Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A CERTEZA DO DESTINO - A REVISTA

Mulher da alta sociedade, estava acostumado com o glamour da vida de Luxo, Meu nome é Emilia, tenho 43 anos, isso aconteceu a mais ou menos 1 ano e meio, estava com algumas colegas, quando uma delas, amiga recente, tinha acabado de vir dos Estados Unidos em Ohio, enquanto tomava chá em sua casa práximo a piscina, estávamos conversando sobre a viajem e novidades que encontrou por lá, ela retirou da sua bolsa uma revista para Gays, dizendo que comprou para ver alguns peladões, já que o marido não estava dando conta do produto que ela tinha, resolveu comprar essa revista para analisar melhor os jovens que se mostravam pelados, na capa havia um jovem negro, escondendo seu penis por apenas com uma tampa de panela, onde se encontrava uma frase que sempre nos deparávamos com essa mensagem nas redes sociais, ?Every pot has its lid?, juntei-me a ela para olhar a revista e ver o que havia de bom, começamos a olhas as páginas e realmente tinha cada jovem com um rola linda, mas o que me surpreendeu, foi o rapaz das ultimas páginas, ao olhar fiquei chocada, e impressionada ao mesmo tempo, tentei disfarçar ao máximo meus pensamentos, eu realmente não podia acreditar no que estava presenciando, era meu filho Robert, arrumei uma desculpa qualquer dizendo que precisava ir para casa, minha amiga deu risada e comentou ?vai pra casa se mastubar né sua danadinha safada?, olhei para ela com uma cara de espanto, e disse que não, mas meu olhar em sim me condenava.rnEnquanto tomava banho, não pode deixar de passar em minha mente aquelas imagens do meu filho com aquela pica maravilhosa e muito atrativa, começou a subir um tesão enorme, então comecei a me masturbar, enquanto passava as imagens dele na minha mente, mas me controlei, afinal era meu filho, não podia pensar essas besteiras dele, então mudei meus pensamentos para o negro caralhudo que estava nas primeiras páginas, e gozei gostoso no banheiro.rnNo dia seguinte, domingo, estava me dirigindo para os Estados Unidos, mas precisamente em Silicon Valley, onde meu filho trabalhava em uma empresa conceituada, ele morava sozinho, prontamente me dirigi para sua moradia, dei uma desculpa a minha filha e meu marido dizendo que precisava rever meu filhão e conversar com ele sobre como esta sua vida nos Estados Unidos, mas meu interesse era esbravejar sobre aquela palhaçada dele ter posado para uma revista gay, quando somos uma família de respeito na sociedade e bem conceituada no Brasil; chegando em sua casa ele não se encontrava, liguei para seu celular e comentei que estava em frente a sua casa lhe esperando, ele disse que deixava uma copia da chave em um dos vasos de flores que tinha ao lado da porta, encontrei e entrei, me impressionei com o ambiente, bem limpo, bem cuidado, nem parecia aquele garoto relaxado que tinhamos em casa, ao chegar abracei-o e procurei não ser grossa nem comentar sobre o ocorrido no Brasil, procurei analisar melhor e tentar entender o que se passava, conversamos bastante e passamos a conversa em dia, perguntei se ele tinha alguma namorada, e pra minha felicidade ele saia com uma amiga do trabalho, mas nada sério, isso foi um alivio para mim, pois cheguei a pensar que fosse gay também, mas como o local sá havia um quarto, ele disse que eu poderia dormir no quarto dele que ele se virava no sofa, ao irmos dormir, estava eu de camisola, quando ele entra pra pegar uma toalha para tomar banho, ele com aquele short de jogador de futebol, bem leve, antes de sair do quarto, olhou novamente para mim e disse, ?nossa mãe, a senhora esta linda, tem feito academia??, sorri pra ele por seu elogio e disse que fazia sim, 3x por semana, então comentei que ele também estava lindo, com seu corpo sarado e musculoso, depois disso se dirigiu para o banheiro, tomou seu banho e foi para sala dormir, antes de dormir fui a cozinha beber água, como era cozinha americana, pude ver ele deitado no sofa, e notei que estava usando cueca samba canção, enquanto tomava água, disse a ele que se quizesse poderia dormir na cama, ja que ela era de casal e tinha espaço de sobra, ele respondeu que não, sem problemas, pois como eu não iria ficar muito tempo por ali, ele poderia se acostumar, realmente meus planos era de ficar apenas uma semana, mas algumas coisas foram mudando meus planos, no dia seguinte terça-feira, levantei mais cedo que ele, e o mesmo se encontrava dormindo no sofa, o lençol que ele havia usado para dormir se encontrava no chão, ao olhar para ele, notei aquela pica armada, e percebi que não usava cuéca por baixo da samba canção, aquela barraca armada do meu filho, me trouxe uma sensação estranha, procurei me conter e voltar para o quarto para não acordar ele e deixá-lo constrangido, resolvi ficar na cama até que ele fosse me chamar, 19 minutos depois ele apareceu me chamando, dei bom dia e ele foi tomar outro banho, enquanto eu preparava o café, ao voltar do banho, pude notar os olhos dele arregalados, pois ja não usava o pijama, e sim a roupa de academia, na qual ele exclamou, Mãe!!! Uau, a senhora esta maravilhosa mesmo, meu rosto ficou corado no momento, agradeci o elogio e continuei a preparar o café, o dia seguiu normal, novamente a noite ele tomou seu banho como de costume, mas dessa vez notei algo estranho, ao ir beber água, pude notar que ele estava com uma mão fora da coberta e a outra dentro, ao perceber que havia ido a cozinha ele ficou meio que parado, mas pude notar um certo volume de sua outra mão, algo como quem estivesse se masturbando, resolvi não comentar nada a não ser dar-lhe boa noite, como o quarto ficava na parte de cima, subi as escadas fazendo todo o barulho possivel para ele saber que estava indo para o quarto, apás chegar no quarto e fazer o barulho de quem fechava a porta do quarto para dormir, tornei a abrí-la novamente, sem fazer estardalhaço, fui praticamente na ponta do pé até parte da escada onde desse para eu ver ele deitado no sofa, fiquei surpresa, meu filho Robert estava batendo punhera por debaixo do lençol, continuei em silencio até perceber que ele havia gozado, pois fechou os olhos e serrou os dentes como quem em um momento de prazer, durante os tres primeiros dias pude assistir de camarote essas cenas dele, foi quando no quarto dia, ao olhar novamente, para minha surpresa ele estava sem o lençol, apenas com sua samba canção e aquela pica linda e brilhante, sendo acariciada por seus dedos, novamente os dias seguiram da mesma forma ele simplesmente se maravilhando na punheta enquanto eu observava tudo da escada, no primeiro final de semana, ele estava de folga, e começou a fazer outros elogios, pedindo para eu tomar banho de sol na piscina com ele, dizendo que queria fazer inveja ao pessoal com a mãe linda e espetacular que ele tinha, neguei na primeira vez, mas na segunda vez que ele insistiu eu aceitei e fui com ele, pude notar relativamente os olhares dos outros homens, afima eu era a única brasileira naquele dia naquela piscina, com um corpo de dar inveja a muitas novinhas e aquela americanas branquelas e secas, ele sempre me elogiando e se maravilhando com meu corpinho, e o dia foi átimo com ele, brincamos e aproveitamos bem, ao chegarmos em casa, ele foi tomar seu banho, eu disse que iria preparar algo para comermos, o pensamento que tinha de brigar com ele sobre aquela revista havia se dissipado ao longo da semana, queria apenas aproveitar os momentos com meu filhão ao máximo, e estava adorando os elogios dele, foi quando subi até o quarto e ia pegar minhas roupas para tomar banho, pensando que a porta do banheiro estava fechada, ao passar por ela, notei que estava meio aberta, não pude deixar de apreciar, meu filho maravilhoso, se punhetando novamente, mas algo aconteceu que me deixou constrangida e com vergonha no momento, havia um ventilador práximo e fiz a idiotice de derrubá-lo, nisso ele bateu na porta e abriu, fiquei ali com cara de tacho olhando para meu filho no banheiro, com a mão naquela pica se masturbando, ele percebeu que eu olhava insistentemente para sua pica linda, quando me dei conta, ja era tarde demais para esconder algo, mas procurei pedir desculpas e fechar a porta, ele olhando para mim, sem problemas mãe, relaxa blz, ele agiu como algo natural, mas ao fechar a porta, pude ouvir seus gemidos ainda mais ofegantes e intensos, aquilo me deixou com a cabeça a mil, logo depois que saiu do banheiro, entrei no mesmo sem olhar para ele, morta de vergonha, mas ao me banhar, comecei a lavar minha buceta e pensamentos insanos vieram a minha mente, não deu para me conter e me masturbei pensando naquela pica que havia acabado de ver sendo dedilhada por meu filho, pude notar uma sombra por debaixo da porta, não queria imaginar, mas era certo que meu filho me espiava pela fechadura, me senti desejada naquele momento, e isso aumentou ainda mais meu tesão, me masturbei como nunca havia feito, apás sair do banheiro, procurei agir normalmente, embora em alguns momentos ficasse difícil olhar para meu filho, depois disse a ele que iria ficar o mês todo, minha mente pedia para ir embora, mas meu corpo desejava ficar ali, parecia que algo estava para acontecer em um futuro práximo, meu filho ficou feliz por saber que iria passar mais tempo com ele, meu marido não gostou, disse que estava com saudade, mas sabia eu mesma que saudade era sá por conta de cuidar da casa, da minha filha, e das empregadas, os dias seguinte foram mais intensos e difíceis de segurar.rnrnContinua...rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Eu já não era mas virgem quando meu pai me comeucontos minha irmã deixacontos de adolecentes escultando.adultos tranzacontos esposa evangélica e cunhadacontos de meninos putinhoscomtos exitantesru cdzinhafudeno a amanda e nanda duas gostosinha mobileconto estagiaria virgemContos eróticos teens boys jogando video game com o amiguinhotitio me estuprou. tinha 7 aninhos incesto. analcontos meu irmão e eu betinha vendo carla dando a buceta ora o seu filho de 18Ve foto de bucta d esposa galadinhasentei no colo do meu primo e perdi a vingidade com eleconto eroticos.chupcontos erotico de fantasia de esposaconto transformado travesticoletania foto engatada caocontos eroticos crossdresseres na escolacontos eroticos corno oferecendo namoradacontos eroticos arrombando a gordacontos de incesto de maes treprando com filhoscontos eróticos assediada por minha amigaContos eroticos de mesticasconto trepou cornoestupro de casada porno relatominha mulher contou que ficou com a buceta arrombada em floripacomofuder uma egua nunca falei eu falei contos eróticosem casa sou a puta da familia contossou incestuosa desde novinhacontos vizinha novinha mas ja bem.desenvolvidacontos pornos pesados de arrombamento anal de novinhos a forcacontos eróticos comendo irmãconto erotico incesto baba pervertidasA Família sacanagem na praiacontos eroticos com transa namorada do meu enteado com minha.esposa e eu contoboquete no filho contosconto erotico, esposa, buceta alargadaporn contos eroticos casada escravizadacontos eroticosmeu irmao gêmeo contos eroticos arrombando a gordacontos eróticos dormindo com a porta abertaler contos erótico prima com primo gordinha gostosaContos eroticos de mae e filhosporno conto visinha santinhacomendo a tia de pois de beber um vinhoconto de sexo casada com estaladorConto erótico Sado(trasformei meu marido em escravo)Giovana transando de joelhosContos mulher coloca silicone no peito e marido vira cornoconto.erotico.tia.sogra.cunhadacontos eróticos um casal transando na sala enquanto os pais tiram um cochiloRelatos eróticos novinhascontos eroticos eu e minha cunhada pintando o apartamentomae filho incesto contosporno comtos corno vendo cu da mulher depois que negao aromboucontos de coroa com novinhoContos eroticos Mamãe putacontos eroticos vozinhas sendo curradasconto erótico chupada do nada escondida mel sugar babarMeu irmão chupa minha maehistorias de transascom orgias inesqueciveisconto gay dando o cu com anosContos de estupro homens 100 quiloshistorias eroticas vovo come menima cuconto de transa com o amigo do meu paicontos duas pica no cuconto eroticos entre primostranso com meu cachorro todos os diascontos eroticos aquele pintinho