Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TESÃO POR CÃO

Sou tarada por experiências diferentes... Sou louca por uma língua muito molhada ... Tenho trinta e cinco anos de idade, sou separada (meu ex-marido nunca soube desta minha tara) e, apesar da animada vida sexual que tive (no momento estou sozinha e, confesso, meio carente...), nunca me senti plenamente satisfeita. Sou bonita, baixinha, tenho seios grandes e uma xoxota ardente de prazer. Moro hoje com uma colega, com quem divido uma casa confortável. Temos um pastor alemão, grande, lindo, com um pêlo maravilhoso. Ele mora conosco desde os três meses de idade, e hoje ele tem dois anos. Sempre fomos muito ligados e ele sempre demonstra ter ciúmes de mim quando alguém se aproxima. Gosto de brincar com ele, de acariciar seu pêlo macio e cheiroso, e de sentir seu pêlo encostando na minha perna. Sempre que estou em casa, ele não desgruda de mim. Vai aonde vou. às vezes, sinto-o mais excitado: como quem não quer nada, ele aproxima seu focinho de minha boceta e fica cutucando por cima da roupa, como se quisesse que eu a tirasse... Outras vezes, ele segura minha perna com as duas patas dianteiras e faz movimentos de vai e vem... Nestas ocasiões, seu pinto vermelho aparece duro e excitado... Morro de vergonha, pois às vezes ele faz estas coisas na frente de outras pessoas, e aí me afasto rápido e dou a maior bronca nele... Ou pior, ele faz o mesmo com os estranhos (quero morrer de vergonha...). Já pegou a minha amiga de jeito, que também “fingiu” não ter gostado. Mas quando estou sozinha com ele... Deixo rolar... às vezes, quando minha amiga viaja, fico sozinha em casa. Já pronta para dormir, de camisolinha de cetim e calcinha de nylon, escuto a pata dele roçando na porta do meu quarto. Deixo-o entrar. Ele me cheira, fuça na minha xoxota já cheirosa e me monta. Eu, excitada e vencida, deixo-me derrubar sobre minha cama. Ele pula na minha cama e fica mais à vontade para me montar... Ele tem uma língua vermelha, enorme, molhada, fina e muito safada... Começa a lamber minha perna e quer subir. Não deixo... Fica louco pelo forte cheiro da minha boceta, e começa a lambê-la, sobre a camisola e calcinha. Quase enlouqueço, mas deixo sá um pouquinho. Enquanto isto, minhas mãos vão acariciando seu corpo todo com seu pêlo tão gostoso e macio. Para minha surpresa, ele começa a lamber minha boca, atraído pelo gosto de minha saliva, e força-a para que eu a abra. Apenas entreabro os lábios para respirar e ele se aproveita para entrar, lambendo meus dentes e a gengiva... Muito tarada, abro mais um pouco, e ele invade minha boca com sua língua dominante, explorando cada pedacinho da minha boca e bebendo toda minha abundante saliva. Seu corpo está encaixado no meu, e sinto sua pata perto, roçando minha boceta molhada... Não aguentando mais e querendo mais, provoco um pouco mais... Afasto-o de mim e me levanto. Tiro sensualmente minha camisola e coloco a calcinha do lado avesso.... Meus grandes seios com bicos duríssimos ficam à mostra. Colho uma grande porção de saliva da minha boca, e molho muito sensualmente os bicos dos dois seios. Meu dog enlouquece. Rosna, pula novamente em mim, joga-me novamente na cama e começa a babar sobre meu corpo e a lamber meus seios convulsivamente, como se, num deserto, esta fosse sua única fonte líquida. Quanto mais os bicos ficam duros, mais ele lambe... Se tento impedi-lo, ele rosna, me mostra os dentes e me domina... Seu grau de excitação cresce e ele começa a descer pela minha barriguinha com sua língua ensandecida até encontrar o elástico da calcinha. Tenta tirá-la, mas não consegue. A calcinha está do lado avesso, ou seja, os sucos de minha vagina que escorreram antes, estão expostos no tecido brilhante. Os novos sucos, já encharcaram totalmente o pouco tecido. Meu dog, tarado pelo cheiro, gosma e umidade, ataca com sua língua minha xoxota, por cima da calcinha lisa e lambe, lambe, lambe, lambe, rosna, fuça, tenta enfiar a língua por baixo do elástico, sente o cheiro do cú, lambe e quer mais, até que eu explodo em berros no mais forte orgasmo de toda minha vida!!!!!!!!! Ao mesmo tempo, meu super cachorro, doido com meus barulhos e movimentos, se joga sobre mim e lança toda sua porra no meu rosto e minhas tetas, me dando novo banho de língua....... Se você também tem histárias que envolvam animais, conte-as para que eu possa gozar junto com você!!! Se você se imagina me estuprando, ou se tem a tara de enlouquecer uma mulher carente com mãos, língua e mijo, me conte também... Vou saber retribuir com minha boca.... [email protected]

Milena

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


dei para um negão desconhecidoContos eroticos cumeu irma e primacontos sado marido violentosconto erótico meu genro me transformou em p***caralhudo contomoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticoscontos de seios de sobrinha novinhacontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãomeu marido trolse um amigo pra comer meu cuFui confessar e comi a madre contosporndoido ruivas cabelos enroladoscontos eroticos de casadas com instaladoresGurila.trepa.na.muher.e.fode.por.cima.da.calciha.e.acabamulher com uma bu dando nda inmencaso a cabecinha incesto titio contosprimeira vez em fraldas tesãoconto levadio e safadinho bucetinhacontos eroticos que saudade da lingua dela na minha bchaves jupano a bucefa da chiquinhadeixei meu amante come minha intiada a força pá ela não mim entrega incesto contos eróticosempregada humilhada contosconto flagrei minha mulher com um estranhocasquinha da minha - contos eroticoscontos eroticos eu minha mulher e um travestisvivos magras de peitospequenos deixando gozar no peitocontos eroticos dando o cu mais que xuxuContos eroticos de estrupover contos eroticos de incesto comendo a sogra na praia de nudismocontos eroticos mulher castiga o homem emagando o saco e dando soco no saco conto erotico arrombei o travesti do baile funkcontos de coroa com novinhocontos de velhos taradocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentePutinha do papai negro contos eróticosa bucetinha linda da sobrinha novinha contoscontos de coroas carentes traindo seus maridos com jovenspai quero atencao contos eroticosnamorada sem calcinha no sofá mostrando a b***** para o namorado e f****** com eleDeiteia na camarapas casado efiamdo a banana no vu  Minha vontade era de explodir de tesão quando ela me perguntou isso. Mas me controlei e falei só que sim, que pensava muito nela!! Aí foi meio automático, a gente já estava bem próxima mesmo. Ela se aproximou, eu me aproximei. Não sei bem quem tomou a iniciativa, mas o nosso primeiro beijo rolou ali mesmo. Foi maravilhoso. A lí  contoseroticos as 2 filhas daminha visinha vierao brincar com minha filhinha wuen brincou foi eucontos eróticos com senhor de idade com rapazcontos eroticos com padrastos e enteadascontos eroticos "novinha" "trapos"contos dei sonifero e comi o cu pornochantagiei minha sobrinha contosconto meu cunhado me emcochou no bus Conto tava tudo escuro ele me agarrou por tras e me encoxoucontos lesbicos com minha irmacomi minha enganado contos eroticosconto erotico liberei minha mae pro meu amigoContos eroticos de barcontos eroticos arrombando a gordaSou casada fui pra um acampamento com os colegas a amigas so rou surubacontos erotecos dei mel rabao pro mel felho toludochantagiei minha irma casada contosContos eróticos menina com bucetinha lisinha e putinhacontos eroticos com noviinhas sexoalmente precosecontos eróticos esposa de bebado não tem donocontos eróticos genrocontos eroticos eu minha mulher e um travestiscontos eroticos incesto papai mim fez chupar sua rolameu genro me comeu o cu contoscontos de sexo comendo a amiga da minha mulher foi ela que pediucontos eroticos meu vizinho mim estrupo eu era pequena tinha oito anoscontos bato punhetacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemorte porno gosando comfodidas no bar contomeladas e nuas todas meladas de margarinas