Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

REALIZANDO O FETICHE DELE DE ME VESTIR DE COLEGIAL

Olá amigos leitores, pra quem não me conhece vou me me apresentar pode me chamar pelo apelido Jée tenho 21 anos,atualmente voltei a ficar morena cabelos castanhos lisos um pouco abaixo do ombro, branquinha, magra 60 quilos, 1,60 de altura seios médios cintura fina, quadril largo, coxas médias, boca pequena carnuda, olhos marcantes castanhos ... sempre faço sucesso onde passo e desperto olhares..rnEm um dos meus contos já falei que tenho meu amigo Danilo amigo de chat, mesmo virtual ele acabou vindo de Curitiba e tivemos momentos magnificos que ja conteii a vocês..rnEle namorava na epoca com uma menina sem sal, e matou comigo a fome que ele tinha de um sexo bem feito agente se acabou naquele dia, agora no feriado 7 de Setembro ele veio denovo a São Paulo e marcamos de nos ver, o Danilo tem 1,90 de altura magro, 28 anos, branquinho cabelos castanhos, olhos castanhos uma boca gostosa e um pau maravilhoso de 19 centimetros que me adoraa...rnEu fui me arrumar toda coloquei um vestidinho estampado colado e bem curto, coloquei um salto, uma trança no cabelo me maquiei, fui ao encontro dele arrumada que nem uma bonequinha e levei na bolsa minha roupinha de colegial, pois em uma de nossas brincadeiras na frente da can vesti e deixei ele loucoo de vontade de me fuder assim ...Encontrei com ele tava perfeito cheiroso, uma camiseta azuul, uma calça jeans, barba feita... Pirei sá em ver ele não resisto a um homem cheiroso e de barba feita... e aquele abraço dele já me deixa de pernas bambas...rnFomos num barsinho com musica ao vivo, rimos muito, bebemos, zuamos, curtimos a musica, nos beijamos loucamente as vezes não continhamos nossa pegadação e as vezes nos deparavamos com o barsinho todo nos olhando e isso nos excitava mais.. Cansamos de ficar ali e resolvemos ir logo pro hotel onde ele se hospedava antes que transa fosse ali mesmo no meio da rua...rnChegamos e nos jogamos no sofá e ja fomos nos agarrando beijando, se apertanto, se amassando um prazer sem descrição, eu estava nos braços dele sá beija-lo já me deixava excitada e cheia de vontade de transar a noite toda e fazer loucuras.. o Danilo ficou em pé me olhou e foi buscar mais uma cerveja pra gente que ja estavamos morrendo de calor naquela pegação, estavamos bebendo ai me deu uma vontade de arrancar a camiseta dele mandei ele deitar, derramei a cerveja na barriga e fui lambendo ele todo eu me me embebedava de desejo e eu vendo ele tendo mais tesão com aquele brincadeira, abri aquele ziper, arranquei a calça dele, o tênis, a cueca deixei ele totalmente nú na minha frente derramei o resto da minha cerveja e beijeii ele dos pés a cabeça, fui pra cima daquele pau gostoso que ja latejava de prazer por mim, chupei como uma criança que quer um pirulito, eu chupava com gosto, lambiia mordia, chupava mais, beijava as bolas dele ele puxava meus cabelos, me fazendo engolir pau dele todinho, e eu adorava..rnLevantei tirei meu vestido, minha calcinha, joguei o salto alto longe efiquei em pé nua na frente dele, ficamos nos encarando nos observando nús na frente um do outro, aquela cara de safado que ele fazia me deixava louca, ele se levantou e me abraçou, beijou meu pescoço e no meu ouvido me falou: - minha pequena, ti quero todiinha pra mim...Hoje tu é minha! Eu não me continha minha buceta já estava pulsando mas a brincadeira de verdade ainda não tinha começado, falei que ia ao banheiro e mandei ele deitar que eu ja voltava, peguei a bolsa me arrumei vesti minha sainha azul xadrez curtinha com abertura atrás deixando minha bunda toda a mostra, um fio dental branco com laciinho azul, a liga xadrex na coxa, uma blusinha transparente com o detalhe xadrez no bolso de amarrar na frente na altura dos seios, eo lacinho na cabeça, coloquei meu salto, retoquei a maquiagem me perfumei e fui parecia uma criança safada...rnEu ia apagando as luzes quando cheguei no quarto sá a luz do abajur do lado dele da cama estava ligado, ja cheguei e fiquei em pé na sua frente e perguntei: -Professor ta na hora de começar a aula desculpa o atraso, e ri olhando pra ele com cara de safada... Ele hipnotizado não acreditava que eu estava ali fazendo a sua fantasia realidade... dei mais uma volta pra que ele visse todo o material que ele ia tratar naquela noite!rnEle logo entrou na brincadeira e disse: - Por favor senhorita se sente porque a aula já vai começar! Eu obedeci e sentei na frente dele, ele levantou: -Primeira lição nada de salto alto, você é minha pequena e não vai usar isso aqui agora, ele abaixou e tirou meu salto e foi beijando meu pé e mordendo, foi subindo pelas minhas pernas, nas minhas coxas ele pegou mordeu minha coxa e eu gritei de tesão ele veio com a lingua subindo abriu minhas perninhas e viu aquela calcinha fio dental enterrada na minha bucetinha e no meu rabinho, ele lambeu meus labios, puxou a calcinha pro lado e veio me chupando socando a lingua dentro da minha bucetinha e bebendo meu suquinho, eu gemiia que nem uma vadia, eu me contorcia de prazer, ele me olhava nos olhos ele adorava ver a cara que eu fazia de prazer...rnEle se levantou me olhou de novo, eu me sentei me recompuz ele louco de tesão, me mandou ficar em pé de costas pra ele, ele veio por trás foi beijando minha nuca, e agarrando meus seios, e os apertou com força e encochou esfregando aquele pau na minha bunda, ele sussurou no meu ouvido: - Você ta louquinha querendo fuder, mas eu vou brincar bastante com minha aluninha! Ele pegou apertou minha cintura com força, mordeu bem gostosinho minha nuca, e meteu um tapão na minha bunda! Que delicia era ouvir ele mandando e delirava na voz dele.. Naquelas mãos deslizando por todo o meu corpo, me apertando me deixando muito excitada mas ele dava as ordens eu era sá a aluna dele e queria muito ir com essa aula até o final..rnEnfim ele falou: - se apoia na cama e arrebita essa bunda pra mim, teste surpresa... eu prontamente fiz me apoiei na cama arrebitei a bunda, ele veio por trás beijou minhas costas, minha bunda passou a língua na minha bucetinha e no meu rabinho, e eu toda ensopada de vontade... Ele tirou minha calcinha, e falou: - pronta pro teste?? Minha safada?? Eu toda safada respondi: - Claro professor pode mandar... Ele apontou aquele pau gostoso pra minha bucetinha e foi rossando ela deslizando pra cima e pra baixo contornando a miha entradinha toda lambusada, e quando colocou socou tudo de uma sá vez sem dá ele estacava com força, eu pirava gemia feito louca, ele colocava com mais força cada vez que eu gemia mais alto, e ele socava com mais força, batia na minha bunda, a pressão que ele fazia bombando na minha bucetinha, sem dá ele socava tudo, tirava e enfiava de uma sá vez, eu toda lambusada ja tava toda gozada e ele num parava ja estava há mais de 20 minutos socando sem dá.. eu delirava naquela situação!rnEle parou e falou:- Deita na cama, vai minha pequena que eu quero ti fuder mais! Eu deitei ele veio por cima ergueu minhas pernas, e encaixou meu quadril no seu colo e meteu aquele pau pra dentro de novo, ele me preencheu todinha chegava ao colo do meu utero e devagar ele foi socando, e aumentando, e com mais força, nessas horas eu ja nem gemia eu gritava de prazer!! Ele beijava minhas pernas e me fodia, que delicia ele me fudendo eu olhava nos olhos dele, ele estava mordendo os labios de prazer olhando o pau dele entrando e saindo de dentro de mim! Eu nem conseguia me copntrolar ja estava gozada denovo, eu mal me contia de prazer e me contorcia, com o prazer que ele me proporcionava! rnEle ja me virou de quatro montou em cima de mim e começou a pincelar seu pau na minha buceta e no meu cusinho, ele começou a forçar a entrada de trás, e eu que estava louca de prazer queria mesmo ser enrabada por ele, devagar com o pau todo lambusado do meu suquinho, foi invadinho meu cúsinho que se contraia de dor e prazer, nossa quando entrou tudo eu adorei fiquei louca de tesão, arrebitei bem a bunda, e falei : -Me fode toda, maltrata meu rabinho professor! Que eu quero nota 10! Ele riu e foi entrando e saindo devagar, que delicia minhas pernas tremiam de prazer.. Ele começou a colocar mais forte, e com mais pressão chega me erguia com a força que ele socava no meu rabo, ele enlouquecida gritava, chorava, puxei o lençol da cama e joguei no chão e ele bombava sem dá, meu rabinho sendo todo arrombado ele batia na minha bunda que já estava com os vergões dos tapas vermelhos marcados nas minhas nadegas e eu ja quase desmaiando, meu corpo todo tremia eu suava frio... Ele tirou o pau do meu rabo, veio pra minha frente e começou a socar na minha boca, seu pau descia na garganta e voltava, mas ele daquele jeito me fudendo sem dá me deixou com mais prazer comecei a chupar esse pau delicioso, eu mamava que nem uma cabrita eu queria aquele leite todinho pra mim, eu mamava com gosto, ele puxava meu cabelo e dizia: - Bebe todo o leitinho minha safada, que eu garanto sua nota dez!!rnEle começou a gemer eu vi que ele ia gozar e eu ia mamar tão gostoso aquele leitinho, eu chupava com mais pressão, e mordia a cabeça do pau dele, e voltava a chupar com gosto, ele soltou um urro e gozou, que delicia aquele leitinho na minha boca, descendo pela minha garganta, quentinho com nosso gosto que delicia, engoli tudo me levantei e beijei ele loucamente, dei um tapa na cara dele pelos tapas que ele me deu quando estava de quadro e beijei ele denovo.. Deitamos e durmimos abraçados e quando acordei ele ja tava me chupando pra me fuder denovo.. mas isso fica pra depois afinal ja contei que delicia a brincadeira de colegial com ele!rnBeijos a todos esperam que tenham se excitado tanto quanto eu..rnAté o proximo conto meus amores!!rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos vendadacontos eroticos esposas bundudastravestis tocando siririca na zoofiliaContos olhando a mãe dacontos eroticos traiçaovídeos de porno mulher gazando espirrando no caralho grande tremorencesto contos de irmanzinja virgemconto erótico Fui obrigado a violentar minha filhacontos evangelica desesperada com sexotive dar para um dotadocontos calcinha da minha tia coroacontos erotico gay quando mim focarao a bebe leite de variosAmigo do meu filho me fude junto com minha filha contoConto fui passia na casa da minha tia e conheci minha prima travesticonto tia safada no banhoconto escrito ese ano cavalono nuaContos eroticoa transei cm um aduto na infanciaTrav.goza.duaz.veszezAluna colegial Fernanda dando a buceta pro diretorcontos eróticos pastor compadre d*********** a virgemContos pornos mendingosmanuela pedreiro contos eroticoscontos erótico me rasgaram mo acampamento as mais linda esguichada na punhetatrepo com a enteada dormindocontos eróticos peguei minha cunhada no banheiroinfância;contos eróticos;enrabadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos torei o cucda minga vizinha de treze aninhoa e ela viciousexo conto putariaconto virei cdzinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteinsulfilm mas ele perguntou se eu tenho internet eu quero filme pornô mulher transando com anãocontos cu docecontos eroticos de oncesto de sogra com derropai da sonifero pra filha pra fazer sexo historia eroticaviado Aproveita enquanto o mecânico tá embaixo do carro e sinto no seu pauContos esposa santinhaContos eroticos interraciais no escritorosnao era pra gozar maninho to gravida conto eroticoConto erotico apoata insanacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de tirador de cabaçoconto erótico com vigilantecontos de cornoganhei carona mais tive que engolir porraFui cuidar do meu sobrinho doente e transei com ele contoscontoseróticoamigasconto erotico da cunhada pegando no pauContos eu nao sabia bate punhetaContos eroticos selvagens brutais incestos com xingamentos surrascomendo a namorada e da dona da locadoraconto primeiro boquetecontos eróticos homem maduro gostoso da pica grande f******O primo de minha namorada dormiu na casa dela contoscontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosconto na praia com filho nuContos de mijadas no rostocontos eroticos espiando a sograsou casada loba contoscontos eroticos domia ele cospi nu meu cucontos duas gostosas dando o cu pro homem e pro cão juntasconto "fio dental" mãe filhoveha gostoza fais orau no negaosou crente eu e ninha esposa e tenho uma fetiche de tansar transar com outro homemcomi minha vizinha e minha mulher contosconto erotíco fui sedusida nova e gosteimulheres com dhorte branquinho com cuzaocontos eroticos dormindo incestocontos eroticos de incesto em roçarelatos eroticos minha descobri que era corno foi arrombadacomo dopar uma mulher e fazer sexo contocontos de lesbianismo que foi iniciada pela tia ao dormir com elacontos eróticos meu padrasto me deu banhocontos coxudas de saiavídeo pornô mulher casada fica cheia de tesão com a venda em Jarinua minha mulher e o casetao cavalarconto real levei minha mae para ficar com um travesticontos eroticos acordar minha filha