Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UM AMIGO EM COMUM

Olá, o que vou escrever não sei se exatamente o tipo de historia que vocês gostam, mas vou fazer um relato verídico do que ocorreu comigo há algumas semanas. Primeiro gostaria de dizer que me chamo Ana e descrever como eu sou. rnMoro em cidade pequena práximo a Feira de Santana, casei-me há cerca de 7 anos e tive apenas dois namorados, embora tivesse feito sexo oral com meu primeiro namorado, não cheguei a ser penetrada por ele e perdi minha virgindade com meu marido, apás o casamento, depois de um namoro relativamente rápido. Confesso que nunca tinha traído e que isso nem passava pela minha cabeça. Embora receba muitas catadas, pois me considero bonita, sou baixa 1,60, tenho uma pela clara, cintura bem sinuosa, seios pequenos que cabe na boca, sou bem proporcional, dito isto vamos ao que realmente interessa! A cerca de dois meses vi minha prima, que também é minha melhor amiga, se aproximar demais de um amigo de meu marido chamado, Som, ela me perguntava por ele todas as vezes que estávamos juntas, acharia aquele interesse normal se ela não fosse casada. Quase diariamente Diana (minha prima) me perguntava por ele, incomodada pela situação eu perguntei se ela estava interessada por Som, mas Diane negou. Depois disso não conversamos mais sobre o assunto, certo dia depois uma transa maravilhosa com meu amor, ele me perguntou se Diana tava querendo dar para Som, eu ri e disse que tava desconfiada também e depois fomos dormir. rnNo dia seguinte acordei com um tesão enorme e fui tomar um banho, meu marido já tinha viajado para o trabalho, não me contive e comecei a me masturbar, para meu espanto me peguei imaginando Diana com Som, fiquei quase uma hora passando o dedo ma minha buceta, gozei bastante sozinha. Como não tinha nada para fazer liguei o computador entrei no face e comecei a conversar com Diane, conversa vai, conversa vem, não aguentei a curiosidade e perguntei se ela tinha ficado com Som. Ela me censurou logo ? ?Ta doida, sou casada? e em seguida me ligou. E me disse se eu tava doida de pergunta aquilo pelo Face e disse que ia passar lá em casa que ela ia me contar umas coisas. Estava morrendo de tesão, o que me parecia estranho, já que não me sentia assim desde a adolescência. Sempre fui recatada até porque quase não tive namorados e tive uma educação muito religiosa. rnAlguns minutos depois Diane, chegou lá em casa e fui logo perguntando se ela tinha dado pro Som, ela riu e falou que fudeu com ele três vezes. Eu logo a critiquei e tentei dar uma lição de moral, estava cheio de falso moralismo, pois confesso que tava com buceta latejado de tesão. Diane ficou meio sem graça e pediu um copo de água, tentou mudar de assunto mais tava morrendo de curiosidade sobre o que tinha acontecido e pedi para ela me contar os detalhes. Ela me disse que algum tempo ela tava tendo problemas com o marido dela que tinha viajado para o Paraná para trabalhar e que tinha vindo passado uma semana e não transou com ela. Ela ficou chateada e pelo face começou a conversar com Som, depois deles terem se visto no shopping e ele ter dado uma carona a ela. Ela disse que ele perguntou que dia ela iria ao shopping e ela respondeu que estava aguardando um convite, ele convidou ela pra sair e depois de beberem juntos ele a levou para conhecer a casa dele, beberam mais um pouco, ele comeu ela. A essa altura da conversa eu tava toda molhadinha e perguntei detalhes. rnEntão ela me disse que Som tomou a iniciativa durante a bebida na casa dele ele começou a acariciar a perna dela, ela dizia que era para ele parar que ela era casada com um colega dele e ele dizia que era difícil resistir, pois ela era muito linda e continuo com as mãos nas pernas e foi subindo a cada gole de vinho até chegar na buceta dela e que ai ela não resistiu. Ela ainda me disse que tinha saído mais duas vezes com ele e que ultima vez tinha sido no dia anterior e que ela atava toda chupada, eu pedi para ver e ela tirou a roupa, Diane é muito linda, morena com peitos lindos que estavam cheio de chupões. Eu disse que ela era doida e que eu nunca teria coragem, rimos e depois de mais algum tempo ela foi embora.rnDepois disso todas as vezes que transei com meu marido essa historia vinha a minha cabeça, sai com meu marido e Som varias vezes, pois eles são como irmão e sempre estão juntos, comecei a parar Som ele é magro, deve medir 1,70, não é bonito, mas é muito simpático, já ficamos sozinhos diversas vezes, incluído ele me levou varias vezes para faculdade a noite e nunca me cantou. Mais aquela historia não saia da minha cabeça até que algumas semanas atrás ele estava on-line à noite meu marido não tinha chegado e eu perguntei - Você comeu minha Prima? ? ele escreveu perguntando quem tinha dito isso, eu disse que não importava, ele escreveu que meu marido não sabia guardar segredo, eu falei que Diana me falou e se ele não tinha vergonha de mexer com mulher casada? Ele disse que se a mulher fosse gostosa, que não! Eu já tava messe momento com minha bucetinha molhadinha de tesão, com três dedo enfiados e continuei a escreve com a outra mão ? Então eu não sou gostosa, já que você nunca mexeu comigo e ele prosseguiu com você é diferente, você pra mim é homem. Neste momento já não racionava mais, nem tava ligando que tava falado com o melhor amigo do meu esposo e disse: Eu quero saber se você me ver sem roupa se você não vira viado! E disse que ia sair um pouquinho, fui ao quarto coloquei um a langerri, um sobre tudo e voltei para a o computador e continuei com a conversa, perguntei se Diana gostosa e ele disse que não sabia que mulher casada era tão gostosa, daí tomei coragem e iniciei uma chamada de vídeo, meu coração parecia que ia sair pela boca, mas o tesão era absurdo, aquela brincadeira proibida me deixou com um tesão que parecia ter perdido na adolescência, adrenalina a mil, enquanto a chamada carregava eu pensava em desistir, tinha medo que ele contasse para meu marido, mas segui em frente até que tivéssemos imagem. Eu tomei coragem e perguntei quem era mais gostosa eu ou Diane e o safado disse que era Diane, pois eu pra ele era homem e deu um sorrisinho sínico. Perguntei se parecia homem e abri rapidamente o sobretudo em frente a câmera, ele disse que ele não viu nada de diferente. Pensava a todo o momento que tava indo longe demais, mas a internet e a amizade me deixava segura e o tesão foi maior abri o sobre tudo, me mostrei de langerri preta e safado disse que tava começando a achar que eu era mulher eu ri e tirei tudo, encostei bem a câmera na buceta e perguntei o que ele achava agora. Ele me mostrou o pau duro que era mais ou menos do tamanho do pau de meu marido. Eu ai com uma cara de safada falei, viu que você gosta de homem, ri e desconectei.rnEsperei meu marido e fudi a noite toda, pra matar o tesão. Chupei o pau de meu marido pensando em Som, dei minha buceta por cima, por baixo de quatro e pensando em Som, pensei em fazer anal pela primeira vez, me insinuei coloquei o pau dele em meu cu, mas ele não forçou, não pedi para ele não desconfiar, já que sempre disse que nunca faria anal.rnDois dias depois estava morrendo de vergonha de ver Som, ai meu marido me chamou para sairmos e lá encontramos com Som, para minha surpresa ele agiu naturalmente, não mexeu comigo, não me cantou, nem mesmo me olhou diferente o que me deixou confortável. Bebemos Som chamou meu marido para ir para outro bar, mas ele tinha que trabalhar cedo, eu insistir ele aceitou de ir e não demorar, chegando lá para minha surpresa estava Diana e Paulo seu esposo, que tinha chegado de viagem eu e Diane rimos muito, ninguém entedia a não ser Som, ficamos um pouco e me esposo disse que já ia que teria que trabalhar. Eu perguntei se poderia ficar, pois já tinha bebido e os pensamentos libidinosos já estavam novamente em minha cabeça, meu marido disse que sim e perguntou se Som poderia me levar ele disse que não tinha problema. Daí ele se despediu sem saber que entregava a ovelha ao lobo. Ficamos mais uma hora já eram 1:30 da madrugada os bares estavam todos fechados o bar já estava vazio, apenas um bêbado no canto do bar e nás 4, Carlos falou que já iria com Diana. Som se ofereceu para levá-los para casa, já que estavam a pé e a cidade é perigosa, Carlos disse que não precisava mais Som insistiu dizendo que me deixaria em casa primeiro e deixaria Carlos e Diane já que era caminho. Nessa hora morri de raiva de Som já que tava mal intencionada e morrendo de tesão. Seguimos então todos com Som, quando estava práxima a minha casa, Diane disse que teria que me entregar um comprovante para que eu pegasse um exame já que iria a Feira de Santana cedo como tinha dito que iria para FSA na nossa conversa no bar, fiquei sem entender mais vi uma oportunidade de brincar com Som, então Som foi primeiro na casa de Diana, ela desceu do carro e Paulo ficou conversando com Som na porta do carro eu passei para o banco da frente, Diana demorou e Paulo entra para ver o motivo da demora, logo em seguida sai Diana, com uma minúscula roupa de dormir encosta o portão da casa senta no colo de Som e dá um beijo na boca dele, e dar Tchau dizendo que o exame era desculpa entrega um bilhete para Som, em seguida entra e abaixa o short mostrando a buceta, e fecha o portão. rnCom a cena fico mordida de ciúme e com muito tesão, peço para Som para ler o bilhete ele diz que sá se eu tirasse uma peça de roupa e dar uma risada, digo a ele para se respeitar e me levar para casa, pura hipocrisia tava doida pra fuder, ele liga o carro e sai, no caminho peço para ver o bilhete de novo e ele repete o pedido dele. Eu concordo, mas digo que sá uma peça e peço para ele ir para uma parte afastada da cidade, eu estava com uma blusa sem sutiã e uma saia com uma calcinha minúscula. Ele segue para uma região na zona rural e eu digo que sá tiraria a saia ele pede a blusa, já passava das 2 horas eu tremendo de medo e de tesão resolvo agrada ele e tiro a blusa e tapo o seios com as mãos daí ele me mostra o bilhete de Diane, dizendo que ainda faltava ela dar algo para ele. Eu pergunto o que é e ele diz que sá responderia por mais uma peça, eu digo que ai já é demais, ele me diz que já viu tudo e gostou, e que queria ver ao vivo, pra poder comparar com Diana, eu meio que arrependida digo que na internet é diferente, e que estava com medo. Som toca no meu rosto e alisa meu cabelo dizendo que sá tava ali porque achou que eu queria experimentar novidades e que ele não era maluco de contar nada, e desce a mão pelo meu peito até minha cintura, mas meu tesão era maior e resolvo levar em frente e tiro a saia ele ligou a luz do carro rapidamente e falou que eu parecia ser mais gostosa que Diane, e me diz que Diane falta da o cu para ele. Em seguida me beijou, inclina o banco do carro, me pega pelo cabelo me vira e chupa meu pescoço descendo até minha bunda, arranca minha calcinha, fico anestesiada de tesão, peço para ele parar e ele continua chupando ate meu cu e depois minha boceta, peço parar, digo que bebemos de mais ele continua, abaixa a calça dele encosta o pau em minha bunda desce para minha boceta e empurra, de tão molhada ele entra de uma vez ele mete feito um cavalo, eu completamente entregue sá faço rebolar e gemer até que ele goza dentro de mim, ele sai do carro anda um pouco em seguida me puxa pelo cabelo me põe sobre o do carro de costa e mete novamente em minha boceta, e com um dedo enfiam no meu cu, em seguida passa um lubrificante enfia mais dois dedos, põe uma camisinha, encosta a pica eu sinto bastante dor mais o tesão é fantástico, ele enfia a pica no meu cu e bomba por alguns minutos até que eu peço para parar por que estava com dor, ele retira a camisinha e pede para eu chupar o pau eu chupo até ele gozar em minha boca, engulo tudo mesmo tendo um gosto horrivel, entro no carro já são quatro horas da manhã, fico desesperada pelo horário e porque minha calcinha ta rasgada ele me leva para casa e para minha sorte me amado marido ainda dormia, acho que bebeu demais. Tomei um banho toda arrombada e feliz, preparei o café e acordei meu lindo esposo para o trabalho.rnBeijos, espero que tenha gostado de minha única aventura. rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erótico sexo no cinemacontos eroticos esposas arrependidasputinha de zona contovideo porno de anos gozando dento e escorredocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos Simone só dorme si chupar o pau do papaiContos titia iniciando meu sobrinho novinho"que buracao" gay contoContos eroticos de incesto putaria entre familias em gang bang so de homens pauzudos no sitioque cunhadacu de bebado não tem dono contos eróticos gayEm casa somo em número de 4, minha mãe (43), meu pai (47), meu irmão (22) e eu (15). Nós não temos muita grana, pois apenas papai trabalha. Meu irmão está fazendo cursinho para o vestibular (pela terceira vez) e isso aumenta as despesas da casa.dirigindo sem calcinha contosContos de incesto dando banho em meu pequeno filhocontoseroticosabusadasgostei de ser abusada contos eroticosvi outro gozar na boca de minha mulher contoscontos eróticos eu dormindo senti uma coisa lisa entrando nu meu cucontos eroticos fui cuidado meu sogro e ele viu meus pritoscavalonas de casa disse apertadacontos erotico fui concertar s torneira da vizinhatrai meu marido com um travesticontos eroticos rasgando rabo da gordinhaContos reais de mulher com cachorroconto lekemaesqUefaZemsexocontos de coroa com novinhocontos minha esposa virgem na bundinhaviajando com a sogra conto eroticojogando nas duas pontas trailer porno travestisswing tio com sobrinhas flagrante historiascontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos de caralho nas mamascontos eroticos familia rentfui errabada pelo meu avodelirando com meus dedinhos contosconto fetiche apanhando da namoradacontoseroticosdasnovinhasContoseroticosdevirgemscontos eroticos travesti ativa camioneiracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteEnquanto a obesa dormia bebada contocasa dos contos minha bu eta e so para o dogcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos rex meu donocontos esposa fodendomulher contando putaria em manausconto erótico meu padrinho me estuproucontos eroticos esposas bundudascontos de sexo com novinhas trepando com advogadoscontos eroticos confissões fAmiliarescontos erotico uma buceta velhaconto transando com pau grandegozando no pau do velho contos eróticosminha namorada exibicionista contos eroticosFábio chupou o pau de SávioComtos casadas fodidas pelo filho novinho do vizinhofui enrabado pe lo o yravesti na baladaDesenho porno pai bota filhar pra domir i fode ela todinharcunhada jogando o charme video pornocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterasguei a calcinha da prima dormindo fudelidade.comflime traição boi zoofiliaMeu tio que chupa no meu peniscontos eróticos o pai da minha amigacontos de mecânicos casadoscontos meus amigos estupraram a minha maeContos eroticos virgem remexemulhe dane a buseta a primeira vezconto porno rola grandecontos rael eu miha mae sobrimasesposas carentes contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eróticos mãe nãocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos abuzei de minha irmazinha com ela dormindocotos heroticos gay me comeu no rio