Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O PEDREIRO COMEU MEU CU E GOZOU NA MINHA BOCA

O PEDREIRO COMEU MEU CU E GOZOU NA MINHA BOCArnrnOi galera, quem já sabe minha descrição pode pular para o segundo parágrafo, que é onde inicia-se o conto. Sou mineiro, BISSEXUAL não assumido, loiro, alto, branco, pau de 16cm, rosado, grosso e cabeçudo, de onde sai muita porra cremosa. Não tenho nada de super, sou um cara normal, tenho barriguinha saliente, já que estou fora de forma. Porém, compenso tudo na cama, onde faço o que o tesão mandar, sendo bem safadinho e sem pudores. Fico e deixo o parceiro ou parceira louco de tesão. Estou sempre pronto pra arrombar um cuzinho ou uma bucetinha, nos quais meto forte e fundo, mas também com muito carinho, fazendo a putinha ou putinho gemerem, gritarem e gozarem bem gostoso. Meu rabo branco é muito volumoso, bem desenhado e afeminado, já que não tenho pêlos na bunda, que é bastante firme e com certeza o macho vai encher a mão com minha bunda gostosa e gulosa. Terei muito prazer em rebolar na cara do safado que quiser chupar meu cuzinho que é pequeno e apertado, visto que tenho estreitamento do esfíncter e portanto, apesar de meu cu já ter sido invadido, ele continua apertadinho, portanto o trate com carinho. Gosto de ser fodido bem de leve, com carinho, quero sentir a pica entrar e sair bem gostoso do meu cu. Quero sentir os pentelhos do macho roçarem meu rabo branco, sentir a barriga do safado bater contra meu bundão branco. Se me foder assim, vou gritar e gemer feito uma puta, como uma cadelinha no cio, como uma verdadeira vadiazinha, já que vou ser sua puta na cama.Meu cuzinho é muito guloso e anseia por recepcionar línguas ávidas, dedinhos exploradores e pirocas bem limpas, cheirosas, gostosas, com bastante leitinho pra jorrar no fundo do meu cu ou na minha garganta, já que tenho cede de leite-de-pau, o qual recebo entre meus lábios e engulo tudo, deixando o pau limpinho. Minha boca é bem desenhada, tenho lábios carnudos, volumosos e rosados, prontos para engolir cacete e chupar bucetinhas e cuzinhos. Mamo feito um bezerrinho, chupo os ovos, enfio o cacete todo na boca, até engasgar com a cabeça do pau batendo em minha garganta, amo fazer garganta profunda. Deixo o pau todo melado, pronto pra me fazer de fêmea, pronto pra entrar e sair do meu cuzinho, deixando-o arrombado, terei prazer em ser sua puta, sua cachorra vadia. A mesma boca que chupa pica chupa e lambe buceta. Enfio minha língua toda dentro de uma bucetinha, chupo o clitáris com força, até a vadia safada gozar na minha boca. Sorvo todo o gozo da putinha e deixo a xaninha pronta pra receber meu caralho. Também amo lamber cuzinhos e sentir o puto ou puta rebolando em minha cara, se contorcendo de tesão. Gosto de machos que gozam bastante, pois gosto de ficar meladinho de porra, senti-la escorrer por meu rosto. Gosto de sentir a porra encher minha boca e quando gozam no meu cu, gosto de senti-la escorrer pra fora, descendo por minhas pernas. Quero conhecer machos safados que queiram me foder bem gostoso e que me dêem seu leitinho quente em abundância. Quero conhecer fêmeas trepadeiras safadas que amem dar a bucetinha, na qual quero meter muito gostoso até a vadia gozar no meu pau e em minha boca. Quero conhecer casais safados pra foder a esposa ou a esposa e o marido e chupar a buceta da safada apás o maridão ter gozado nela. Quero chupar a bucetinha da esposa enquanto o marido fode meu cu. São várias fantasias a realizar e espero a cooperação dos safados e safadas de plantão. Quem se interessou é sá me adicionar no MSN ou mandar e-mail para [email protected] que terei o maior prazer em responder às mensagens e iniciar contato para, quem sabe, começar uma amizade bem gostosa. Meu pau está de pé e meu cu aberto a proposta de casais, machos e fêmeas safadas para amizade, curtição e prazer, sempre com sigilo, discrição, educação e muita putaria. Beijos do seu putinho - [email protected] um lote onde pretendo construir minha casa e contratei um pedreiro para fazer o alicerse, já que aos poucos vou comprar o material de construção e pretendo guardá-lo no lote que já estava murado. O Sr. Nelson foi indicado por uma amiga minha que gostou da obra que ele executou para ela. O Nelson é um senhor de 57 anos, moreno claro, barbudo, magro, mais ou menos 1,60m. Ele iniciou a obra na segunda-feira, 27 de agosto de 2012. Na quarta-feira fui visitar a obra na hora do almoço, cheguei e abri o portão sem fazer barulho e estranhei não ver o Nelson. Fui andando e ouvi grunhidos vindos detrás de uma pilha de tijolos. Cheguei perto e quando olhei lá estava o Sr. Nelson, sentado, com as calças arreadas até os joelhos, de olhos fechados, batendo uma deliciosa punheta. Seu pau é marron, cabeça vermelha, comprido, fino, cheio de veias, saco peludo e muito grande. Fiquei ali parado, meu pau já estava duro, admirando aquele velho safado. Fiz um barulho intencional, como se pigarreasse, na intensão de chamar a atenção do velho punheteiro que quando abriu os olhos e me viu, se assustou e rapidamente tentou se cobrir. Ele veio me pedindo mil desculpas, que não era de fazer aquilo, que a mulher não vinha mantendo relação sexual com ele, que eu não o demitisse porque ele realmente precisava do serviço. Ele falava tão rápido que nem dava tempo de eu contra-argumentar. Até que o interrompi dizendo que tudo bem, que ele poderia bater sua punhetinha sim, mas que tomasse mais cuidado, que trancasse o portão. No final de tudo estávamos rindo da situação, eu fazendo gozação e ele morrendo de vergonha, contudo continuava sentado, com as calças arreadas e o pau de fora, sá que agora mole. Então eu olhei pra o pau dele e disse: "belo cacete o seu sr. Nelson, sua esposa está desperdiçando né!" ele sorriu e olhou pra mim com cara de safado, seu pau deu sinal de vida novamente, neste momento eu disse: "continue a punhetinha aí, quero ver você gozar". Ele segurou o pau, balnaçou um pouco e se pôs a se masturbar de olhos fechados. De vez em quando ele dava uma paradinha na punheta e eu notei que era porque suas mãos calejadas e a falta de lubrificação estavam atrapalhando. Como sou solidário, em uma dessas paradinhas quando ele tirou a mão eu fiquei de cácoras e coloquei a minha, ele abriu os olhos assustado, eu sorri e comecei a punhetar aquela rola, com certeza minhas mãos macias a machucariam menos. Lentamente subia e descia minha mão naquele pau arrancando gemidos do Nelson. Cuspi em seu pau para ajudar a lubrificar e continuei a punheta. Minhas pernas começaram a doer, então peguei um papelão e forrei o chão, me sentei ao lado do Nelson, depois me deitei de barriga pra baixo, visto que o papelão era grande, ficando de frente para o Nelson, entre suas pernas. Não resisti ao sentir o cheiro do seu pau e caí de boca nele. O Nelson gemer alto quanto sentiu que eu engoli todo o seu cacete, que batia em minha garganta, colocava e tirava todo o seu pau de minha boca, deixando-o babado, suas mãos ásperas seguravam minha cabeça empurrando-a em direção ao seu pau. Baba escorria pelo meu queixo e pelo saco do Nelson, molhando o papelão. Não resisti, tirei minha calça e camisa, fiquei completamente nu. A putinha branca aqui queria ser fodida pelo pedreiro safado. Me levantei e me encostei na pilha de tijolos, abri as pernas e empinei o rabo, o Nelson veio, abriu meu rabo e meteu a língua no meu cu, me fazendo gemer e rebolar em sua cara. Meu cu piscava de tesão e estava todo melado de baba. Ele meteu dois dedos de uma vez no meu cuzinho me fazendo gritar, seus dedos ásperos arranhavam meu cuzinho rosado. Com uma das mãos continuava escorado na pilha de tijolos e com a outra abria parcialmente minha bunda. O Nelson cuspia e metia dois dedos no meu cuzinho. Abri minha carteira e peguei uma camisinha que o Nelson colocou no seu pau. depois encostou a cabeça na entrada do meu rabo e pouco-a-pouco foi metendo seu cacete em meu rabo, que eu empurrava pra trás e engolia aquela pica gostosa. Quando estava com a pica toda enterrada no meu cu o Nelson deu um tapa na minha bunda e disse: "que duzinho apertado sua putinha branca, vou foder esse cuzinho rosado", eu respondi "então vai velho safado, fode sua puta branca, arromba esse cuzinho com essa pica gostosa", ele apertou firme meu rabo e se põs e me foder, metia ora rápido, ora devagar, ams sempre enterrando firme e fundo a pica em mim, que apenas gemia, rebolava, pedia mais pica e piscava o cu, o que o deixava louco. o Nelson se deitou e eu fui por cima dele de frente e depois de costas, foi olhando o pau entrar no meu rabo enquanto cavalgava de costas pra ele e dando tapas em minha bunda branca, que nesta hora estava vernmelha e ardendo, que o Nelson gritava que ia gozar. Senti seu pau inchar e pulsar dentro de mim. Fiquei com o pau do Nelson enterrado no cu até ele parar de pulsar e o Nelson parar de urrar. Saí quando senti que seu pau começou a amolecer. REtirei a camisinha do Nelson e comecei a chupar seu pau para deixá-lo limpo. Seu pau ficou duro denovo e eu continuei chupando e batendo punheta até que sr. nelson disse que ia gozar denovo. Continuei com sua pica na boca e ela começou a pulsar, o Nelson gozava na minha boca. Não tinha muita porra, mas ela era deliciosa, cremosa, deliciosa e eu a engoli. Sorri pra o Nelson que estava mole de tanto gozar. Me levantei e pedi pra o Nelson lamber meu cu porque queria gozar também. Ele veio, abriu meu rabo e disse: "seu cu está todo aberto, vermelho e inchado, acabei com ele" e sorriu e começou a enfiar um dedo no meu rabo e a chupar meu cu. Comecei a me masturbar e as lambidas e dedadas do Nelson estavam tão gostosas que gozei em uns 3 minutos. Minha porra voava longe e o Nelson dizia que meu cu piscava quando gozei. Nos vestimos e nos despedimos, já que eu precisava trabalhar e tinha que tomar um banho em casa. Depois disso dei mais duas vezes pra o Nelson, infelizmente tive que viajar e não pude acompanhar o andamento da obra. Mas vou contratar o Nelson pra levantar a casa e também o pau rpa essa puta aqui.rnrnQuem quiser contato é sá manda mensagem para [email protected] tenho certeza que teremos prazer em nos conhecermos. Bjs putinhos e putinhas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


ecotra coroa que.evie vido sexo avivoContos eróticos molekas virgenscontos eroticos medicocontos eroticos pastorminha mulher explorando meu cu contocontos erotico real na cidade de campinas esposa e estuprada na frente do maridocontos eróticos transando com o cara do carnavalaregasando a b da ncontos erótico buceta pequenascontos eróticos flagrei meu marido com consolodeserto conto heterocontos eroticos eu e meu padrastoconto irma casadaContos eroticos quero ver essas tetasconto erotico era swing cornofilme porno com gay aguentado dois punho no cu de uma vez mais grinta de dorconto comi cliente da minha mulhercontos eroticos de lesbicas espiando os pais transando e fazem o messacanaje no exercito policias cuzudasMinha irma e minha sobrinha conto eroticoque bucetao da neguinha novinha baba di meu filho contoscontos eroticos. traicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos bucetinhas depiladinhas no espelho eu e minha amigacontos eroticos arrombando a gordafilme porno,meu titio.me.fodeu enquanto eu dormiapegando hetero casado conto gaycontos de filho comendo a mae no carro do pai pra lerconto erotico de castigo com vovotesao em apanhar de havaianas contosEu e minha mae no hotel ela ficou nua na minha frente eu disse mae sua buceta e linda raspadinha ela disse me fode filho conto eroticoContos de sexo... A mini saia mal cobria a bunda delarelatos deliciosos de sexolalargado na bucetacontos eróticos com amiga da esposaContos eróticos menina com bucetinha lisinha e putinhacontos esposa gozada para o maridocontos com fotos tia e sobrinho baixinho realcontos eroticos meu vizinho me bulinava gayrapaz muito gostoso transando com outro rapazbonitocontos reas de sexo marta minha tiacontos eroticos guto 2 amiguinhos e 1 padrasto parte 3contos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosVizinha gostosa contos Ruivaaquelas olhadas safadasminha irmã muito gostosa e eu morando sozinhos contocontos eroticos mulher carinhosaConto tava tudo escuro ele me agarrou por tras e me encoxoucontos eroticos presente para cunhadacontos pagando aposta com um boqueteela pegou no pinto dele na marra mais ele gozoue foi assim que comeram minha esposaconto erótico de meu filho f****** a irmã dele e depois foi a minha vezpornodoido sobrinho fura a calsinha da tiacontos eroticos chamei a policia e ccache:6FK7RI0T9TcJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_476_eu-e-2-travestis.html Contos o dia que o mendigo me rasgoufudedo a tia bombadaminha mulher dormindo nua,vi o rombo no cu delacontos de clientes mulheres que vão se depilar e as depiladoras chupam suas bucetascontos eroticos de mulheres casadas que ja levou mijada na caracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecuzinho+delicioso contosContoseroticos cavalocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos.eroticos.so.taradinhas.de.seis.aninhosmeu sogro meu amante contoporn contos eroticos enteada gangbangcontos erroticos de incestos filha amante do paicontos eróticos sarro no ombrocontos erotucos comi umad meninas que morava na fazendaconto chantagem da minha irma