Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TORNARAM MINHA ESPOSA EM UMA PUTA

Sou casado a quatro anos com uma mulher maravilhosa e ainda não tivemos filhos. Excelente dona de casa, fiel, dedicada, carinhosa e realmente muito bonita. Seus cabelos loiros ornam um rosto angelical, coroado com duas perolas azuis que são seus olhos. O corpo é composto de seios médios, firmes e com auréolas rosadas. Suas pernas grossas e uma bunda saliente completam seu charme que cativa os olhares masculinos em todos os lugares, apesar das roupas super comportadas que ela usa por ter tido uma criação muito rígida e religiosa e é ai que morava o nosso maior problema conjugal, apesar do amor que nutríamos um pelo outro. Isabela não sabia transar e nem se interessava muito por aprender. Era um sexo comum, papai mamãe em que, as preliminares nunca passavam de beijos. Não gostava de chupar um pau e sexo anal, nem pensar e assim levávamos o nosso casamento. Eu vivia insatisfeito e tinha pensado até em me separar, apesar do amor que sentia por ela. rnUm dia escutei uma histária em que uma mulher com as mesmas características que a minha, tinha sido violentada de todas as formas e apesar do trauma, passou a transar melhor e isso não mais me saiu da cabeça. Levei algum tempo maturando a ideia e cheguei a conclusão que esse era o único jeito de continuarmos juntos. rnPerto de onde nás moramos existe uma invasão onde tem um lava jato e comecei a frequentar para fazer amizades e tentar encontrar alguém que pudesse fazer o serviço. Assim depois de dois meses lavando meu carro lá, conheci o Zezão . Um negro de quase dois metros com um corpo atlético e acabei me aproximando dele. Pagava várias cervejas e ouvia as suas histárias das mulheres que ele pegava e tratava como puta. Pensei em ser ele o cara ideal para realizar a missão. Um dia eu estava lavando o carro quando ele chegou e foi logo me cumprimentando, com certeza para se aproveitar das cervejas que eu sempre pagava. Mandei ele sentar e aproveitando que na mesa sá tinha nás dois, tomei coragem e falei.- Zezão tenho uma missão para você. Ele perguntou o que era e então despejei tudo, falando da minha mulher e de como eu vivia infeliz com o nosso casamento. Falei do meu plano de outro cara pegá-la a força e fazer com ela tudo que se faria com uma puta. Zezão ficou desconfiado e queria cair fora, mas eu disse que essa era a única alternativa. Ele me disse que iria pensar e no outro dia me daria à resposta. Fui para casa, ansioso pelo dia seguinte e aproveitei para separar umas fotos de biquine da Bela que eram as mais sexy que ela tinha. No outro dia fui para o lava jato e fiquei esperando por ele. Quando apareceu veio na minha direção e sentou-se a mesa. Antes que ele falasse alguma coisa eu mostrei a ele as fotos e percebi seus olhos brilharem. Logo depois ele começou a falar. Dr. Se vamos fazer isso, temos que fazer direito. Primeiro, nenhuma mulher vai mudar os hábitos sá porque alguém a violentou uma vez. Eu teria que ter mais tempo até ela acostumar com um pau na bundinha dela, aprender a chupar uma pica e assim por diante. Então temos que simular é um sequestro onde ela ficaria um tempo comigo até se acostumar. Para isso vou precisar de um lugar para levá-la e uma grana para alimentação e é claro uma birita. Outra coisa é que não vou poder fazer isso sozinho. Preciso de alguém para dar cobertura quando eu sair. Para comprar as coisas e tomar conta do lugar. Para isso vou precisar de uma grana também. E no final se tudo der certo eu acho que mereço uma grana também. Quando ele acabou de falar, concordei com tudo, pois era um plano muito mais sensato, mas fiz uma exigência de que ele filmasse tudo para eu ver passo a passo. Perguntei quanto ele achava que gastaríamos com isso e ele me disse que uns três mil eram suficientes. Se tudo desse certo, com a Bela voltando como uma mulher completa, não seria nem tão caro. Assim marcamos para semana seguinte com um tempo suficiente para as preparações. rnPassei a semana providenciando tudo e aluguei uma chácara fora da cidade e afastada de tudo. Claro que paguei em dinheiro, adiantado e dei outro nome para o contrato. Acertei com Zezão que o dinheiro eu mandaria a Isabela sacar no banco e eles a seguiriam e fariam o sequestro em um lugar mais afastado onde eu pediria a ela para entregar um documento. rnDepois de tudo acertado, mascamos a data para sexta feira, pois como os bancos estariam fechados, eu sá poderia tomar alguma providencia para o sequestro na segunda. rnQuinta feira eu chamei a Bela e falei que precisava que ela me fizesse um favor no outro dia. Contei que ela teria que ir no banco, retirar a quantia para eu fazer um pagamento na empresa e depois deixar um documento em um dos meus fornecedores, pois eu estaria em uma importante reunião na empresa e não poderia me ausentar. Como sempre ela muito prestativa, se dispôs a fazer o favor e assim eu disse que na parte da manhã eu ligaria e diria o horário que o dinheiro estaria liberado. Deixei o cheque com ela e o documento.rnNo outro dia fiquei quase maluco de ansiedade de como tudo seria e quase desisti, mas uma força maior me empurrava e a onze horas liguei para Bela falando que o dinheiro já estava disponível. A partir daí o meu contato foi com o Zezão. Primeiro avisei-o que ela já estava indo ao banco. Apás uma hora tornei a ligar e ele falou que já estavam seguindo ela até o local combinado do sequestro e falei que ela não deveria chegar até a empresa, pois não havia nenhum documento. A partir daí algumas horas se passaram onde eu quase fiquei maluco, até que o Zezão me ligou dizendo que já estava tudo feito e que a Isabela já estava na chácara, trancada no quarto e que ele iria começar o treinamento, gravar tudo e que me mandaria o DVD no outro dia. rnFui para casa e o sentimento de culpa quase me matou e sá diminuiu um pouco quando comecei a beber até ficar completamente bêbado e apagar. No outro dia um rapaz de seus vinte e cinco anos tocou a minha porta e me entregou o DVD. Notei que ele estava com um sorriso no rosto, mas apás entregar foi embora. rnCorri para dentro e coloquei para assistir. Isabela aparecia chorando assustada e logo depois o Zezão com uma máscara falando. Se acalme que tudo vai dar certo e nás sá queremos o contato com o seu marido. Bela chorava e se encolhia no canto da cama em que estava presa em um dos braços. Preciso falar com seu marido ou então você não vai sair daqui. Deu a ela um papel e uma caneta onde ela toda se tremendo anotou o telefone. Houve um corte e logo depois apareceu a cena onde o Zezão falava que já havia me contatado e que eu estava providenciando o dinheiro do resgate, mas que provavelmente isso demoraria, pois era difícil levantar a quantia no final de semana. Deu a ela um sanduiche e um suco e disse que ela deveria comer, pois não sabia quanto tempo tudo isso duraria. Percebi que ela já estava um pouco mais calma, mas seus olhos estavam cheios d?água. Ela pegou o sanduiche e houve outro corte. Apareceu então o Zezão sentado na cama ao lado dela que tinha se encolhido toda para longe dele. Zezão então falou. Olha aqui Dona. Falei com seu marido e assim como esperava ele não vai poder providenciar o resgate até segunda feira. Então nás temos duas opções. A primeira é nos entendermos e ficarmos numa boa aqui até segunda feira e eu te entregar inteirinha a seu marido para que vocês possam continuar a suas vidas e a segunda é a senhora dar uma de difícil e eu te encher de porrada, te comer na marra e depois de pegar o dinheiro do resgate, te matar. Vou te dar um tempo para pensar nisto e volto daqui a pouco. Bela chorava desesperadamente e ouve outro intervalo. Quando apareceu a cena seguinte a Bela estava sentada encolhida no canto e o Zezão em pé ao lado dela. Zezão tentou tocá-la e a Bela chutou seu braço. Zezão então deu uma bofetada na cara da bela que ela caiu na cama desacordada. Fiquei desesperado e depois quando a Bela acordou ainda meio zonza e chorando, o Zezão falou. Nás podemos fazer isso a noite toda e você vai ficar toda arrebentada e ainda vou te amarrar e te estuprar. É melhor você cooperar e ninguém vai ficar sabendo. Bela então falou da filmadora e o Zezão disse. Tá bom se você vai cooperar eu desligo. Ele fez que tinha desligado, mas continuou filmando. Se dirigiu até a Bela e soltou o seu braço que estava preso na cama. Depois mandou que ela se levantasse, não falasse nada e obedecesse a ele sem reclamar ou então iria cair na porrada. Sentou-se na cama a olhando em pé e mandou então que Bela tirasse a roupa. Ela ia protestar, mas o Zezão fez que ia levantar, com a mão como quem ia dar outro tapa e a Bela obedeceu. Foi desabotoando o vestido e deixou cair aos seus pés, ficando de calcinha e sutiã e olhando para o Zezão e chorando. Tira o resto e para de chorar que se eu ouvi um pio, o bicho vai pegar. Zezão falou. Bela desabotoou o sutiã e seus seios despontaram. Ela tentava cobri-los com as mãos, mas o olhar do Zezão fez com que ela continuasse e tirasse a calcinha. Agora pela primeira vez, nua diante de outro homem, Bela com os olhos fechados se controlava para não chorar. Zezão então mandou que ela deitasse na cama e ela o fez. Zezão começou a alisar seu corpo, começando pelos seios e descendo até encontrar sua bucetinha cabeluda. Dava para sentir a tortura que ela estava passando e então o Zezão começou a chupar seus seios, primeiro um, depois o outro e foi descendo até a sua coxas para finalmente abrindo suas pernas, chupar-lhe a buceta. Bela nunca deixou eu fazer isso e com certeza era a primeira vez que alguém a chupava. Vi em seu rosto uma sensação de desespero como querendo empurrar a cabeça do Zezão para longe, mas ele torceu seu braço e na dor ela desistiu deixando-o continuar a chupada. A medida que ele continuava, viam-se claramente a mudança no rosto da Bela e depois de algum tempo, ela começou a abrir as pernas, facilitando a chupada. Começou a gemer e se debater. O Zezão já tinha tirado suas roupas e ele então se levantou com uma pica enorme e dura como pedra e deitou-se na cama com a pica virada para o rosto da Bela. Continuou então a chupar sua buceta enquanto roçava a pica na boca dela. Quando ela começou a gozar de verdade, sua boca se abriu e ele enfiou a cabeça da pica. Bela começou a chupar meio sem jeito entre gemidos de prazer. Logo depois ela começou a se debater gozando alucinadamente e o Zezão então mudou de posição e começou a pincelar a pica na buceta dela. A cara da bela era totalmente diferente de tudo que eu já tinha visto. Zezão então cuspiu na cabeça da pica e foi enfiando aos poucos naquela bucetinha. Bela se debatia entre dor e prazer até que ele conseguiu enfiar tudo e começou a bombar nela. Bela não sabia o que fazer a não ser se debater como se estivesse em convulsão. Depois de alguns minutos Zezão gozou dentro dela e os dois ficaram abraçados e deitados. Zezão apás algum tempo, se levantou de deixou a Bela deitada, nua na cama. Foi sá ele sair e ela começar soluçar em choro. Apareceu o Zezão entregando uma toalha, um sabonete e um aparelho de barba a Bela. Outra pausa e quando ela retornou com o Zezão completamente nú, ele a jogou na cama ainda enrolada na toalha e sentou-se ao lado dela. Bela estava novamente nervosa e tinha um lado do rosto avermelhado. Zezão então mandou ela chupar sua pica e a Bela se recusou. Ele então a pegou pelos cabelos, puxando-os fortemente e direcionou a cabeça dela até sou colo e a mandou chupar com vontade. Bela abriu a boca e deixou ele enfiar a pica em sua boca e assim ele foi falando como queria a chupada. Chupa a cabeça primeiro, agora lambe ela toda, agora engole ela até onde você puder. Bela obedecia as ordens dele e pela primeira vez na vida chupava uma pica. Algum tempo depois ela já chupava sem reclamar e do jeito que ele queria. Quando a pica já estava dura, Zezão então puxou a toalha deixando-a nua e ai foi que eu vi o porquê do barbeador. Ela estava completamente depilada com a buceta lisinha e o Zezão voltou a cair de boca, chupando-a. Novamente depois de algum tempo de chupada a Bela começou a gozar e se abrir toda enquanto ele chupava e enfiava dois dedos em sua buceta. Logo ele sentou-se na cama e mandou que ela sentasse em sua pica o que ela fez sem reclamar. Agora era ela que cavalgava ele. Desta vez dava para ver perfeitamente a pica entrar e sair da buceta dela que se movimentava cada vez mais rápido, até que ela deu um grito de gozo e se arriou em cima dele exausta. Ele saiu debaixo dela e a deixou de bruços deitada. Deitou-se por cima dela e ficou brincando com seu cú. Bela percebendo o que ia acontecer deu um pulo da cama e começou a gritar que não queria, que ela faria qualquer outra coisa, mas que isso não e começou a correr pelo quarto. Zezão se levantou e foi para cima dela a agarrando-a com força e jogando na cama, dizendo que não queria saber e que ia comer aquela bundinha. Bela se debatia e os dois começaram a brigar onde Zezão deu dois tapas bem fortes nela, mas ela continuava brigando, até que Zezão saiu e voltou com outro cara. Era o rapaz que tinha me entregue o DVD. Os dois a imobilizaram e a amarraram na cama de bruços e a amordaçaram. Pegaram então um vidro de áleo e despejaram na bunda dela. Zezão começou a enfiar um dedo no cuzinho dela de depois dois. Como estava cheio de áleo, facilitava cada vez mais a introdução. Quando ele sentiu que já estava um pouco aberto se deitou por cima dela e foi enfiando sua pica, com a Bela se debatendo o quanto podia, pois alem de estar amarrada ainda era segura pelo outro rapaz. Zezão foi enfiando sua pica, até que conseguiu colocar tudo. O rosto da Bela era de dor e lágrimas saiam do seus olhos. Ele começou a foder com força o cuzinho dela recém-inaugurado. Depois de alguns minutos ele acabou gozando e quando se levantou, o rapaz abaixou suas calças e foi enfiando sem dá, no cuzinho da Bela. Depois de alguns minutos ele também gozou e se levantou. Os dois a desamarraram e tiraram a mordaça, com a Bela em prantos. Deram a ela alguns comprimidos que deveriam ser para dor e a deixaram deitada nua na cama. Assim o DVD acabava. (continua.....)rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto.incesto enteadacontos eróticos estupradaContos eroticos gays meu irmao comeu meu cu a forçaconto com putinha novascomo minha esposa aguentou 23cm no rabocontos cachorro cebola zoofilisconto de rasgei o cu de meu irmão fazendo ele choraminha esposa faz questao que eu veja ela com outro em nossa cama e depois chupe ela toda esporrada videoscontos eroticos reais de mulheres casadas crente que ja enfio o pepino no.cucomi o cu da minha sogra linda e da filha elas gritavaContos eroticos. Meu rabo gostoso abertocontos eroticos arrombando a gordaNovinha enlouqueçeu os pedreirosos melhores contos de gang bangconto gay iniciado parente sozinho cuzinho leiteconto erotico trepei com meu primo engravideicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefomos surpreendidos no carro contoscontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cão juntasConto erotico pintor comeu filha de sua patroafazenda de nudismofemeas transando de roupaContos de incesto minha mae fugiu com outro e eu fiquei com o meu paiContos eroticos cegocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteempregada é chatagiada pelo patra e tem qui sar a bucetaContos casal toplessporno uma casada no onibus fica excitada com outro na frente do cornocontos eroticos arrombando a gordaconto porno eu meu marido minha filha e o mendigomorena cabelos pretos seios durunhos e aureulas escuras deliciaContos o doido metev na mendiga na ruacontos eróticos vovó dando o cuvideo de morena clara casada traindo com um bem dotado acima de 22 cmcontos eroticos incesto pai encoxado filhas avo encoxado netascontos depois de 20 anos fui morar com minha mae e no banho ela vou meu rolaoContos eroticos estrupei minha filha renata por ver filmes porno de pai e filha no meu computadorcontos eroticos com mae e filho e pai assistindobia cadela contosconto novinha gravida do tiomãe puta, contoentregando a buceta na frente do marido cegopapai safado dando sonífero para filhas bebê e transando com elaseu sou de bauru sou casada e gosto de encoxadas nos onibus contos er senta devagarContos punheta duplaPapai enfiou o dedo na minha buc*** e gostei!porno conto visinha santinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteler conto erotico de velha greludaConto de vadia explorada por muitos machosconto erotico seduzindo irmaocontos eroticos virei amante do tio do meuguero asistir filmi porno as freiras virgem goxando na bucetacontos eroticos timidas coroasmeline mulata de sp casada metendo com porteiroChaves enfia o dedo no cu da chikinhanovinhaquinzeanoscomendo a mulher em frente ao marido contocontos punheta em calcinha da sobrinhaMinha vizinha me deixou ver ela transando contoso meu padrasto me arrastou pro matagal contoscavalo e pônei cheio de tesão tentando dar em cima da mulherContos maes gravidas dando cuGozei no pau do meu irmão contosirma contoscontos eroticos arrombando a gordadesabafo sou casada trai meu marido com eletricistacontos eroticos mulheres trazando no carnavalcontos eróticos assediada por minha amigacamionista fudeu minha filha e eu