Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PECADO COM MEU FILHO

Sou a Clau tenho 48 anos anos e casei aos 20 anos e até hoje sou casada e tive um menino, hoje com 25 anos e uma menina, hoje com 22 anos. Os dois foram fazer faculdade fora, sendo que Eric foi para Londrina e ainda na faculdade conseguiu um bom emprego e trabalha numa boa empresa da cidade. Ele mora numa boa casa e como já fazia um tempo que ele e também sua irmã não vinham para casa, resolvo ir viajar e passar duas semanas na casa de cada um. Primeiro vou para casa de Aline e depois de ficar do meio de janeiro desse ano até o final, vou para a casa de Eric no início de fevereiro. Chego e ele vai me pegar na rodoviária com sua namorada e então vamos para sua casa e lá me acomodo. Os dias passam tranquilo e as vezes percebo que a namorada dele vai lá e a coisa fica um pouco quente entre eles, sendo que ela vai embora sá na manhã seguinte, além disso, quem sempre esta junto com ele é Rodrigo, amigo de trabalho. No sábado Eric insiste que eu vá para o clube e a tarde ele me leva e volta para a casa, mas depois de 01 hora por lá fico meio desanimada e resolvo voltar para a casa, mas resolvo ir de táxi para não incomodar Eric. Quando chego vejo o carro de Rodrigo e como o portão esta sem tranca eu vou entrando e indo direto para os fundos para deixar a toalha molhada no varal e ao me aproximar da janela do quarto escuto gemidos e então resolvo ir dar uma espiada e para minha surpresa flagro Eric e Rodrigo transando. Eric estava sentado na poltrona de seu quarto e Rodrigo estava por cima com o pau de meu filho todo em sua bunda. Não sabia que fazer e quando começo a me recuperar percebo o tamanho do pênis de meu filho e entendo o porque de Rodrigo gemer tanto. Era um pinto enorme, de pelo menos uns 20 cm e grosso e eu então passei a ver aquela monstruosidade arrombar o cuzinho de seu amigo. Quando eles terminam, Rodrigo vai para o banheiro e assim posso apreciar melhor o pau de meu filho semi flácido com uma grande cabeça. Eric também se levanta e vai para o banheiro e ai que acontece eu não sei, sá sei que era a minha chance de voltar para rua. Já fora de casa resolvo ligar para Eric dizendo que estava voltando e que dali a 05 minutos estaria chegando e assim o fiz. Rodrigo estava lá ainda, mas eles estava conversando na sala como se nada tivesse acontecido. Aquela imagem do meu filho e de seu pau ficou na minha cabeça e a noite comecei a me masturbar pensando em ter tudo aquilo enterrado em minha boceta. Acordava com um sentimento de culpa muito grande, mas o meu desejo era maior. Passei a me insinuar e a usar umas roupas provocantes até que tive a idéia de sairmos para tomar uma cervejinha. Na quinta fomos num barzinho e eu e a sua namorada ficamos batendo um papo bem descontraído, e quando ele saiu da mesa perguntei como era a vida deles e ela disse que estava muito bem com ele. Eric era meio fraco para a bebida e quando bebia se soltava mais. Por volta das 22:00hs fomos embora e ele primeiro deixou sua namorada e depois seguimos para casa. Cada um vai para o seu quarto e eu então tomo coragem e chamo ele para o quarto com a desculpa de não estar conseguindo ligar o ar. Percebo que ele usa um short folgado e pelo volume que se mostrava por baixa, ele estava sem cueca. Ele sobe numa cadeira para mexer nos botões e diz que não tem nada de errado, mas ai começo a passar as mãos em sua perna subindo até a virilha e percebo que ele começa a ficar excitado e logo desce da cadeira e diz que vai para o quarto. Seguro ele pela cintura e digo que não e abro meu roupão para ele. Apesar da idade eu estava inteiro e como meus peitos são pequenos, eles estava em cima e do resto cuidava fazendo academia e caminhada. Ele fica ali na minha frente paralisado e seu pau começa a crescer e ele olhava fixamente minha xoxota, talvez pelo fato de eu deixa-la com muitos pelos e hoje em dia é comum essas mulheres mais jovens deixarem somente um pouco de pelo. Antes que ele fizesse alguma coisa seguro seu short e abaixo ele e então caio de boca no pinto de meu filho e com ele começando a ficar duro consigo coloca-lo inteiro na minha boca, mas a medida que ele vai crescendo tenho que ir tirando ele da boca e ir chupando aquela cabeçona vermelha dele. Me levanto e pego em sua mão e o levo até seu quarto, por causa da cama de casal, e me deito primeiro e peço para que venha e deite-se no meu lado e me abrace. Ele faz o que mando e passa a chupar meus peitos e a acariciar minha xoxota que a muito tempo não ficava tão molhada. Eu o interrompo e o empurro para o lado e fico por cima dele e então me preparo para sentir todo aquele mastro dentro de mim. Seguro ele na entrada de minha xoxota e começo a sentar nele devagar. Vou sentando devagar e fico com ele pela metade e vou comandando o ritmo e Eric apenas segura minha cintura e pela sua cara percebo todo o prazer que ele esta tendo. Apás alguns minutos eu já não aguentando mais começo a gozar e ameaço sair de cima do seu pau, mas ai ele me segura mais forte e com uma estoca forte coloca tudo de uma vez dentro de mim. Não aguento e caio em seu peito e ai ele começa a bombar cada vez mais forte. Nossa que sensação era aquela, um pau enorme dentro de mim e me fazendo chegar ao segundo orgasmo em poucos minutos e dessa vez Eric também goza e me dá um alivio. Deito ao seu lado e passo a mão na minha boceta e percebo como ela estava inchada, afinal não estava acostumada a receber um pau daquele tamanho. Na sexta ao acordar percebo que ele já tinha saido e depois me liga dizendo que vai almoçar na empresa. Passada a euforia daquela noite eu não sabia o que fazer quando ele chegasse, pensei até em antecipar a viagem de domingo para essa sexta, mas o desejo de ter aquele membro dentro de mim novamente era mais forte. Quando ele chega eu o chamo para conversar e ele diz que tudo bem e que tinha gostado muito de meter comigo e que queria novamente repetir essa experiência e vem sentando-se ao meu lado e passa a acariciar minha xoxota. Seguro seu ímpeto e digo que tinha que ser mais tarde e ai toco no assunto sobre ele e seu amigo e ele me diz que era o ativo e que tinha muita vontade de comer um cuzinho, mas que sua namorada não dava e Rodrigo sempre se insinuou para ele e ai ele passou a comer Rodrigo de vez em quando. A noite saímos todos juntos para um bar e no meio da noite ele diz que estar com dor de cabeça e assim vamos embora e ele deixa sua namorada na casa dela. Chegamos em casa e ele diz que me quer mais uma vez naquela noite e que vai ser especial. Vou para o meu quarto me preparar e depois vou para o quarto dele e ele já me espera nu e com seu pinto duro como uma pedra. Ele pede para que eu comece chupando ele e eu obedeço e vou chupando ele até ele pedir para parar e ele se ajeita na cama e pede para que eu sente em seu pau e de costas para ele. Em frente a cama havia um espelho e pude ver como ele me penetrava gostoso e ele metia todo seu pau dentro de mim. Ele me rasgava inteira e vendo pelo espelho eu ficava mais excitada ainda. Gozamos juntos e sinto o seu gozo escorrer . Ele aperta meus peitos e ainda com seu pau dentro de mim tenta engatar novamente retomar o ritmo. Quando ele estava conseguindo, ele para e diz que precisa ir tomar uma água e eu exausta fico ali em sua cama. Ele volta com um gel e diz que quer sentir meu cuzinho. Eu nego, já que se na minha xoxota seu pau fazia estrago, imagina no meu rabinho que fora penetrado poucas vezes e por um pau bem menor. Ele diz que não quer saber e pede para que eu fique de lado, não tenho escolha e ele então começa a chupa-lo e a introduzir dois, três dedos e por fim quase que sua mão toda. Eu já estava no meu limite e ali ele para e passa gel na cabeça de seu pau e começa a forçar a entrada dele em meu cuzinho. Ele vai colocando devagar, mas doia muito. Assim que a cabeça passa ele começa a bombar de leve e começo a sentir prazer e a pedir que ele coloque tudo dentro de mim. Ele fica meio surpreso, mas muito contente, e digo que esse é minha retribuição por tanto prazer que ele havia me dado. Ele coloca todo seu pau em meu rabinho e para apimentar mais eu contraio ele prendendo seu pau dentro de meu rabo. Ele vai a loucura e gozamos feito loucos e exaustos dormimos. De manhã sá nos resta tomar um banho e como tinhamos compromisso, um churrasco, conseguimos nos recuperar, mas no sábado apenas damos uma rapidinha, afinal ele tinha que dar conta de sua namorada e no domingo antes de ir embora mamo em seu pau até ele gozar.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto negro taradoconto erotico viado afeminado escravizado por macho dominadorcontos eróticos pular pulacontos eroticos incesto fudendo minha filha com meu melhor amigoMinha tia coroa mostrou seu bucetao peludo contosvi minha esposa dando mole contosconto gay na ducha da nataçãocontos de tia coroacontos erotico com primacomtus erroticu mulhe casada foi faser carinho no seu cachorroconto erótico comendo o c****** da cunhadaContos primeira chupadaMinha mulher adora reparar na piroca dos machoscontos eroticos com escravas sendo humilhadacontos eroticos arrombando a gordacomhendo ass evangelicas contos eroticosConto erotico marido de japa dabcontos eróticos inversão bêbadocontos fazendo vovô gozarComtos casadas fodidas na rua por camionistascontos eróticos sobre sobrinhabucetudaconto minha mulher gosta quando levo ela nas festinhasContos erotico casei com minha primatransei com meu melhor amigo contos me chamo saracontos eróticos porno brasileiro grátis de incesto entre genro e sogra mais recentesporno mamei tanto o peitinho q inchouContos de novinho chupando kct de caminhoneirocontos eroticos louco pra da meu cuzaocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos picantes dando pro professor gostosoContos eroticos briguei com o marido dei pra outroconto namorada virgem amigosincesto mae viuva amante d o filho carinhoso ler contos eroticoscontos eroticos gay dei minha bunda pro filho da vizinhaPeguei minha tia veridicocontos verídicas de sexo em montes clarosContos eroticos calcinha da vizinhaIrmã Seduz O Irmão (contos Eroticosme fode jb. contosContos titia iniciando meu sobrinho novinhocontos eroticos infanciacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteIncesto com meu irmao casado eu confessocontos eroticos faxineiracontos minha cadela virgemcontos eroticos comendo mae do amicontos de homem com penis grosso que comeu sem camisinha a sogra enrabado dormindo acordei gosteiContos nossas filhinhas safadasrealizei meu sonho comi minha tia perdi a virgindade conto eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos comendo a b***** da namorada novinhacontos de lesbianismo que foi iniciada pela tia ao dormir com elaContos eroticos : a amiga japonesa da minha maecontos voyeurs zoocontos eróticos conaconto eroticos corno churrascometia na minha mae, contoporno insesto na hora gue o tamanho do pau me asusteimadrinha linda me chupandocasadasna zoofiiliaxexo porno menino dado umaio namenina infiando odedo nabucetinha delaEmpregada Triscando no meu pau conto23cm e um czino virgemcomi minha filha pequena contoscontos de cunhadas tesudastransei com meu paicontos porno de corno compartilha esposinha branquinha na viagem de onibus com negros hiper dotadosmeu primo e minha amiga contos eróticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos minha mãe me ensinou putinhapedreiro passando a língua no cu do afeminadovisinhalesbicagordinho do rabao contos eróticosConto Cú de velha"putinha de peitinhos bicudos contosFazendo uma suruba coma sogra e o sogro contosmendingo conto