Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMENDO CASADA NO HOSPITAL

Oi pessoal, sou moreno claro, bastante alto, estou em forma, já que faço musculação, tenho olhos claros e sou muito safado.



Vamos ao conto: Trabalhava no estoque de materiais médicos de um grande hospital particular da Zona Norte do Rio de Janeiro. Em um balanço de estoque de fim de ano conheci a Fabiana (nome fictício), que era funcionária nova e de plantão diferente do meu. Era morena clara, estatura média, cabelos longos, olhos castanhos, seios grandes e duros e uma bunda linda que roupa nenhuma esconderia. Ela era casada, mas logo vi em seu sorriso o tesão que escondia.



Aproveitei as oportunidades que tive para aproximar-se, sempre com brincadeiras mais safadas, foi quando ela me disse que eu a estava provocando e depois não aguentaria. Disse a ela que estava louco para tentar e que apás o encerramento do trabalho poderíamos parar para beber alguma coisa e conversar um pouco. Ela topou, mas nem tudo é como esperamos....



O nosso trabalho acabou por volta de 01:00h da manhã e eu não tinha ido trabalhar de carro. Resumindo, teríamos que ficar por lá para esperar amanhecer. Comecei a pensar sobre o que faria para transar com aquela mulher, que em poucos momentos me deixou cheio de tesão.



Fui a outro setor onde não tinha ninguém, deixei um colchão e lençois no chão e então a chamei dizendo que tinha um lugar para esperarmos amanhecer. Ela hesitou no início mas disse a ela que outros funcionários também estariam lá. Ela então acabou indo, com promessas de que eu não tentaria nada ali dentro....



Ao chegarmos ao local onde ficaríamos, já a agarrei por trás, ela hesitou, disse que era loucura, mas então beijei gostoso seu pescoço (nossa, como a mulher era cheirosa), a virei e dei um beijo em sua boca, a qual correspondeu prontamente, me abraçando e segurando minha cabeça com força.



Vi que meu plano daria certo e então acariciei sua linda e grande bunda e subi minha mão por dentro da sua roupa, acariciando suas costas e seus duros seios. Ela relutou, dizendo que já tinhamos passado dos limites, então respondi a ela que eu não tinha limites e desci minha mão até sua bucetinha e com a outra mão, desci sua mãozinha até meu pau por cima da roupa, aí ela perdeu a linha.



Ela por conta prápria colocou meu pau pra fora, ajoelhou e começou a chupar, dizendo que já não estava aguentando de tesão. Chupava deliciosamente, lambendo toda extensão, por vezes tentava enfiá-lo todo na boca e alternava com lambidas na cabeça. Estava me deixando louco de tesão, ainda mais quando ela começou a falar que queria beber meu leite, que era pra eu gozar logo que ela queria beber tudinho. Quase pirei de tesão, então enchi sua boca de porra, assim como a gostosa queria.



Ela ainda estava vestida e então tirei toda sua roupa, a deitei no colchão e passei a chupar seus peitos. Desci por sua barriguinha até chegar à sua bucetinha, onde parei e comecei a chupá-la. Chupava o grelinho, passava a língua por sua bucetinha toda e por vezes fudia sua bucetinha com minha língua, enfiando até onde podia, dizendo a ela que retribuiria e que era pra ela gozar em minha boca. Ela então começou a contorcer e me avisou que iria gozar. Disse pra ela gozar na minha língua, o que foi feito por ela, com muitos gemidos abafados e tremendo bastante.



Nessa hora, eu já estava com o pau duro igual pedra novamente e posicionei meu pau na sua bucetinha. Nossa, que buceta quente, estava pegando fogo. Enfiava meu pau todo e ela revirava os olhos de tesão. Ela então quis ficar por cima e cavalgou deliciosamente na minha pica. Ela já tinha gozado mais algumas vezes, então a coloquei de quatro, já que estava louco pela bundinha dela. Comecei a socar forte sua buceta e puxar seu cabelo. Ela se mordia para evitar gemer alto. eu tirava a minha pica toda da buceta e enfiava novamente, às vezes mais rápido, às vezes mais lentamente. Ela estava descontrolada e eu aproveitando disso, começei a bolinar seu cuzinho. Como não houve oposição, enfiei um dedo. Ela deu uma fugida, mas insisti e ela começou a ceder. Fiquei comendo sua buceta e enfiando e tirando o dedo do seu cuzinho, até que sem aviso tirei o pau de sua buceta e posicionei na entrada do seu cuzinho. Ela disse que não dava a muito tempo, eu disse que deixaria ela no comando. Deixei o pau na entrada do seu cuzinho e ela então lentamente foi jogando o corpo para trás. Depois de algumas tentativas, meu pau entrou todo no seu cuzinho, então retomei o controle, socando forte e pirando de tesão por estar comendo uma bundinha tão linda, até que ela pediu que eu gozasse no seu cuzinho porque ela não aguentava mais gozar... Aumentei a velocidade das estocadas até encher seu cuzinho de leite.



Deitamos abraçados e descansamos o pouco tempo que tínhamos antes de amanhecer, para saírmos do setor sem sermos vistos. Foi uma foda maravilhosa, com uma mulher linda e gostosa, somada ao medo se sermos flagrados.



Mulheres que quiserem contar suas histárias, ouvir outras, viver uma aventura ou sexo casual, ou até mesmo apenas conversar, meu msn é [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


comtos de viados dando o cu pra pica bem grossaegrandeContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteisexo contos eroticos como tio poulao comeu aninhacalcinhas.erroladinhas.no.cuzinhoconto erotico com camionistaasalto que.virou.suruba videoscontos eróticos meu enteado deixou meu c* todo ardidosexo contos mendiga estuprocontos de sexo comendo a amiga da minha mulher foi ela que pediuwww.conto eu vi o pedreiro mijandocontos eroticos so era pra ela chuparrelatos comi a gorda na marracontos de coroa com novinhoconto erotico incesto dominando irma e maeconto gay iniciado parente sozinho cuzinho leiteminha tia batendo um punheta para sobrinho contosPorn contos eroticos escrava gangbang humilhadaa morena virtual itaperuna rjcontos sobrinho moreno loiracontos eroticos padrasto e enteadaconto erotico surpresa na siricacontoseroticoscabacinhoContos comeu o cu virgem day minhamulher Comendo cu de mulher dormindo conto eroticocontos eróticos minha amiga jogadora dormiu na minha casacontos de putaria em familiafui dormir na casa do meu primo e ele acordou de pau durocontos sado lesbico de incestocontos eroticos estuprada na frente do maridonovinha desmaia de tanto gosa conto eroticoContos eróticos estreiando á xaninhacontos eróticos vendadaTRAVESTI CHUPÁ OUTRO TRAVESTI E BEIJO NA BOCA E FUMANDO O CIGARRO Pica de jumento com veiastreinando para ser puta contos eroticoscontos erotivos mamar no pau infanviapasto da igreja tirou meu cabaçobucetiha tihocontos de tirador de cabaçocontos eróticos de afilhado gahvelhas dos peitos mucho da o cu até goza e se mijandocontos eroticos arrombando a gordacotos.eroticos.de.comnovinhas.xorando.navaraComi a josi da bocacontos eróticos gang bang com desconhecidosContos de idosas loiras com mais de 70 anos dando cu para negros bem dotadoscontos eriticos mulher casada em onibus lotadoconto erotico de tanto eu insistir em engravidei a minha professora eu era um meninoContos minha doce sobrinha melcontos eróticos a babá do meu irmãoxvidios gemios incestocontos pornos fui estuprado na adolescência e gosteiContos dei o cuzinho para a travesti fabiola voguelcache:tCqBSJiMNvAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_6_13_orgias.html gay de zorbinha enfiado no regohttp://okinawa-ufa.ru/m/conto_16695_foi-pra-ser-chupado-e-o-negao-me-comeu.htmlcontos eróticos mulheres p****Comi minha priminha contos eroticoscontos eroticos grelo sugadocontos eroticos arrombando a gordaSo contos de sadomasoquismo com maridos e esposas so contos eroticosViva local crosdresseresEm casa somo em número de 4, minha mãe (43), meu pai (47), meu irmão (22) e eu (15). Nós não temos muita grana, pois apenas papai trabalha. Meu irmão está fazendo cursinho para o vestibular (pela terceira vez) e isso aumenta as despesas da casa.contos eroticos descobri que era gay e não sabia parte5mulhe sora no pau fudedoconto herotico engravidem uma branquinhacalma aí bota devagarcontos mia mulhe linda aromou u amate muito bemdotado ela gemi muito na rola deleArombaram meu cuzinho quando pikena conto eroticoquero ver buceta do pigele gradecomo eu faço pra apreparar minha buceta pra primeira relaçao sexualcontos bdsm gosto de levar chutes na bucetaVanessinha criando pelo na xaninhaconto lesbico tia iniciando a sobrinhaconto viado estupradocontos de sexo de tias com sobrinhosconto gay descabacei meu empregadocontos eróticos com idosacontos de fuder avó