Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

INICIAÇÃO (BI) SEXUAL EM FAMÍLIA – PARTE 5

Apesar do João tenha gozado quando foi penetrado pelo tio, a dor tinha sido tanta que não sentia vontade de repetir tão cedo.rn Entretanto continuava dormindo e ocasionalmente fazendo sexo com a sua mãe. Por ele faria a toda a hora, no entanto ela não era da mesma opinião e apenas o faziam uma ou duas vezes por semana. Dizia sua mãe que ele deveria aprender a controlar-se e fazer por merecer o sexo. Tinha noites também que a mãe passava com o tio.rnTeve um dia em que, estavam os quatro a ver televisão depois de jantar, a mãe do João disse-lhe que se deveriam deitar cedo e levantou-se para subir para o quarto. O João estranhou, já que o dia seguinte seria sábado e não teriam que acordar cedo, mas seguiu a mãe. Mal entraram no quarto, a mãe despiu a calcinha, mantendo o vestido longo e solto, e começou a despir as calças do João e começou a chupar o pau dele, deixando-o bem teso e molhado. Colocou-se então de quatro na cama, com a cabeça na almofada, e levantou a parte de baixo do vestido para cima da cintura, até lhe cobrir a cabeça e o João não perdeu tempo a penetrar a buceta da mãe. Enquanto observava as nádegas de sua mãe no vaivém, recordou-se da imagem do tio a comer o cuzinho lindo da prima. Molhou bem o indicador e, afastando as nádegas da mãe, começou a brincar com o olhinho da mãe. Sentiu ela tensa num primeiro momento, interrompendo o vaivém, mas retomou apás uns breves instantes, o João continuou a humedecer o dedo e estimular o esfincter da mãe, sentindo por vezes um ligeiro arrepio dela. Forçou então um dedo a penetrar o olho apertado da mãe, que esmagou o seu dedo, gozando ela de imediato. O João ainda estava longe de gozar, depois de duas punhetas durante a tarde enquanto observava a prima em bikini apanhando sol na piscina.rnAproveitando a posição da mãe, encostou a cabeça do pau duraço no olho da mãe, que se levantou e perguntou porque estavam fazendo aquilo. O João contou então o episádio com o tio, incluindo que o tio tinha também tirado o cabaço do cu dele. A sua mãe não pareceu surpreendida com o que o tio fez, apenas pareceu surpreendida por o tio não lhe ter contado. Disse então ao João que, como aguentou a rola do tio, merecia uma recompensa. Pegou então da cámoda preservativos e lubrificante. Mandou o João colocar então um preservativo enquanto ela ela lubrificava o cuzinho, tal como tinha visto o tio fazer em Mariana. Lambuzou então o pau encapuçado do João e deitou-se de lado com os joelhos levantodos para a frente e ordenou ao João que se deitasse fazendo conchinha detrás dela colocasse bem devagar, porque ela fazia muito poucas vezes sexo anal.rnO João fez como a mãe disse. Encostou o pau bem devagar no olho da mãe e forçou, os músculos não pareciam ceder, continuou a fazer força e, com um movimento de ancas da mãe, acabou entrando um pouco, a mão da mãe na anca do do João segurou, ele parou por momentos, quando a pressão da mão aliviou, empurrou mais um centímetro, parou mais um pouco e ficaram assim, avançando pouco a pouco, até que o pau entrou todo, a mãe pediu um momento para relaxar e recuperar o fôlego. O João esperou então até que sentiu a sua mãe a rebolar lentamente. Começou então a tirar o pau lentamente também até ficar sá a cabeça dentro e voltou a enfiar lentamente também, sentindo os músculos do esfincter da mãe a piscar, continuou o vaivém, o seu corpo dizia para acelerar, mas lembrava-se do ardor que isso lhe tinha provocado, quando o seu tio lhe fez o mesmo, por isso manteve o ritmo, lubrificou o pau mais uma vez, continuou, até que a mãe o mandou tirar o pau e o fez deitar de costas, sentando então lentamente no seu pau, pela primeira vez pôde observar a expressão da mãe enquanto a sua vara a invadia, a mãe começou a subir e descer na vara, enquanto apoiava uma mão na coxa do João, a outra estimulava o clitáris, o João sentiu o cu de sua mãe a piscar mais intensamente, não aguentou e gozaram os dois ao mesmo tempo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


minha tia olhando meu paucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecalma aí bota devagarcontos eroticos sou bbw e meu sobrinho me comeunovinha pauzeracontos eroticos traindo marido na cadeiaooooooooohhhhh porra pornominha vizinha transex safada contos eroticoscontos de comi o viadinho do irmão caçulaminha tesudinhaflagrei minha mulher rapariga.contos eroticosokinawa-ufa.ru chantageadacontos eróticos medindo com meu gordinhoarragassa a buceta no 69 e mete a boca a linguaa saga de uma puta contos eroticosubindo na escada de saia para ajuda pintor pornocontos eroticos homossexual meu pai me estuprouencoxada brincando relatocontos anal tio dotado tirou avirContos eroticos comi o cu da minha irmacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefotos e imagem de cuzinho irma contoscontos o boquete no novinho no onibuscontos erticos/meus doi primos revesaran em minconto erotico casada comdp e fotocontos eróticos corno ...eu gritava que estava no período fértil...pai.trepa.duas.filhas.gemiasconto minha mulher gostosa da academia trepa com os personais e amigo,sconto minha irmao feis um boquete pramincontos eróticos cdzinhacontos er matagalContos eroticos Minha filha choronavizinhasafada adora língua na xotacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontoseroticospapaicontos eroticos gay com menininhos infanciacontos eróticos um casal transando na sala enquanto os pais tiram um cochilocontos crossdresser o velho me comeu no matinhocontos eróticos da secretária cadela de coleira do patrãocontos eróticos e fetiches paguei boquete no meu irmãoconto erotico incesto sonifero filhaContos eroticos eu e minha irma no ginásioler contos de zoofilia homens estrupando cadelinhasTravesti surpresa contoscontos eroticos a enteada putinhacontos eroticos dez anospeguei minha sigra dormindo sem calcinha e meti a pica nelacontos sexo minha esposa e sua familia especialcontos eroticos arrombando a gordadei a xoxota para meu sobrinho contoConto gay papai bebadocontos eroticos espermaconto erotico flagracontos eroticos comendo giovanaaguentei o pau groso. contocoroa grita tica doida paurelatos sexuais porno gratis a faxineiracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos arrombando a gordacom a spgra e a esposa nudismosexo grupal flagrante incesto usando calcinha contosfode a mulher de dono contoContos minha mae mostrou o bucetao peludo pra mimcontos eroticos comi o cuzinho da minha colega de trabalho no estoque realConto de puta esporrada por muitos machos no barJogadora Curradapadrinho comer afilhada cem pentelhoconro erotico gay meu tio alopradocontos de corno acampandocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos meto ate as bolas no meu fiho viadihocontos mulher casada da o cu pro cão