Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

005 - PUTARIA FUTEBOL CLUBE – O TREINADOR ME COMEU

Mas algo sai errado e ao gozar e fixar meu olhar para a porta vejo que diante de nos estava o Carlão. É isto mesmo! Nosso treinador estava parado na porta e via toda aquela cena, eu de perna para o ar, com uma torra no cu colocado por Bruno e Vitor também do lado direito da cama com sua pica ereta para cima.



Realmente nos três ficamos parados, e como em uma cena congelada via que Carlão parecia não acreditar em tal acontecimento, mas a realidade caia diante de meu olhar, pois meu cu já era arrombado e minha carreira de jogador também.



Porem a reação de Carlão foi a pior de todas, ele disse a seguinte frase.



“- Então temos uma bicha no time, e esta na hora de você aprender a dar o cu pra um homem de verdade e aprender a virar homem...”



Ele então caminhando em nossa direção já tirando sua roupa e deixando a mostra seu corpo de homem mais velho e uma rolam que vinha totalmente dura diante de meu olhar.



Eu continuava de quatro e via uma pica enorme diante de meu olhar, grossa e grande com um jeito de comedor de rabo, ele então me manda continuar de quatro, pede para os garotos afastar de mim, e com muito carinho olhar meu rabo, enfia seu dedo e me diz.



“- que cu gostoso, agora vou meter uma pica de verdade, quero fazer você tremer na minha rola...”



Sendo então o guspir em sua mão o sinal da violência sexual diante de meu anelzinho arrombado, eu tremia, e sentia ele me segurar pelas ancas, via o olhar de desejos de Bruno e Vitor ao bater punheta vendo eu tremer com o entrar da pica do nosso treinador.



Carlão era um senhor de idade, tinha uns 55 anos, gordo, com aquela barriga de chopp e um jeito descolado e doido de treinar agora estava diante de meu cu demonstrando o quanto nos enganamos com as pessoas, pois muito antes de meter em mim via nele um exemplo de seriedade, mas no entando eu aquentava calado o entrar de uma pica grossa e ao mesmo tempo gostosa.



De quatro naquele momento, sentindo uma dor desgraçada, o entrar e sair delirante de uma jeba no toba, e ainda diante de minha boca já estava a pica de Bruno, que me fazia engasgar de tanto prazer e desejo.



Enquanto nosso treinador de mostrava a outra face de um técnico, Bruno demonstrava a face verdadeira e gostosa de um comedor de verdade, e Vitor batendo punheta ficava me vendo gemer e ser arrombado por duas picas.



Meu toba parecia estar sendo consumido com tudo aquilo e minha reação era de mais prazer e gemer deixei me levar pela pica e não pela violência das estocadas do treinador Carlão que por sinal fazia gostoso o entrar e sair de sua vara descomunal



Era gostoso sentir uma pica me fazer viado, era uma delicia me ver diante de uma geba de macho de verdade, e aquela pica linda, cabeçuda e grossa do treinador me fazia sentir, dor, prazer, em um gemido de sentidos, meu corpo se arrepiava todo e minhas entranhas do meu cu parecia agradecer por tamanha novidade rolistica.



Eu gemia, mamava e sentia o torra na minha boca e outra no meu cu, em um misto de parceria Vitor e Bruno revezava quem me fazia chupar cada pica por vez, e o treinador rebolava seu pau dentro de mim, e daí a vida me ensinava o prazer de dar pra três, e principalmente de sentir uma torra de um homem mais velho como nosso comedor treinador.



Literalmente eu sentia o “pau no cu” sentia a dor do gemer e não mais de quatro e sim de frango assado, com as pernas pra cima sentia o fuder de Vitor dominar minha boca e o enfiar da pica e dos dedinhos do treinador ao mesmo tempo, fazendo eu chorar de dor e prazer.



Via aquela barriga grande, aquela pica grossa, sentindo meu cu se abrir a cada momento mais, eu realmente pensava o quanto me custaria aquela foda, o quando de bom jogador do time para viado se tornaria minha promoção, porem nada me adiantava, pois sentia o tremer da rola grossa dentro de minhas entranhas anais..



Delirantemente o garoto estava ali, gemendo, com o rabo ardendo e com a boca sendo enterrada numa pica, sentia o leitinho quente de Vitor me fazer engasgar de tanta porra adentrar em minha garganta.



Logo o treinador que somente abusava do meu anelzinho arrombado me fazia gritar de tanto socar dentro dele, me fazia tentar tirar um pouco e afastar a pica do fundo do meu orifício, e ele é claro, bem mais forte metia mais ainda vendo em um misto de engolir leite de macho e dar o cu gemer, gritar e estar diante de três rolas grossas.



Ele me chamava de viadinho, me batia na cara me mandando engolir a porra de Vitor, me fazia gritar e sentir dedadas e rola entrar, sentia o suor de sua velhice3, o entrar de sua geba, sentir Bruno se aproximar e fazer de mim agora o menino do seu prazer o com sua beleza de garoto tambem me fazer engolir sua geba.



Com a pica adentro, e o entrar e sair de ambos os buracos, sendo boca e cu eu estava molecado, com a boca babenta de porra e agora babenta com a pica melecada de Bruno.



Sexo, prazer e desejo se misturava ao romper a barreira do meu anus, meu cu parecia estar aberto para adentrar de pica, de dedos, e de porra, eu um menino sentia a duvida e o medo entre perder a carreira ou perder a credibilidade como garoto, e daí ao olhar e gemer diante de tal fato me via perdido no mundo dos adoradores de pica.



Via-me diferente e em poucos minutos, naquela posição de frango assado e vendo que Carlão com seu corpo se preparava pra encher meu anel de leite e vendo Bruno me fazer quase engasgar via a reação que os dois estariam prontos para mijar porra em mim.



E assim se fez, depois de engolir a porra quente de Vitor agora sentia a porra de nosso treinador jorrar dentro de mim, ele gemer de prazer e ao mesmo tempo Bruno me fazer engolir ainda mais o gosto do prazer em minha boca.



Porra duas vezes na boca e uma que vale por três no rabo, ambos gemia de prazer, e o nosso técnico estava satisfeito com tudo aquilo, parecia ter descoberto uma mina de ouro e ao saber que meu cuzinho seria dele também me fazia sentir medo, ao mesmo tempo em que me olhava e me ameaçava.



“-Este é o nosso segredo, quando eu quiser te comer te chamo, e se sair daqui esta historia sabe o que vai acontecer com você no campeonato.”



Eu tremia e todo gozado via os três sair em fila de meu quarto e me abandonar daquele modo, logo chorei e me bateu o arrependimento depois das palavras de Carlão, via agora minha carreira na mão deles, via que Bruno não me protegia e somente quis se aproveitar de mim na primeira vez, via que o prazer estava muito alem do sexo e sim da falta ou excesso dele.



Neste momento caído na minha cama, pronto para tomar banho devivo o cheiro forte de porra, e encostar o dedo no meu cuzinho sentia o estrago feito por nosso treinador, que como um cavalo me abrio todo.



Sentia o prazer do momento, porem estava disposto a dormir e pensar como iria agir de tal modo, e assim pensar em um plano para me safar desta na melhor. Forma.



Continua.



Ass ThyAggo



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



+ interatividade...



MSN -



[email protected]



Blog -



portalgayms.blogspot.com



portalgayms.blogspot.com







------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos gay cheiro de rolacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentebuceta carnuda comtos de sexoAmigos de meu filho eu provoquei e eles vieram conto eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteDeusa mulata levando pica branca na bucetaconto erotico incesto sonifero filhaConto mandonatravestis estrupa novinha na academia pornoencaixando na buceta meladacontos tia pede laber sua xerecacontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos come a irmazinha no ônibus lotadogay de zorbinha enfiado no regofiquei de bruço o negao se aproveitouContos eroticos até ontem, eu era fiel 3 parteContos iniciano as garotinhascontos esposa estuprada e arrombadacomendo a cunhada contoscontos eroticos minha tia me seduziu peladas e meladas de manteiga no cufoi fazer coisa errada e irmao chantageou pra fuder a gostosavi minha namoradinha perder a virgindade contos eroticosconto menina safadinha anosconto sexo coroa ricaço esposaCONTOS DO CAMIONEIRO DA PICA 32CM festa junina conto eróticocontoseroticos mae sentada colo filhocontos eroticos crecheconto cheiradormulheres da buceta cabeluda que dar e nao aguentou a rola grosa e pedia para parar videoContos eróticos entre parentesconto erotico minha prima que considero irmãContos de travestis pauzudoscontos deu o cu para o cachorrarolas grandesno cu e gritoshomem rasga cu de garotinho contoscontos eroticoso passeio de barco eu meu marido e nosso peaocontos eroticos de marido corno bebedor de porraContos de putinhos casadoscontos eroticos de incesto inversão com mãe e filhinhotraveati fudendo na cpzinha do apartamento no fruta pornoConto de sexoEnfiando a cabeça da pica na buceta virgem filhaconto erotico ponhei o pau do meu marido na buceta da minha amiga e ela pois o pau do marido dela na minha bucetaso um pouquinho contos eroticosconto erotico teen gay iniciaçãoContos sou alegria dos coroascontos/ morena com rabo fogosono colo contos eróticoscontos fazendo vovô gozartravesti gozando no próprio sutiãContos eroticos minha namorada me fez de corno no estacionamentocontos eroticos colega da faculdadepau de jegue arrombando minha filhinha contosso mulheres escravas de seus maridos contos eroticosSsssssss aaaaaaaiiiiiiiii gostoso gay transandoconto enteada sem calcinhacontos eróticos: prima comprometidacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentever mulheres maduras fazendo orgia no baile de Carnaval passando a língua no pau no saco do homemcontos dois gemeos chupandocontos olhando meu paucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecache:http://okinawa-ufa.ru/conto_20940_assalto-no-condominio.htmlconto tia gostosa de microcalcinhaConto transa rabudagatas angelicais a procura de um agarrao 4contos eroticos arrombando a gordaeu e meu marido aceitamos carona de uns estranhos e acabei sendo fodida contos"ele agachou o shorts e puxou minah cabeça esfregando na rola e bermuda mau abaixada"contos homem chupa rola ricardaocontos minha esposa nao vai aguentar essa pica.rasgou minha bucetas contosconto comi gostoso bocetao da monha maeursao tio roludo conto gayContos.eroticos traindo marido na.sala ao ladocontos iniciado no banheiro do trabalho