Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MADRUGADA DO PRAZER COM O PAI DO MEU NAMORADO

Meu nome é Amanda, tenho 19 anos. este é o segundo conto que escrevo. Sou branca, cabelos lisos e longos, castanhos bem clarinhos com mechas loiras, tenho 1,65, corpo bem definido e todo durinho, peitos um pouco grande e uma bunda bem gostosa. O que irei relatar realmente aconteceu, ou melhor, acontece rsrs.rn Tenho um namorado e estamos juntos a quase dois anos, o amo muito, muito mesmo, ele me trata bem, é bonito, super carinhoso mas sá tem um defeito : ele não consegue me satisfazer totalmente na cama. Fui levando esse problema até um mês de namoro, mas, como sou muito fogosa, depois eu não consegui aguentar e desde lá o traio com outros garotos sá para satisfazer meus desejos. Eu não sei se ele sabe das minhas escapadas, mas se sabe ele finge q não.rn Certo dia eu estava na casa do Felipe (meu namorado) e tinhamos acabado de transar, ele dormiu e eu botei uma blusa dele (pois estava nua) e desci até a cozinha para beber uma água e comer alguna coisa. Como ja estava de madrugada eu desci sá com o blusão, despreocupada, mas quando cheguei na cozinha o pai dele estava lá fazendo um sanduiche, o cumprimentei e fui beber minha agua e preparar meu sanduiche.rn Enquanto estavamos fazendo nosso lanche ele ia me contando que a mulher dele estava viajando a negácios e que ele estava se sentindo muito sozinho, estava carente. Nisso cheguei perto dele e dei um abraço nele e disse q ia passar, nisso, quando me afastei dele percebi que ele me olhou dos pés a cabeça, nisso comecei a vê-lo com outros olhos, percebi o quanto aquele coroa de 40 e poucos anos era gostoso: ele tinha um cabelo meio grisalho, liso, era bem alto, um corpo bem conservado, branco, com a barba bem feitinha, e um volume na calça que sá de ver me deixou bem molhada.rn Como meu namorado não tinha me comido direito de novo, resolvi me deixar dominar pelo tesão e comecei a provocar o Flávio (pai do meu namorado). Fui pegar a sanduicheira no armário de baixo e me abaixei de forma que desse p ele ver toda a minha bunda e ver que eu estava sem calcinha. Enquanto estavamos comendo nosso lanche eu ficava me insinuando p ele e ele não demonstrava nada. Quando terminamos o convidei p ver um filme e ele aceitou pois estava sem sono.rn Sentamos na sala e liguei a tv, não tinha nada legal passando e como nesse horario (de madrugada) sá passa filme erático eu deixei para vermos e ele se excitar. Passados uns 5 minutos ele disse que o filme não prestava e que ele iria pegar um otimo filme pornô. Ele voltou, colocou e ficamos vendo, o filme realmente era muito bom e muito excitante, logo ele ficou de pau duro, e disse que ele tava assim pq ele não transava à 1 mês e que o sexo com sua mulher tava esfriando, nisso tbm contei p ele que o filho dele não me come direito e que sempre depois que transamos eu continuo excitada.rn Nisso continuamos vendo o filme e o pau dele estava quase saindo da cueca ( ele estava apenas com uma samba canção) e percebi o quanto aquela pica era enorme e ele já estava passando a mão por cima da cueca, nisso eu fiquei mais excitada e tava tão molhada que minha coxa tava começando a ficar melada, ai comecei a passar a mão na minha buceta por cima do blusão.rn Ele me viu fazendo isso e perguntou se eu tava excitada, eu disse ?to um pouco, quer sentir??, sem pensar ele levantou um pouco minha blusa e meteu a mão na minha buceta, a mão dele ficou toda melada ai ele foi rápido e meteu logo dois dedos em mim e começou a me masturbar, assim dei meu primeiro gozo.rn Nisso ele tirou o dedo e eu disse que era melhor ele parar pq o filho dele podia acordar e que não era certo ele fazer essas coisas com a namorada do filho, ele disse que não tava fazendo nada de mais, sá ia dar uma ajuda pro filho dele e acabar o que ele não tinha conseguido acabar. Nessa hora eu fiquei receosa e me afastei do lado dele no sofá, ele percebeu que eu tava me afastando e disse "vem ca sua putinha, vc fica provocando e agora quer dar pra trás é?, ta com medo de um macho de verdade?", nisso ele me puxou p perto dele, tirou a cueca, me segurou pela nuca e forçou minha cabeça para cima de seu pau, eu fingia que não tava gostando, que tava fazendo isso forçada, mas na verdade tava amando, era como se eu estivesse sendo estuprada por ele, e isso deixava minha buceta pegando fogo.rn Lambi aquele cacete que nem um pirulito, lambia, chupava, babava nele todinho, chupava aquela cabeça que nem uma puta, metia aquelas bolas todinhas na minha boca, fiquei chupando ele por uns oito minutos enquanto ele metia o dedo no meu cuzinho e na minha bucetinha e eu gozava de novo. Ai ele levantou minha cabeça tirou meu blusão e começou a chupar meus peitos e bater na minha bunda e disse "desde que meu filho começou a te trazer pra casa eu senti um tesão tão grande por ti que cheguei a bater varias no banheiro p vc, tão gostosa e tão putinha, assim que eu gosto", foi ai que enlouqueci mais ainda por aquele coroa, eu queria ele todo pra mim.rn Ele me pegou com força e me jogou no sofá, veio por cima de mim e começou a chupar o meu grelinho que tava duro de tanto tesão, ele chupava, chupava, chupava, ficou lambendo ate eu gozar, com meu gozo na boca dele ele veio e me deu um beijão de língua que fiquei sem ar, nessa mesma hora, sem eu perceber, ele enfiou com tudo o cacetão dele na minha bucetinha, como ela tava bem lubrificada por causa dos meus gozos e da chupada que ele havia me dado ele entrou fácil, sem nenhum esforço. Ele enfiava com vontade, sem pena da minha buceta, nessa hora eu não conseguia mais controlar meus gemidos e tava gemendo que nem gata no cio;rn Ai ele saiu de cima de mim, se sentou no sofá e sá pra me judiar ele disse "se continuares gemendo assim vou parar, o corninho pode acordar e ver a santinha dele virando putinha". Nessa hora eu não pensava mais, o meu desejo tinha total controle do meu corpo, sentei em cima dele e comecei a cavalgar naquele pau e disse "não quero saber de nada, cala a boca e me fode caralho, me mostra como é ser puta". Ele me pegou pela cintura e fazia um movimento de cima pra baixo bem mais forte, estávamos em um ritmo frenético, minha bunda batia com força na coxa dele, nosso suor se misturava, meu gozo se espalhava pela sua coxa, meu peito batia no peito dele, eu não conseguia parar de gemer tamanha era minha excitação e ele também não, ai ele me tirou de cima dele, me deixou apoiada no sofá, de quatro, e meteu na minha buceta com tudo, voltamos a meter beeem rápido nisso ele começou a dar umas estocadas bem fortes, perguntei se ele ia gozar e ele disse que não, disse pra ele que não era pra ele gozar dentro de mim pois ele estava sem camisinha, mal tinha terminado de falar e ele goza dentro da minha buceta, tentei sair mas ele me segurava com tanta força que não consegui evitar, aquele leite quente inundou a minha buceta, me invadiu completamente, gozei junto com ele.rn Ele tirou o pau dele de dentro de mim, eu ja estava satisfeita, duas fodas no mesmo dia ja tava bom, mas quando vi o pau dele ainda tava duro, ele disse "ainda não acabou vagabunda, vem aqui que vou comer teu cuzinho agora?, sá dele falar isso fiquei excitada de novo, amo dar o cu. Sem pestanejar fiquei de quatro e empinei o máximo possível minha bundinha, ele veio por trás de mim, meteu a mão na minha buceta, pegou todo meu gozo e passou no meu cu, ai ele começou a enfiar devagarinho, primeiro meteu sá a cabeça do pau dele, ai eu disse ?ta com medo do meu cu é? Fode logo seu safado, mete que eu aguento?, depois de ter dito isso ele não quis saber de mais nada, enfiou com tudo no meu cu, como o pau dele tava bem lubrificado entrou sem nenhum esforço.rn Ele começou a socar com bastante força, como eu amo dar o cu comecei a gemer que nem uma gata no cio, quase gritando de tanto prazer e ele também gemia junto comigo. O som das bolas dele batendo na minha bunda eram perfeitos, nessa hora não aguentei e gozei duas vezes seguidas, nisso ele começou a dar aquelas estocadas bem fortes avisando que ia gozar, ai ele tirou o pau do meu cu, me puxou pelo cabelo, meteu o cacete dele na minha boca e disse ?agora vc vai ter que tomar todo o meu leitinho e não quero que caia nenhuma gota, se cair vc vai levar surra de pica e ainda vou te levar p uma reuniãozinha com meus amigos que estão que nem eu, loucos por uma putinha que nem vc e vc vai ter que aguentar as picas de td mundo?.rn Nisso ele começou a fuder a minha boca. Me segurando pelo cabelo ele fazia os movimentos de vai e vem e batia na minha cara, ele enfiava todo o pau dele na minha boca e ia ate a minha garganta, começou a me dar vontade de vomitar mas ele nem quis saber e continuou fudendo minha boca. Ai ele começou a dar as estocadas na minha boca, deu a primeira, a segunda, na terceira ele soltou o jato de porra quente na minha garganta, enquanto ele gozava eu chupava com vontade aquela rola e engolia todo o leite mas ele gozou tanto que escorreu um bouco pela minha boca, quando ele terminou eu lambi tudo o que tinha escorrido.rn Ai ele virou pra mim e disse ?até que deu pro gasto, vc é boazinha, já to satisfeito, volta pro quarto do meu filho pra ele não desconfiar de nada, quero continuar te fudendo toda semana e não reclama, boa noite vadia?, ele subiu pro quarto dele e fechou a porta. Peguei meu blusão e voltei pro quarto do meu namorado, chegando lá me joguei na cama e dormi do jeito que eu tava, pelada e com a buceta cheia de porra.rn No outro dia acordei com meu namorado passando lubrificante no pau dele e fudendo minha buceta, mal ele sabia que eu já tava toda lubrificada pelo pai dele.rn rnEspero que tenham gostado.rnBeijos de lingua.rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Çonto erotico coroa da bunda grandelésbicas casadas liberadas conto eróticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto meu pai sai e eu como a minha maeContos comi egua sitioursao tio roludo conto gaycantos eroticos meu filho bêbado eu a proveiteicontos eróticos fui visitar a esposa do meu tio Ela tá de babydollConto de viciados em travestiscontos erroticos de incertos filha amante do sexo na irman dopada contosContos eroticos dei pros mendingosclassificados evangélica procurando cornoa coroa bunduda negra é feriado pelo pelo banco dentro do ônibusabusada com vibrador contoscontos selvagens arregacei o rabo da minha esposaeu, meu primo e a mulher delecontodoutor esporreando muito no travedtichantageada e humilhada pela empregada negraDeixando a novinha laceadaContos erotico cuzinho d m cunhadinha conto erotico bi com atendente de hotelcontos de Huum Pauzao papai ..ai mete vaicontoseroticos desde pequena adoro dar o cuzinhoContos eroticos de professora batendo punheta no proprio alunocontos eroticos minha filha de fio dental home pelado com nome ketlyncontos erotico fui pozar na casa da minha irma casada e comi seu cuzinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterelatos de novinhas que fuderam com o cunhadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos estuprosmulher contando putaria em manausdirigindo sem calcinha contoscontos meu padrasto so queria as pregasContos erotico amei a fantasia de meu marido mim fode com a pica dele e um penes de borachaanão transando com jamaiscontos eroticos tia casada e sobrinhoComi cu claraContos eroticos de travesti pauzao estuprado meninoscontos eróticos abusadacontos velha casada fudendoBusca por contos de esposa reais, que vai para balada e deixa o marido transtornado quando ela demora no banheiro e pega ela transando no estacionamentocontos comadres lesbicassentei no colo do meu primo e perdi a vingidade com elecontos-gays fui arrombado por um bombeiro no motelcontoseroticos irmoes e irmã no assaltocontos eroticos gay dei o cu quando era pequenocontos eróticos comi minha tiacoroas de bucetas grandes conto eróticossexo com a inpregada ea esposa prechanoesposa tomou um susto quando tirou a venda comtosdando na bicicleta ergométrica empinadinhacontos eróticos peguei minha mãe no flagranteConto ertico. Minha adrasta. BebiaEntregando minha esposa pro garoto contosconto lesbico tia iniciando a sobrinhana casa da cunhada casada contospegando hetero casado conto gaycontos erodicos toma no cu tomaele comeu o meu cu e gosol na minha boca contos de novinhastirei a zorba vesti uma calcinha fui bater uma punheta olhando minha bundaContos comi egua sitioRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrosContos eróticos seduçãocontos de inxesto como o meu marido não me notava então eu fiquei dando mole para o meu irmão para ver o que ia acontecermulher fazebdo conids dr shortinho e marido psu durocontos de insesto fatos.comreaisContos d uma menina estrupada por taxistaContos erótico Encojando minha Irmapeguei no pauzao do primo que durnia sou tarada contomulheres casadas com picudos/contos com fotoscontos eróticos eu minha irmã fizemos sexo com faxineiro do condomínio.contos gay sou submisso ao meu irmão mais velhoarrombando o c* de modeladasContos eroticls de quem é esaa bucetafilmes de televisao pornoscontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos arrombando a gordarelato erotico chupei a calcinha da minha tia