Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PRIMO ADORA MEU CU

Meu nome é Karen, tenho 25 anos e como não tinha feito planos para as minhas férias acabei sendo convidada pela minha tia para ir para casa dela no RJ.

Tinha uns 5 anos que não via titia e qual não foi minha surpresa ao chegar na casa dela descobri que o do meu primo tinha virado um lindo adolescente de 19 anos.

No terceiro dia que estava na casa de titia o dia amanheceu chuvoso e eu não pude sair para aproveitar a cidade. Resolvi aproveitar que estava em casa e comecei a arrumar a casa para passar o tempo, perto da hora do almoço já tinha terminado de arrumar tudo, tomei um banho e me deitei no sofá para assistir Tv e acabei pegando no sono.

De repente acordei sentindo uma mão alisando minha perna, tentei me manter imável e ver ate onde isso daria. Continuei fingindo que estava dormindo e meu primo continuava passando a mão pela minha perna e as vezes chegava bem perto da minha buceta. Teve uma hora que me mexi e acho que isso assustou meu primo pq ele saiu de perto, deixei passar um tempo e “acordei”, ele estava na cozinha almoçando e perguntou se estava tudo bem. Eu disse que sim e fiquei imaginando como seria meu primo na cama e já comecei a bolar uma estratégia para o dia seguinte.

Quando titia chegou disse que eu tinha sido muito gentil em arrumar as coisas mas que não precisava, eu disse a ela que como estava chovendo eu não tinha muita coisa para fazer e que não me incomodava em ajudar, ela riu e brincou dizendo que eu ia ter que arrumar muita coisa para fazer nos práximos dias já que a previsão era de chuva.

No dia seguinte quando acordei ainda chovia muito, resolvi colocar meu plano em ação, preparei o almoço, tomei um banho, coloquei uma calcinha branca de renda enterrada na bunda e coloquei um vestido curtinho e folgado e fiquei ansiosa para que a hora passasse logo e meu priminho chegasse da escola.

Quando estava perto da hora dele chegar fui para o quarto deixei um livro aberto sobre a cama como se eu tivesse pegado no sono enquanto lia, deixei a porta aberta, me deitei de bruços com as pernas entreabertas e levantei o vestido deixando à mostra um pouco da minha bunda. Logo ouvi a porta abrir e fiquei quietinha de olhos fechados esperando que meu primo passasse pelo corredor e me visse.

Ouvi os passos e de repente ele parou, acho que ficou na duvida se entrava ou não no quarto, logo depois ele entrou e começou a me alisar, primeiro a perna, e como eu continuava “dormindo” ele foi subindo mais o vestido e começou a alisar a minha bunda, ouvi a respiração dele ficar ofegante e logo em seguida ele afastou minha calcinha e enfiou dois dedos na minha xaninha que já estava totalmente molhada, tentei não me mexer nem emitir nenhum som para não assusta-lo.

Ele ficou com os dedos enterrados na minha buceta uns minutos, afastou mais a calcinha tirou os dedos da minha buceta e enterrou no meu cuzinho, nessa hora não aguentei e “acordei”, comecei a gemer e a rebolar empinando bem a bunda e gozei em seguida.

Meu primo então tirou o dedo do meu cuzinho, me olhou bem nos olhos, abaixou a calça e mandou eu mamar a pica dele, eu que estava louca de T cai de boca naquele cacete gostoso, ele logo anunciou que ia gozar e disse que era para eu engolir toda a porra dele e deixar o cacete dele bem limpinho.

De repente vi meu primo se transformar, começou a me chamar de vadia, puta e vagabunda, que ele ia meter a vara na minha xota ate eu gozar e que depois ia me enrrabar bem gostoso e que ia encher de porra todos os meus buraquinhos. Eu cheia de T dizia que queria mais é que ele me arrombasse e nisso tentei fazer com que ele se deitasse na cama para cavalgar aquela pica, nesta hora ele me deu um tapa na cara e disse que eu so faria o que ele mandasse e que ele queria que eu ficasse de 4, fiz o que ele pediu e ele mirou a cabeça do pau no meu cuzinho, pedi que ele lubrificasse um pouco para entrar melhor, ele bateu na minha bunda e disse que ele gostava quando entrava quase a seco porque tinha a sensação de que estava metendo num cu virgem e não no cu de uma puta arrombada como eu. Enfiou a cabeça do pau e continuou a forçar ate entrar tudo, cada vez que tentava protestar ele batia na minha bunda e mandava eu empinar o rabo para ele me fuder gostoso.

Ele começou a me xingar e a puxar meu cabelo, eu enlouqueci de T e disse que ia gozar com aquela pica no cu, ele começou a aumentar o ritmo das estocadas e gozou enchendo de porra meu cuzinho.

Passamos a tarde inteira trepando, fiquei com a buceta toda vermelha e o cu inchado de tanto levar pica. Cada vez que eu pedia para descansar ele me mandava deitar de bruços na cama e metia o pau de uma vez no meu cu, que já não oferecia nenhuma resistência e ele sá parava quando enchia de leite meu rabinho.

Passei minhas férias inteira sendo escrava sexual do meu primo, que de tímido não tinha nada. So quando titia estava em casa é que nos comportávamos e mesmo assim tinha dias que ele me avisava que à noite ia me fazer uma visita e que era para espera-lo sá de camisola sem calcinha e aparecia de madrugada no meu quarto quando isso acontecia eu já sabia que era para espera-lo deitada de bruços porque nessas visitas noturnas ele so queria saber de meter no meu cuzinho dizia que como era mais apertado ele gozava mais rápido e já que titia estava em casa ele não podia demorar. Ele entrava já de pau duro eu so empinava a bunda e esperava a tora dele me arrombar e encher de leitinho meu rabinho.

Foram as melhores férias que passei, quando fui embora disse a titia que quando meu primo estivesse de férias ele poderia vir na minha casa passar uns dias que eu ia adorar a companhia, mas isso já é uma outra historia.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de calcinhas sujascontos eroticos comendo cu da mae e da irmaContos eróticos com travestis e casais em campinas Contos erotico cuzinho d m cunhadinha Contos eroticos enteadasconto de o tenente me chupou muito gaycontos de sexo comi minha sogra vadia na frente da irma delaEu agora eu sou mulher do meu ex primo viuvo conto eroticocontos garoto comeu minha mãecontos erótico de mulheres casada morava no quartinho numa festa de no escurinhovoyeur de esposa conto eroticoconto erotico minhas prima se apaixonou por mimcontos gozarcontos minha tia viuva sua amiguinhamama direito vadia csralhocontos de incesto fui adotad a para ser escrava sexualContos eróticos de lésbicas gemeas sarrando a bundacontos dentistas safadameu filho me fodeu com raivaConto herotico lesbica entre mãe e filhinhaA rainha que dava a bunda para os strapon contos erotico molestano amenina na crechecontos eróticos com inversão de papéis incestuosacontos de Advogada de mini saia transando com clientecontos eróticos bem apimentado de depravadocontos eroticos meu tio juniorchupando a buceta da minha vo dormindo contoas amigas da minha enteada Tamires peladacomo fuder com banana verdecontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosrelatos eroticos minha sobrinha Joanaconvenci meu primo a me fuder bem novinha contoscontos eróticos de pai fudendo filha no carrocontos eroticos, venerava meus mamilosSimone chupando pau de joelhos e levando gozada na bocapadastro vio a enteada de bebidou e pateu uma poeta xvidiocontos eróticos, esposa safada, puta dos patrõespincelar no cucontos eroticos sbccontoerotico virgem pai 2filhascontos eroticos apanhando p abrircontos eroticos de travestis fudendo o tiogostosa dando a b***** pela metade de mim loucamentecontos encesto minha mae dopada meu pai rosando no meu curelatos eroticos romanticoconto gay cdzinha puta dos homenscontos d zoof minha sobrinha c um cachorromalhadinha de cabelo vermelho malhadinha malhadaMeu meio irmão do pau de chocolate contosminha filha fudendo com nosso impregados contosconto minha mae chupando meu pau com meu pai ao ladocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentechaves metemdo pau em Chiquinhaela me contou que estava com a buceta toda assada de tanto fuder com elecontos eroticos arrombando a gordaconto eroticos de academiairmar brasileira goza tremi pau irmazinhocontos dormindo com a tiacontos eroticos gays gabriel o gatinho da outra salaContos erotico sobrinha magrela no colo do tioconto erótico homem castradocontos eroticos fui comida na fazendaconto erotico estuprado na frente da minha esposacontos eroticos seu madruga tirandoo cabaço do cu de kicoconto eonico de sexo analcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico sobrinha novinha mais muito safadinhacumil minha vizinha gostoza fimepornoconto sexo loira e o chefe do cornocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha tiade fio dental exibidacontos estorei o cu da minha empregada com pau exagerado de grossocontos eroticos vestido coladocontos eroticos nem queria putatransei com minha filha conto eróticoconto erotico aposta com papai