Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PINTANDO O 7 COM UM AMIGO

Olá, meu nome é Bella, e os contos que irei postar aqui são todos fictícios. Todos de minha autoria e com base em fantasias e outros contos já lidos.



Meu nome é Bella, sou loira, 1,67 de altura, 66kg, seios e bumbum médios, barriguinha em forma, pele branca, mas no momento queimada pelo sol. Como dizem meus “amigos”, sou bem gostosa.

Tudo começou num dia em que estava à toa em casa de folga do trabalho e um amigo me pediu ajuda para pintar seu ap que estava em reforma, como ele tinha prazo pra deixar ele pronto, pediu que eu o ajudasse a adiantar o trabalho. Meu amigo se chama Julio, é moreno, de pele branca, também queimado pelo sol, tem umas coxas que meus amores, dá até calor de lembrar, rs. Julio morava sozinho e como estava de férias resolveu fazer uma reforminha no seu ap, mas as férias estavam terminando e ele não tinha terminado a parte da pintura ainda. Aceitei o convite de Julio, já que não tinha nada pra fazer naquele dia. Estava um dia de muito calor e resolvi colocar uma saia curta, tipo aquelas de universitária, já que não apertava e me deixaria mais a vontade. Eu usava uma calcinha bem pequena, e na parte de cima uma blusinha larga, tipo bata, que cai nos ombros. Devido estar muito quente, e eu estar suando bastante, resolvi não colocar sutiã. Fui bem cedo na casa de Julio, pra podermos adiantar bem o trabalho. Chegando na casa dele, ele me recebeu na porta com uma bermuda, tipo de surfista, sem camisa, com os pés descalços. Pra mim, aquilo foi a visão do paraíso, como era gostoso aquele homem. Fui logo entrando, e perguntando o que eu deveria fazer. Quando Julio viu minhas roupas, já foi de sacanagem. – Você vai ficar com o teto, as paredes são por minha conta. Fiquei bem puta com ele, já que o teto é a pior parte, mas claro que já tinha entendido o que ele queria. Fui tirando as sandálias e perguntei onde estava a escada, o rolo e a tinta. Ele prontamente me atendeu e colocou a escada bem perto de onde ele ia começar. Safado, sabia que a minha saia era larguinha e a blusinha também, daria à ele a visão que ele queria. Dito e feito, comecei a pintar o teto e o safado ficou bem embaixo de mim, demonstrando que não estava nem aí pra pintura da parede e sim com meu corpo todo a mostra pra ele. Eu estava adorando aquela situação e a cada momento sentia minha calcinha ficar cada vez mais encharcada. Julio era muito atraente, e ver que ele estava me bolinando, me deixava com muito tesão. Comecei então a provocá-lo. Coloquei um pé no degrau acima de onde eu estava, com isso deixando minhas pernas mais abertas e minha xaninha mais aparente pra ele. Percebi que ele ficou mais ofegante com a cena, mas fingi que não tinha percebido. Em poucos minutos, eu ainda olhando para o teto, sinto uma respiração bem no meio das minhas pernas. Julio estava com a cabeça bem no meio das minhas coxas começando a passar a língua na minha xaninha, que já estava escorrendo de tão molhadinha que estava. Julio lambia por cima da calcinha mesmo, nossa, que delicia era aquilo, de tanto tesão que eu sentia, quase me desequilibrei da escada e cai. Por sorte, Julio estava embaixo e me segurou. Me pegou pela cintura e me colocou no chão que estava forrado de jornais. Veio beijando meus pés, mordiscando às vezes, subindo pelas minhas pernas, chegando até as coxas, eu já enlouquecida, queria sentir logo sua língua me chupar bem gostoso, não aguentei e puxei sua cabeça por entre minhas pernas. – Me chupa logo seu gostoso, que estou morrendo de tesão. Julio arrancou minha calcinha com os dentes deixando a mostra minha xaninha toda lisinha, e começou a me chupar, chupava com tanta vontade que eu pensei que não ia aguentar e gozar logo, mas me controlei e segurei o gozo. Ele dava lambidinhas no meu grelinho, depois chupava com gosto, enfiava a língua na minha xaninha como se estivesse me comendo com a língua, eu delirava de tanto tesão, depois de repetir algumas vezes esse movimento gostoso, me surpreendo e sinto sua língua bolinando meu cuzinho, noooossa, nessa hora não aguentei e gozei. Sentir sua língua percorrer meu cuzinho e minha xaninha, indo de um ao outro, era delirante. Gozei mais algumas vezes na sua língua gostosa, até que não aguentei e quis mamar seu caralho. Joguei Julio pro lado e já fui arrancando sua bermuda, deixando a mostra aquele pauzão enorme, duro feito pedra, sá esperando minha boquinha abocanhá-lo. Comecei passando a língua na cabeçinha, bem devagar, depois fui descendo pelo corpo do pau, nossa, que enorme ele era. Não consegui fazer isso por muito tempo, aquele pau me chamava, coloquei ele todo na boca e chupei com gosto, Julio se contorcia de tanto tesão. Quando vi que ele poderia gozar, eu parava e sá dava lambidinhas, ai ele se acalmava e eu começava de novo. Que cacete era aquele, delicioso. Mas minha xaninha pulsava por sentir aquele pau dentro de mim. Soltei o caralho de Julio e arranquei minha blusinha que nessa altura já estava ensopada de tanto suor. Como Julio ainda estava deitado no chão, eu não me contive e subi em cima dele. Primeiro fui me esfregando em seu corpo todo. Ia de cima a baixo, passando os seios por todo aquele corpo gostoso. Quando chegava práximo ao seu rosto, eu colocava meus seios pra ele chupar, que delicia era aquele homem. Fui descendo novamente e fiquei raspando minha xaninha naquele pauzão, escorregava que era uma beleza de tão molhadinha que eu estava. Fui escorregando até sentir a cabeçinha na entradinha da minha xana. Difícil era segurar pra não deixar aquele pau gostoso entrar logo. Fiquei provocando Julio colocando e tirando a cabeçinha da minha xaninha. Ele ficava louco com isso, até que não aguentou mais e me virou de quatro. Fiquei bem empinadinha pra ele, ele veio e enfiou tudo de uma vez, tamanho o tesão que sentia. Nooossa, fui ao céu e voltei várias vezes com aquele cacete dentro de mim. Ele bombava com força, deixando o pau todo dentro de mim até quase as bolas. Dava tapinhas no meu bumbum me chamando de gostosa. Eu já enlouquecida com aquele pau delicioso dentro de mim gozei de novo. Senti que Julio ia gozar também, mas não deixei, fiz ele diminuir o movimento até se acalmar um pouco. Feito isso, sinto Julio passando um dedinho no meu cuzinho e molhando na boca, foi colocando devagar pra eu não sentir dor, primeiro um dedo, depois tentou colocar 2. Passava a língua nos dedos e tentava enfiar no cuzinho. Assim ele foi alargando meu cuzinho, deixando ele pronto pra levar pica. E foi o que aconteceu, enquanto eu me contorcia de tesão com aqueles dedos, ele tira e coloca o cacete de uma vez. Curvei a coluna e soltei um gritinho de tesão, de tão gostoso que estava. Julio comia meu cuzinho com tanta vontade que pensei que ia me rasgar ao meio. Enquanto ele bombava no cuzinho eu enfiava 2 dedos na minha xaninha. Aquilo era delirante, gozei mais algumas vezes e dessa vez resolvi deixar Julio gozar. Mas não no cuzinho. Quando vi que ele estava quase gozando, eu tirei o pau dele do meu cuzinho e comecei a chupá-lo. Chupei ele todinho, bem gostoso, deixando ele gozar na minha cara. Escorria pela boca e eu lambia tudinho. Deixei o pau dele limpinho, novinho, pronto pra outra. Depois que Julio gozou, coloquei minha saia e a blusinha, dessa vez sem calcinha, e voltei a subir a escada. Dei um sorrisinho malicioso pra ele e continuei meu “serviço”. Julio ainda ficou um tempo desfalecido no chão, se recuperando, e depois voltou a pintar a parede que estava abaixo de mim. Já deu pra imaginar que a cena que ele via proporcionou mais momentos de puro tesão naquele dia. Depois desse dia, eu e Julio viramos “amantes” e sempre que podemos aprontamos algumas por ai. Em breve contarei mais alguns detalhes sobre nossas aventuras.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos com vovôscache:A_ULZ8FKkSgJ:okinawa-ufa.ru/home.php contos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestiContos eróticos Seduzi o Motoqueiro bunda Grandecontos eroticos na paredecontos eróticos comi so o cu da aluna do vôleicontos eroticos arrombando a gordavídeo pornô mulher casada fica cheia de tesão com a venda em Jarinucontos gozeifotos cim zoom so de cacetes duros melado de porraanita mijando no copocontos eroticos meu vizinho me bulinava gaya mendiga gostosa na chuva contos eroticosquero assistir você para minha mulher rapadinha pau entrandopinto pequeno apontando para cima punhetanegra atola a rola e ela da pidoesposa de corno contos gosta na caracasa dos contos eroticos/Três é demaisminha filha piranha foi me visitar contoContos eroticos gratis de estagiarias lesbicaashomens rústicos fodendo com garoto que dorme na sua casaTravesti fode duas coroas safadas na idade de 55 anosconto dopei minha sogra pra metercontos eroticos no cinemaconto erotico violentada na escolacontos eroticos sou casada delicia meu sobrinhocontos de rasgando o cu da babalekinho pau contoscontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos cólera para a esposa no motelcontos consolei a mulher do meu amigoconto erotico nudismo com a sograpornô grátis boa f***.com só contos preta peituda transando com genrogritando e pedindo pra nao botar pois doi pra nao perde o cabacocontoseroticos eu minha maeO reencontro entre prima e primo minha paixão conto eroticonoiva orgia contosMeu sogro dividiu minha sogra comigo contos eroticoscontos de cornofui enrabado pe lo o yravesti na baladacontos eroticos sadomasoquismo com putascontos eroticos troca de casais entre cunhadoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha sobrinha me chupou enquanto eu dormiaMinha vizinha me deixou ver ela transando contosFotos de mulheres deitsdas de frente na cama de marquinha de biquínicontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos viagem a africafudendo a nora no sitio escondido contocontos eroticos acampamento pirenopolisadoro usar as calcinhas da minha esposadei minha buceta para os amigo do meu filho contos eroticoIncesto com meu irmao casado eu confessocontos fudi minha cunhada emplena lua de melconto xupei o pau do meu amigo pq perdi apostavem putinha vou te esfolar vadiazinha contoconto ele me comeu pelo buraco da paredecontos comendo o cu da namoradacontos vi pau enorme cheio de veiasfotos chapéu ao traveco até ele gozaContos eroticos de homem que estava batendo punheta no trem na frente de todo mundo semvergonhacontos eróticos comendo a sogra de como eu soucolo do velho. contoCont erot de madrastavideos porno com mulher com o cuzinho todo arrombado tentando cagar sem sentir dorcontos eróticos comendo a mulher do irmão na festa do final de anoconto gay "tem que implorar"mãe e amigo contos eróticosrelatos eroticos minha descobri que era corno foi arrombadacontos eroticos com a boquinha cheia de porra incesto