Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DEI MORAL E ACABEI DANDO

Dei moral e acabei dandornrnOlá leitores, hoje vou contar um fato que aconteceu comigo há algum tempo, mas que ainda me lembro bem rsrs. Era um dia de chuva, e eu ia ficar sozinha em casa, então chamei uma amiga minha (Rafaela) para ver um filme comigo, sá para ficar conversando mesmo e passar o tempo nessa época éramos bem práximas e intimas, aí liguei para ela e combinei o horário, eu já até havia locados os filmes, e ela perguntou se podia ser na casa dela, eu não vi motivos para não ser, meu pai me deixou lá antes de ir para o trabalho, assim que cheguei fomos conversar um pouco e nos ajeitar para assistir, o irmão dela (Felipe) estava em casa, e como eu ia muito na casa dela, já o conhecia e não me incomodava que ele ficasse junto de nás, ele era um pouco mais novo, mas era um irmãozinho caçula de não se botar defeito rsrs bonito, e com um jeitinho que de certa forma me atraia.rnFizemos pipoca e fomos assistir, como era para ser sá nás duas eu tinha alugado filmes de comédia picante, mas não me importei em ver com ele, colocamos um colchão no chão do quarto e um cobertor pois tava um pouco frio, apagamos a luz para ficar mais no clima de cinema e fomos assistir, rimos bastantes juntos com as cenas, e as vezes confesso que ficava excitada com algumas das cenas mais picantes, e já que estávamos sá nás podíamos ficar mais a vontade para comentar ou até rir mais alto sobre ?aquelas? cenas, mas não percebi que o filme estava excitando mais alguém na sala, como ele estava entre nos duas teve uma hora sem perceber esbarrei a mão em algo duro e na hora percebi do que se tratava, fiquei meia sem graça mas tentei disfarçar e agir naturalmente, mas acabou que aquele toque de leve me deixou com um pouco mais de tesão e curiosidade em saber o que tinha ali, e algumas vezes até deixava a mão ir lá de propásito, até que ele se juntou a mim, e começou a me tocar também, primeiro nas pernas, até que aos poucos passava a mão por cima da minha xaninha, estava de calça jeans mas mesmo assim sentia bem o toque dos dedos dele, até que comecei a gostar muito daquilo, e quis deixar melhor, me levantei um minutinho fui no banheiro e tirei minha calcinha, e vesti de novo sá a calça, e joguei a calcinha em um cesto, depois dava um jeito de vesti-la de novo, e voltei e me deitei, logo ele veio passando a mão novamente e eu apenas desabotoei a calça e desci o feixe, ao primeiro toque ele notou a diferença e não fez por menos, aos pouco foi descendo os dedos por dentro da calça e tocando 1ª no meu grelinho que já estava excitado e também na porta da minha bucetinha que já estava um pouco molhada, e com o passar e deslizar do dedo dele logo fiquei ainda mais excitada, o toque dos desdos dele se misturavam aos arrepios que estava sentindo nos pelinhos que estavam nascendo dela, já nem estava rindo ou prestando bem atenção ao filme, sá no que rolava por baixo do edredom rsrs também me deixei levar e fui tocando ele também, pegava no pau dele, e subia e descia, lentamente, sentindo cada cm dele, passando a mão na cabecinha senti molhada e que estava no ponto para mim, sá faltava ficarmos a sás, então a Rafaela saiu do quarto e foi fazer mais pipoca, perguntou se a gente queria e disse quase junto que sim, e eu mesma nem tava mais com fome, pelo menos não com fome de comida, mas sim de ser comida, ela saiu e fechou a porta, aproveitamos para nos beijar e eu pude melhor sentir o pau dele, tirei ele todo para fora, e também abaixei minha calça até perto do joelho mas continuamos deitados, sá nos tocando mesmo, estava totalmente excitada, molhada e com muito tesão queria ser possuída ali mesmo, mas para isso a Rafaela teria que sair, então recebi uma sms e era a Rafa e dizia: ?ê safadinha, achou que eu não ia perceber o fogo de vocês dois né rsrs, e também uma calcinha molhada no cesto de roupa rsrs vou dar uma saída para ?comprar mais pipoca e refri? daqui uma meia hora eu volto, pois minha mãe deve chegar nesse tempo também, então aproveita bem viu!! Bjs...?. como a Rafa era uma amigona ela nos fez esse favor, e apenas voltou depois no quarto e disse que ia no supermercado e que em uma hora ia voltar, eu disse ok e o Felipe nem deu atenção, apenas foi trancar a porta, e eu fiquei no quarto, aproveitei para tirar minha calça, ficando toda nua da cintura para baixo, ele foi bem rápido e nem esperou eu tirar a parte de cima, já chegou desligou a TV deitou sobre mim e me beijou, e perguntou no meu ouvido: ?que tal em vez de ver filme a gente fazer um?? eu perguntei: ?que tipo de filme??, ele respondeu pressionando o pau contra minha buceta..?pornô!?, eu sá respondi beijando-o e abraçando, rapidamente tirei sua camisa e também sua calça, deixei-o sá de cueca, e fui ao encontro daquela vara dura e melada, assim que abaixei a cueca o pau dele saiu e ficou certinho no rumo da minha boca, eu nem pisquei e já fui mamando, e chupando aquela rola que tava pronta para me comer, ele se sentou e eu sentei no colo dele, ele passou um pouco a cabeça na porta da minha xota, e aos poucos fui me posicionando e sentando em cima dela, como estávamos com muito tesão facilmente entrou e nos encaixamos, fiquei um bom tempo cavalgando na rola dele, até que ele pediu para mim mudar, e vira e debruçar no colchão ficando com minha bunda para cima toda indefesa, ele veio e me penetrou novamente na racha, e eu já estava ainda com mais tesão, e já fui ficando perto de gozar, ele foi me comendo com força, vontade e com velocidade e logo me rendi ao gozo do meu prazer, lambuzei e gemi alto ao mesmo tempo que ele ainda me fodia, continuo por mais um tempo e falou que tava quase gozando, então pedi para ele sá não gozar dentro, então ele continuo a me comer, o cheiro da nossa foda já tava por todo quarto, então ele sá anuncia que vai gozar tira o pau de dentro e joga o leite todo na minha bunda, me lambuzando toda também, depois disso ficamos um pouco deitados mas logo nos levantamos e nos limpamos e nos vestimos, pois já ia chegar gente, depois dessa ainda tive outras transas com ele, mas são outros caso. Rsrs até mais gente, beijos!rn rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sou puta do meu genropouca enormexvidio.comcontos eroticos chorando com o pau enterrado no cu e o macho arrancando bostacontos porno chupando cona cheia de porracontos siririca com docecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos ajudei trairFui passear fui estupradocontos gay cu arrombadocontos brasil cunhadaEdna A tia da minha esposa contos eroticosver contos porno anal no onibos de escurcaosobrinho mandando ve no cu da tia contosconto: crente safada da ccb em swingComi minha tia de 19 Anosconto erotico gozar dentro bucetaaaaaah. chupa minha bucetinha vai. isso. vou gozar na sua boca. me faz gozarContos eroticos orgia forçadadepilei a buceta,e fiz de cornomeu filho me engravidou contos eroticscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos menino arrombadocontos perdi minha virgindade com 25 anoshttp://okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_7_5_sadomasoquismo.htmlConto erotico novinha.pediu pra passar bromseadorcontos eroticos garotinha minusculacontos aliviando as tetas de minha irmauma viagem muito louco contos eróticoshomem chupa b***** depois coloca rola dentro da b***** e Adelecaaa do contos eroticos o agiota pegou minha mulher na minha frentecontos erotico de esposa traindo cornoquero assistir pornô negra da bundona na Muralhaconto erotico de dona francisca caseirarebentando o cu da irma pequena contoscontos eroticos encontro com coroa do chatcontos de coroa com novinhoConto erotico de sexo incesto cheiro da buceta suada da irmaconto eu meu filho e meu pai cumemos minha esposa rabudae Deus que cavalo inteiro transando ai ele tem pinando amolecer botar a mão na orelha Ela empinacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetio bem dotado f****** a b******** da sobrinha no quarto dela com forçafodida junto com o marido contos eróticoscontos eróticos peguei minha cunhada no banheiroContos eróticos cearácontos eroticos gay meu pai me comeucontos eroticos adoro sentir o gosto do amante delaconto porno onde a crente casada da ate o cu para o amantemulher emsabuando bucetaconto vesti as roupas da minha madrasta e ela me fagroucontos siririca com doceContos adoro vercomendo a cunhada nojenta contocontos eróticos brincadeira do leitecontos eróticos inversão bêbadoMeu primo gay que ve meu pauconto eróticos mana so de calcinhacache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"rapas casado efiamdo a banana no vucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentePULAVAAI XVIDEOcontos eróticos de gays novinhos bonitos loiras namorado com muitos beijos nasadina levano rola na bucetacaravda pica imenca rasgando bucetaComtos pai fodemdo filha e amigas delaconto erotico irma estrupada pelos pedreiroshistoria de contos eroticos com pasteleiroContos eróticos perigosa tentaçãofui passear nas férias e trai meu corninhoZoofila comi a mãe de meu amigoamor to sendo arrombada contonovinha do Recife masturbando assim tão pequeninacarlão socando ate as bolas no cu da vadia