Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DESDE NOVINHO SOU A PUTINHA DA MOLECADA

DESDE NOVINHO SOU A PUTINHA DA MOLECADArnrnOi minha gente tesuda! Quem já sabe minha descrição pode pular para o segundo parágrafo, que é onde inicia-se o conto. Sou mineiro, BISSEXUAL não assumido, loiro, alto, branco, pau de 16cm, rosado, grosso e cabeçudo, de onde sai muita porra cremosa. Não tenho nada de super, sou um cara normal, tenho barriguinha saliente, já que estou fora de forma. Porém, compenso tudo na cama, onde faço o que o tesão mandar, sendo bem safadinho e sem pudores. Fico e deixo o parceiro ou parceira louco de tesão. Estou sempre pronto pra arrombar um cuzinho ou uma bucetinha, nos quais meto forte e fundo, mas também com muito carinho, fazendo a putinha ou putinho gemerem, gritarem e gozarem bem gostoso. Meu rabo branco é muito volumoso, bem desenhado e afeminado, já que não tenho pêlos na bunda, que é bastante firme e com certeza o macho vai encher a mão com minha bunda gostosa e gulosa. Terei muito prazer em rebolar na cara do safado que quiser chupar meu cuzinho que é pequeno e apertado, visto que tenho estreitamento do esfíncter e portanto, apesar de meu cu já ter sido invadido, ele continua apertadinho, portanto o trate com carinho. Gosto de ser fodido bem de leve, com carinho, quero sentir a pica entrar e sair bem gostoso do meu cu. Quero sentir os pentelhos do macho roçarem meu rabo branco, sentir a barriga do safado bater contra meu bundão branco. Se me foder assim, vou gritar e gemer feito uma puta, como uma cadelinha no cio, como uma verdadeira vadiazinha, já que vou ser sua puta na cama.Meu cuzinho é muito guloso e anseia por recepcionar línguas ávidas, dedinhos exploradores e pirocas bem limpas, cheirosas, gostosas, com bastante leitinho pra jorrar no fundo do meu cu ou na minha garganta, já que tenho cede de leite-de-pau, o qual recebo entre meus lábios e engulo tudo, deixando o pau limpinho. Minha boca é bem desenhada, tenho lábios carnudos, volumosos e rosados, prontos para engolir cacete e chupar bucetinhas e cuzinhos. Mamo feito um bezerrinho, chupo os ovos, enfio o cacete todo na boca, até engasgar com a cabeça do pau batendo em minha garganta, amo fazer garganta profunda. Deixo o pau todo melado, pronto pra me fazer de fêmea, pronto pra entrar e sair do meu cuzinho, deixando-o arrombado, terei prazer em ser sua puta, sua cachorra vadia. A mesma boca que chupa pica chupa e lambe buceta. Enfio minha língua toda dentro de uma bucetinha, chupo o clitáris com força, até a vadia safada gozar na minha boca. Sorvo todo o gozo da putinha e deixo a xaninha pronta pra receber meu caralho. Também amo lamber cuzinhos e sentir o puto ou puta rebolando em minha cara, se contorcendo de tesão. Gosto de machos que gozam bastante, pois gosto de ficar meladinho de porra, senti-la escorrer por meu rosto. Gosto de sentir a porra encher minha boca e quando gozam no meu cu, gosto de senti-la escorrer pra fora, descendo por minhas pernas. Quero conhecer machos safados que queiram me foder bem gostoso e que me dêem seu leitinho quente em abundância. Quero conhecer fêmeas trepadeiras safadas que amem dar a bucetinha, na qual quero meter muito gostoso até a vadia gozar no meu pau e em minha boca. Quero conhecer casais safados pra foder a esposa ou a esposa e o marido e chupar a buceta da safada apás o maridão ter gozado nela. Quero chupar a bucetinha da esposa enquanto o marido fode meu cu. São várias fantasias a realizar e espero a cooperação dos safados e safadas de plantão. Quem se interessou é sá me adicionar no MSN ou mandar e-mail para [email protected] que terei o maior prazer em responder às mensagens e iniciar contato para, quem sabe, começar uma amizade bem gostosa. Meu pau está de pé e meu cu aberto a proposta de casais, machos e fêmeas safadas para amizade, curtição e prazer, sempre com sigilo, discrição, educação e muita putaria. Beijos do seu putinho - [email protected] relatar fatos que ocorreram quando tinha 19 ou 19 anos, não me lembro bem. Sá sei que desde cedo minha bunda chama a atenção da molecada. Sou branco e alto e tenho uma bunda volumosa, branca e empinada, bem durinha e sem pêlos, ela é lisinha e realmente chama a atenção por ser bem afeminada, redondinha, apesar de eu não ter trejeitos de gay a molecada sempre abusou de me apalpar e encoxar. Me lembro que apás terminar a 8ª série tive que me mudar de escola pra fazer o 2ª grau, ensino médio hoje. Nessa mudança de escola acabei ficando na sala onde tinha um pessoal mais velho. Eu sempre fui tímido e mesmo apás o primeiro semestre de aulas não tinha me enturmado com todos na sala. Eles aproveitavam minha timidez pra ficarem me zoando, inclusive as meninas que eram mais velhas e bem safadas, ficavam se esfregando nos garotos e me enchendo o saco, me fazendo ficar com vergonha. As aulas de educação física eram realizadas em um local separado da escola onde tinha uma quadra cercada por um matagal. Nesse dia o professor de educação física não pôde ir e então a direção da escola permitiu que ficássemos na quadra jogando futebol. Eu na verdade queria ir embora, contudo estava faltando uma pessoa pra completar dois times e o pessoal insistiu pra eu jogar. Durante o jogo eu sentia que vez ou outra o pessoal vinha se esfregar em minha bunda, fingindo me marcar. Sentia vários paus duros roçando minha bunda e meu pau ficou duro também. O tempo foi passando e as esfregadas em minha bunda ficavam cada vez mais descaradas. Notei que os mais descarados eram o Jael, o Max e o Nando. Foi ficando tarde e o pessoal foi embora, ficando apenas o três e eu, brincando agora de golzinho, onde íamos revezando as duplas e percebi que eles faziam isso justamente pra todos me encocharem. Quando escureceu eu disse que precisava ir. Então eles resolveram que jogaríamos a última partida, o que aceitei. Estranhei quando o Jael disse que fecharia o portão porque era perigoso ele ficar aberto, e foi isso que ele fez. Começamos a jogar e já no primeiro lance o Jael veio me marcar por trás, encostou seu corpo no meu e ficou esfregando aquela pica dura no meu rabo. Eu olhei rpa trás, esbocei um sorriso e esfreguei minha bunda nele que me agarrou pela cintura, jogou seu tronco pra frente me fazendo inclinar e colar ainda mais meu rabo nele que ficou se mexendo todo. Seu pau estava muito duro. Ele arfava e gemia. Nisso eu olho para o Max e o nando e os vejo alisarem os paus que já estavam de fora da bermuda. Eu já não era masi virgem do cuzinho, já havia dado antes e estava louco pra aquelas picas encherem meu rabo, arregaçando meu reto. Fiz um sinal pra ambos chamando-os com o dedo. Assim que eles chegaram eu continuei inclinado, com o rabo empinado, baixei meu short e falei pro Jael, "vai mete no meu cu, mete essa pica no meu cuzinho", ele arregalou os olhos vendo minha enorme bunda branca, sorriu e disse que minha bunda era uma delícia, deu um tapa forte nela que arrancou um gritinho bem afeminado de mim, colocou o pau pra fora e eu coloquei a mão pra trás e o segurei, olhei e vi um pau branco da cabeça rosada, cheio de veias, colocqueio na boca e o chupei um pouco arrancando gemidos do Jael, cuspi nele e voltei a me inclinar, ele o encostou na entrada do meu rabo, deu uma cuspida no meu cu e foi empurrando o pau pra dentro. Eu fechei os olhos pois, apesar da cuspida, doía meu cu porque cuspe seca rápido, o pau entrava a seco. Assim que senti sua barriga encostar em minha bunda eu abri os olhos e segurei as rolas do Max e do Nando, ia punhetando-os devagar, na mesma velocidade que o Jael ia pouco a pouco fodendo meu cu. Em instantes eu já gemia gostoso e o Jael segurou minha cintura e me fodia, agora já aumentando o ritmo das metidas ele arfava e gemia também. Eu já estava chupando o pau do Nando e do Max, que também eram paus brancos da cabeça rosada, chupava um, depois o outro, ora os dois ao mesmo tempo metendo tudo na boca. Ao lada da quadra tem aquele beiral onde dá pra sentar e foi isso que o Jael fez, me levantou sem tirar o pau de dentro e fomos engatados até o beiral, onde ele sentou e eu fiquei sentando e levantando de seu cacete, cavalgando gostoso. Eu cavalgava, tinha o cu preenchido pela pica do Jael e chupava e punhetava os outros dois. Agora fiquei de frente pro Jael, engatado em seu colo e me pus a rebolar e piscar o cu em seu pau. Ele não aguentou e começou a jorrar dentro de mim, gozou fartamente inundando meu reto. Quando levantei do seu colo chegou a escorrer porra pela minha perna e a pingar no chão. Puxei o Nando e o coloquei sentado onde se encontrava o Jael, com o corpo inclinado, mantive as pernas eretas apenas empinando o rabo branco sem flexionar os joelhos, pois assim poderia mamar o Nando e ser enrabado pelo Max que assim que me viu nessa posição já veio encaixando o pau no meu cu que pingava a porra do Jael. Ele enterrou tudo e ficou me fodendo gostoso e eu mamando outra rola. O Max aumentou a velocidade, senti que ele ia gozar, quando seu pau começou a pulsar ele o tirou do meu cu e gozou fartamente. Foi um jato forte que atingiu meu rabo, minhas costas, minha nuca e meu cabelo. A porra escorria por minha bunda e minas costas e caía no chão. Ele bateu o pau na minha bunda pra limpar. O pau do Max estava todo babado, já que eu fazia garganta profunda nele que já estava prestes a gozar. Fiquei de quatro no chão, encostei o rosto no chão da quadra ficando sá com o rabo pra cima, o Max veio e praticamente montou em mim, enterrou a piroca fundo e forte e meteu, meteu, meteu, me fez gemer e gritar. Enquanto ele ia metendo eu me masturbava, gemia, piscava o cu e balançava o rabo naquela pica. Ele tirou o pau do meu cu de uma vez, se abaixou e puxou meus cabelos me fazendo levantar o rosto, encostou o pau na minha cara, eu abri a boca e coloquei a língua pra fora, fechei os olhos e senti a primeira golfada que foi direto em minha garganta, me fazendo engasgar e fechar a boca, os outros jatos acertaram meu olho, que estava fechado, meu nariz, minha testa, meu cabelo, meu rosto por completo. Depois de jorrar todo o seu leite eu chupei seu pau pra sentir o gosto do seu leite. Eu passava a mão na porra que estava em meu corpo e continuei me masturbando. Peguei toda a porra que pude e passei na entrada do meu cuzinho rosado, meti dois dedos dentro dele e me masturbava fazendo o fio terra. Gemi alto, quase gritei e gozei fartamente, piscando o cu com meus dois dedos dentro, cheguei a soluçar de tesão. O fato é que a partir desse dia, sempre que podíamos eu ia ao mato ao lado da quadra com eles, antes ou depois da aula, pra eles me comerem gostoso. O fato é que essa turma foi sá crescendo e todo dia alguém me comia, às vezes quatro ou cinco caras arrombavam meu rabo. Foi assim durante todo o ensino médio, quando experimentei várias picas, várias porras, até algumas meninas de minha sala iam lá ver os caras me comendo. Me tornei popular com os caras da minha sala, todos me tratavam com respeito, apesar de ser a puta deles, e gostavam de mim. Me formei e nunca mais tive contato com eles.rnrnEspero qeu tenham gostado e aguardo propostas de quem quiser foder gostoso,seja homem, mulher, casal, transexual. Quero é gozar. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu pai comeu meu cuzinho dedo do carrogorda lendo jornal e der repente e fuda por dois caras um na buceta peluda e outro no cucasada adora genro contosloirinha do cabelo cachiado se assustou com o tamanho da rola do cunhadocontos de atiivo x passivo fodendoconto erotico deixei o cu da velha japonesa arombadocontos eroticos de incesto de pai pasto e filhacontos eroticos a calcinha da patroawww.contos eroticos assaltantes arrombaram minha esposa.comcontos eroticos arrombando a gordaCunhada dormindo com a bundinha descobertaConto enteada na pescariacontoseroticos as 2 filhas daminha visinha vierao brincar com minha filhinha wuen brincou foi euhttp://okinawa-ufa.ru/conto_7625_tirei-o-cabaco-da-prima-dentro-da-cana.htmlhistorias pra gozar minha menina de 19 aninhos e delirarconto de mulher casada crente com filhoconto erotico era swing cornocontos eroticos meninos pintinhoContoseroticosdesolteirasconto nao queria mais dar mas o negaocomeucontos erotico gay quando mim focarao a bebe leite de varioscontos excitantes comendo minha amante no motel com a namorada dela do ladoso contos eroticos sadomasoquismo com maridos e esposasContos eróticos dei pra todos os homens da famíliaContos eroticos sogra e sogrovideo de mulher transando no atelier delacasada chantageada e submetida aos limites contos eroticosConto de puta esporrada por muitos machos no barcontos eroticos travestis fudendo frentistas do posto de gasolina gaysapanhando e gozando contosgozando no pau do velho contos eróticosver conto veridico minha baba abusado por minha babacontos de professor e alunadeitei com minha tia de sainhacontos eróticos meu filhotrasando com asogra derrepetecontos eroticos a namorada e sograContos eroticos fui comido por uma travesti dominadoracornos de caraguacomendo o cuzinho da coroa acabada de acordarconto erotico meu cunhado viajou maninha pediu pra eu ficar com elacomendo cunhada asm que minha mulher saicontos eroticos fui me ensinua para o papai e acabeicontos eroticos familiameu pai me ensinou a fodercontos eroticos segredos de familia parte 4louco pela minha prima contorelatos transei na chantagemcontos eróticos esposa acampou com amigasEu sou o irmão mais velho do meu irmao travesti ele mora sozinho na sua casa eu fui sozinho na casa do meu irmao travesti ele ja tava com silicone nos seus peitos ele tava com um bundao eu disse pra ele voce ta um lindo travesti eu e ele fomos pro seu quarto eu beijei sua boca eu chupei seu peito ele começou a chupar meu pau ele disse seu pau e gostoso de chupar ele ficou de quatro eu comecei a fuder seu cu conto eroticocontos eroticos de cu gostosovideos de mulheres passando margarina no corpo inteirocontos eróticos meu marido eu e meu alazãocache:JHUBKjzFag8J:okinawa-ufa.ru/conto-categoria_3_112_heterossexuais.html contos dei p meu irmaoconto real comi o cuzinho de aline bem novinhacontos eroticos meu sogro me comeu feito puta e chingada de vadiaContos heroticos de mulher que soltou um pum na hora que tranzavameu cu e meu genromanuela pedreiro contos eroticosConto de incesto de pai filha e tiotraficante contos eróticosconto de incesto ||minha irma casada contosContos eróticos cuidando do meu priminho e deixando ele tomar banho no quintal conto gaycontos eroticos de quata feira de cinzaContos eróticos pênis descomunaltrai meu marido e ele arrombou meu cudesejos de machos que adora safadeza com outros macho experiências vividasou porn contos mãe traindo com um negrocontos de amassos com colegas