Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E A TITIA I

Eu sou a Paty e essa é a 7ª vez que narro coisas que aconteceram comigo a tempos atrás, as outras narrativas foram, entre eu e o meu primo no sitio do interior de São Paulo, já se passaram alguns meses das minhas férias que passei no sitio, onde meu primo tirou meu cabaço, e depois ele e um amigo pausudo, fizeram a 1ª DP em mim, que fiquei uns dias com o cu e a buceta arregaçados e doloridos, Rssssss, isso eu narrei em contos anteriores, depois narrei com o mano e o priminho; em minha casa, moro com meus pais, o mano, minha tia e o priminho; eu durmo no mesmo quarto da minha tia, e o meu mano e meu primo dormem no quarto deles, e meus pais dormem na suíte. Eu o mano e o priminho, (como já falei nas outras narrativas; eles são dois anos mais novos que eu, eu nasci em 1993 e eles são de 1995 respectivamente)e o fato que estou narrando agora é continuação do que passou em março de 2008. Eu ainda tinha 19 anos, pois faço aniversário dia 2005 e os meninos tinham 19 anos, mais eu já tinha mais experiências que eles.(esse fato que estou narrando também passou em Abril de 2008.rn Nás estudamos de manhã, os garotos passam a tarde em casa sozinhos, somente duas vezes por semana vai a diarista, os outros dias ficam sás, eu como falei no conto anterior gosto de ganhar meu dinheirinho, faço pés e mãos das madames no salão de beleza da mamãe e da titia, já tenho algumas clientes que sá fazem comigo, elas dizem que eu tenho as mãos leves e delicadas, e tem algumas que alem de pagarem pelo serviço me dão boas gorjetas, Tem uma senhora, ela é casada, deve ter uns 30 anos, morena clara, bonita, e pelos carros que ela usa, e pelas gorjetas que ela me da, deve ser rica, ela vem todas a semanas fazer mãos e pés, ela sempre pede uma massagem com cremes nos seus pés, ela diz que minha massagem é relaxante, e que ela adora o toque das minhas mãos, e de uns tempos pra cá ela fica me provocando, pois quando to fazendo seus pés que fico no banquinho sentada com seus pés no meu colo, ela fica com as pernas abertas mostrando a calcinha, e somente eu tenho essa visão pois estou sentada bem na sua gente, no banquinho baixo e ela na cadeira alta, da última vez que fiz os seus pés ela estava com uma calcinha transparente, dava para ver a sua buceta e os poucos pelinhos que apareciam, e isso mexeu comigo, até agora sá tinha tesão por pinto, mais de tanto essa cliente(a Maura) me provocar comecei a ter um grilinho na cabeça, e ter fantasias, como durmo no quarto com minha tia, comecei a ter fantasias e olhar minha tia com outros olhos também, quando ela se troca, que ela fica sá de calcinha eu olho no volume que ela tem na buceta, e eu não tinha coragem de falar pra ela, (aí encontrei uma senhora muito experiente num site de relacionamento, (vou chama-la de madrinha, pois era assim que eu a chamava) nos adicionamos no MSN para ficar mais fácil nossa comunicação, e com ela eu me abri, falei que já tinha transado com meu primo no sitio, com o chicão tbm do sitio, e com o meu mano e meu priminho, que eu adorava sexo, que eu era aberta para novos conhecimentos e que eu não era preconceituosa, ela me falou que era normal na minha idade querer conhecer coisas novas, eu disse pra ela que eu estudava, e que não era uma putinha que ficava dando pros coleguinhas, que eu adorava sexo, mais que eu me preservava, não ia saindo com todo mundo, mais que eu transava com o primo do sitio e com o seu amigo sempre que tinha oportunidade, e que aqui em casa eu transava com o mano e o priminho, que eu gostava de vê-los um metendo no cu do outro, que as vezes enquanto um tava dando o cu, eu adora chupar o pinto do que estava sendo enrabado, chupava até encherem minha boca de porra, que adorava o gostinho da porra, engolia tudinho, a Madrinha nunca me recriminou por isso, ela adora que no MSN eu narre com detalhes as minhas transas, ela me dizia que ficava com a boceta molhada de tesão, rssss, e para depois que eu contava com detalhes e ela com a experiência de vida que ela tinha poderia me aconselhar, e ela sempre estava tirando minhas dúvidas, e quando eu disse a ela que estava sentindo tesão pela minha tia, ela ficou um pouco preocupada, me pediu um tempinho que ela iria achar um jeitinho par eu testar a titia, ficar observando o jeitinho dela sem me expor muito; e ela teve a ideia para eu pedir pra titia me depilar, pois eu já tinha uns pelinhos, umas penugens na minha buceta, e como a minha tia fazia depilação nas clientes do salão, era para eu pedir para ela fazer em mim também; achei átima a ideia: certa noite chegamos do trabalho, tomamos banho, jantamos e fomos pro nosso quarto dormir, criei coragem para por em prática os conselhos da Madrinha; estava calor e eu ia dormir sá de camiseta e calcinha e minha tia idem, mais antes de deitar falei pra minha tia: Titia não vai ficar brava comigo, mais preciso pedir algo pra senhora, ela me disse : fala não vou ficar chateada não, fica a vontade o que é dessa vez que minha sobrinha ta querendo? Eu disse: é que ta nascendo pelos na minha xoxota, eu corto com a tesourinha para não ficarem grandes, mais já são muitos e eu tenho medo de me machucar, você ta acostumada a depilar suas clientes no salão, você não poderia me depilar também, eu sei que você chega cansada em casa, mais gostaria que você me depilasse também, e assim eu vou aprendendo como se faz. Aí ela me disse: claro que posso fazer, se você tivesse me falado antes eu teria trazido o matérial pra casa e já te depilaria, amanhã eu trago e vou te deixar lizinha, e trago também o creminho pra hidratar a sua pele depois da depilação ok, bem agora vamos dormir e amanhã faremos ok, aí ela me deu um beijo no rosto de boa noite apagou a luz e dormimos, quer dizer ela dormiu porque eu sá de falar com a titia e pensar que amanhã ficaria peladinha com ela tocando práximo a minha buceta fiquei excitada com a buceta molhada, acordei cedo e fui pro colégio com o mano e o primo, quase não conseguia me concentrar na aula, pois todo momento eu ficava imaginando como seria a noite, e não via a hora que chegássemos em casa para eu começar por o meu plano pra funcionar, o dia demorou pra passar, mais passou; chegou a noitinha fizemos tudo normal, sá eu que estava ansiosa, tomei banho coloquei um shortinho e uma camisetinha curta e larguinha, sem sutiã e sem calcinha e fomos pro nosso quarto, fechamos a porta pra ninguém nos incomodar, a Titia preparou o material pra depilação e eu observando tudo; aí ela me disse:- ta tudo pronto, tira a roupa e deita na beirada da cama que vamos começar a te depilar, eu mais que depressa já fiquei nua, e deitei na cama, aí a titia disse:- olhe vai doer um pouquinho, mais se você quiser ficar lisinha precisa aguentar ok, mais não é nada que você não aquenta, aí ela me disse que iria começar pelas pernas, e assim ela fez, depilou minhas pernas todinha, aí ela mandou eu virar de bruços ela queria ver se eu já tinha pelos no bumbum também, ela abriu minhas nádegas e disse que tinha uns pelinhos mais que ali ela ia tirar com pinça pois eram poucos pelos, ela tirou um a um, e eu piscava o cuzinho pra ela, pois eu sabia que ela estava olhando pra ele,rssssss. Aí eu me virei barriga pra cima, e ela me perguntou:- se eu queria que ela tirasse todos os pelinhos, que se quisesse ela faria como fez no meu bumbum, tiraria com a pinça, pois eu ainda não tinha muitos pelos e apesar de demorar mais com a pinça a dor seria menos, eu afirmei que sim, que ela poderia fazer como ela achasse melhor, que não estávamos com pressa, eu já tava molhadainha, com o grelo durinho, pois meu grelo é bem saliente e os lábios rosados da minha buceta também são salientes, ela começou a tirar os pelos de fora pra dentro, e foi chegando perto dos lábios da buceta, e com os dedinhos ela segurava a pele, e com a outra com a pinça ela arrancava os pelinhos, e não tinha jeito ela de vez em quando roçava com sua mão o meu grelinho que tava duro apontando pra cima, os bicos dos meus peitinhos também estavam duro, e ela olhava nos meus peitinhos pra ver como eles estavam, e com toda delicadeza ela foi tirando um a um todos os meus pentelhos, eu delirava de tão excitada que estava, fazia tempo que não sentia um tesão tão grande, bem ela olhou por todos os lugares a procura de pelos, abriu bem as minhas pernas procurando e tirando até os minúsculos pelinhos, terminando a depilação chegou a hora da massagem com o creme hidratante, ela mandou eu ficar de bruços que ela iria fazer 1ª nas minhas costas e bumbum, fiquei de bruços ela começou espalhando o creme por toda a minhas costas e bumbum, e começou a massagear, que mão deliciosa que tem a minha tia, começou pelo meu pescoço e foi descendo até o bumbum, passou creme no meu reguinho, as vezes eu sentia seus dedos passarem no meu cuzinho que a essa altura tava piscando de tesão, desceu pelas minhas pernas e foi até os meus pés, que deliciaaaaa, aí ela pediu pra eu me virar de barriga pra cima que ela ia fazer na parte da frente do meu corpo, me virei; ela espalhou creme nos meus seios e na minha barriga e começou a espalhar passava suavemente suas mãos pelos meus seios, caprichando em volta dos biquinhos, que pareciam que iam estourar de tão duros que estavam, eu olhava no jeitinho dela, ela também estava excitada, pois sempre passava a língua nos lábios, e eu observava todos os seu movimentos, ela estava demorando mais que o normal, aí ela foi descendo pela minha barriguinha, passou pelas minhas virilhas, pelas minhas cochas foi descendo até os meus pés, massageou meus pés novamente, eu viajei meus pensamentos flutuaram, eu sentia meu corpo todinho nas nuvens, aí ela colocou mais creme nas mãos e voltou a massagear minhas virilhas, meu montinho de Venus, sá não tocava dentro da minha buceta, mais massageou a parte de cima dos lados, aí eu criei coragem de falar alguma coisa pois até aí eu estava calada, sá curtindo a massagem da titia, eu disse pra ela se era normal a gente ter um grelinho tão grande como o meu, pois ele ficava pra fora da buceta quando tava durinho, Ela deu um sorriso e me disse: principalmente quando ficamos excitadas né, em você é genético pois a sua mãe também tem o grelo grande, e o meu também, quando eu faço depilação na sua mãe ela fica igualzinho a você, e quando a sua mãe faz em mim também fico com o grelo pra fora, ela terminou de fazer a massagem, me disse ta prontinho, você ta lisinha igual a bundinha de anjo, e deu um sorriso malicioso. Ela guardou todo o material usado, eu sentei na cama de frente pra ela criei coragem e disse: Titia você já me viu peladinha, viu como é minha xaninha, disse que ela é parecida com a da minha mãe e a sua, posso pedir pra eu ver a sua xana também, to curiosa; ela me disse;- ta bem, deitou na cama ficou como os pés no chão, ergueu o bumbum e tirou a calcinha, abriu um pouco as pernas e me disse:- sou toda sua pode olhar a vontade, matar a sua curiosidade, pode ver que também tenho o grelo bem saliente, eu não tava acreditando que ali na minha frente tava minha tia com a buceta a minha disposição, eu olhei mais faltava coragem pra toca-la, coloquei minhas mãos nas sua cochas e fui devagarzinho chegando perto da buceta, vi que minha tia não me impediu em nada; ela tava toda depilada, sá com um triângulo de pelos aparadinhos bem em cima do púbis, no resto tava toda depilada, com os lábios brilhando pois ela também tava molhadinha, fui sendo mais ousada, fui com minhas mãos me aproximando da buceta, fui com muito cuidado abrindo os grandes lábios e tendo aquela visão, aquele grelo duro, parecia um pintinho pequeno, ela suspirava fundo mais tava deixando eu tocar nela, passei um dedo no seu grelo, ela tremeu todinha mais não disse uma palavra, comecei a bolinar passei meus dedos por dentro dos grandes e pequenos lábios, estavam muito molhado, tinha um líquido pegajoso, levei meus dedos na minha boca pra sentir o gostinho da sua buceta, do seu tesão, adorei o gostinho do seu melzinho, do cheiro do seu tesão, olhei pro seu rosto, ela estava de olhos fechados lambendo os lábios, sinal que estava gostando, criei coragem, dei um beijo no púbis fui beijando sua barriga, desci lambendo sua barriga, ela tremia todinha, beijei suas virilhas suas cochas, fui passando a língua em seu corpo, beijei sua buceta, ela estremeceu e gemeu de tesão,beijei seu grelo, parecia que tinha levado um choque pela estremecida que ela deu, mais ficou caladinha; comecei a chupar sua buceta, primeiro meio sem jeito, depois fui pegando prática, lambi os grandes lábios o pequenos lábios, meti minha língua dentro da sua buceta, ela começou a gemer, tava gostando, fui chupando sua buceta, sorvendo o líquido que a essa altura já escorria da sua buceta, que gostinho delicioso, meio acre doce, aí acelerei os movimentos com a minha língua ela começou a falar coisas indescritíveis, não dava pra entender nada, gemia, se contorcia toda, desci com minha língua em direção ao seu buraquinho, ela se ajeitou pra eu poder ter acesso melhor pro seu cuzinho, beijei de língua o seu cu, ela gemia, chupei seu cuzinho, ela ficou loca de tesão, com as mãos segurou minha cabeça de encontro a seu sexo, pediu pra eu chupar com mais força, gemeuuu, e gozou, senti que aumentou o líquido que saia da sua buceta, mais eu sorvi todo o seu gozo, não perdi nem uma gotinha, aí ela suspirou fundo me puxou pra cima e me fez deitar ao seu lado, descansamos uma abraçadinha a outra, nossas vidas desse momento pra frente já não seria a mesma, tinha mudado pra muito melhor.rn Ficamos abraçadas até que ela se recuperou da gozada, aí ela me disse que :- você me surpreende sempre, mais agora eu quero fazer você gozar também, vamos fazer um 69 você me chupa e eu te chupo, uma gozando na boca da outra, ela deitou de barriga pra cima e eu fiquei sobre ela, com a minha buceta encostada na sua boca, e eu fui chupando a sua buceta, mamando no seu grelo, parecia um pintinho pequeno, e ela também me chupava, mamava no meu grelinho duro, metia língua dentro da minha buceta, depois beijava meu cuzinho, que tava piscando de tanto tesão, metia a língua no buraquinha, eu gemia na sua língua, ficamos assim nos chupando por uns 20 minutos, até que eu não mais aguentei e dei uma gozada monumental na sua boca e ela gozou na minha, ficamos exaustas, cansadas, mais felizes, dormimos abraçadinhas, sá acordamos de manhã na hora de levantarmos, ainda tinha o gosto do gozo da titia na boca, nos beijamos na boca, e eu fui pro banheiro tomar banho, tomar o café da manhã e ir pro colégio, terminada a aula voltamos pra casa, eu o mano e priminho, íamos ficar a tarde toda em casa sozinhos, eu não iria pro salão de beleza neste dia.rn Chegando em casa almoçamos, tirei a roupa do colégio, coloquei um shorts e uma camiseta, os meninos ficaram sá de bermuda, mais isso eu vou relatar no práximo conto, beijosss a todos vocês.....rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos estuprada por um cavaloContos Estuprada por um machoprovoquei meu pai e levei no cuzinho contoele pega ela nos ombros pra chupar sua bucetacontos comendo a bucetinha da titiaTenho uma tara incrível em ver mulheres lutando e foi com muito custo que consegui convencer minha então noiva a se atracar com mulheres semi nua, e em algumas lutas completamente nua, para o meu prazer. às vezes fico com peso na consciência pois ocontos eroticos seios com leiteContos maes gravidas dando cucoroa dona de banca em teresina dando bucetacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto herotico o diretor da escola tava comendo minha filha e a maicontos carona q virei cornodedada esposa corninho rindo otário contocontos eróticos pai dotadocontos eroticos transei com a baba virgemcontos eroticos peguei minha cunhada dormindometia na minha mae, contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos estourando a bucetinha minusculameu tio me arronboucontos. minha irma casada é minha puta escravacontos o cheiro da rola do papaiconto gay cdzinha puta dos homensContos Caralho grande na esposafotos de fodas de buceta gostosa do precinpio ao fim todas as coloca?.contos eroticos eu ea minha mulher gostamos de rolascomprei a Cristina da mãe bêbada contos eróticoscontos de relatado por mulher de corno e viadoamigas pegao mendigo na rua da banho e depois/punheta/eleconto meu pai sai e eu como a minha maefiquei de 4 e ele montou socando xingandoconto titio me fudendocontos eroticos sou casada mas adoro pica de cavaloscontos porno casada abusada no assalto no acampamentocontos empurrando no rabo tia martanovos relatos eróticos com fotos de corno minha esposa andando na rua toda gozadaconto eroticotravesti comdno coroas casadascontos de mototaxista e gayConto erotico acordei com um estranho me comendoconto com a cunhadavideo safadecagozou dentro da xota ada cunhada sem querercomo fuder com banana verdecontos eróticos infâncianovinhaquinzeanoscontos coroas terceira idadecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos esposa na de bronzearconto madrasta tranformo enteado en travestiLóira safada narra conto metendo na coberturadei para o papai contoscontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãoa minha cunhada casada e saia justa contos com fotos[email protected]gostosinha bonitinha bundinha nova doze anos dando contos eroticoscontos eroticos com tia cabeluda nua em casade da semana santacontos erotucos escritos lesbicos transei com uma nerdcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoshomen dotado arronba cu rapaz de programaContos eroticos... Cunhada usando um vestidinho curtocontos fui faser a obra du meu tio arobei sua mulhercontos erotico papai busca na escolacontos eroticos perdi meu cabaçocontos eroticos bv e virgindadecontos eróticos minha vagabundaassistir filme pornô mãe então você tá grande meladaolhei aquele pauzao do cara meu marido nao percebeucontos erótico me rasgaram mo acampamentocontos gay proctologistacontos eroticos de padrinhos com virgensMeu Primo Me Decabaçou Sou Gayrelatos arrombei a amiga da minha irmarelatos reais eróticos - saciada em casamulher casada crente relata que da o cu para outro/contos recentescontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente