Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PINTANDO O 7 COM UM AMIGO

Olá, meu nome é Bella, e os contos que irei postar aqui são todos fictícios. Todos de minha autoria e com base em fantasias e outros contos já lidos.



Meu nome é Bella, sou loira, 1,67 de altura, 66kg, seios e bumbum médios, barriguinha em forma, pele branca, mas no momento queimada pelo sol. Como dizem meus “amigos”, sou bem gostosa.

Tudo começou num dia em que estava à toa em casa de folga do trabalho e um amigo me pediu ajuda para pintar seu ap que estava em reforma, como ele tinha prazo pra deixar ele pronto, pediu que eu o ajudasse a adiantar o trabalho. Meu amigo se chama Julio, é moreno, de pele branca, também queimado pelo sol, tem umas coxas que meus amores, dá até calor de lembrar, rs. Julio morava sozinho e como estava de férias resolveu fazer uma reforminha no seu ap, mas as férias estavam terminando e ele não tinha terminado a parte da pintura ainda. Aceitei o convite de Julio, já que não tinha nada pra fazer naquele dia. Estava um dia de muito calor e resolvi colocar uma saia curta, tipo aquelas de universitária, já que não apertava e me deixaria mais a vontade. Eu usava uma calcinha bem pequena, e na parte de cima uma blusinha larga, tipo bata, que cai nos ombros. Devido estar muito quente, e eu estar suando bastante, resolvi não colocar sutiã. Fui bem cedo na casa de Julio, pra podermos adiantar bem o trabalho. Chegando na casa dele, ele me recebeu na porta com uma bermuda, tipo de surfista, sem camisa, com os pés descalços. Pra mim, aquilo foi a visão do paraíso, como era gostoso aquele homem. Fui logo entrando, e perguntando o que eu deveria fazer. Quando Julio viu minhas roupas, já foi de sacanagem. – Você vai ficar com o teto, as paredes são por minha conta. Fiquei bem puta com ele, já que o teto é a pior parte, mas claro que já tinha entendido o que ele queria. Fui tirando as sandálias e perguntei onde estava a escada, o rolo e a tinta. Ele prontamente me atendeu e colocou a escada bem perto de onde ele ia começar. Safado, sabia que a minha saia era larguinha e a blusinha também, daria à ele a visão que ele queria. Dito e feito, comecei a pintar o teto e o safado ficou bem embaixo de mim, demonstrando que não estava nem aí pra pintura da parede e sim com meu corpo todo a mostra pra ele. Eu estava adorando aquela situação e a cada momento sentia minha calcinha ficar cada vez mais encharcada. Julio era muito atraente, e ver que ele estava me bolinando, me deixava com muito tesão. Comecei então a provocá-lo. Coloquei um pé no degrau acima de onde eu estava, com isso deixando minhas pernas mais abertas e minha xaninha mais aparente pra ele. Percebi que ele ficou mais ofegante com a cena, mas fingi que não tinha percebido. Em poucos minutos, eu ainda olhando para o teto, sinto uma respiração bem no meio das minhas pernas. Julio estava com a cabeça bem no meio das minhas coxas começando a passar a língua na minha xaninha, que já estava escorrendo de tão molhadinha que estava. Julio lambia por cima da calcinha mesmo, nossa, que delicia era aquilo, de tanto tesão que eu sentia, quase me desequilibrei da escada e cai. Por sorte, Julio estava embaixo e me segurou. Me pegou pela cintura e me colocou no chão que estava forrado de jornais. Veio beijando meus pés, mordiscando às vezes, subindo pelas minhas pernas, chegando até as coxas, eu já enlouquecida, queria sentir logo sua língua me chupar bem gostoso, não aguentei e puxei sua cabeça por entre minhas pernas. – Me chupa logo seu gostoso, que estou morrendo de tesão. Julio arrancou minha calcinha com os dentes deixando a mostra minha xaninha toda lisinha, e começou a me chupar, chupava com tanta vontade que eu pensei que não ia aguentar e gozar logo, mas me controlei e segurei o gozo. Ele dava lambidinhas no meu grelinho, depois chupava com gosto, enfiava a língua na minha xaninha como se estivesse me comendo com a língua, eu delirava de tanto tesão, depois de repetir algumas vezes esse movimento gostoso, me surpreendo e sinto sua língua bolinando meu cuzinho, noooossa, nessa hora não aguentei e gozei. Sentir sua língua percorrer meu cuzinho e minha xaninha, indo de um ao outro, era delirante. Gozei mais algumas vezes na sua língua gostosa, até que não aguentei e quis mamar seu caralho. Joguei Julio pro lado e já fui arrancando sua bermuda, deixando a mostra aquele pauzão enorme, duro feito pedra, sá esperando minha boquinha abocanhá-lo. Comecei passando a língua na cabeçinha, bem devagar, depois fui descendo pelo corpo do pau, nossa, que enorme ele era. Não consegui fazer isso por muito tempo, aquele pau me chamava, coloquei ele todo na boca e chupei com gosto, Julio se contorcia de tanto tesão. Quando vi que ele poderia gozar, eu parava e sá dava lambidinhas, ai ele se acalmava e eu começava de novo. Que cacete era aquele, delicioso. Mas minha xaninha pulsava por sentir aquele pau dentro de mim. Soltei o caralho de Julio e arranquei minha blusinha que nessa altura já estava ensopada de tanto suor. Como Julio ainda estava deitado no chão, eu não me contive e subi em cima dele. Primeiro fui me esfregando em seu corpo todo. Ia de cima a baixo, passando os seios por todo aquele corpo gostoso. Quando chegava práximo ao seu rosto, eu colocava meus seios pra ele chupar, que delicia era aquele homem. Fui descendo novamente e fiquei raspando minha xaninha naquele pauzão, escorregava que era uma beleza de tão molhadinha que eu estava. Fui escorregando até sentir a cabeçinha na entradinha da minha xana. Difícil era segurar pra não deixar aquele pau gostoso entrar logo. Fiquei provocando Julio colocando e tirando a cabeçinha da minha xaninha. Ele ficava louco com isso, até que não aguentou mais e me virou de quatro. Fiquei bem empinadinha pra ele, ele veio e enfiou tudo de uma vez, tamanho o tesão que sentia. Nooossa, fui ao céu e voltei várias vezes com aquele cacete dentro de mim. Ele bombava com força, deixando o pau todo dentro de mim até quase as bolas. Dava tapinhas no meu bumbum me chamando de gostosa. Eu já enlouquecida com aquele pau delicioso dentro de mim gozei de novo. Senti que Julio ia gozar também, mas não deixei, fiz ele diminuir o movimento até se acalmar um pouco. Feito isso, sinto Julio passando um dedinho no meu cuzinho e molhando na boca, foi colocando devagar pra eu não sentir dor, primeiro um dedo, depois tentou colocar 2. Passava a língua nos dedos e tentava enfiar no cuzinho. Assim ele foi alargando meu cuzinho, deixando ele pronto pra levar pica. E foi o que aconteceu, enquanto eu me contorcia de tesão com aqueles dedos, ele tira e coloca o cacete de uma vez. Curvei a coluna e soltei um gritinho de tesão, de tão gostoso que estava. Julio comia meu cuzinho com tanta vontade que pensei que ia me rasgar ao meio. Enquanto ele bombava no cuzinho eu enfiava 2 dedos na minha xaninha. Aquilo era delirante, gozei mais algumas vezes e dessa vez resolvi deixar Julio gozar. Mas não no cuzinho. Quando vi que ele estava quase gozando, eu tirei o pau dele do meu cuzinho e comecei a chupá-lo. Chupei ele todinho, bem gostoso, deixando ele gozar na minha cara. Escorria pela boca e eu lambia tudinho. Deixei o pau dele limpinho, novinho, pronto pra outra. Depois que Julio gozou, coloquei minha saia e a blusinha, dessa vez sem calcinha, e voltei a subir a escada. Dei um sorrisinho malicioso pra ele e continuei meu “serviço”. Julio ainda ficou um tempo desfalecido no chão, se recuperando, e depois voltou a pintar a parede que estava abaixo de mim. Já deu pra imaginar que a cena que ele via proporcionou mais momentos de puro tesão naquele dia. Depois desse dia, eu e Julio viramos “amantes” e sempre que podemos aprontamos algumas por ai. Em breve contarei mais alguns detalhes sobre nossas aventuras.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos com irmãs caçulas fodidashestoria erotica do meu marido e c corminhoContos eroticos estupro selvagem mae e esposaMinha sogra me pergunto se eu deichava ela chupa no meu penisContos eroticos moreninha fudendo gostoso com seu vovo a troco de dinheirocontos eróticos casadas vingançacontos eroticos de travestis fudendo o tioa posição cavalgada pode machucar o útero.?'conto erotico mae onibus lotado Contos Eróticos Caseiros: Menina perversa - 07conto saiu comendoContos eróticos curtos de cachorro fodendo a cozinheiracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefogosá taradaconto erotico fui arrombada depois de casadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos euroticos porno tia luciameu ex tem ficou duro eroticos contosmeu primo e minha amiga contos eróticosbuceta carnuda comtos de sexo lesbicasconto erotico de bucetas folozadameu pai fez minha mae mim dar a buceta na sua frente quando eu tinha dez anos contos veridicoscontos sogra chupou genrro traindo no carro na ruaprimeira vez em fraldas tesãocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetia e sobrinha conto lesbicoe foi assim que comeram minha esposaContos eroticos carro lotadoSo sadomasoquismo com maridos ciumentos contos eroticoschama Laura para ir comigo lá no a f*** com gaymae.e filha me chuparamxanimhaMarido tem fantazia ver a esposa dar praum poney contos eroticoscontos de coroa com novinhoestrepi com bucetao inorme.commulheres religiosas corpo bonito seio grande quadril largo transandovideo de jovens travesti praticando incesto com padrastocontos gays mamando no mamiloprimo de rendinha metade da bunda de fora em calcinha cabelo que sai para foracontos eroticos meu irmaozinnho me mostrou o seu pintinhonovos relatos eróticos de incesto com fotos mãe e filha primeira vezContos esposa santinhasexo porno meninas branca fundedo com mendigoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo com uma travesticontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteFazendo uma suruba coma sogra e o sogro contosconto gay manaus ponta negraconto de botei a minha irmã bem novinha pra chora com a pica grande no cu virgeele arreganhava minha bucetacontos perdi minha virgindade com 25 anoscontos eróticos de coroas em Juiz de Foracontos eróticos meu pai ta cursando minha irmãcontos zoo mastiff taradocontos eróticos relatados por mulheresContos de putinhos casadoscontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosenfiando as havaianas na boca contos eroticospadrasto pegando enteado gays novinhos virgenscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de incesto de encoxada em onibuscontos eroticos.de coroa.de 47anos.fudendo com gordinh.de.20meu viadinho querido gostoso novinho doze anos contos eroticosver filme porno com massagista se assusta com o tamanho da piroca do clientes e pede para tocar uma pueta e pede para ela bater um pueta ele goza na boca de delapuxa agarra japinha cabelos pornoconto primeira suruba com minha esposacoleção de pôneis gozando dentro do cu e buceta de putaminha mulher explorando meu cu contovanessa traindo em casa com cunhado do corno spvizinho casado comeu minha buceta/contomeu marido bebeu e convidou meu cunhado pr durmi em casa e mi comecontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosConto erotico no sitio casa de dois comodossou coroa loira e resolvi dar o cu com 53 anos