Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CORNO DO CUNHADO DE NOVO

To aqui de novo pra relatar mais uma aventura entre eu minha esposa e o marido da irmã dela. Nossa aparência vocês já sabem, eu moreno, forte, 18x7 cm de pica, minha esposa branca, corpo normal meio cheinho sem ser baleia, coxas grossas, branca e um bocetão de dar inveja em vaca, o cunhado dela é alto, quase dois metros, forte, peludo, pernas grossas e uma rola muito grossa mesmo, uns 15x10 cm que deixa minha mulher arrombada. Bom vamos a mais uma aventura nossa. São anos de transa a três sem o menor pudor ou preconceito, pelo menos de nossa parte, certo dia eu acordei cedo num domingo estava moreno de tesão de meter a três então convidei minha esposa pra dar uma volta de carro comigo, disse a ela que iríamos a locadora entregar uma fita e depois podíamos passar na casa da irmã dela um pouco, como minha esposa sabia que sua irmã estava viajando com a família e Cezar seu cunhado estava sozinho em casa ela logo desconfiou das minhas intenções e me perguntou o que eu ia fazer lá já que ele estava sozinho e provavelmente ainda dormindo, então disse a ela que estava com muito tesão e queria vê-la dando pra ele na cama da irmã dela, Ana ficou meio assim com a situação, mas acabou se excitando com a idéia, então pedi que ela vestisse um short curtinho e uma blusinha sexi e saímos, no caminho eu ficava acariciando as coxas e passando a mão na boceta dela mesmo com as pessoas passando na rua, principalmente quando passávamos em frente a algum bar cheio de homens, ela me mandava parar, mas não tinha convicção do que falava então continuei a excitá-la até chegarmos na casa da irmã dela. Lá chegando Cezar já estava acordado e sozinho como eu queria, entramos e ele foi logo oferecendo uma lata de cerveja, então enquanto bebíamos pedi a minha esposa que fosse fechar o vidro do carro que eu havia esquecido aberto, assim que ela saiu de perto perguntei a Cezar qual a possibilidade de chegar alguém ali naquela hora, e ele me disse que era quase zero, ele então perguntou por que e eu respondi que assim poderíamos brincar um pouco, o que ele logo entendeu e concordou, como o quarto dele dá de frente pra rua ficava fácil de vigiar pela janela.

Cezar então me disse que eu poderia ir pro quarto com minha esposa e ir começando a esquentar que ele ia tomar uma ducha e já iria lá participar, assim que minha esposa voltou contei a ela e Ana ficou meio temerosa, mas acabou concordando, então fomos para o quarto da irmã dela e minha esposa disse que não queria demorar muito por que era perigoso, nisso concordei com ela, então tirei minha bermuda e dei minha rola pra ela mamar, assim que Ana começou a me xupar o cunhado dela apareceu enrolado em uma toalha e entrou no quarto subindo na cama por traz dela e já começou a lamber as coxas de Ana e foi subindo até alcançar sua bunda e ficar lambendo, então tirei meu pau da boca dela e pedi que ela mamasse nele, Ana puchou a toalha do cunhado e aquela tora caiu pro lado a meia bomba louco por uma chupada, minha gata não se fez de rogada, segurou firme a pistola do cunhado e enfiou na boca numa chupeta deliciosa que fez Cezar gemer de tesão, eu continuei em pé tocando uma e ao mesmo tempo de olho na janela pra ver se não aparecia alguém, corno não né? A mulher dando pra outro e eu vigiando, rs, mas adoro isso, Ana xupou um pouco o pau do cunhado dela até virar uma estaca de duro e então parou, nisso Cezar colocou minha amada na beira da cama e começou a xupar sua xana deliciosa que escorria de tesão, como o tempo era curto ele deu apenas algumas linguadas e se colocou na posição para fode-la, Cezar apontou aquela tora na entrada da xana de sua cunhadinha e socou tudo de uma vez, minha mulher sá jogou a cabeça para traz e curtiu o tesão, então me aproximei e tirei os peitos dela de dentro da blusinha sem sutiã que ela usava e Cezar já caiu de língua nos bicos tesudos, parecia uma criança faminta mamando em minha esposa, enquanto isso eu comecei a acariciar o grelo de minha esposa pra ver ela gozando também, claro que aproveitava e descia com dois dedos abertos e colocava a rola de Cezar nomeio e ficava acariciando enquanto ele entrava e saia da xana dela, aquilo era uma delicia, ele bombava forte dentro dela que levantava as pernas a fim de sentir a pica no fundo da boceta, Cezar não conseguiu segurar muito nesse ritmo e anunciou o gozo, começou a gemer forte e gostoso e enxeu a boceta de sua cunhada de porra, assim que acabou de gozar ele se levantou e foi saindo pro banheiro, me coloquei na posição entre as coxas de minha mulher pra lamber sua boceta e fazê-la gozar e limpar sua xana daquela porra toda que escorria e assim que passei a língua ergui os olhos e vi Cezar parado na porta nos observando então ele saiu em silêncio e foi tomar seu banho, eu buscava toda aquela porra de dentro de minha mulher e bebia tudo até que ela não aguentou e gozou esfregando a boceta em minha cara, então soquei minha pica na boceta arrombada e fodi forte gozando em seguida nos levantamos e ela voltando à realidade não quis nem tomar banho, colocou a roupa e fomos para a cozinha papear sem comentar nada sobre o ocorrido ali, mas eu sabia que tinha sido demais essa foda pelo fato de estarmos na casa e na cama da prápria irmã dela, metendo com o marido da irmã. Bom essa foi deliciosa, mas tem muito mais depois conto outras. Adoro ser corno e também quero ter uma experiência com casais bi, se alguém da região de campinas quiser entrar em contato estou aberto a propostas, depois de nos conhecermos podemos colocar minha gata na jogada, meu e-mail é [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erotico meu cunhado e meu sogro me estupraramcontos eróticos minha tia virou p*** do seu sobrinhoconto erótico maltrato minha mãeContos corno mansocontos verídicos com garotas teenscontos o mendigo dotadorelatos sexuais porno gratis a faxineiracontos eroticos gay eu sendo arrombado por dois amigos negros do caralhão grossoiniciacao putaria bi conto eroticocontos eroticos espiando a sografilho dotado fudendi o pai desejosecretos.comConto erotico dei pro meu papai e tioestuprada com objetos contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto gay sendo estuprado com muita violência e tem muito sanguecontos exitantes eroticos deixando os velhos me chuparfodido pelo pegador do bairro conto gaysou viciada no pau grande e grosso do meu cachorroLambie o cu da minha esposasentando meu sobrinho no colo contos eróticosconto erotico corno pede a funcionario comer sua esposacontos eróticos com enteadacontos eroticos pedio para mamar nos meus seios cheios de leite materno.asfantazias das mulher de pornocontos erotico brincandopaizinho e filhinha contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos a enfermeira velhacontos encoxando rabos enormescontos o comedor falou o cu da sua mulher é muito gostoso.Conto comi a mãe da minha namoradacontos dei o cu pro agricultor pauzudocontos porno chupetinho para um adultocontos eróticos mostrandocontos eroticos as tres safadinhadcontos eroticos casal voyeur sem querercontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecomendo a prima linda do cabelo super comprido e muito vadiaminha namorada se mostrando para outros contomeu irmão me convenceu contosconto eroticos.chupao oito ano minha tia me encino a chupa bucetaconto erotgostosa da propaganda da Tininhacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html casa dos contos eroticos/Três é demaiscontos eróticos gay meu meio irmãocontos gostosas juntas dando o cu pro homem caralhudoSou casada a muito tempo e amo muito mesmo meu marido mais acabei traindo epornobuceta.com/homens so quer saber de mamar em peitoes das safadascontos eroticosem familiapornô com cavalos mangalarga fazendo com mulheres no cavaletecontos gays papaizinhocontos eroticos eu transex e o elrtricista safadoconto erotico era swing corno"que buracao" gay contoconto erotico doce bruninha novinha no coloComtos mae e tia fodidas pelo filho e amigos deleMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,estalos da cama-contos eróticoscontos eróticos na plantaçãoputinha da galera contosa minha cunhada casada e saia justa contos com fotoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto leite da tia porn"voce e muito corno"contos eroticos padrasto e enteadaconto gay jornaleiro safadoPeguei minha tia veridicocontos eróticos eu minha irmã fizemos sexo com faxineiro do condomínio.Conto erotico amarrada e revezadacontos sado marido violentoscomedor de cu de secretarias casadas casa dos contoscontos eroticos amiga negraminha prima malcriada contoconto erótico me tornei o macho da minha irmãcontos eroticos mim arreganhei pra papai e ele caiu de boca na minha bucetacontos eroticos pai mae e maepeitos da prima pulando fora da blusa no sexo