Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUI GAROTA DE PROGRAMA PRO CHEFE DO NOIVO

Olá pessoal, me chamo Camille, tenho 26 anos, sou de Porto Alegre, sou noiva há um ano e ao todo, estamos juntos a 7 anos. O que vou relatar, aconteceu comigo na noite de ontem, e não sai de minha cabeça, por isso tenho que escrever para me aliviar um pouco. Primeiro, Sou loira, de olhos castanhos, cabelos lisos e compridos, 1,67 de altura e 57 kilos, seios médios, redondos, com bicos rosados e contorno grande. Pernas definidas e bunda grande, com quadril igualmente grande! Trabalho como caixa em uma loja de máveis e eletrodomésticos, e o que eu ganho não está dando pra fazer a rematrícula da faculdade de administração, e por conselhos de uma amiga, achei a solução para a falta de dinheiro, em fazer programa. Foi uma medida extrema, e uma decisão difícil, mas acabei criando coragem e comecei a agir. Entrei em um bate papo da cidade, conheci alguns homens, e acabei trocando MSN com alguns também. Conversei com vários, mas a conversa evoluiu mesmo com um deles, que vou chamar aqui de Antônio. Antônio mostrou-se realmente interessado em sair e pagar, conversa vai conversa vem, mostrei uma foto minha pra ele e mesmo ele tendo me reconhecido, nada falou, levando o assunto adiante, dizendo que queria me conhecer. Depois de uma semana de conversa, meu noivo teve que viajar a trabalho na quinta feira, e pintou a oportunidade de eu sair com Antônio, combinamos o preço e o tempo, R$ 200,00 por uma hora, e as restrições que teriam, sem sexo anal, sem ejacular no rosto e usando camisinha. Ele marcou as 20:00 em um motel, e pediu para que eu fosse até lá de táxi, pra ser mais discreta o possível. Coloquei um vestido curto, soltinho, sutiã e calcinha brancos, salto alto nos pés e maquiagem no rosto, peguei o táxi e fui até o local. Quando entrei no quarto levei um puta susto, pois o reconheci, era chefe de meu noivo, fiquei com muita vergonha, não sabia nem o que dizer, ele riu e me mandou entrar. Falei que não, que aquilo era um erro, e que eu ia embora, ele falou que não, e me mandou entrar, com um tom mais enérgico. Ele se aproximou de mim, rindo...dizendo que aquilo era o sonho dele, e eu ia realizar, eu pedi pra ele não levar aquilo adiante, ele disse que eu não tinha escolha, falou isso já me abraçando e segurando em minha bunda! Tentei insistir pra ele parar, ele sá falou que era pra eu relaxar e aproveitar, e beijando meu pescoço. Quase comecei a chorar, então pedi que por favor, não comentasse aquilo com meu noivo, ele riu e falou que se eu me comportasse bem ele guardaria segredo! Ele me abraçando e apertando minha bunda, foi erguendo meu vestido, e começou a me beijar, enquanto apalpava minhas nádegas com o vestido já erguido na cintura! Ele me virou me abraçando de costas, esfregando o volume de sua calça em minha bunda, enquanto apertava meus seios, até baixar o vestido, e logo tirar o sutiã, colocando eles pra fora! Ficou apertando eles e beijando minha nuca.....até me virar, e começar a chupar e apertar meus seios enquanto esfregava minha bucetinha por sobre a calcinha! Ele me empurrou pra cama, se ajoelhou no chão, me puxando pra borda da cama, meu vestido reduzindo a cobrir minha barriga, ele puxou minha calcinha pra baixo dizendo “uau, depiladinha, que tesão”. Ele logo foi com a lingua e começou a me chupar, nossa, ele sabia bem como fazer aquilo, em poucos segundos eu tava molhada, e ele aproveitou pra colocar dois dedos em minha buceta. Eu que há poucos minutos estava prestes a chorar, estava delirando, e logo comecei a tremer de tesão, ele enfiava os dedos e dizia “isso, goza safada, goza como tu nunca gozou antes”, até que realmente gozei deliciosamente. Ele me puxou pelas pernas, me fazendo sentar na borda da cama, e ficou em pé em minha frente, abriu o zíper e baixou a cueca, fazendo saltar um caralho mto maior que o do meu noivo. Era grande, mas principalmente grosso, nossa, e cabeçudo, com a pele envolvendo a cabeça quase por completo. Inevitavelmente me assustei com o tamanho, ele riu e falou “é maior que o do corno não é?”, eu não respondi nada, ele pegou meus cabelos por trás da nuca puxando e me virando pra olhar pra ele, dizendo “Responde piranha, é maior ou não?”, eu concordei com a cabeça, ele puxou meu rosto de encontro ao corpo dele mandando “abre a boca vadia, abre, chupa vai”! Eu obedeci, e comecei a chupar o pau dele, ele sá gemia e dizia “isso, que delicia, chupa gostosa”. Fiquei uns 5 minutos chupando, até ele tirar de minha boca, me empurrou deitada novamente, pegou uma camisinha, colocou no pau, e começou a empurrar em minha bucetinha! Ele segurava em minhas pernas, e bombava pra dentro, e eu gemendo, sentindo aquela coisa enorme em mim. Depois de um tempo ele me virou, me colocou de lado, e continuou os movimentos, mas logo cansou, e deitou na cama, me fazendo sentar sobre ele. Eu fui descendo e minha buceta engolindo o caralho dele.....ele erguendo a cabeça pra chupar meus seios. Eu cavalgava subindo e descendo, e os seios balançavam na cara dele, ele me dava tapas na bunda falando “Isso sem vergonha, rebola gostoso”, e eu rebolando. Ele me virou, me deitando de lado, ao lado dele...e colocou novamente em minha xana. Ele ficou um tempo bombando, até tirou rápido de mim, tirando a camisinha, se ajoelhou na cama, e se posicionou ao lado de meu rosto punhetando, eu falei que se fosse gozar seria nos seios, ele me mandou calar a boca, agarrou meus cabelos dizendo “abre a boca vagabunda, abre”, eu falei que não, que o combinado não era aquele, ele punhetando me puxou mais forte os cabelos dizendo “abre sua puta, esqueceu que tem que se comportar pra eu não contar pro Diego?” Eu contra a vontade abri a boca, e ele puxando meus cabelos virou meu rosto pro pau dele...empurrou pra dentro de minha boca....e começou a jorrar a porra dentro de minha boca dizendo “aaaaaa....toma puta....bebe...aaaa que delícia”....ele tirou o pau pingando de minha boca...esfregando em meu rosto falando “isso vadia, assim eu gosto”. Eu me limpei com uma toalha.....ele levantou, foi novamente na borda da cama, me puxando pra ele.....e começou denovo a lamber minha xana. Pedi pra ele parar pois já havia gozado, mas ele não parou, e logo eu estava molhada denovo. Ele novamente me siriricava com dois dedos, lambendo meu clitáris, ele tirava os dedos melados, e passava na entrada de meu cuzinho, e logo começou a forçar os dedos, até que um entrou. Dei um grito, e pedi pra parar, e ele riu e falou “relaxa safada”, deixando o dedo dentro, enquanto ainda me lambia o clitáris. Aquilo tava me deixando mais louca ainda....até que gozei novamente na língua dele, com dois dedos em meu rabinho. Ele levantou, pegou outra camisinha, colocou em seu pau, me virou de 4, ele em pé fora da cama, e colocou em minha buceta. Ele metia rápido, fazendo barulho de seu saco batendo em minhas nádegas, enquanto foi enfiando novamente os dedos em meu rabinho, um, e depois dois....!!! Ele tirou o pau de minha buceta....e posicionou na entrada de meu cuzinho, falei que não, que nem aguentaria. Ele me mandou ficar quieta e disse “Cala boca Camille, vai aguentar sim, e vc sabe que não adianta chorar, eu vou comer teu cú de qualquer jeito”. Dizendo isso ele começou a forçar a entrada, passou a cabeça, senti rasgar, ele foi empurrando até a metade, e começou a fazer movimento, mas a camisinha prendia na pele, e doía ainda mais. Pedi pra parar q estava doendo, ele nem deu bola e continuou, aí falei q a camisinha raspava. Ele tirou o pau de meu cuzinho, arrancou a camisinha, e me deu um tapa na bunda e falou “chupa aqui um pouco”, eu sentei na cama e comecei a chupar novamente, mas pouco depois ele tirou de minha boca e me mandou ficar de 4. Eu fiquei, ele cuspiu em meu cuzinho, e começou a penetrar novamente....me abrindo inteira. Eu gemendo num misto de dor e excitação, e ele começou os movimentos, aumentando o ritmo, até estar bombando com força. Ele dava tapas em minha bunda, deixando ela vermelha e dizia “Que cuzão gostoso, vadia, engolindo todo meu pau sua puta”. Eu me excitava com isso....e empinava a bunda, ele notava e me xingava mais “Isso vagabunda, impina esse cuzão empina....pede pra te foder mais, pede”, eu já doidinha denovo pedi “me fode safado, come meu cu”. Ele ficou ainda mais louco, “Aé sua vadia, é isso que você quer”, e socava ainda mais forte, ele tirou de meu cuzinho e começou a esporrar na entrada dele, eu de 4, escorria pelo rego, até a buceta. Ele gemia, esfregando o pau com a porra na entrada de meu cuzinho, e enfiava empurrando a porra pra dentro, até q ele se abaixou, e fez em minha buceta. Me assustei, pedi pra tirar, pois havia esperma. Ele novamente desdenhou de mim, segurando em minha cintura dizendo “Foda-se sua puta, agora já entrou vadia”. Ele tirava de minha buceta e colocava em meu rabinho, e ficava revezando. Ele batia a rola em meu cuzinho dizendo “Meu pau não amolece piranha, vou te comer denovo”. Disse isso, empurrando dentro de minha buceta, me comeu um tempo assim. Tirou de dentro e deitou na cama, e eu subi sobre ele, de costas, novamente com minha buceta engolindo o caralho dele. Cavalguei uns minutos enquanto ele batia em minha bunda. Depois ele me ergueu, fez com que eu apoiasse os braços pra trás, na cama, e ficasse com as pernas erguidas, com a sola do pé no chão, enquanto ele segurava minha cintura me suspendendo no ar, e ele subia e descia com o pau aceleradamente enquanto gemia e gritava “Ahhh, que bucetão tesudo Camille, caralho, aaaa”, não demorou muito senti o FDP gozar dentro de minha vagina, aquela sensação de raiva e medo, me deixou louca, e acabei gozando logo depois. Desci de cima dele deitando na cama extasiada. Ele levantou e foi tomar banho, quando saiu, deitou na cama e falou pra eu tomar banho, enquanto ele bebia cerveja. Quando saí do chuveiro ele não estava mais, tinha deixado os R$ 200,00 sobre a cama e saído sem eu ver. Me vesti, sá de sutiã e vestido, pois ele sumiu com minha calcinha, peguei o taxi e fui embora. Sá de lembrar o quanto o safado foi abusado eu fico excitada, mas ao mesmo tempo com medo de que ele conte alguma coisa. Espero que tenham gostado. Beijos.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos comendo irmãtava espiando minha tia e comi ela contoscontos com fotos familia praia nudismocontos eróticos assaltantes me f****** na frente do meu filhoconto eroticos de tanto os meninos gozar dentro da minha xotinha ingravideibelas picas brancas rosinha gozando gayscontos eróticos traindo com meu sobrinhoContos eroticos de mulheres menstruadas estupradasSexo vagina primeiro amor contogostosa qee depois de levarvarias encoxada persebeu qee ta toda gozada18oras.porncontos eroticos fudendo com velhoContos heroticos de mulher que soltou um pum na hora que tranzavawww. indiando a rola na gostosa por baixo do vestidoContos eroticos com velhosconto sexo loira casada primeira dpcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteme depilei pro carnaval contosminha mae é puta dos meus amigos contosconto: enrabado e mamando outroconto erótico na despedida de solteiro do meu cunhado novinha transa com elecontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosContos eroticos empregada humilha a patroaContoseroticoscomsogrocontos minha mulata foi arronbada e curradaconto erótico sequestro da minha tiamullher careca fetichecontos eróticos comi minha cunhada que tinha raiva de medei a xoxota para meu sobrinho contocomo o cheiro da maça contosminhas sobrinhas conto eroticomeu pai tirou meu cabaco e colocou um absorvente para não Vazar conto chaves metemdo pau em Chiquinhaconto erotico sobrinha inocenteconto erotico Garota CCb casou virgem lua de melViva local crosdresserescontos eroticos arrombando a gordamendigos me violaram contos eróticoscontos/comi a mae e tirei o cabaco da filhacontos eroticos calcinhas usadas da mulher do amigoirmazihas safadas locas por sexcontos erotico garota do interior peteu cabaçoconto arebentei cu toda familiameu dog fudeu minha mulher e cunhada contosConto erotico pintor comeu filha de sua patroacontos eroticos engravidancontos erotico pirocaozoofilia garota de programa asustada com pauza do cavalo boneime larga lençou bom diacomi minha tia contodividindo a cama conto biconto eu meu filho e meu pai cumemos minha esposa rabudafudeno com duas gostoda e cozamo na caraContos Eróticos MEU BUNDAO filhomulher de sainha pescandocontos dos podolatrasContos dei o cuzinho para a travesti fabiola voguelrelatos eroticosde portuguesas de noVinhas enrabado no campingcontos eróticos gay meu professor de quimicacontos eroticos arrombando a gordanovinha falou que ia pozpornô grátis cunhada de calcinha fio-dental para vocalcontos de violadascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos gay sou submisso ao meu irmão mais velhoConto titia e madrinhacontos eroticos depois de muito tempo dei pro sobrinhomuher contando istoria erotica na camacontos eroticos meu irmao e meu amante incestoconto erotico dra valeria trepa com labradorcomi o cu da tia no acampamento na barracaContos eróticos enteada larissa viajarcontos de velhos taradoeu minha irma e minha prima contos lesbicosmocinha do cu guloso contoContos erótico genro pegando a sogra