Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SÓ QUERIA A PRIMINHA, MAS TIVE UMA SURPRESA!

Oi pessoal, nome é Marcos. Venho aqui para contar uma histária inusitada que aconteceu comigo algum tempo atrás. Eu tenho uma família formada apenas por minha mãe Joana, e minha irmã Carol.. Tudo começo quando minha irmã foi realizar uma viagem para outra cidade, ficando em casa apenas eu e minha mãe. Nesse período recebemos a visita de minha tia Fernanda, que é irmã gêmea da minha mãe, e de sua filha, minha prima chamada Suelen, que por sinal é uma garota de 19 anos muito gata. Em uma bela manhã de sábado, minha mãe, tia e prima resolveram sair para malhar em uma academia perto de casa. Insta mencionar que as três são viciadas em academia e por isso tem belos corpos. Então nesse dia, estava eu em meu quarto lendo um livro, já que estava em casa sozinho. De repente alguém bate na porta do meu quarto pergunto quem é, e escuto a voz da minha prima: ? Sou eu priminho!? Então eu respondi: ?Entra Su!? Ela entrou com sua roupa de ginástica, que mostrava os contornos de seu belo corpo. Su então pergunta: ?o que você esta fazendo?? Eu respondi que estava lendo um livro. Ela me perguntou se podia tomar banho no meu banheiro, e eu respondi: ?Claro? Nesse momento já estava preparado para dar o bote. Quando Su saiu do banheiro, enrolada na toalha, eu não resisti, a empurrei contra a parede dando um suculento beijo na boca. Ela, me perguntou o que eu estava fazendo, respondi que nada que ela não quisesse. Ela tentou resistir, sá para fazer charme, porque ela queria muito bem aquilo. Tirei a toalha, deixando seu corpo lindo a mostra. Continuei beijando sua boca, mas segurando sua nádegas. Foi ai que ela disse: ? Deixa eu botar minha boca no seu pau?? Não hesitei em tirar minha calças. Ela começou lambeando a cabeça do meu pau, me olhando com cara de safada. Lambia sem pressa, pois sabia que estava me deixando louco. Depois começo a lamber o meu pau de uma extremidade a outro, lambia também as bolas, ficou assim por um bom tempo. Em seguida botou a cabeça do me pau na boca, sá a cabecinha. Fazia isso enquanto, punhetava o resto do pau com sua mãozinha. Ai, botou o pau inteiro da boca, até alcançar a garganta, o que fez engasgar. Chupou o meu pau por um om tempo. Sem pressa, mas com muita sensualidade. Ela se levantou e disse: ?Agora é sua vez de me chupar!? Deitou na cama, com as pernas para cima juntas, e devagarzinho foi abrindo-as. E me perguntou: Tá gostando do que tá vendo, priminho?? Eu não tinha palavras. ?Vem priminho, chupa meu grelinho? Meti a boca, naquele bocetão. ?Não priminho, vc não sabe chupar boceta? Lambe o grelinho, aqui em cima? Disse isso apontando para a pele de cima da xoxota. Comecei a chupar o grelinho e aproveitei para enviar o dedo dentro da xoxota. Minha prima estava insana de tesão. A ponto de pressionar minha cabeça contra o seu grelinho. Gemia muito, até que deu um grito e começou a gozar. Sua boceta expirava liquido, que me deixou todo molhado. Depois de fazer minha prima gozar, me levantei e coloquei o meu pau da entrada da bocetinha dela. Ela me deu um sorriso e disse ?Mete, cachorro, come a sua priminha?. Quando estava preste a enfiar o pau, se ouviu um grito. Eu e minha prima ficamos congelados. Minha mãe apareceu do nada, transtornada, xingando palavrão. ?Seus filhos da puta, oque vocês estão fazendo?? minha prima, sem dizer uma palavra, pegou a roupa do chão e saiu varada. Ficando apenas eu e minha mãe. Minha mãe me disse muito merda, dizendo que eu não podia comer minha prima, porque era filha da sua irmã. Como ela iria encarar sua irmã sabendo que eu tinha comida a filha dela. Eu também fiquei puto, falei um monte de merda e sai para rua. Ao anoitecer, voltei para casa. A casa estava vazia, o que me fez entrar no meu quarto. Quandoescuto alguém bater na porta. Perguntei quem era. Respondeu: ? Sou eu, sua mãe? Então eu disse : ?se é para falar merda vai embora!?- ?Não, filho vim pedir desculpas?. Então ela entrou. Estava vestida um robe muito bonito. ?Olha filho, mas cedo eu fui muito rude com você, peço desculpas! Quando o seu pai morreu, fique sozinha. Tive que criar você e sua irmã, sem ajuda de ninguém? Ela dizia isso, eu sem explicação fiquei fissurado no seu decote. Minha mãe tem belos peitos, vale ressaltar. Minha mão percebeu, e deu um sorriso sacana. ?Tá olhando os peitões da mamãe?? Eu não entendia pq estava tão excitado pela minha mãe. Ela então tirou o robe, no qual não havia nada por baixo. Isso mesmo, minha mãe estava completamente nua! ?Vem filhinho, chupa meus peitos? Mamei como um bezerro naquelas peitos. Ela começou acariciar meu pau. Tirou-o da calça, e começou a punhetá-lo. ?Nossa filho, o do seu pai não era tão grande assim?. ?Vem filho, lambe o cuzinho da mamãe? Ficou de quatro. Lambi da boceta até o cuzinho, por um tempo. ? Vai filho, me come, caralho!? Enfiei o meu pau na boceta, e fiquei parado. Minha mãe começou a fazer o movimento vai e vem com sua enorme e deliciosa bunda. ?Ai, gostoso, como a mamãe. Delicia!? Gemia alto. Ela fazia o vai vem devagar com a bunda e me olhava com cara de puta. ?Seu filho da puta incestuoso. Comer a prima tudo bem, mas comer a mãe. Seu safado, gostoso? Aí estava cheio de tesão, comecei a estocar com força o meu pau na boceta dela. ?Toma, sua gostosa, vadia, vc vale nada. Vou te engravidar sua piranha? . Alguns minutos depois, gozei como nunca tinha gozado antes. Enchi a boceta dela de porra. Dormimos abraçadinhos naquela noite. Na manhã seguinte, sai para procurar minha prima, não encontrei. Mas encontrei minha tia, Fernanda, vestida um pequeno short, limpando os máveis da sala. Fique pasmo, porque o shortinho estava tão enfiado que dava para ver a racha. ?Tia, cadê a Su?? ?Ela saiu com umas amigas para o shopping? Eu, atrevidamente, cheguei por trás da minha tia com o pau duro e encoxei a gostosa. Ela não disse nada, sá deu um suspiro. ?Tia, eu nunca comi um cuzinho na minha vida? ?Nossa, sobrinho, que desperdício, uma rola tão grande dessa, e nunca sentiu um belo cu. Deixa eu te introduzir nessa arte? Tirou o short. ?Come meu cuzinho, meu querido!? A bunda da minha tia era tão gostosa quanto da minha mãe. Encostei a outra puta na parede e comecei a comer seu cu. Fazia isso, enquanto eu tocava uma siririca pra ela com uma das mãos. Eu chupava seu pescoço, e comendo seu cu. Depois de um tempo, gozei naquela gostosa. ?Que delicia, sobrinho, mas tarde eu quero que você faça uma visitinha no meu quarto?. Foi assim que eu comi, no curto período de tempo, minha mãe, prima e tia. Abraços!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos sogra vira p*** do genro picudoCasada dificuldades financeiras e velhos dotados contos eroticoscontos reas de sexo marta minha tiacontos eroticos as tres safadinhadconto eroticos entre primoscontos eroticos me exibi nua pra elacontos eróticos praia de nudismo dois idosos gays fudendo contoscontos eroticos de cu gostosomeu chefe me chupouhistoria de mulher cazada que tranzou com seu cachorro bem grandesocando fundo no rabo da sogra chifreiracontos eróticos cuzinho da filha da namoradacontos eróticos meu filhocontos eroticos casada fudeno com negao eo marido vendocontos eroticos diarista casadaZoofilia homens iniciando contosconto homem casado dei o cu para o instalador de interntmulher enfia calcinha lentamente pornodoiddocasada vai dar pra outro macho e leva gelVelho picudo.conto eroticocontoseroticoscomendo a coroa loira e a filha delaconto erotico mae se bronzeando a bunda pediu p filho passar bronseador no rabocontos eroticos de mulheres que aprotaram dos seus caseiroscontos eroticos fui me ensinua para o papai e acabeiContos eroticos trans cunhadaconto eroticos gay comi o cuDei a um cara que tinha elefantismo no pau contosconto erotico comendo sogra no veloriocontos eróticos gay EMMO o maconheirocontos eróticos - dando carona pra duasVelho picudo.conto eroticocontos eroticos de escrava de madameContos eroticos meninas x gorilascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepadastro vio a enteada de bebidou e pateu uma poeta xvidioJoão e chupando piru mesmo tempocontos minha tem buceta gostosa ela ta dando pra outro picudochefinhas safadinhascontos eróticos ela levou ferroCasada narra conto dando o cucontos de travestis bem dotadascontos nao tinha camisinhasua amiga eu vou pegar de tras pra frenrecontos eroticos dupla penetraçãoConto de incesto.maninha inocenteContoseroticosnafazendacontos eroticos currada garganta profundacontos erotico vo netinhascontos eroticos de comi a bunda da mae da minha amigaporno nao aguentei resistir contosmeninobateno.punheta au.ver empregadarelato de corno que deu a esposa para o cunhadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecasalgozou muitoconto porno gay cinemacontos eróticos bem depravado de bem picanteContos escrava sexual do patraoNovinha enlouqueçeu os pedreirosmarido realizando sonhos eroticos da esposacontos gays transei com meu amigocontos eróticos comendo a cunhada gostosa em uma festa de fim de ano com família toda reunidaconto erotico submissa gozei choreiamiga da avo conto eroticodei pro cara da vendinha contos eróticoscontos erotico meu cunhado e meu sogro me estupraramcontos betinha vendo a irma sendo fodidacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteestuprada por quatro cachorros conto eroticocontos eroticos arrombando a gordaxxvidio casada rebola de calcinha boxis casaContos erotico dois policial dotadu fudel minha esposahomem colocou sua picA ENORME NA XOTA DA CABRITA ENFIO TUDOvoyeur de esposa conto erotico