Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ADRIELY...QUE DELICIA!

rnrnADRIELY?QUE DELICIA?rnrnrnCom trinta anos minha vida deu uma guinada que mudaria tudo para sempre.rnEu era vendedor e morava no interior do Estado do Paraná com minha esposa de 26 anos.rnComo a empresa que trabalhava estava passando por dificuldades financeiras e, além disso, o salário era muito ruim me foi oferecida uma vaga de vendedor de plásticos na capital em uma grande empresa. rnDo jeito que estava à situação não tinha como recusar e resolvi ir pra Curitiba pra tentar ver se conseguiria me adaptar a esse novo ramo e depois disso levar minha esposa e minha filha de 6 anos.rnDurante uma semana um supervisor me acompanhou e rapidamente consegui aprender o serviço.rnA empresa me contratou para um período de experiência de três meses e fui morar em uma quitinete em um prédio de 4 andares sem elevador. A quitinete era pequena, mas aconchegante e ficava no 3ª andar.rnDurante uma semana trabalhei bastante procurando atender todos os clientes da minha área de atuação e tentando abrir novos pontos de vendas.rnSempre fui chamado de Paulinho, sou branco de cabelos negros lisos e tenho um corpo legal. O que minha esposa sempre me elogiava eram minhas pernas fortes e uma bunda volumosa e musculosa que adquiri por jogar futebol de salão quase todo dia na minha cidade.rnO que me sempre me deixava um pouco encabulado era meu pênis que não tinha um tamanho que gostaria que tivesse. Ele tinha 19 centímetros quando duro e por causa disso quase nunca tive muitas aventuras e era fiel a minha esposa mais por falta de coragem do que por vontade.rnSempre evitei tomar banho com os amigos nos rios e lagoas durante a adolescência e depois do futebol pra evitar que caçoassem de mim.rnMinha esposa se casou virgem comigo e por isso nunca comentou nada a respeito, mas algumas vezes durante nossas transas dava pra sentir que de vez quando sobrava tesão da parte dela e faltava pau da minha parte. Mas eu ia levando a vida sem muitas preocupações a não ser pela falta constante de grana. RSS.rnFoi então que depois de uns 20 dias morando na quitinete quando cheguei da rua no começo da noite e quando comecei subir as escadas tive uma visão maravilhosa. rnUma loira de cabelos curtinhos de micro-saia estava no alto da escada e dava pra ver até sua calcinha enfiada no meio do rabo enorme. rnEu estava de tênis e nem me apressei e fui subindo lentamente pra acompanhar aquela beldade com aquelas coxas e aquela bunda espetacular.rnQuando ela chegou ao terceiro andar percebeu que eu estava subindo atrás e sem se importar virou o rosto e me deu um sorriso safado e foi então que percebi que aquela loira era ?ele?. Apesar dos cabelos bem cuidados e do corpo perfeito seu rosto mostrava traços masculinos.rnA ?gostosa? era um lindo travesti. RSS.rnMeio encabulado dei um sorriso sem graça e a cumprimentei dizendo:rn-ola...boa noite! rnCom uma voz um pouco grave ela sorriu e disse:rn-boa noite gato! Vc é novo no prédio né? rnComeçamos a conversar ali na escada educadamente.rn-Sim...eu sou vendedor...faz 3 semanas que me mudei...eu era do interior...prazer...sou Paulinho!rn-prazer...me chamo Adriely...eu trabalho na noite...faz uns 7 meses que moro aqui no prédio...moro no ultimo andar...no 405!rn-e eu moro bem embaixo de vc então...moro no 305! Nossa...to cansado...hj tava muito quente...visitei muitos clientes...to louco pra tomar um banho gelado! rn-é...também to louquinha pra tomar um banho. Tive que visitar uma colega que sofreu um acidente e daqui a pouco tenho que trabalhar. Mas adoro quando esta calor...posso ficar bem mais a vontade!RSS.rn-é...da pra notar que vc gosta de usar roupas...bem curtas! RSS.rn-com certeza. RSS. Então tá bom gato...vou subir mais uns degraus...a gente se cruza outro dia! Qualquer coisa é sá tocar a campainha do meu AP...vc já sabe onde é! rn-ok...Adriely...e vc também...se precisar de alguma coisa...depois das 7.00 h. da noite estou de volta!rnEntrei na minha quitinete e fui direto pra o banho e enquanto passava o sabonete em meu corpo comecei a imaginar Adriely sem roupa e quase sem perceber meu pau ficou duro e logo estava batendo uma punheta gostosa e não demorou muito pra dar uma gozada incrível. Tive até que lavar a parede do Box de tão forte que ejaculei. RSS.rnDurante alguns dias não mais encontrei minha vizinha travesti porém quando cheguei à quitinete na sexta feira no começo da noite quando comecei a subir as escadas escutei a voz de Adriely atrás de mim dizendo :rn-oi...gato...e ai tudo bem? rnParei e esperei ela chegar e sorrindo disse:rn-oi...Adriely...tá tudo tranquilo...essa semana foi átima...vendi bastante! E com vc?rn-Também foi bom...trabalhei bastante! RSS. To vendo que o gato não esqueceu meu nome! RSS.rn-é...esse nome é bem diferente...e é muito bonito! Se parece com vc! RSS.rn-humm...adoro elogios! RSS.rnSá então notei que ela estava com duas sacola de supermercado na mão e todo educado disse:rn-é...elogiar quem merece é fácil! RSS. Mas...vamos subir então...quer que te ajude a levar as sacolas?rnAdriely estava com um vestidinho bem justo e de salto alto sá que não era tão curto quanto à mini-saia do outro dia e então toda safada ela deu sorriso dizendo:rn-Vamos dividir então...leva uma sacola que levo a outra! Quer que eu vá à frente...igual aquele dia? RSS.rnJá que ela estava sendo safada reuni um pouco de coragem e disse:rn-Bem...se vc quiser ir à frente...vou gostar...sá que naquele dia sua roupa era bem mais curtinha! RSS.rn-que gato mais safado é meu vizinho! Aquele dia vc viu tudo né? RSS.rn-bem...na verdade...era impossível não ver...vc estava no alto da escada e a mini-saia era curtíssima! Mas Adriely...vc já ta acostumada...a ficar exibindo esse corpão lindo por ai! Lágico que não consegui deixar de olhar...ainda mais...quase um mês longe da esposa! RSS.rnFomos subindo a escada e a safada ia 2 degraus acima e sua bunda enorme ia rebolando bem diante dos meus olhos e a conversa continuou cheia de sacanagem.rn-mas...e ai...vai me dizer que o gato não arrumou ninguém pra dar uma transada gostosa...aqui nessa cidade o que não falta é mulher querendo dar! RSS.rn-bem...pode até ser...mas...não quis ficar atrás disso...sá queria trabalhar certinho...ganhar minha grana! Na verdade...nunca trai minha esposa...Adriely! Sou casado há 7 anos!rnEla deu um sorriso bem safado e disse:rn-Paulinha...vc é um gato quase virgem então...nunca meteu em outra gata? RSS.rn-eu...juro que não! RSS.rn-e com uma gata...igual a mim...também não?rn-não...la onde morava quase nem tem travestis! E alguns que vi por ai...não eram tão bonitas como vc! Quando te vi aquele dia de costas...achei que vc era uma mulher perfeita...sá depois que começamos a conversar é que notei! RSS.rn-humm...adoro quando os caras pensam que sou uma mulher de verdade! Fico me achando! RSS.rn-Adriely...vc tem um corpo perfeito...naquele dia eu olhava vc subindo e rebolando parecia uma tremenda de uma gata...sá depois quando comecei a tomar banho é que me lembrei que realmente sua calcinha tinha um volume enorme...que sua bucetinha era bem inchada! RSS.rn-Paulinho...na verdade...isso não tem como esconder...ainda mais comigo! Realmente tenho uma ?bucetinha bem grande?! RSS. Ainda bem...porque os homens adoram...bem grande! RSS.rnSubi com ela até a porta de sua quitinete e quando ia entregar a sacola vi que tinha um chuveiro novo na sacola e disse:rn-Adriely...vc comprou chuveiro novo...o teu queimou?rn-sim...até pensei em trocar a resistência...mas ele tava muito velho...achei melhor colocar um novinho...pra quando chegar o inverno...não ficar com aquele pinga pinga horroroso! Amanhã vou ligar para um eletricista trocar. RSS.rnQuase que automaticamente me ofereci pra fazer aquele serviço dizendo:rn-Se vc quiser...amanhã é sábado e não trabalho...posso trocar pra vc...já trabalhei de eletricista...e vc nem vai precisar pagar! RSS.rn-humm...claro que vou querer...Paulinho...vamos fazer uma coisa então...amanhã sá acordo depois das 2.00 h. da tarde...eu desço no teu AP e te chamo...se vc puder fazer...te agradeço!rnAdriely então se despediu de mim com 2 beijinhos no rosto com muita naturalidade. rnDurante o banho voltei a pensar naquele travesti que me deixava todo curioso e novamente bati uma punheta pensando naquele corpo e dessa vez pensei no que Adriely tinha dito. Que tinha uma ?bucetinha bem grande?. RSS.rnEram 2.30 h. da tarde quando escutei batidas na porta e quando abri era Adriely que sorrindo disse:rn-oi...gato...vim te buscar...dá pra ir trocar o chuveiro agora?rn-claro...que sim...vou pegar alicate e outras coisinhas que vou precisar e vamos então!rnPor causa do calor eu estava com um short curto sem cueca e uma camiseta regata e Adriely estava vestida com uma micro-saia que mais parecia um abajur de bunda e um top que sá tampava os bicos dos seus seios enormes siliconados!rnAdriely subiu dois degraus e já vi por baixo de sua micro-saia uma calcinha vermelha atoladinha naquele bundão enorme e toda safada ela deu um sorriso safado e disse:rn-gostou da minha roupinha de hj Paulinho?rnDei um sorriso safado e disse:rn-claro que gostei...vc fica átima assim...desse jeito vou ficar dando plantão na escada esperando vc pra subir atrás de vc...é uma visão maravilhosa! RSS.rnEntrei na quitinete e vi que era bem montado e confortável e logo fui ao banheiro pra fazer o serviço e enquanto fazia isso ficamos trocando idéias sobre nossas vidas!rnAdriely tinha 27 anos e era uma pessoa muito legal e divertida e já tinha morado na Espanha mas fora expulsa pela imigração um ano antes, mas logicamente queria trabalhar novamente na Europa pois lá se ganhava muito bem. O que ela havia ganhado deu pra fazer as plásticas que necessitava.rnAssim que terminei o serviço liguei o chuveiro pra testar e ficou átimo e Adriely mostrou o tanto que era safada pois deu um sorriso e disse:rn-Paulinho...então vou tomar um banho pra experimentar o novo chuveiro...mas não quero que vá embora...vai que dá um problema...vc está aqui pra me socorrer! RSS.rnEu dei um sorriso e disse:rn-tudo bem...eu espero a ?gata? tomar seu banho...mas tenho certeza que ficou tudo perfeito...o chuveiro é de marca boa...e a instalação eu garanto! RSS. Quer que eu espere na sala?rn-claro que não...pode ficar ai mesmo...vai me dizer que tem medo de me ver tomando banho? RSS.rn-eu...eu...não...acho que vou gostar muito...é que...nunca...vi...ninguém igual vc...peladinha!rn-não tem nada demais...sá tenho uma ?bucetinha grande?! Mas...vai me dizer que o gato não tá curioso ...tenho quase certeza que vc também tá querendo...me ver...peladinha! Mas...se quiser pode ir embora!rnFiquei e me sentei no banquinho de plástico que tinha usado pra subir e trocar o chuveiro e disse:rn-vou ficar sim...quero ver...vai que o chuveiro dá um problema! RSS.rnAdriely toda safada ficou de costas pra mim e tirou a saia e o top bem devagarzinho e ligou o chuveiro. A água começou a escorrer em suas costas e ela toda safada pegou o sabonete e passou a deslizá-lo pelo seu corpo. Meu pau ficou duro na hora olhando aquela bunda redonda e empinada. Aquela travesti sabia como deixar um homem tarado e toda sedutora se ensaboava e rebolava bem devagar e então ela disse toda sensual:rn-o gato...quer...me ver...de frente?rn-eu...eu...sim...sim...eu...claro que sim!rnQuando Adriely se virou tive uma tremenda surpresa. Entre suas coxas torneadas tinha um pau enorme e grosso quase completamente duro e a safada brincava com as mãos descobrindo a cabeça enorme. E com um sorriso tesudo ela disse:rn-e ai gato...gostou de me ver...de frente? Quando tomo banho...toda vez que me ensabôo...minha ?bucetinha? fica dura...não tem jeito! Eu sou uma tarada...tenho muito tesão...sempre!rn-eu...eu...sim...eu gostei! Nossa...como é grande...! Realmente tua ?bucetinha? é enorme...Adriely!rnA safada já brincava acintosamente com aquele pau duro e grosso e toda safada disse:rn-vem...tomar banho...comigo...vem gato...prometo...que vc vai gostar...vem...safadinho! rnQuase que hipnotizado com aquela situação tirei o short e a camiseta e fiquei nu com meu pinto de 19 centímetros completamente duro e ela toda tesuda disse:rn-humm...o gato...tá taradinho também...tá com o pintinho duro né...nos já vamos resolver isso...vem!rnA água escorreu pelo meu corpo e Adriely me ensaboou por inteiro e em poucos minutos qualquer constrangimento desapareceu de minha mente. Ela me fez passar o sabonete por todo seu corpo e quase sem perceber já estava pegando no seu pau enorme. Quando dei por mim estávamos nos beijando na boca com volúpia. Saímos do banho e fomos pra cama e então Adriely engoliu meu pintinho por inteiro com sua boca sedenta. Nunca tinha sido chupado daquela maneira e ela toda safada me lambia por inteiro...aquela pele entre o saco e meu cuzinho a todo instante sentia aquela língua molhada e quando percebi tinha um dedo grosso enterrado no meu cuzinho me deixando louco de tesão e em segundos gozei na boca dela. Foi um gozo incontido e maravilhoso. Adriely engoliu toda minha porra com o dedo enterrado no meu cuzinho que piscava loucamente. rnMeu corpo estava completamente tremulo de tanto prazer que havia sentido mas foi então que Adriely toda safada se recostou na cabeceira da cama e com aquela voz sensual disse:rn-vem gato...vem chupar minha ?bucetinha?...ela ta louca de vontade de sentir sua boca virgem...mama gostoso...chupa...engole...bem gostoso!rnNão me preocupei com nada e em instantes minha boca engolia o máximo que podia daquela pica grossa e cabeçuda. Adriely segurava minha nuca e socava no fundo de minha garganta e tesuda dizia:rn-isso...assim...engole fundo...chupa minha ?bucetinha grande?...chupa...safado...mama com vontade... assim...que viadinho guloso...assim...continua...vou foder...sua boca...mama...viadinho safado!rnAquele travesti pauzudo me chamar de viadinho me deixou mais tarado e chupei aquela pica enorme sem pudor e ela metia com vontade no fundo da minha garganta e depois de um tempo ela me puxou e começou a me beijar na boca e toda tarada sussurrou:rn-agora...chegou a hora...vou te comer bem gostoso...vou adorar tirar seu cabaço...vc vai dar gostoso pra mim...gato? Fala...quero escutar...vc pedir...pra mim te comer! Pede...viadinho gostoso!rnAquela voz grave e sensual nos meus ouvidos e já sentindo aquele pau deslizar no meu reguinho me deixava totalmente entregue e sem nenhum pudor sussurrei:rn-eu...eu...quero...nossa...que tesão...nunca senti isso...me come...eu quero!rnAdriely colocou um travesseiro debaixo de mim e minha bunda ficou toda exposta e então senti sua língua quente mergulhar no meu cuzinho me deixando todo lubrificado. Em segundos tinha uma cabeça enorme toda babada se encaixando na porta do meu cuzinho e em seguida Adriely começou a me penetrar firme. Sua pica enorme e grossa foi entrando sem parar...me senti rasgado ao meio e gritei de dor mas ela foi enfiando tudo até o fim e toda tarada sussurrava:rn-humm...que cuzinho apertado...tem o viadinho...ahhh...que delicia...pronto...viadinho...agora...vc virou menina...para de gritar...e rebola seu safado...rebola e dá gostoso...a dor já vai passar...rebola...seu puto ...que cuzinho gostoso...apertadinho...rebola...humm...vou te comer...bem gostoso!rnEm alguns minutos eu era enrabado sem dá...e passei a rebolar como uma puta com aquela pica grossa enterrada até o talo no meu cuzinho que tinha deixado de ser virgem.rnQuando Adriely deu um gemido mais forte e deu a primeira esguichada de porra fervente no meu cu dei um berro e gozei junto molhando o travesseiro debaixo de mim de porra. rnGozei deliciosamente sendo comido com maestria por aquele pau enorme e nem dor sentia mais...sá um prazer intenso e inebriante.rnVoltei para minha quitinete com o cuzinho ardendo tanto que parecia que tava pegando fogo e em minha cama fiquei pensando em tudo que se passara. Eu tinha levado um pau enorme no cu e o pior é que tinha gostado demais. Mas minha mente ficava dando reviravoltas pensando no que iria acontecer dali pra frente. Mas isso sá demorou 3 dias até rever Adriely novamente.rnQuando ela sorriu pra mim na escada do prédio percebi que meu pintinho ficou duro na hora e então ela toda safada disse:rn-e...ai...meu viadinho...tá pronto pra dar esse cuzinho pra mim de novo?rnSem frescura sorri todo tesudo e disse:rn-claro...que sim! RSS.rnJá faz um ano que me separei da esposa...sá tenho prazer levando o pau grosso da Adriely no cuzinho! [email protected]=====12072010===REV. ==C====================rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


dando a buceta na maquina e quase morrendocantos eroticos SOU casada mais dei meu cuzaocontos eroticos de meninos gay o dia q dei o cuzinho pela primeira vez e virei menina da molecadaconto erotico comendo mae do analamigocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteo travesti apertou os meus mamilos e me comeucontos encoxada com o maridocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteEu Bêbado e Ela Se Aproveitou Contos Eróticosdelirei com a pica entrando no meu cuzinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos inserto fatos reais gaytirei o cabaço deleConto eroticos zoofilia gays meu cao me traçou no meu quintaContos eroticos minha esposa chorou no pau gigante do recepcionistamenino taradinho conto éroticoconto gay negao casado deuhoje morena bonita eu estou querendo te pegar gostoso hoje morena bonita todos têmmoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticoseu e meu avô contos gaycontos porno meu marido me obrigou a dar o cu pro amigofomos cem calcinha e fomos fodida por puzudos dotafos no bar contocontos gay meu pai me pegou no flagrame masturbei vendo as calcinhas da vizinha no varalum novinho sarrou minha noiva na praiacontos eroticos papai fudendo a filhinhaComo fazer um cabacinho liberar(conto gay teen)contos eroticos cavalomenininha conto eroticoMeu meio irmão do pau de chocolate contosimagens de mulher.compeladcontos adorei a lingua no meu cuzinhocontos eróticos minha esposa trouxe sua sobrinha para morar com a gentecontos de rasgando o cu da babapelada e o cu melado de manteiga no corpo inteirocomo dopar uma mulher e fazer sexo contoviolada pelo tio contoconto enteando querendo da para o padrastopornô com cavalos mangalarga fazendo com mulheres no cavaleteeu liberei minha esposaminha mae é puta dos meus amigos contosno onibus de excursao sem calcinhaCADELINha DOS homens e dos cachorro cpntp pornomeu marido pois pinto na boca da nossa filha contosde conchinha sem calcinha (contos)comendo e falando sacanageme gozando contostravesti gozando no próprio sutiãContos heroticos esposa quer muitas picasp****** do papai contos eróticoscontos eroticos meu cunhado de cuecacontos eroticos arrombando a gordaconto erotico comi minha irma casada no ranchoconto de suruba com as irma a maecontos meu cuzinho aberto escorrendo porracontos de mae vadia fazendo orgia com o filho e amigosirmar brasileira goza tremi pau irmazinhoConto erótico filha putinhacontos erotico com irmaocontos duas gostosas dando o cu para um cara pausudocontos eróticos corno leva muhger BA mo suco grupalconto erotico eu e minha sobrinha amanda safadinha em casaquem já levou estocada no rabocontos eroticos tio e sobrinha novinhacontos eroticos vestido coladomeu pai olhava pelo buraco na parede do quarto dele pro meu e se masturbavameu irmão mim fudeu sem camisinha e eu fiquei gravidaContos de insestos com irmaconto - pediu para mamar no pau ...conto erotico incesto mais de 25 cmconto erótico evangélicoconto eróticos dei pra meu pai depois de casadaContodeputacontos de sexo com animais rasgando com forçaContoserotcos nudismo em famíliaSupositório Contos eroticos Jardin do Prazer contos eróticos cunhadinhas safadas com fotosconto erotico seduzindo irmaopouca enormexvidio.com