Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A SOBRINHA GALINHA

Me chamo Sandro, tenho 32 anos, solteiro e sou louco por sexo. Tenho uma irmã que mora em uma chacara que fica a uns 3 Kms de uma cidadezinha no sul de minas, ela esta largada do marido e tem uma filha linda, linda demais que se chama Paulinha. Resolvi então passar uma semana na casa de minha irmã, liguei para ela e ela ficou muito contente, disse que apesar de não estar de férias eu poderia ficar a semana toda em sua casa sem problema, que a Paulinha me faria companhia. Cheguei numa segunda feira de manhã, minha irmã me recebeu super bem, na hora que vi a Paulinha, fiquei louco ela estava muito mais gostosa, usava uma mini saia, estava com uma anca que parecia mais uma potranca, fiquei louco. Minha irmã logo logo pediu descupas por ter que ir trabalhar e saiu me deixando com a Paulinha. Ela sá me chamava de titio, fez muitas perguntas, me mostrou o meu quarto e eu louco na bunda dela, não tirava o olho, uma coisa do outro mundo. Resolvi então tomar um banho e descansar um pouco da viagem, estava deitado quando ouvi barulho de vários meninos chegando de bicicleta. Eles eram uns quatro garotos, na faixa de 19 e 19 anos. Ouvi quando um deles foi logo perguntando para Paulinha. E aí vamos brincar de pique-esconde? Ela respondeu: Não vai dar meu tio chegou de viagem e esta no quarto dormindo? Dá sim, um bate cara e os outro escondem como a gente fez das ultimas vezes, estamos loucos de vontade. Respondeu um deles. Tá bem, vou ver se o tio tá dormindo e volto logo. Disse Paulinha.

Ela abriu devagar a porta do quarto e eu fingi que estava dormindo. Então eles começaram a brincadeira. Tiraram a sorte para saber quem iria bater-cara.Abri um pouco a janela e deu pra vê, quando o maior deles e a Paulinha entraram dentro de um paiol e os outros foram para lugares direferentes. O que estava batendo cara contou até duzentos, não entendi porque de tanto tempo, saiu depois e começou a procurar os outros meninos, eu não conseguia tirar os olhos do paiol onde estava escondida a Paulinha e o maior deles. O que eles estariam fazendo? Fiquei ainda mais louco quando vi a Paulinha saindo meio que arrumando a saia e os outros meninos já estavam esperando. Ouvi quando um disse, 1, 2, 3 Paulinha e Pedro. Agora é sua vez de bater-cara e conte bem devagar igual eu fiz, não vai relaxar se não eu relaxo contigo da outra vez. Tudo se repetiu como da primeira vez, o que estava batendo cara foi com a Paulinha para o paiol e outros dois se esconderam e outro lugar. Eu não estava aguentando mais de tesão sá de pensar que os caras tavam metendo na minha sobrinha gostosa, ou seja, ela estava se comportando igual uma galinha do rabo torto. E assim aconteceu, com todos os demais, ou seja, todos se esconderam com a Paulinha e com certeza todos meteram nela. Quando o ultimo bateu cara eu resolvi sair lá fora e conhecer os garotos. Paulinha com uma carinha de vadiazinha me apresentou os garotos. Pedro o mais velho e forte, Carlos, Edu e Japa o menor deles, todos eram colegas de escola e como ela disse eles sempre faziam trabalhos escolares juntos e também brincavam de esconde-esconde. Os garotos ficaram meio sem graça com a minha presença e rapidamente se despediram de mim. Paulinha se despediu deles e disse que iria tomar um banho. Os meninos pegaram as bicicletas e foram embora, ouvi quando ela ligou o chuveiro e começou a tomar banho. Esperei ela sair do banho e fui logo perguntando. Você brinca sempre com os seus colegas de esconde esconde? Sim quase todos os dias. Ela me respondeu com a carinha mais sapeca que existia. Amanhã eles vem brincar com você de novo? Vem sim, eles gostam muito de brincar comigo e eu com eles, afinal eu fico muito sozinha aqui e eles me fazem um bem danado.

Ela estava enrolada em uma toalha e passou por mim toda se insinuando e por querer deixou a porta do quarto entre aberta, não aguentei e fui espiar um pouco. Ela estava sá de calcinha, branquinha, tipo asa delta, penteando o cabelo com a bunda linda, gostosa, carnuda virada para o lado da porta, ela sabia que eu estava olhando, entaõ ela se debruçou na pentiadeira e empinou a bunda, não aguentei, fiquei louco, tirei o pau pra fora e bati uma das punhetas mais gostosas da minha vida. Fiquei imaginando o que os garotos haviam feito naquel bundinha maravilhosa.



Se quiserem saber o restante da histária e so lerem a continuação.



































































































































































































































VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos hot satisfasendo meu cunhado e minha cunhadamasturbando pelo telefone contos eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos comi minha cunhada no seu aniversáriomete mete mais gostoso. história realContos eroticos eu e minha irma no ginásioconto chupador de peitosCercada por varios contos eroticoscontos er irmas vizinhacontos balas por metidas nas meniminhascontos esposa carona para travesticontos eroticos de virgemcontos de corno perdi minha namorada virgemhomen bulinando o penis no chortzoofilia umcacete enorme pra pequena putaconto - so cabia um dedinho na bucetinha delaContos gay fazendo a barbaComtos mae e filha fodidas pelos amigos do paio marido da patroa contocontos eróticos meu filhocontos eroticos crechecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecache:fvTAICqerA8J:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_20666_aconteceu-comigo..html porno meu primo e um jegue minha mulher adoroucontos eroticos minha namorada virgemdesde novinha contosporno cunhada seio duro violadaconto sou doida pra da pro meu sobrinhocontos de sexo sogrocache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html buceta de cajarafala mulher pelada bonita gostosa peituda o capoeiristamuhleres quecavalo tramsa com animalmulher caucinha tirando xoti para fudeestiquei os peitos da gostosa contoscache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"contos eroticos meu cunhado lambuzou a minha cara de porraSo video de 5 minutos porno buceta e rolas de 16centimetroganhei carona mais tive que engolir porracontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticonto erotico minha namorada e meu tiotransei com meu paiComtos casadas fodidas pelo sobrinho e amigos deleContos eroticos tia coroa da roçacontos porno de zoofilia minha buceta cabeluda engoliu o pintao do cachorrofiquei de bruço o negao se aproveitoucontos eroticos com sogro e sograMenina da pracinha, contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de loiras c****** trepando com negão estrangeirocontos eroticos gay mulherzinhacarlão socando ate as bolas no cu da vadiaContoseroticos meninas novinhas virgem estupradas pelo tiocontos eroticos apostei meu marido e pedircontos metendo na tiaassistindo mais meu padrasto coladinho e ele de pau duro contos eroticosconto eroticos.chupfiz a vadia sentir dor contos eroticosnegao marido de aluguel com casadas contoscontos eróticos infânciatravesti rabuda com medo de ser castradocontos eroticos cuidando o meu sobrinhoconto irma com tesaocontos erotico fis boauetes nos amigs de meu marido e ele nem sabeMinha mulher pedio pra mim errabar ela contosnamoradalesbicacontos eróticos encesto fudendo com o meu filhocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos eroticos carro lotadoonto de encesto fui pega minha filinha no precontos erroticos meu sogro bem dotado arronbo meuContoseroticosdesolteirascomecei muito cedo pornodoidoporno marido da vizinha foi viajar e fui pozar na casa delaa mulher do caminhoneiro deu sonifero pro marido pra fode comigo. conto.