Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SOBRINHA MARANHENSE

Meus pais moram numa cidade do interior do maranhão, na região do vale do mearim. Neste natal, fomos todos passar lá. Meu irmão, que mora em São Luis, sua mulher e seus filhos também estavam lá. Apesar de ser uma cidade bem pequena, uns oitenta mil habitantes, gozam de certa mordomia, inclusive internet. A cidade, entretanto, não dispõe de atrações para jovens e minha sobrinha Ana Luiza vivia pendurada no meu note. Procurava passar o dia entretida no orkut e outras coisinhas. Um dia entrei no escritário e ela se assustou, minimizando umas telas. Fiz que não notei. à noite peguei o computador e lembrei da minha sobrinha. Fui ao histárico e vi que a safada estava vendo uns sites de adultos, com fotos, filmes etc. inclusive, este site ela tinha visitado. Ah, safada. Vendo sacanagem, pensei. Não que ela fosse infantil, afinal já tinha seus dezenove anos, mas dava uma de “santinha”. O garoto era mais novo e estava com dezessete.

No dia seguinte inventei uma histária que ia numa outra cidade resolver uns problemas. Fui pra rua com meu irmão e terminei desmanchando a viagem. Porém, já tinha deixado ele num barzinho com uns amigos jogando sinuca e tomando todas. Voltei pra casa e dei com a porta trancada. Sabia que minha mulher ia sair pra casa de familiares e certamente ou outros teriam ido junto. Mas... e minha sobrinha...

Entrei de mansinho e percebi que ela tava no escritário, com meu note na mesa. A porta estava meio aberta. Forcei um pouco o suficiente para vê que ela assistia a um vídeo pornô. Voltei pra sala e fiz barulho, como quem tinha acabado de chegar. Não dei tempo pra ela desligar a tela e apenas minimizou. Entrei e ela: - Oi, tio, já voltou? Cadê meu pai? Perguntou desconfiada. – Ta lá no bar. Pelo jeito vai demorar bastante. Ta com uns amigos nosso jogando sinuca e tomando todas. Cheguei por trás e passei a mão em seu pescoço beijei sua cabeça. – Que você ta vendo ai? A tela estava no orkut, mas a de putaria estava minimizada. Ela tentou fechar com a tecla direita, mas se atrapalhou e acabou por abrir o filme. Ela quis consertar, mas eu não deixei e disse pra ela que também gostava de uma boa sacanagem. Ela sorriu meio desconfiada. O filme rodava uma mulher chupando o cacete de um cara tatuado, enquanto por trás um outro enfiava uma pica descomunal na xoxota. Era uma morena de cabelos lisos então com minha sobrinha: - Ela se parece com você, Aninha. Ela riu e disse: - Mas eu sou mais bonita, não acha? – Claro, minha deusa. Você é linda. Ela deitou sua cabeça em meu peito que estava colado no seu corpo. Dei-lhe um beijo na testa. E levantei minha mão tocando seu pescoço e trazendo sua boca para a minha. Foi um beijo alucinante. Ela que ainda estava voltada para o computador, sentindo meu pau em seu ombro, virou-se para o lado e tocou meu pinto com a boca. Abriu meu zíper e começou beijar. Passava a língua na cabeça e ficava com ela nos lábios, enquanto lambia. Eu que já tinha passado a noite pensando numa forma de foder aquela ninfeta, agora tinha meu cacete metido na sua boca e não tinha feito esforço para que isso acontecesse.

Ela babava na cabeça e na medida que a saliva ia molhando meu pau, sua boca engolia mais. Logo tinha ele todo fincado na boca da minha sobrinha. Comecei a foder aquela boquinha literalmente. Ela foi levantando e se enroscando em meu corpo. Foi desabotoando minha camisa, enquanto minha calça descia pelos joelhos indo ao chão. Ela subiu e começou a lamber meus peitos peludos. Passava a língua em movimentos circulares nos biquinhos me provocando arrepios. Veio me beijar a boca e meti minha língua lá no fundo.

- Você é muito gostoso, tiozão. Você quer foder a buceta da tua sobrinha, não quer.

- Sim, minha putinha. Seu tiozão quer muito foder a buceta da sobrinha queridinha.

- Então pede, vai. Pede minha xoxota que eu te dou, meu coroa divino. Quero

Sentir seu cacete dentro da minha buceta, seu cachorrão. Quero que me coma com força

- Então me dá sua buceta, sua puta safada. Dá sua xoxota pra esse coroa que adora uma ninfeta igual a você. Meu pau até dái de tesão por você, putinha gostosa. Sou seu cinquentao gostoso, não sou? – é sim. Você é mais gostoso do que esses mauricinhos ai da rua. Foi sua sobrinha. Quero lembrar sempre dessa pica. Quando eu for a Goiânia vamos foder o dia todo, não vamos, meu coroa barrudinho. Eu adoro você, tio.

Fui para o sofá ao lado, enquanto a putinha da minha sobrinha tirava sua roupa, mostrando aquela xoxota peludinha nua pra mim. Eu estava sentado na beira e ela veio e se virou de costa e foi sentando no meu pau. Ela mesma guiou meu pinto para sua buceta e foi descendo devagar. O bicho ia deslizando e sua buceta chegava a espumar, tamanha a excitação que minha sobrinha estava.

Senti sua bunda em meu corpo, amassando meus pelos, e ela começouu a rebolar. Subia e descia e dançava em rodopios estrepada na minha pica. Apesar de ser bem apertada, sua buceta recebia minha rola muito macia, devido a lubrificação.

- Tio... goza comiiiogooooo.... vou gozar, seu cachorro. Vou gozzzarr na sua picaaaaa, ahhhhhh...... filho da puta. Goza na sua sobrinha. Não aguentei e esporrei na xoxota da minha sobrinha piranha.

- Meu irmão chegou em casa naquele dia e dormiu logo em seguida.

O pessoal sá chegou no fim da tarde e eu e minha sobrinha, Aninha, fodemos a

Tarde toda.

E assim foram os três dias que fiquei lá. Muita xoxota, muita pica e muita porra. Qualquer oportunidade era aproveitada, nem que fosse para apenas uma chupada e uma gozada rapidinha.

Ano novo estarei em São Luis e adivinhem quem vai entrar na minha rola? Claro. Minha sobrinha, que adora este cinquentão aqui. Podem escrever pra mim. Tenho cinquenta anos, mas adoro uma xoxota novinha. Sou muito carinhoso. As gatinhas de Goiânia que quiserem um coroa gostso basta me mandar o msn e a gente marca uma fodinha bem legal. Não vou pegar no pe. Quero apenas que goze muito na minha pica. Cinquentão.goiâ[email protected]

Mando foto da rola grande e grossa para voce se divertir. Pode ser casada ou solteira, não tem problemas nao. Respondo a todas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


descubri q ela tinha um amante e chantagiei contosjumento comeu contoscontos eróticos minha tia com calça suplexcontos eroticoso cu da cadelinhavideo de cunhadoxcunhadacontos erotico negro goza na buceta da noiva para o cornohome dar cu usano calcianhacontos eroticos dominou toda a minha familiatirei o cabaço delef****** e chupando pela primeira vez seu namorado na estrada desertacontos eróticos minha esposa em sabe quem enrabou elacontos eroticos de pijaminha provocandoconto erotico pedi um desconto para o gerente e ele me encoxoucontos meu marido nem percebeucalcinha usada da vizinha safada contosmarido castrado conto eroticomeu irmao tirou minha virgindademãe puta, contocontos eróticos cuzinho da filha da namoradasexo contos eriticos o amigo do meu marido me pasando bronseadorcantos erotico brincando de baralho com sobrinhapau na boca da namorada dpminha mae morreu no parto e meu pai mim criou contoscontos eróticos bem maior que a do.meuconto de comi o cuzinho da minha prima novinha que chorou com a pica grandeconto erotico incesto sonifero filhaConto erotico esposa com dogContos eroticos de prostitutacontos eroticos depessoas normais reaiscasa do conto meu irmao me encoxoucontos eroticos arrombando a gordaColocou dentro contos eroticoscontos eroticos espertinhafomos surpreendidos no carro contosconto erótico de mãe e filho no ônibuscontos perdi minha virgindade com 25 anosminha mulher foi enrabada e me contoucontos eroticos na infanciaContos eróticos tirando virgindadeContos filha de 7 com papaiConto erótico me deu sonífero comeu minha bucetaporno gay interracial com macaquinho gulosoContos eroticos da esposa safada com o marido deficienteconto entreguei os pés da minha mulher para um amigotesudas contocontos eroticos excitado por minha filhaconos eróticos verdadeiro convenceu a mulher a a bundaeu entrei no banheiro e não sabia que a minha madrastra estava la e come. a xota delaminha cunhada casada estava sozinha na noite em casa contosmeu primo e minha amiga contos eróticosarragassa a buceta no 69 e mete a boca a linguaandei com a cara gozada na ruacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos sacudo e casal safadocontoseroticosabusadasgay cabaço conto erotico estuprocontos insesto comi minha irma e mae duas gostosas com fotosseios redondinho e bicudos trepano videoscontos eroticos diretora violentadacontos eroticos depois de muito tempo dei pro sobrinhocontos cu doceCasa dos Conto a beira de uma suruba esposa casadacontos eroticos de vizinho de rola grande e grossacontos servente de pedreirovideo gay meu irmao me estuproureais conto de incesto mamae mi deu pro pai e irmao mi comercontos travesti no acampamentoeu confesso caso de incestoFui cuidar do meu sobrinho doente e transei com ele contoscontos chavecando o cuzinho da coroafudeno a amanda e nanda duas gostosinha mobileContos eroticos estuprada pelos mendigosmeu pai fez minha mae mim dar a buceta na sua frente quando eu tinha dez anos contos veridicosconto erotico praia esposa garotosconto com cunhada chantagistaconto erótico penha SC praia