Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENRABADA PELO PAI DA MINHA AMIGA

Olá, rnHoje venho contar mais uma de minhas aventuras, lembrando que são fatos reais, experiências maravilhosas que eu vivi, dessa vez com o pai da minha amiga. Utilizarei nomes fictícios. rnEu e a Ana somos amigas desde infância. A Aninha é filha de pais separados e sempre morou com o pai. Sempre foi um hábito uma dormir na casa da outra. Quando eu tinha uns 19 anos, já via o pai dela, o ?tio Luciano? ? era assim que eu o chamava - me olhando de forma diferente e eu até gostava, mas não entendia direito.rnOs anos foram passando e nos tornamos jovens mulheres, eu com 20 anos e a Aninha com 19, sempre que saíamos de balada o ?Tio Luciano? ia nos buscar e sempre fazia questão que eu dormisse na casa deles, para fazer companhia para a Ana que é filha única.rnO Tio Luciano tem 42 anos, é dono de um sorriso encantador, moreno, pele queimada do sol, cabelos, castanhos escuros e lisos, 1,80m e uns 85kg distribuídos em braços fortes, pernas grossas .rnHá uns 2 anos vínhamos trocando olhares mas um nunca dizia nada para o outro... Todas as vezes em que a Aninha pedia que eu fosse a casa dela, eu me produzia toda sempre com as melhores roupas, sapatos, perfume, etc com objetivo de chamar a atenção do tio Luciano. rnEis que um dia, ao sair da balada com a Aninha, lá estava o Tio Paulo a nossa espera... Fomos direto para a casa deles. A Aninha estava tão cansada que disse que iria dormir no banco de traz e que era para eu ir na frente ...rnAo entrar no carro o tio Paulo nos disse, olhando para mim: Vocês estão lindas! Vamos para casa, já esta tarde... ou melhor já é cedo? rnNaquele dia eu estava com uma saia curtinha, rodada, de renda preta, uma blusa meio transparente branca justinha, e uma sandália de salto de uns 10cm. rnFomos direto para casa e os olhares do Tio Paulo alternavam entre minhas pernas e o volante... sá de ver o desejo nos olhos dele, já me enxia de tesão, então não pensei duas vezes... peguei a uma das mãos dele e coloquei sobre as minhas coxas, dizendo que estavam doendo por ficar muitas horas dançando de salto... Ele me olhou de forma devoradora e não disse nada, olhou no retrovisor para se certificar de que a Aninha estava dormindo e continuou com a mão na minha coxa e começou a alisá-las. Então, eu sentei com as pernas entreabertas e ele começou a subir a mão a quase chegar na minha bucetinha que a essa altura já estava molhadinha e até latejava de tanto tesão...rnEnquanto isso eu comecei a passar a mão no pau dele, que estava duro e dava para sentir cada vez que latejava o que me enlouquecia ainda mais... ambos estávamos loucos de tesão então coloquei a mão dentro da calça dele e comecei a acaricia-lo... apenas por cima da cueca pois tínhamos que ter cuidado, por causa da minha amiga que dormia no banco de traz.rnChegando em casa, acordamos a aninha que foi tomar um banho antes de dormir... O quarto da Aninha era uma suíte então enquanto ela tomava banho de portado banheiro fechada eu comecei a me despir com a porta do quarto aberta para que o Tio Luciano me visse... Ele parou em frente a porta do quarto e ao vê-lo me olhando eu comecei a acariciar os meus seios o que encheu o tio Paulo de tesão e então, ele me arrastou até a cozinha pelos cabelos fazendo gesto de silêncio e me encostou na parede de costas para ele e meteu aquela rola gostosa no meu cuzinho. No começo doeu um pouquinho mas eu estava com tanto tesão que esqueci da dor... Ele metia aquele pau imenso inteirinho no meu cu... com movimentos cada vez mais bruscos o que me dava mais tesão ainda... Minutos depois a Aninha desligou o chuveiro, e estava tão cansada que do quarto mesmo falou em voz alta: Ka, vc está aí? Então eu respondi ?Estou na cozinha tomando um café e já estou indo dormir?, ela respondeu: OK, não vou te esperar pois estou com sono, boa noite? Eu apenas respondi ?Boa noite? Enquanto falávamos ele metia o pau de var no meu cuzinho, mas no momento em que ela disse que estava indo dormir e ao ouvirmos que a porta do quarto havia sido fechada ele tirou aquele cacetão do meu cu e disse, ?vem dar um beijinho vem... minha putinha? e eu comecei a mamar naquela rola gostosa enlouquecidamente depois ele se sentou em uma das cadeiras e eu sentei naquela rola gostosa, enquanto eu cavalgava ele beijava e lambia meus peitos aquilo me encheu de tesão e eu gozei... deixando aquele cacete ainda mais molhado, então ele me colou de quatro e disse: Eu vou encher seu rabo de porra, sua putinha! Então ele começou a comer meu cuzinho novamente, com muita força e eu gemia baixinho, num misto de dor e tesão o que o deixava cada vez mais excitado... eu conseguia sentir aquela benga latejando no meu cuzinho... pouco tempo depois senti aquele lentinho gostoso encharcar meu rabo e escorrer até minha bucetinha... rnEstávamos satisfeitos... então, fui tomar banho e dormi feito uma pedra... Na manhã seguinte apenas me restavam as lembranças de mais uma noite sensacional, fechada com chave de ouro!rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos com o vizinho q mora sozinhocontos eroticos de pai e filhacontos pornôs gangbang madrasta obriga enteadaFomos a um churrasco bebemos muito e aí rolou contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentesou branca e sempre quis da aum mulato mas sou casada contos simpatia comer cunhadaConto erotico. Supositoriocabelos lisos ate na bunda de dar invejaChuoada com gossdaseu emamae dando o rabo videocomendo a vendedora contos eróticosconto minha muie mi cumeuconto erotico madre superiora popozudapapai descobriu contos eroticosconto eurotico tia rabao cagando e eu comi o cu dela depoiscontoseroticosbebendoporracontos eróticos escravo de minha irmãcontos er peitinhos em formaçaoaposta inversão contos eróticoshomen em purra seus ovos no cu de brunaContos erótico pombinha inchadacontos de incesto minha filha se tornou um mulheraocontos eróticos mostrandosexo.com trilogia com a bunda nos seios pequenos e durinhoscontos não aguentei o pau do meu pai inteiro dentro de mimtia muito r***** lavando o quintal não aguenteidei para o papai contoscontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos mamae gulosa mamando no pauzao do seus cinco filhos bem dotados em uma orgia em cadadevagarsinho entrou tudo no cuzinho contoscontos eróticos infânciacomi e ela nao aguentoumulher emsabuando bucetahome subimisso bebi xixi da rainha conto erotico quer virar corno?contos eróticos comendo a mulher negra do meu paiconto erotico madrinha e afilhadoconto obriguei minha esposa a da o cuzinho na boatea cunhada casada de saia nova contostransei com amigo da minha filhao cu da minha esposa e meu contocontos eroticos de incesto inversão com mãe e filhinhocontos eroticos de incesto veridicomelhores contos gays descobri a putinha que havia em mimsadina levano rola na bucetacontos eróticos dando a buceta a outro na frente do marido"contos eroticos" pai e filhas toplesseu sentada na sofá sem calcinhas com pernas abertas pra o papa-contocontos titio comeu minha bucetadesmaiou quando o caralho enorme do negro entrou no culoira casada malho e adoro negao contoscontos eróticos gays barriga incharconto madrasta tranformo enteado en travesticontos gozei depilando o peniscontos gays transei com meu amigogemer duma velha ou coroa tesudacontos eróticos com gordaconto com a cunhadabati muita punheta depois de casada. conto de mulher casadaRelato forcei a filha da mendinga a me dar o rabovvidos de muler co casoro. fudemocontos cdzinhascontos reais eroticos na formatura casaisAmigo do meu filho dotado Contos eroticosru cdzinhacontos de coroa com novinhocontos eroticos real de professora com velho pirocudomulher sentando na embragem com o cu e buceta Conto titia e madrinhaconto pai ai meu cuminha esposa foi aprender a montar - contos eroticosconto erotico comi mae e filha com chantagemcontos eroticos gay hormoniosCasa conto eroticos noiva deixou noivo por outra pica do negãovidio.da meninas do corpiho gostozu