Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COM MINHA IRMÃ NO MOTEL

Certa noite eu e minha irmã fomos a uma festa e acabamos indo embora cedo. Como era cedo decidimos parar em uma loja de conveniência para tomar mais algumas cervejas.



Nás sempre nos demos bem e conversamos sobre tudo. Essa liberdade e a bebida acabou nos levando a falar sobre sua amiga com quem eu avia ficado. Para minha surpresa ela avia dito para a minha irmã sobre uma noite em que a levei para um motel.



Minha irmã sabia de todos os detalhes, tanto sobre a noite de sexo como o quarto onde ficamos. Durante a conversa ela me confidenciou que era muito curiosa, e levado pelo momento a convidei para irmos a um para ela conhecer. Ela riu e perguntou o que faríamos lá, desconversei e disse que poderíamos comprar mais umas cervejas e ir lá beber e ela poderia matar a curiosidade, inclusive tomar um banho de hidro que ela tanto queria experimentar.



Para minha surpresa ela aceitou. Sem pensar duas vezes liguei o carro e rumei para um átimo motel, onde pegamos uma átima suíte.



Entramos e ela adorou o quarto. Coloquei uma música, liguei a hidro e abri uma cerveja. Conversamos sobre bobagens e disse para ela experimentar a hidro. Ela riu e disse para eu não espiar, quando olhei para o banheiro vi a roupa dela no chão enquanto ela se deliciava coberta pela espuma.



Esperei um pouco no quarto e perguntei se havia lugar para mais um. Ela respondeu que claro. Disse para ela fechar os olhos e ela sorrindo o fez. Fiquei pelado e entrei junto com ela. Ficamos ali nos olhando e tomando uma cerveja.



Dado momento comecei uma massagem nos pezinhos dela. Ela estava gostando muito, eu estava explodindo de tesão dentro da banheira com aquela ninfeta gostosa na minha frente. Comecei a subi minhas mãos pela coxas dela sem resistência. Perguntei se ela queria que eu massageasse as costas dela e ela virou de costas para mim.



Depois de massageá-la um pouco avancei sobre os seios dela, como não tive resistência trouxe o corpo dela junto ao meu e ela se soltou um pouco. Aproveitei e desci com uma mão até sua buceta enquanto massageava um de seus seios. Ficamos assim um tempo até que pedi para chupa-lá.



Coloquei-a sentada na borda da banheira e então pode apreciar aquela buceta linda, pequena e com pelos ralos a minha disposição. Me coloquei a chupa-la com disposição, enquanto minhas mão percorriam pelo seu lindo corpo. Ficamos ali entregue até que senti seu gozo em minha língua.



Ela entrou novamente na banheira com um rosto de satisfação, então investi em um beijo que foi prontamente retribuído. Não falávamos nada, apenas cortiamos o momento.



Com suas mãos ela pegou em meu pai e começou a punheta-lo com sua mãos macias e pequenas. Pedi para ela me chupar e ela disse sim, então me posicionei na borda para receber uma deliciosa chupada. Ela me chupava meio sem jeito, mas o tesão de ter minha irmã ali, se deliciando com meu pau em sua boca era enorme. Logo eu estava avisando que iria gozar, e ela me punhetou até eu gozar em seus dedos.



Ficamos agarrados namorando e ela confidenciou que depois que sua amiga contou nossas fodas ficou com vontade de experimentar. Convidei-a para irmos para a cama e ela aceitou. Deitamos a ficamos brincando, perguntei se ela queria dar para mim e ela negou, pois era virgem.



Concordei. Ela se colocou de quatro e começou a me chupar novamente. Aproveitei e foi orientando ela a como fazer. Ela lambia a cabeça do meu pau, chupava minhas bolas e tentava colocar ele todo na boca, engasgando certas vezes.



Nos colocamos nun 69 onde pude me deliciar com aquela buceta deliciosa. Aproveitei a visão daquela linda e dura bunda e percorrendo minhas mão por ela e me pus a brincar com aquele cu apertado. Em minha primeira investida ela o retraiu, passei minha língua nele e então ouvi um ai. Deixei o anelzinho bem molhado e investi novamente co calma. Desta vez não obtive resistência. Introduzi um pequeno pedaço do indicador e ali o deixei até ela relaxar, enquanto a chupava.



Aos poucos fui fazendo pequenos movimentos de vai e vem. Aos vezes cuspia no cuzinho dela para facilitar a brincadeira. A coloquei de quatro com aqule cu totalmente a minha disposição, onde aproveitei e cai de lingua nele e passei a chuá-lo. Ela gemia e dizia como estava gostoso, passei então a introduzir meu dedo devagar. Peguei um lubrificante no sex shop para facilitar a brincadeira. Passei a introduzir mais um dedo, meu tesão estava nas alturas, então os tirei e posicionei meu pau na entrada daquele cu apertado.



Passei apenas a roçar a cabeça, ela balançava a bunda. Pedi para colocar e ela disse para ir devagar para não doer. Fui forçando lentamente, o lubrificante facilitava o trabalho, sem pressa coloquei a cabeça do meu pau dentro dela. Parei e deixei ela acostumar enquanto acariciava sua buceta. Ela lentamente começou a empurar a bunda para traz, então entendi que ela queria mais, aos poucos eu estava por inteiro dentro dela.



Devagar fui fazendo um delicioso vai e vem, curtindo aquele buraquinho apertado. Mudamos de posição e a coloquei de frango assado, nesse momento tinha ela toda a minha disposição, estava ali com minha irmãzinha toda arregaçada para mim com meu pau atolado em seu cu pedindo para fode-la. Não pude aguentar a acabei gozando e a enchendo de porra, acabando nossa foda com um delicioso beijo.



assim começamos nossas deliciosas aventura que ficam cada vez melhores.















VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos segredos de familia parte 4história de contos eroticos fui pinta uma casa e comi afilha novinha ta patroacontos gay cavaloConto fui passia na casa da minha tia e conheci minha prima travestitia gritando "me come sobrinho"conto enfiei a cueca no cucontos eroticos comendo a funcionaria novata casada da lojaminha esposa deixa a buceta cabeluda e da pra o meu melhor amigo em relatosesposa safada fudendo na fazenda contossogra contando como chorou na pica do genro contos eroticoscontos eroticos gay mentalContos eroticos incentivei minha mulher a dar pro patrão delaGurila.trepa.na.muher.e.fode.por.cima.da.calciha.e.acabacontos minha mulher com um dotado mi fez chupa elepegado carona um casal com camionero contos eroticosexo com as amigas e as filhas contoscomo dopar uma mulher e fazer sexo contoconto erótico meu marido bobãodoeu meu cu entreu a maoconto erotico ele pediu pra bater umazinha pra elesequestro e muitas lambidas no greloFotos de bundas triangulo e cucontos eroticos a.xasada dot trabalhorelatos eróticos esposa exibionista psra meus amigosFui passear fui estupradominha novinha tarada contode tanto insistir em ver minha mulher em cima de outro pau ...conto titio me fudendoacustumada desde pequena na rola grossa mais a pica dele e muito grande e grossacontos eroticos. traicontos eroticos esposa em uma orgiame masturbei vendo as calcinhas da vizinha no varalconto erótico irmão vomitou roupacontos sarro gostoso com meu genroconto erotico de sobrinha nova e tio gostoso fodendo gostsoele era cheirosinho conto gaycontos.veridicos erabando uma,.pretinhacontos gays a goiabaconto porno gravidacontos travesti no acampamentoDei meu cu gay pro seguraca do meu paicontos eu marido na prai de nudismovou começar com Vanessa bucetacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha primeira traiçãocontos eróticos cadela e putona famíliaslésbicas ninfetas comendo peitorais de travestisVer casadas falado de conto eroticos que corneo o marido com homem do pau bem grandemulher sentando na embragem com o cu e buceta bucetinha esposa ccbcontos reais meu marido fez uma deliciosa DP com seu amigocontos eroticos... minha mulher não tirava o olho da rola....mulheres violadas contos eroticosContos pornos-estuprei minha avócontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosconyo erotico pai e filha ahh uhh mais meteDaniele comi pra caceteo primo contosContoseroticos minha mulher na passagem no anoconto eroticos minha irma de vestido rosaconto tia saidinhaespirrei minha sobrinha bêbadacontos eróticos deu pro meu filhoviajando com a sogra conto eroticocontos eróticos cara do pau gigantescocontos eróticos orgias birose empregadinha contosContos eroticos chupando peito casais amigoscontos eróticos estupradacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterelato vi bem de perto quando ele atolou o pau no cu da minha esposacontos felipe comeu minha mulhrerminha pequena filha mas ordináriacontos fodi menininha por docesconto erótico tia me dando banho junto quando era pequenocontos gay chupei o pau do borracheirocontos eroticos cadela