Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MINHA ALUNA

rnrnMeu nome fictício é Paulo, sou professor de Química, solteiro tenho 37 anos, moro sozinho e tenho uma vida razoavelmente boa, o que vou contar aconteceu no ano passado mais precisamente em outubro, além de lecionar em um bom colégio também dou aulas particulares, o que rende um bom dinheiro, mas vamos aos fatos, mais ou menos pelo dia 3 de outubro fui procurado por uma mãe que queria aulas particulares para sua filha, combinamos que eu daria as aulas na sua casa como faço sempre não uso minha casa para isso, no dia combinado fui ate a residência da aluna e reparei que ela morava num belo apartamento um dos melhores da região entrei e a mãe apás me receber chamou sua filha (vamos chamar ela de Sonia) quando Sonia entrou na sala vi que era uma bela garota devia ter uns 19 anos, um corpo bem feito e ate os peitinhos já eram bem redondinhos e lindos resisti para não ficar de pau duro mas fomos para a sala de estudos que tem no apartamento onde comecei a aula ela sentada do meu lado e ate que interessada em aprender não tinha muita dificuldade ate achei que a mãe que era mais preocupada eu explicava ela entendia resolvia todos os exercícios e as vezes sentia sua perna encostar na minha ela estava de shorts ate que grande e uma camiseta que devido a cor não deixava ver seus peitos, uma hora em que estava explicando um exercício ela colocou a mão na minha perna eu deixei e fui explicando mais devagar meu pau reagiu na hora ela não falou nada e quando foi fazer outros exercícios eu coloquei minha mão na perna dela que deixou e encostou na minha perna eu estava ficando louco de tesão mas não podia fazer nada pois logo a aula ia terminar e sua mãe ia vir o que aconteceu ela entrou na sal e trouxe um refresco par mim, tomei me despedi e marquei outra aula para outro dia e sai e fui pensando que a garota era bem safadinha mas não podia fazer muita coisa com ela o jeito era ir la dar as aulas e voltar para casa cheio de tesão o que resolvia batendo uma em homenagem a garota isso durou uns 19 dias eu ia colocava a mão na sua perna ela deixava e também colocava na minha as vezes passando a mão no meu pau ate que um dia quando cheguei fui recebido pela Sonia que foi logo dizendo que sua mãe teve que sair e so ia voltar a noite mas que eu podia dar a aula mesmo sem ela que depois ela conversava comigo percebi logo que ela estava sozinha ate a empregada não estava quando entrei percebi que ela trancou a porta e fomos para a sala ela foi na frente e notei que vestia uma sainha bem curta e uma camiseta que por ser branca deixava ver seus peitinhos que estavam soltos sem soutien sentamos e comecei a aula ela logo colocou a mão na minha perna e foi ate o meu pau que na hora respondeu ficando duro quando ela começou a fazer a lição que eu passei fiz o mesmo coloquei minha mão na sua perna e procurei sua bucetinha o que foi fácil pois ela estava sem calcinha quando mexi na bucetinha ela tremeu toda e parou de fazer a lição e foi pegar no meu pau virou e me deu um beijo eu abracei-a e beijando sua boca ia colocando minha mão por baixo da camiseta e senti seus peitinhos durinhos acabei tirando a camiseta e cai de boca nos seus peitinhos ela logo pegou na minha mão e falou: ... vamos para meu quarto estou sozinha e minha mãe vai demorar., atendi o pedido na hora e já fui chegando tirando minha roupa ela também tirou sua sainha e vi aquele corpo lindo uma bucetinha lisinha toda depilada, átima para ser lambida e chupada, deitei ela na cama e depois de um beijo de língua passei a beijar todo seu corpo parando nos seios onde beijava lambia seus biquinhos e dava mordidinhas, mamando neles e indo em direção a sua bucetinha onde depois de lamber e beijar suas coxas fui chegando e lambendo, enfiando minha língua, lambia desde seu cuzinho ate seu clitáris para depois chupar ela dava gritinhos mexia o corpo todo e falava: ... ai como ta gostoso, que delicia continua fazendo isso, ai com isso é bom, não demorou ela estava gozando na minha boca continuei chupando e lambendo ate terminar seu gozo ai levantei e dei meu pau para ela chupar ela na hora colocou na boca e chupava como profissional deve ter chupado muitos antes ela chupava mexia com a mão no meu saco enfiava ele todo na boca ate babava nele lambia desde o saco ate a pontinha onde enqueria enfiar a língua no buraquinho ai enfiava ele na boca e mamava nele logo enchi sua boca de porra que ela nem reclamou engoliu toda e ainda limpou meu pau deitei ao seu lado na cama e perguntei se ela era virgem ou não ela disse que ainda era mas que logo ia perder quis saber como tinha essa certeza ai veio a surpresa: ... bem so se você não quiser eu quero perder. Na hora falei, mas você quer hoje mesmo? E já fui mexendo na sua bucetinha ela abriu as pernas e falou quero sim hoje minha mãe vai demorar eu fui de boca de novo e logo ela estava feito frango assado e eu passando meu pau na sua buceta passava ele ate seu clitáris e ia na entradinha onde começava a enfiar e tirava passava outra vez e enfiava mais um pouco ela começou a reclamar e falava vai mete logo não to aguentando de tesão ai eu enfiei ate a metade ela gritou ai doeu eu parei e fui falando não era isso que você queria sua putinha agora aguenta e fui enfiando mais ate colocar tudo dentro ela gemeu gritou mas aguentou logo esta num vai e vem e ela começando a gostar mexia os quadris levantava a bunda querendo engolir todo meu pau logo estava gozando aproveitei tirei da sua buceta e gozei nos seus peitos não sabia se ela tomava pílula e não quis correr risco, ela parecia que estava muito feliz apesar de ter sentindo dor não reclamou estava mesmo querendo perder seu cabacinho beijei sua boca e perguntei era isso que queria ela respondeu: ... sim agora posso falar para minhas amigas que não sou virgem, que adorei perder meu selinho e que foi maravilhoso e me deu um beijo de língua eu levantei falei que a aula tinha terminado e que precisava ir embora ela: ...falou tudo bem, vamos ver quando dou para você de novo ai aproveitei e falei verdade esta faltando uma aula, você ainda tem seu cuzinho virgem, dei uma risadinha vesti a roupa e fui embora, acho que nem vou cobrar essa aula.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


pornô o homem que nuca viu uma boceta quando viu endoidouconto de esposa vendo seu marido na rola de outrocontos eroticos traiçaoCamila minha enteada sozinha comigo em casa dando a b******** para mimconto eróticos engravidou esposa do irmao e esposa do sobrinhocontos eroticos mulher carinhosacontos baixinha popozudaContos eróticos gay bem novinho querendo sentar no colo do papaiconto erotico maeSentei na pica e cavalguei gostoso com a pica dentro parei prazerconto corno sondei ela tava debaixo delecontos mulher casada da o cu pro cãoputinha desde de novinha cristine contos eroticoscontos eroticos olhano meu marido jogando trucoconvidei minha irmã para tomar cerveja e acabamos indo pra um motel contos eróticoscontos lesbic de patroas seduz secretaria para um transa lesbtransei com minha filha conto eróticoconto eroticos corno churrascoRola gostosa adoro mamar contoseroticosencoxada brincando relatovidios pornu mulhe qUe gota de trasa vetida com fataziaComendo bucetas gostozas na roça comtos eroticosestalos da cama-contos eróticoscontos eroticas professora e alunocontos empurrando no rabo tia martacontos eroticos pegano a moreninhacontos eroticos patrcinhas enrabadas por muitos homenscontos eróticos amadores com fotos de casais realizando fantasias de Megane masculinoContos tomando porraComtos mae e filha fodidas pelos amigos do paicontos eroticos da infância incestocontos eroticos viajando sentadacontos eroticos de choronascuzinho peidao contos.cornoContos eróticos mães com a buceta peluda e cheiro fortecontos minha mulher com um dotado mi fez chupa elemeio das pernas uma pica dava inveja grossura esposaPica de jumento com veiasninfetas cor de jambo no video mobileConto gay dei meu cu primeira vez depois da farranovinha e safadinha conto eroticoViciado em sadomasoquismo fodi minha pequenininha a força contos eroticostoco siririca na madruga contos de casadascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteGozei na buceta da maninha e emgravidoucontos eroticos cu e bucetacontos eróticos dominado pela sograna viajem de trabalho a mulher transa com o chefe e gostou contocontos eroticos humilhando podollatriacontos eroticos noiva do tiocontos eroticos venha ca sua puta safada,eu vou arrombar seu cu de cadelacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepai emfia pica filha morromeu avo aquele tarado comeu eu e amigas no riachofui arrombado contos gaysvistorias eroticas de zoofiliacontos mulher casada da o cu pro cãoconto erotico: A FILHA DA DONA VERAtia tesuda contoEu pipi pequeno comendo empregada contoshistorias eróticas com coroa de 80 anoscontos eroticos rex meu donocontos eroticos meninacontos eroticos olhano meu marido jogando trucocontos eroticos com a tiacontos de sobrinhas sem calcinha na igreja sentada no colo do tiocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos com baixinhaconto erotico aconteceu no onibusmeu pai olhava pelo buraco na parede do quarto dele pro meu e se masturbavacomendo a puta contos eróticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetravesti gemendo a ponta da pistolaconto erótico garota da academia bombado no jumento