Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BRINCANDO COM A EMPREGADA

Eu sou homem, tenho 19 anos. Estudo de manha e moro com meus pais. Minha mae trabalha fora grande parte do dia e quase sempre almoça fora e meu pai tem um trabalho que seus horarios nao sao rotina mais ele ta quase todo tempo fora de casa e muitas vezes viajando. Como em qualquer dia eu tinha acabado de chegar do colégio, fazendo o 1ª ano do ensino médio... La em casa trabalhava uma moça branquinha, nao era toda gostosa, era magra, timida, mais uma delicia, tava de shortinho xadres curtinho, blusa verde aberta em cima pequena simples, cabelo grande, preto e liso, pouca bunda e uma xoxotinha inchadinha... que eu sempre tive vontade de chupar... Nesse dia eu cheguei do colégio e fui passando pela cozinha, la está ela lavando a louça passo e como sempre dou aquela olhada e gosto mais como era tao normal ja nem percebo mais que eu faço isso. Vou pro meu quarto e estou trocando de roupa e ai por acaso dou uma esquecida da vida e deito pelado na minha cama com a porta aberta de barriga pra cima e começo a pensar na vida, e quando eu menos espero ela aparece na porta do meu quarto: Pode vir comer pqe... Aii desculpaa e vira o rosto toda constrangida, eu levanto metade do meu corpo sem saber direito o que tava acontecendo e ela começa a sair pra dentro da casa, eu chamo ela: Laís, veem aqui. Ela começa a voltar e fica do lado da porta me pedindo desculpa, eu falo com ela: aparece ai na porta, entao ela entra na frente da porta com a mao no rosto e pergunta se ja pode tirar ... eu digo: tira mais continua ai ... entao ela tira, ve que ainda estou pelado e arregalha os olhos, mais continua la como eu tinha pedido. Ela fica imovel e quando eu olho, nao sei se estava sem calcinha ou o que era... mais vi que o shortinho dela tava entrando um pouquinho, bem de leve na sua xoxotinha enchadinha fazendo ate o buraquinho... Então quando vi aquilo ja fiquei com tesão e eu me achava superior a ela por ela ser timida... Então chamei ela mais perto e disse: Laís, vem aqui, me ajuda vestir minha roupa. Entao deitei na cama e mandei ela pegar uma cueca e me vestir, ela foi na gaveta do meu guarda roupa pegou a cueca se virou pra mim e ficou me olhando, entao eu disse: ta esperando o que? Ela pegar uma perna minha levantou segurou e colocou a poiada nos seus peitos pequenos... amassando eles todos e dps pegou a outra e colocou a outra parte da cueca, depois foi levantando e colocando a cueca mais pra frente. Quando chegou no meu pau ele ja tava muito duro, ela ja tava tremendo e colocou a cueca a parte de tras toda certinha e na frente puxou, puxou a cueca pra caber mais nao deu certo, nao coube, eu falei: assim nao vai dar, vce tem que levantar ele pra dar certo, entao ela pega ele e cola na minha barriga e vestinha minha cueca, dps termina de me vestir... ai eu falo: Laís, gostei de ver sua xota enchadinha hoje. Ela fala um obrigado e sai andando, ai eu chamo alto: Laís... perai, to querendo ir comer mais antes tenho que ir no banheiro mijar, vamo la comigo ? Ela fica espantada e paralisada, eu passo do lado dela puxo a mao dela e começo a carregar ela... passando pelo corredor ela começa a negar e a se segurar, entao eu solta a mao dela e coloco a mae bem no meiozinho da bundinha dela e começo a forçar pra frente contra a direçao que ela tava negando ... Ela da um pulinho assusstado pra frente e quando agente entra no banheiro ela diz: aii, ta doendo... entao eu paro na frente do vaso, mando ela descer minha bermuda, pegar meu pau que tava MUITO duro, apertar pra baixo na mira do vaso ... ela faz isso e eu comço a mijar ... quando eu termino mando ela limpar pra mim, ela leva a mao no papel higienico e eu ja falo rapido: nao nao, qero sem papel

-Entao como vou limpar? Quero ele bem sequinho, limpa com a lingua. Entao ela se ajuaelha e começa a lamber e chupar a cabecinha do meu cacete, e eu mando ela chupar com pressao a cabeça pra ver se nao tinha mais nenhuma gota la dentro, ela faz isso e quando vai cuspir na pia eu paro ela e mando: é pra engolir. Chegando na cozinha eu pego uma corda que tinha no armario de utencilios la em baixo mando ela virar de costas e colocar as maos pra tras, amarro as maos dela como algemas viro ela pra mim, e começo descer o shorte dela... e dps tiro a calcinha, a xoxotinha dela ja tava toda molhadinha. Levanto a blusa dela e começo passar a mao nela toda, entao ela decide reagir e começa fazer força pra se soltar, e a querer gritar, mais eu nao deixo e falo: se vce fizer qualquer coisa vce perde seu emprego e ainda assim nao vai conseguir sair e vai sofrer muito ... Entao ela fica quetinha. Eu começo a alisar o bico do peito dela, levo a boca e começo a morder de leve e ela dando uns pulinhus ... e com a outra mao no outro peito eu começo a apertar seu biquinho, e ela começa a gemer e eu apertoo mais forteee e mais forteee e ela gemendoo, ai eu aperto MUITO forte e ela gritando fininho seus gemidos, gritando e gritando muito e eu apertando cada vez mais forte e ela gritando sem parar, começa a chorar e gritar mais e mais .... entao eu puxo ela, sento ela na mesa com as pernas abertas, encostando a xota aberta na mesa. Dou rolada forte na cara dela ... infio o pau na boca dela, infio tudo ate ela engasgar com meu pau, e mesmo assim ainda nao paro, dps tiro e mando ela levantar e ficar apenas sentada na mesa, pego seus pelinhos da xoxota semi depilada e puxo com toda a força pra arrancar e ela grita muitooo, quando ela gritou tao alto que eu dei um tapa na cara dela, ela deitou e levantou de novo quando eu mandei caladinha .... mandei ela dar uma levantadinha encaxei meu pau em baixo dela e falei: pula, agora vce pula sua cachorra, sua putinha de merda, pula no meu pau vadiazinha, que daqui a pouco vou comer seu cuzinho sua puta, ta gostando? pula pula pula ... e caladinha, vadia do caralho, pula seu animal, cachorra, vou fazer vce comer bosta sua lixo, quero ver essa buceta sua regassada, abre essa buceta vadia, nao sabe nem dar? e dar o cu ? vce sabe? vamos ver se vce sabe dar o cu? fica de 4 ai agora .... entao ela levanta fica possiçao de cachorrinho, vo no armario pego a manteira e começo a infiar o dedo com manteiga no cu dela, dps enfio meu pau todo e nunca vi uma mulher gritar tanto assim ... mesmo eu ja tenho pegado so 1 ... so a que tirou minha virgindade meesmo ... Depois disso, fiz ela gemer MUITO mais enfiando quase meu anti-braço todo dps da mao na xoxotinha dela. E dps disso ainda fiz MUITOOOO MAIS ....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentea mulher do meu irmao putinhapapai me fudeu gostoso e eu gozei no cacete delConto de putinha que adora ser cadela de muitos machossobrinha peladinha contoscontos de casadas liberadaconto chantageada suruba engolirelatos eróticos sexo com aluno especialencoxol com jatos de porrasogra pegou eu no fraga batendo polheta e depois trazamoscontos de metendo em uma peluda ruivatitia ficar mandando o sobrinho que está bem contos eróticosconto erotico amiga travesticomendo a dona da locadoracontos eroticos de casadas com instaladoreso militar tirou minha virgidade contosmuher contando istoria erotica na camacontos erótico de estupro em boatesContos eróticos entre parentesConto eu peguei meu genro me brechando no banhocontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosBuceta virgem contosrelatos nossa que cdzinhalindacontos: puto dando ao ar livreporno gay pai apostou cu para o vizinhoConto erotico acordei com um estranho me comendomenininha safada contos eroticosConto erótico gay de um pai com filho da vizinhaconto erotico gay meu amigo rasgou meu cucontos eroticos arrombando a gordapai da minha amiguinha mostrou o paudesfilado de calcinha por dinhero contos eroticoConto erotivo estupro veridicoconto erotico com ajuda da minha virei cadela do meu cachorroContos eroticos de submissa e inversaogay de zorbinha enfiado no regocontos eróticos gay EMMO o maconheironovinha teen sofrendo na mao do patrao pornocontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoesContos eroticos esposa 60 anosPutinha casada contocantos eróticos d********* para o meu irmãoa esposa mija no pau do cunhadocontos gay cheiro de rolaconto erotico castrado na favelacomendo e falando sacanageme gozando contoscontos eróticos pastor compadre d*********** a virgemcontos meu marido adora me ver sendo chupada por outra mulhereu gordinha arregacada por um roludo contoscontos carona q virei cornocontos eroticos arrombando a gordaconto erotico foda com a viuvinha  Quando tinha 22 anos, adorava comer lekes mais novos. Uma das minhas aventuras mais excitantes foi quando descobri que meu primo Tiago , que morava na mesma rua , esta liberando geral nas brinacediras de pique-escondi da rua.Até então já havia tra  contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecurrada no caminhao contoscontos eroticos de pai e filhaContos eroticos estava de calcinha fio dental e fui fudida pelo mendingopapai viajou eu assumi a casa,contos eróticosencesto mae envagelicawww zoo porno filha brecado paiminha filha veridicocontos gay menina loucasconto erotico meu professor de 60 anos me levou pro motelmãe puta, contoConto erótico filhinha putinhaContos Eroticos ROBERTAflagrei minha maé com socio de meu pai contoscontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos vi minha vizinha dando pro meu cãoChuoada com gossdasConto reunião de familia minha tia travesticontos eroticos com noviinhas sexoalmente precosecontos/esposa tarada por dotadoscontos eroticos cunhada e sogrAdei,dou,e sempre darei a buceta em contoscontos eróticos casal Passei a noite no autorama no IbirapueraContos de cdzinha afeminada provocando com shortinhomamae papai me comeucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentedei com muito amor conto separacao o mineirinho que me cativou 2contos meu marido da pica pequena