada junto para fazermos uma suruba com as duas putas gostosas que tinha em casa. Mas adivinhem? rnrnA putinha da empregada gostou tanto da ideia que na hora passou a mão na buceta querendo fuder, mas o tal colega de trabalhou gelou e pulou fora. Disse que estava com medo da minha reação, que não acreditava que eu era um marido liberal e que era muito novo para morrer. O cara ficou com tanto medo que pediu demissão, dizendo que a minha esposa era louca de ter contado a foda deles para mim. Um babaca. Depois ainda ficou ligando querer comer a minha mulher, não deixei.rnrnFoi ai que resolvemos aprontar a nossa farrinha numa casa de swing. Na primeira que fomos, minha putinha logo chamou a atenção de todos na casa. Era visível que todos ali queriam come-la. Até mulheres davam em cima dela. rnrnDepois de uns drinques, resolvemos conhecer a casa, no andar de cima a casa tinha uma replica de um Cadilac, sentamos no banco de trás e minha putinha a essa altura já estava louca de tesão, botou a minha pica para fora e começou a mamar nela. Não havia percebido, mas quando saímos da mesa e fomos para o andar de cima, alguns casais nos seguiram. A minha mulher chupava a minha pica de quatro, deixando o rabão exposto (coisa de mulher de corno) para quem quisesse passar a mão, como ela estava de mini saia, logo formou uma respeitável plateia. rnrnUm coroa meio assanhado e a sua mulher (que mais parecia uma prostituta de verdade) começaram a passar a mão na bunda da minha esposa. O coroa botou o pau para fora e quando vi assustei com o dote do cara. Minha mulher também gostou do que viu. Percebendo que ela queria fuder com o coroa, sugeri que fossemos para uma cabine mais reservada e eles, lágico, aceitaram na hora.rnrnA mulher que estava com o coroa, que para mim era alguém que ele tinha encontrado na rua e oferecido dinheiro para entrar na casa de Swing, não era bonita e não despertou em mim tesão algum, apesar de chupado o meu pau uns dez minutos, não conseguia ter uma ereção de respeito, pelo contrário, estava doido para me livrar da baranga. Ao meu lado a minha esposa e o coroa estava se dando muito bem. Primeiro ela chupou bem o pau dele. Depois ele a chupou a buceta e em seguida começou a meter. O coroa metia com tanta força que ela se contorcia toda, estava na cara que os dois iam gozar. rnrnEu comia a baranga em 3minutos, tirei o pau e fiquei ao lado da minha mulher vendo-a levar ferro do velho. A transa deles durou uns 20 minutos e como ficaram com cara de iam fuder a noite toda se eu deixasse, falei no ouvido Coroa "goza porque a minha paciência está acabando". O cara ficou desesperado e começou a socar como se fosse a ultima foda dele e acabou gozando, minha esposa gozou de novo também. Depois da foda ela perguntou o que eu havia dito no ouvido do cara, respondi que havia dito que "soca com força, com muita força, porque é assim que ela gosta". risos.rnrnEntão, depois dessa foda, minha mulher transou com duas mulheres ao mesmo tempo. Na verdade duas meninas bem gostosas ficaram chupando os peitos e a buceta dela enquanto eu e os outros maridos ficamos na punheta (havíamos entendido que o clube da Luluzinha estava formado e que era melhor não atrapalhar, afinal sabíamos que uma hora elas iam sair de lá com a buceta melada sedenta por pica).rnrnMas a melhor das fodas em swing foi a ultima da noite. Havia visto uma garota que lembrava muito a minha mulher aos 20 anos. Meu pau ficou duro na hora. Quando percebi que o parceiro dela (que também era bonito) estava de olho no rabão da minha mulher, fiz o convite, "que tal a gente ir para uma cabine, os 4? O cara aceitou, mas a menina ficou na duvida. Deixamos para lá, no swing o pior que se pode fazer é insistir, quem quer quer, quem não quer, paciência e parte para outra.rnrnFomos novamente para o andar de cima da casa. Quando chegamos lá, entramos numa sala em que estava rolando uma suruba daquelas, não dava para saber quem estava comendo quem, mas no meio do espectadores, vimos o tal casal de lindinhos, o mesmo que acabávamos de convidar para uma salinha particular. Fingimos não ter visto e eles saíram da sala passando por nás. Quando começaram a se afastar o carinha fez um sinal pedindo para que nás os seguíssemos. E seguimos até a porta de uma cabine. rnrnNa porta ele perguntou se o convite estava de pé, respondemos que sim e entramos. Dentro da sala o nosso amigo tomou a iniciativa e disse que estavam apenas afim de transar com um casal bonito, no mesmo ambiente que eles. Agradecemos o elogio e devolvemos dizendo que eles também eram bem bonitos. rnrnAssim, nosso amigo resolveu que "cada um na sua mulher, certo!?" respondi que sim e pus o meu pau para fora para a minha mulher chupar. Meu pau não é grande, nem pequeno, é do tamanho ideal, segundo a minha mulher. Acho a minha pica um pouco curta, tenho 17cm, mas tenho certeza que ela é grossa e cabeçuda. A grossura é tanta que a namorada do meu novo amigo pediu permissão para apalpar e ele deu. Pela forma como ela pegou no meu pau, já imaginava que não iriamos ficar sá na pegação.rnrnO cara fez o mesmo, botou a pica para fora e deu para sua putinha chupar. A pica dele era grande, uns 22cm e grossa, não tanto como a minha, mas era grossa. Colocamos as nossas mulheres de quatro e começamos a meter. Eu ficava olhando para o rabo da bela garota ao lado e o meu amigo para o rabo da minha mulher. Até que elas começaram a se pegar, beijar e ai tiramos a pica para assistir o showzinho. Foi nessa hora que vimos que havia plateia atrás de nás, olhando pelas frestas da cabine. Como disse no inicio, minha mulher é realmente muito gostosa, loira, rabuda, cintura fina, peito médio e um belo rosto. A garota era incrivelmente parecida com ela, sá que mais nova, dez anos mais nova. rnrnVendo a garota chupando a buceta da minha mulher, dava para perceber seu rabão empinado. O meu amigo também percebeu e antes que eu pudesse passar a mão na bunda da sua mulher agarrou-a pelas ancas e começou a tentar forçar a entrada no cuzinho. Vendo a cena, disse a ele que a mulher dele era muito gostosa, ele respondeu "as duas são muito gostosas". A minha mulher estava toda arreganhada com a buceta sendo chupada pela gostosa que se contorcia tentando receber a pica do seu machado no cú. Eu, com o pau na mão, pedi ao meu amigo permissão para dá a minha pica para a mulher dele pegar de novo, antes que ele respondesse ela já agarrou a minha pica e começou a punhetar em seguida largou a buceta da minha mulher e começou a chupar o meu pau. rnrnO meu amigo vendo a buceta da minha mulher encharcada, desistiu de continuar forçando o cú da sua namorada, permitiu permissão, colocou a camisinha e partiu para cima da minha putinha que recebeu feliz a tora do meu amigo em sua boquinha e depois da buceta. rnrnA essa altura a minha nova gatinha, já estava doida para levar ferro na buceta de novo, tirei o meu pau da sua boca, dei lhe um beijo de língua bem gostoso, emcapei o pau, abri bem a perna dela e comecei a fude-la. A menina, que na foda com o seu namorado fazia somente cara de dor (afinal a pica do cara era grande mesmo), com o meu pau na sua buceta começou a gritar e gemer e acabou gozando. Ela dizia no meu ouvido que a minha pica era grossa, gostosa e que não sentia incomodo algum e que por isso eu podia meter a vontade. Não pensei duas vezes e soquei com tanta força que a minha mulher e meu o novo amigo pararam de fuder para ver a gente.rnrnColocamos as duas de quatro e começar a fude-las assim, minha mulher fazia cara de dor e urrava com a pica do meu amigo. A minha nova putinha rebolava feliz com a minha pica entrando e saindo. Até que reparei no cuzinho dela, dava para ver que ele era meio arrombadinho, acho que meu amigo na forzação acabou abrindo caminho. Tirei o meu pau devagar e coloquei no caminho do cú da putinha e não ela que aceitou tudo bem rapidinho. Minha esposa que não podia ver nada começou a avisar que ia gozar. O meu amigo vendo eu comer o cu da sua mulher, tentou comer o cu da minha, mas ela não deixou, disse que queria o pau a buceta e que era melhor terminar logo porque ela já estava perto de gozar. Assim, o meu amigo deu mais umas estocadas em gozou. A minha mulher também acabou gozando. E eu vendo que estávamos perto do fim, também gozei no cuzinho da minha amiga, o curioso é que mesmo depois de eu gozar ela continuava rebolando na minha rola, parecia que não queria mais sair dali.rnrnNos despedimos e fomos cada para o seu lado. A minha mulher depois confessou que fingiu o orgasmo porque não aguentava mais o pau do nosso amigo. E eu ri quando ela disse que notou o quanto a menina havia se divertido com o meu pau e disse novamente que era por isso que sou gostoso, porque tenho o pau no tamanho certo. rnrnBom, espero que tenham gozado :-)rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos fudedo mãe do meu chefecumi a prostituta na esquina contos eroticosconto shemales sem camisinhaContos gays de cinta liga e fio dentalcrossdressing miudinhacontos eróticos, enteadoconto guei fingi dormi emeu primo enfiou o pau na minha bocacontos eroticos a namorada e sograconto enteada cabacodandoprocaipirafudendo pra valer com tubo de gel no rabosubindo na escada de saia para ajuda pintor pornocontos eroticos arrombando a gordaContos maes dando cucontos eroticos com escravas sendo humilhadaquero assistir uma mulher gritando e gemendo na cabeça da Chibata do pônei do cavalo pôneichefinhas safadinhasConto gay viagem onibus longafui comida feito uma vadia vacabunda e chingada de puta contos eroticosassalto a minha casa eu e minha mãe contos eróticos gang bangso os contos eroticos mais gostososContos eroticos de travestis tarados.era menina meu primo batia punheta pra mim olharminha prima me deu conto eroticoconto estrangeiro picudoele falou que ia me deixar se nao me entregasse virgindademinha sobrinha me chupou enquanto eu dormiacontos eroticos filha novinha da empregadaCegonhas com rola muito grande e bem grossa no pornô doidoLora dismaiando no cu no anal em tres minutoscontos erroticos de incertos filha amante do meu cunhado abusa de mimContos eroticos a minha mae da bunda giganteconto de arrombando o cu do empregadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha esposa com dois negros dotados contos e relatos eroticos com fotoscontos erotico molestano amenina na crecheSou casada fui pra um acampamento com os colegas a amigas so rou surubacontos eroticos aquele pintinhoconto de esposa vendo seu marido na rola de outrominha sogra usando lycrapulando em cima do pau do tiomenina de menor fazendo filme pornô com minha DuduMelhores contos eroticos sobre bem.dotadocontos abobrinha na bucetaContos erotecos de estrupo dentro do baile funkcontos eroticos ai meu gostoso mim come todinha vai faiz o que vc quiser comigo vai meu gostosocontos e vidios de patroas tranxessual fudendo empregadasEu olhava a bucetinha de melina e ficava loucocontos exitantes meu marido dormindo bebado e eu com outro do ladoContos eroticos viagem a africacontos eroticos creme para a bocanovinha nascendo peitinho e muito safadinha contosWww. meu tío comeu meu cualComi o cuzinho da mamae força contocontos eroticos arrombando a gordameu coninho deixou nosso filho mim fode gostoso contocontos encesto minha mae dopada meu pai rosando no meu cucontos com priminha safadinhas de dez aninhoscontos de esposa pagando aposta do marido pro cunhadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos chupando os peitos da minha sogra e f****** elasempre dou uma escapadinha contosContos eróticos /estrupandocontos porno de corno compartilha esposinha branquinha na viagem de onibus com negros hiper dotadosComendo a tiA PROXIMA CONTOSimagem cuzinho irma contosCONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA EScontos heroticos dormi com minga mae e ela mexeu na minha bucetacontos eroticos minha tia me seduziucontos das danadinhas perdendo cabaçinhocontos de corno a bunda de minha noivaminha esposa de shortinho na obracontos eroticos professoracontos eróticos a enteada bem novinha