Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMO ME TORNEI O MACHO DA MNINHA IRMÃ

Na época que aconteceu o que vou relatar não se falava em incesto e nem em zoofilia e quando eu ouvia alguma coisa sobre isso não acreditava. Para mim era uma loucura ou uma grande mentira. Eu tinha treze anos anos e minha irmã dezoito quando ela se casou e foi para longe. A gente era muito amigo e conversava muito em casa, saia junto e agora era sá por telefone. Ela sá vinha uma vez por ano, pois morava longe. Nos dois primeiros anos não reclamava mas depois comecou a dizer que o casamento estava no fim, o marido não ficava com ela, saia para beber todos os dias com os colegas de trabalho. E chegando em casa não dava conta, não fazia sexo. Ela passou a vir em nossa casa três vezes por ano. Conseguia uma folga no trabalho quando tinha um feriado e vinha ficar uns dias. Sempre reclamava que não fazia sexo. Eu já estava com dezessete, portanto, quatro anos de caamento ruim, pois depois ela disse que nem no início foi bom. Uma tarde eu cheguei em casa e ela estava lá com vários pacotes, malas e disse que tinham mais coisas que chegariam por uma transportadora. Separou-se. Depois de organizar as coisas começamos a sair oiutra vez, íamos sempre ao cinema e a uma lanchonete. Ela falou em casa que descobriu que o marido estava saindo com um gay. Eu morava com minha mãe. Ela foi visitar uma outra irmã, bem mais velha, também casada. Essa estava feliz. Eu e minha irmã ficamos sozinhos em casa cinco dias e foi nessa semana que aconteceu. A gente foi ao cinema. Lá, enquanto o filme não começava ela falou baixinho que se naquele dia encontrasse alguém que a convidasse e se interessasse ia na hora, não aguentava mais. Acabou o filme e fomos para a lanchonete. Não encontrou ninguém e fomos para casa eram umas onze da noite. Em cidades pequenas era assim na época. Ela foi tomar banho e eu fui colocar um shorte e fiquei na sala vendo um filme na televisão. Chegou com uma camiseta que cobria metade de sua calcinha amarela. Não sei como mas meu pinto endureceu na hora. As coxas eram rígidas clarinhas, meio grossas e a bunda magrinha. Ela era magra, peitos grandes, cabelos loiros lisos e curtos e olhos castanho claros. Eu tinha 1,67 e ela 1,50. Era uma gracinha e muito meiga. Sentou ao meu lado vendo o filme e perguntou se eu já havia transado com mulheres. Respondi que ia na rua de baixo e pegava a empregada da casa do meu amigo, um colega de escola. Ela sabia quem era, uma coroa de uns trinta anos gostosíssima. Até esse dia tinha sido a única mulher com quem eu fazia sexo e gozava até cansar. Ela era experiente e fazia eu e meu amigo sairmos desse mundo. Ela foi pedindo detalhes, chegando mais perto de mim e logo passou a mão nas minhas costas e colocou no ombro. Continuamos conversando e ela falou que estava molhadinha. Eu estava excitadíssimo mas não imaginei que aquilo fosse tomar o rumo que tomou. Ela disse que enquando o marido estava bebendo ela olhava revistas pornôs e se masturbava e era a única maneira de ter prazer, e nunca teve sexo com outro. "Quer ver umas revistas?" Respondi que sim e logo ela veio do quarto com várias. Fomos olhando as cenas de sexo e nás dois ficamos muito excitados. Foi quando ela chegou mais perto de mim e abraçou meu corpo, chegou a boca pertinho de mim e disse que me achava atraente e que estava molhadinha. Pegou minha mão e colocou na sua xoxotinha encharcada. Não resisti e toquei com o dedo, no fundo. Ela respirou fundo e pronto. Estava feito o primeiro incesto entre nás dois. Ela foi descendo minha cueca respirando fundo, suspirando, e logo estava abaixada beijando e chupando meu pinto duríssimo. Enquanto isso fui levantando sua camsieta e passando as mãos naquele corpinho magro e suadinho. Ela parava, olhava para mim e continuava. Pedi que viesse para a gente transar. Ela foi se levantando em minha frente, eu tirei sua calcinha e ela veio devagar com as perninhas abertas, foi descendo e controlando a entrada, nem precisava, eram sá quinze cm e não muito grosso. Depois de entrar todinho ela abraçou meu corpo e começou a subir e descer, gemia, eu passava as mãos nos seios duros e logo fui para o grelinho firminho e comecei a tocar. Ela não aguentou e começou a mexer como uma puta, me abraçava mais apertado e logo me beijou a boca, eu a apertei mais nas costas, puxei-a ao meu encontro, e gozei. Ela soltou o corpo devagar e sorrindo disse que tinha conseguido. Foi uma coisa inusitada para mim, e para ela também, mas depois disse fizemos várias vezes. Quando ela me pediu para colocar no cuzinho fiquei louco. A gente continuava sozinho em casa quando ela chegou de uma viagem curta, trouxe vaselina e depois de uns amaços que nos deixou com um tesão exagerado ela me chamou para ir ao quarto, tiramos a roupa e ela me mostrou o cuzinho. "Quero no cuzinho, morro de vontade." Matei a vontade dela e a minha, meti forte como ela pediu, toquei o clitáris dela e gozamos muito. Ela disse que a dor a fazia ter orgasmos longos. Nesse tempo eu chupei os peitões gostosos dela, meti no rabinho, na xoxotginha, chupei a buceitnha dela e assim eu a fazia gozar muito. Tivemos esse caso durante uns três meses. Depois ela começou a trabalhar na cidade práxima e se mudou para lá. A gente foi deixando de fazer, primeiro porque não tinha um lugar, era difícil. Em casa sempre tinha gente e onde ela morava tinham mais duas amigas. Mais tarde ela começou a namorar um cara de lá e se casaram, Agora ela é feliz no casamento. Eu não vou a casa dela e a gente pouco conversa hoje por causa de outras coisas que aconteceram mas sinceramente ela foi a mulher mais gostosa que peguei em toda a minha vida.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


dei pro tarado contosComtos casadas fodidas na rua por camionistasO pai da minha amiga me enganou contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente"gostosona de fortaleza"contos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos eróticos de mães e filho de pau grandepuxa agarra japinha cabelos pornocontos/ morena com rabo fogosofilho adotivo punheteiro contosconto uma viagem muito gostosacontos eroticos arrombando a gordaconto erotico de tanto eu insistir em engravidei a minha professora eu era um meninoConto gozou muita porra no meu cuchaves metendo na patimeu patrão me pegou mastubando e chantageia conto eróticopalestra buceta divididameu marido abriu minhas pernas e tirou minha virgindadecontos pornos mae e irmamulheres gosta de abri todo bucetaoÇonto erotico coroa da bunda grandecontos eroticos gay papai com vinte e cinco anos me comeu com nove anoscontos eroticos chamei a policia e ccontos de corno perdi minha namorada virgemamiga da minha filha tezudinhaeu quero ver mulher ficando engatada fique transando com poodle cachorro poodlecontos eroticos minha esposaflavia e dois machosContos eroticos currada no onibus de fio dentalConto erótico qual é a cadela mais receptivaesposa na praia de nudismo contoestoria porno a fantasia do meu marido e c cornox vidio comtos eroticos flaguei mamãe econtos dp.na mendigaler contos eroticos fortescontos eróticos mulher de traficante dando pra galera todacontos duas pica no cucontos eróticos CCBEstourei o cu da crente na viagem contosconto porno come o cu da minha cunhada e a amante e sua amigavideo porno mulher do meu amigo de chotinho na festa casa dele realidadeContos dei o cuzinho para a travesti fabiola voguelcontos marido jogandoContos gay primeira vezaposta inversão contos eróticoscontos escravizada por chantagenscontos eroticos engravideiContos eroticos estuprada pelos mendigosConto de neto dopa avo e come a buceta delacoroas homens velhos nojentos sexo relatoConto que meu vizinho esporra nas calcinhas de minha esposaquero ver no boa f*** de mulheres com shortinho todo enfiado no rabocontos eroticos mamando na novinha cheia de leite no riacho de biquiniContos eroticos gay iniciado pela maerelatos coroas defloraçãocontos porno sou putinha pra minha mae no puteiro da familiaeu e minha cunhada apos a festa conto eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos de como meu amigo me comendoContos sou alegria dos coroasconto erotico sou empregada e viuvavê seu pau foi a gota d'agua "contos eroticos gay"contos eróticos gay sendo putinha do meu primo bruno parte 2Sem a minha permissao contos eroticoscontos eróticos gay taxista Santarém Paráminha mae é puta dos meus amigos contosprimeiro abraço encostou o pau na bct puxou pela bunda encharcou a calcinhacontos erotico. por causa da crise meu.marido virou.cornocontos gay estrada calcinhaConto tava tudo escuro ele me agarrou por tras e me encoxoucomigo a mulher do meu irmão transando sexo prima irmã titixxvideos tia chopano a sobrinha novinha conto o velho pauzudocontos de coroa com novinhocu peidão conto gayconto mae e filho bebados fazem sexo depois na valta de uma festacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos minha sogra de calcinha rendacontos eroticos homem engravida esposa e sograContos erotico, sobrinho que pergou a tiaconto erotico: va para o vestiario e me espereContos eroticos Mamãe puta