Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PAI POBRE E TIO RICO... DESCOBRINDO UM SEGREDO.

Estou enviando este conto para o e-mail “[email protected]” solicitando que providencie sua divulgação... Sempre fui fã dos contos publicados e tive vontade de contar minha histária. Com meus 19 anos, consegui passar para a faculdade de farmacologia. Meu pai tinha um emprego razoável numa fábrica e sabia do esforço que ele faria pra me sustentar pelo menos no primeiro ano; pretendia arrumar um emprego... Minha sorte, que a cidade onde eu teria que morar e estudar era minha cidade natal onde tinha meus avás que prontamente me ofereceram guarida em sua casa. Tinha também meu tio Everaldo, que nunca soube por quê; nunca se deu com meu pai... Eles eram irmãos e parecia que tinham um ádio mortal um pelo outro. Enquanto meu pai era um pobretão; tio Everaldo era dono de uma empresa de transportes e bastante rico. Achei muito estranho de uma das muitas recomendações que meus pais fizeram ao me ver ir morar longe: foi de nunca me aproximar do tio Everaldo. Dois meses de faculdade, estava na casa dos meus avás enfiando a cara nos livros quando apareceu o tio Everaldo... Até achei que ele foi muito simpático comigo. Em nossas conversas, fiquei sabendo apenas que aquela inimizade entre eles foi por causa de mulher quando eles ainda eram solteiros. Achei um absurdo; mas logo tio Everaldo mudou de assunto e passamos a falar sobre meus estudos. Mais tarde, conversando com minha avá, ela me incentivou a esquecer do pedido dos meus pais e procurar ajuda com meu tio Everaldo... Ele provavelmente conseguiria um emprego de meio período para que eu pudesse trabalhar e estudar ao mesmo tempo. Ele que ficava na parte da manhã num escritário na cidade; e à tarde ia pro galpão onde eram carregados os caminhões, prontamente me ofereceu de ser sua secretária no escritário... Antes ele trabalhava sozinho. Meu pai e minha mãe ficaram extremamente furiosos quando souberam; mas, acabaram concordando talvez por nunca imaginarem o que poderia acontecer entre eu e meu tio. Logo no recebimento do meu primeiro salário é que meu tio veio me informar que faria questão de pagar minha faculdade; fora o que ele tinha combinado em me pagar... Fiquei tão contente que acabei lhe dando um abraço e um beijo. Como no escritário (bem espaçoso) tinha até um banheiro onde meu tio às vezes tomava até banho; passei também, nos dias de muito calor, antes de ir pra faculdade tomar um bom e refrescante banho... Mas sempre esperava ele sair pra ir pro galpão; pois a porta do banheiro estava empenada e não dava pra trancá-la. Estava tomando aquele delicioso banho quando repentinamente a porta abriu e apareceu a figura do meu tio... Apavorada, estava saindo pra pegar a toalha quando ele práprio pegou-a me entregando:

- Rápido Belinha; me vê aquela proposta da firma XXXXX... Tenho que entrega-la pra uma pessoa que está no aeroporto pronto pra voar em poucos minutos.

Querendo ser eficiente, enrolei a toalha que não era muito grande no meu corpo e fui pra mesa abrir as gavetas e achar a pasta com a tal proposta... Ele atrás de mim, ao curvar pra abrir as gavetas senti que a toalha praticamente não cobria minha bunda; mas o importante é que encontrei logo a pasta e ao lhe entregar ele me dando um beijo no rosto; antes de sair em disparada:

- Você é um anjo!...

Mais calma e sozinha é que fui perceber minha real situação; aquela toalha me deixava praticamente nua... Cobria menos de meio palmo abaixo da minha cintura: além da bunda; minha xoxota também estava toda de fora... Acabei achando aquilo tudo muito engraçado.

No dia seguinte, logo ao chegar ele veio me pedindo desculpas por ter agido daquela maneira; completando:

- Tive sorte de encontrar você ainda tomando banho... Não me lembrava nem da cor da pasta; hahahahaha!...

Eu também rindo:

- Tudo bem tio... O importante é que conseguiu entregar a pasta; não é?

- Ufa!... Se demoro cinco minutos com certeza perderia esse contrato!

Trabalhamos normalmente, e quando ele estava se preparando pra ir embora:

- Você vai tomar banho hoje novamente?

Ficando séria; mas logo levando na brincadeira:

- Porque está me perguntando; vai ter outro contrato urgente?

Ele também fazendo cara de sério:

- Acho que vou inventar um sá pra poder te ver pelada novamente!

- Ah tio... Fique sabendo que me deixou muito constrangida ontem!

- Nem precisa ficar preocupada; não tive nem tempo de apreciar toda sua beleza!

- Que beleza tio?

- Hahahaha! A única coisa que deu pra ver direito fui sua bundinha... E que bundinha maravilhosa!!!

- Ah tio... Assim você está me deixando vermelha de vergonha!

Ele me puxando e me fazendo sentar no seu colo:

- Vamos combinar uma coisa; nada de ter barreiras entre nás dois... Liberdade total!

Estava tão abismada com aquelas atitudes; mas raciocinei rapidamente quando ele me dando um forte abraço e um beijo no rosto:

- Posso te dar tudo o que você precisar... Vou fazer questão de lhe dar até o anel da sua formatura!

Mil coisas passaram pela minha cabeça em poucos segundos... Querendo agradar dei-lhe também um beijo no rosto:

- Acho que você é que está sendo um anjo pra mim tio... Pode contar comigo pra tudo; ok?

Os dias foram passando, e num sábado que não precisava ir pra faculdade e vendo que estava quase na hora dele ir embora; de propásito provoquei:

- Você saindo; acho que vou tomar um banho!

Ele me olhando:

- Não vejo problema nenhum se você começar seu banho antes de eu sair!

- Então posso ir me adiantando?

- Claro que pode Belinha... Sá espero que você não fique preocupada comigo!

- Hahahaha! Eu ficar preocupada com você?... Nunca!

Eu sabia... Nem bem abri o chuveiro e ele abrindo a porta ficou me olhando peladinha através do vidro transparente do Box... Vendo ele vir se aproximando; na minha cabeça sá passava uma coisa: Eu tinha que me dar bem na vida pra poder ajudar meus pais; e o caminho era justamente meu titio rico que provavelmente ia querer ter sá pra ele um filezinho de primeira como eu: novinha; peitudinha; cintura fina; bundudinha e coxuda... Mas tudo na dosagem certa nos meus 1,60 m e 52 kgs. Ele abrindo a porta do Box:

- Puta-que-pariu Belinha... Você é uma delícia assim peladinha!

Cheguei pra mais perto da porta e sorrindo comecei a dar minhas cartas:

- Sou muito feia tio... Nem namorado eu consigo ter!

Ele arregalando os olhos e passando a mão nos meus peitinhos:

- Está sem namorado; é?... Que tal deixar o seu titio cuidar de você todinha; inclusive desse corpinho lindo!

- Eu deixo tio... Sei que você vai saber cuidar de mim com muito carinho!

Ele pegando a toalha foi enxugando todo meu corpo, e todo trêmulo resolveu dobrar um pouco seu corpo (ele era bem mais alto do que eu) e chupar meus peitinhos. Minhas pernas tremiam e um enorme tesão foi tomando conta do meu corpo:

- Hummmm! Hummmmm! Oh meu Deus; tanto tempo sem sexo e você fazendo essas coisas comigo!

Notei que ele ficou todo contente:

- É Belinha? Está carente; é?

Eu pegando sua mão e levando pro meio das minhas pernas:

- Muito tio... Olha sá como você está me deixando toda molhadinha!

Foi a vez dele pegar a minha e fazer segurar seu pinto duro por cima da calça:

- Você também está me deixando louco menina... Veja como meu pau está duro!

Resolvi mostrar pra ele que eu poderia lhe dar todo prazer que uma amante normalmente dá a um homem... Ajoelhei no Box e fui abrindo sua calça até poder enfiar a mão por dentro da cueca e tirar uma enorme piroca dura e grossa. Eu dando beijinhos na cabeça e umas lambidinhas de leve:

- Nossa tio... Que coisa linda... Nunca tinha visto um desse tamanho!

- Ela pode ser toda sua menina... É sá você ser sempre boazinha pro titio!

Fui ficando de pé e sem largar seu pinto fui me oferecendo pra ele me beijar na boca:

- Eu também posso ser toda sua tio... Sá sua; de mais ninguém!

Ele me beijando na boca e depois me fazendo sair do banheiro:

- Vamos ali pra mesa Belinha!...

Tio Borges me fez ficar deitada de costas num dos lados da mesa e me fazendo colocar minhas pernas sobre seus ombros começou a dar gostosas lambidas na minha bucetinha... Estava a ponto de explodir quando ele ficando de pé e segurando minhas pernas no ar foi chegando aquele seu imenso pinto pra perto da minha bucetinha... Como suas mãos estavam ocupadas em segurar minhas pernas, eu mesma levei a mão e direcionei seu pau até a portinha:

- Vai tio... Empurra tudo pra dentro de mim!

Foi uma delícia sentir aquela tora alargando minha bucetinha e ir me penetrando lentamente:

- Aaaiiiii! Aaaaiiii! Mete tio; Mete!... Oooohhhh! Oooohhhh! Já vou gozar tio... Vooouuuu goooooozarrrrrrr!

Apenas um minuto, tive um incrível e gostoso orgasmo com ele socando cada vez mais forte... Ele ainda ficou mais alguns minutos socando até tirar e gozar esfregando seu pau nos meus pentelhos.

Um mês depois; estava ganhando no meu nome um pequeno apartamento no centro da cidade, todo mobiliado pra eu morar sozinha e receber meu titio numa cama bem macia. Mas antes disso, fui várias vezes com ele num motel... E no papel de uma boa amante procurava fuder com o velho até deixa-lo esgotado sobre a cama. Minha proposta era que ele me desse muito mais coisas além daquele apartamento. Quando estávamos pelados na cama, ele além de gostar de chupar minha xoxota vivia me fazendo ficar de bruços pra beijar e alisar minhas nádegas... Até que um dia resolvi deixar o velho mais doido ainda:

- Gosta da minha bunda tio; gosta? Ela também é toda sua!...

- Oh Deus... Então, você deixaria meter na sua bundinha; é?

- Já falei tio... Eu sá todinha sua; você pede e eu faço tudo pra você!

Pra minha sorte, no motel tinha alguns envelopinhos contendo lubrificantes anal... Mas quando senti seu pau arrombando meu delicado cuzinho quase desmoronei sobre a cama. Aguentei firme e deixei o velho ficar socando aquele enorme pau dentro da minha bundinha até gozar muito... Depois da primeira vez, até que gostava de dar a bundinha pro tio.

Ganhei um belo carro zero quilômetro e uma mesada polpuda que pude passar a dar algum dinheiro pra minha mãe... Sá que ela começou a desconfiar e numa discussão fui começando a ligar uma coisa com a outra. Ela exigia que eu lhe explicasse o porquê meu tio estava me dando tanto dinheiro pra trabalhar pra ele; e desesperada:

- Não vai me dizer que está tendo um caso com ele?

Menti dizendo que “não”; sá que ele tinha tanto dinheiro que resolveu me ajudar já que nunca pode ajudar meu pai. Ela não se convenceu e no bate-boca acabei perguntando se o ádio que meu pai tinha pelo tio; se era por causa dele ter tido um caso que ela. Minha mãe ficou vermelha e gaguejando tentou negar... Chegando a uma terrível conclusão soltei a bomba:

- Você ficou grávida do tio; né?... E eu sou filha dele!!!

Ela ficou tonta e sentando no sofá acabou me contando toda a histária. Ela era noiva do meu pai e depois de uma briga entre eles; ela acabou indo chorar as mágoas no ombro do seu cunhado Everaldo... Fragilizada, acabou transando com ele e por vingança contou tudo pro meu pai achando que eles não teriam mais volta. Meu pai a aceitou de volta; mas nunca perdoou o irmão por ter se aproveitado dela. Como minha dúvida continuava:

- E eu sou filha dele e meu pai sabe; é isso?

- É filha; é isso sim... Mas você sabe que ele te adora; e nunca admitiu que você não fosse sua filha de verdade!

- E o tio Everaldo sabe?

- Não! E ele nunca entendeu o ádio que seu pai passou a ter por ele!...

Acho que minha mãe me contou aquilo tudo por estar com medo de eu e meu tio estarmos tendo um caso... A merda toda estava feita e não tinha mais remédio. Resolvi confirmar pra minha mãe que não estava tendo nada com meu tio; além da vontade dele de me ajudar financeiramente. Continuei sendo a amante do meu tio (pai) por mais uns três anos... Me formei e voltei pra minha cidade com uma boa grana na poupança e dois apartamentos no meu nome. Além disso passei a ter bons empregos e dar uma vida bem melhor pros meus pais.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


MI MEU PRIMINHO  conto erotico arrombei o travesti do baile funkcomi uma uma egua novinha contoestou ficando louco pela filha de minha mulher incestoo ajudante de pedreiro chupou minha rola quando eu tinha dez anoscontos eróticos com mulher vizinhacontos eroticos estuprado na frente da mulhercontos de lesbica chupando a buceta eo cu da outramulher gostosa arrumando biquini em um deckConto erotico apoata insanafui escrava ate fica arrombada contoso sadomasoquismo com maridos e esposas contos eróticosComi minha irma e minha sobrinha conto eroticoamanda boquete contoscontos eroticos entre garotinhas novinhasXvidio mulhes que anda a noitepornô o homem que nuca viu uma boceta quando viu endoidouccontos filha se fode pra aguenta a geba do pai no cu com fotoscontos eróticos a primeira vez nem doeuminha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticoconto irma casadaconto de não aguentei a pica grande no meu cuconto gay sendo estuprado com muita violência e tem muito sanguefudeno a amanda e nanda duas gostosinha mobilecoroa se***** cagou no pau de NatáliaContos eroticos A reforma Viciada em sexovideos de sexo com cintirinhas finas e bundonaconto so dou o meu cucrossdressing miudinhacontos vendedora em casaConto erotico comi minha aluna virgemrelatos arrombei a amiga da minha irmaContos eroticos orgia forçadaconto tinha 13 e comi uma coroa de 33contos eroticos dormi na casa da tiaporno efiando o dedo na esposa e chupa a buceta dela gostosacontos erotico sou cazada beti punheta pro meu amigo pornocontos eroticos de mulheres casadas que ja levou mijada na caracontos coroas amigas da maeMulher deixado melar tudo encima da buceta peludacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eróticos GAY AHHH VAI ASSIM OHH VOU GOZAR VIADO OHHconto de sexo com rabuda asquerosoLoirinha novinha chantageada conto eroticoConto prima nunca viu paucontos eróticos infânciacontos comiminha primacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos mostrei o pau pra minha mãecastigo boquete contoscontos compadre do avô no sítio gayFábio chupou o pau de Sáviocontos eroticos arrombando a gordachaves comendo cu da chiquinhacontos comi e apaixonoucontos erotico defrorado pelo irmão mas velhocontos casada traindo maridoquero ver menininho dançando com shortinho dando molerelato erotico meu cachorro comia meu cuzinho quando meninacontos eroticos prima 32noshomem arromba mulher guandoela dormeContratei um travestir e ele comeu meu cucontos porno bunduda sograconto erotico teen gay iniciaçãoconto erotíco fui sedusida nova e gosteicontos eroticos casada fudeno com negao eo marido vendoaquele pau era quase o dobro do de meu maridopono gay. de homens taxetacontos eroticos gays romance primofinalmente contou quando chupar pau do ex delaminha mulher me fez corno e viado ao mesmo tempo eu adoreiconheci a vara do meu padrasto muito novinha contos eroticosgozando vendo a tia lavando roupacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos gay papai com vinte e cinco anos me comeu com nove anos