Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU CASEIRO

Temos um casal como caseiro, o chamamos de Grandão, acredito que já entendam porque, esta semana justamente na segunda ela estava muito triste, e informou que ele havia fugido pela janela na madrugada e se encontrado com outra mulher, e chegado em casa todo marcado de chupadas e a arranhões, ele sempre me dava umas olhadas, principalmente quando uso pequenas saias, mas até por a mulher dele também trabalhar conosco nunca me despertou nada, mas quando fiquei sabendo disto, parecia que um fogo havia subido entre minhas pernas. Comentei com meu corninho e percebi que ele também ficou cheio de tesão ao me imaginar sendo lascada pelo grandão.

Grandão é um homem de feições brutas, forte, corpulento, mãos grossas e calejadas pelo trabalho do campo, logo tratei de pensar em algo e colocar em pratica, colocamos uma lâmpada queimada no meu quarto, e meu corninho pediu que a mulher dele o acompanhasse no mercado, os meninos estavam no colégio e a empregada pedi que ela fosse avisar a manicure que desejaria fazer as unhas no dia seguinte, coloquei uma minúscula saia sem calcinha e o chamei, ele veio com a escada, e eu me abaixava de costas para ele e comentava da sacanagem que ele havia feito, mas que tinha mulher que adorava ser corneada que isso dava mais tesão, ele começou a me olhar com cara de safado e como se pensasse ela quer é pica, e acho que ele estava coberto de razão..eu estava louca de tesão..doida pra ser rasgada pelo grandão.

Ele se aproximou de mim, eu tenho 1,60 cm e ele deve ter uns 1,95 não é por acaso o nome, eu me senti já feita de brinquedo nas mãos dele, ele se aproximou de mim, me carregou, e começou a chupar meu pescoço, orelha, metia a língua fundo no meu ouvido, e eu parecendo uma bonequinha de pernas trançadas em sua cintura.. acho que dava pra escutar as gotas do meu tesão caindo no chão, ele me sentou na bancada do armário abriu bem minhas pernas e enfiou a cara no meio das minhas pernas, e abocanhou de uma vez a minha bucetinha todinha, tudo, sumiu naquela boca enorme, ele enfiava a língua na minha buceta, me chupava feito louco..me fazendo delirar... eu gozei como nunca na boca dele, ele se fartou, sugou o que ficara dentro de mim, ate não ter mais nada, eu não perdi tempo e gozei mais uma vez na boca daquele macho sensacional. Passei a mão no seu pau, fiquei apalpando, sentindo aquele cacete latejando nas minhas mãos... minha buceta começou a ficar encharcada novamente, não via a hora de sentir aquele cacete dentro de mim foi quando ele o tirou pra fora, muito duro, grosso, enorme, aquela cabeça parecia minha mão fechada, que coisa mais linda, porem muito grande. Ele me virou de costas e me colocou de quatro, e começou a lamber minha bunda e minha buceta, chupava e enfiava a língua. Olha a sensação era divina, aquela língua percorrendo meu reguinho todo, ate que parou no meu cuzinho, enfiou ela todinha la dentro, e fazia círculos dentro do meu cuzinho, me fazendo gemer de tanto tesão,de repente começou a enfiar o dedo na minha buceta.. começou e com um dedo na xaninha logo tava enfiando dois...eu rebolava feito louca...eu gozei na mão dele com a língua dando rodeio em meu cuzinho. Ele se levantou e tirou a calça, ficando nu, nossa, foi ai que vi o que vi. Pegou minha cabeça, com dificuldade consegui por a cabeça do seu pinto na minha boca, lambia de lado, engolia ate onde era possível, muito grande, o cacete dele latejava na minha boca, ele socava com força começou a dizer que iria gozar me deixava alucinada, Ele me segurou a cabeça forte, deixou a cabeça do seu pau entre os meus dentes e avisou to gozando, aquilo foram não sei quantos jorros de porra, na minha boca que quase me sufoca, fui engolindo a medida que saia, e olha, foram alguns segundo despejando seu liquido quente, pegajoso e muito gostoso. Eu bebi com muito tesão..

Pulei correndo, antes que a empregada voltasse, joguei aquele bruta macho gigante na cama, para que meu corno quando chegasse sentisse o cheiro de macho na cama, ele me chamou de louquinha, ajeitei o cacete e encaixei a cabeça grande do seu pinto e fui largando meu corpo, quando doía eu parava, voltava e recomeçava, sentir a cabeça entrando, me rasgando me deixava louca de tesão, ficava mexendo ate que senti entrar ela todinha, não imaginava que ele era gigante em tudo, Senti apertar meu estomago, rasgar a carne dentro de mim, rasgar as paredes da minha buceta, bater fundo no meu útero, e com uma grande dor e também prazer, sentia o cacete entrar e me rasgar ao meio, ardia demais, eu gritei,pulei,cavalguei como uma vagabunda mesmo, sentir todo aquele cacete dentro de mim, latejando, sentir ele tocar meu útero, me fazia querer mais e mais, com tudo isso gozei junto com ele, eu sentia as estocadas dentro de mim dele gozando, e me enchendo por dentro de porra quente, ainda., muita porra.tanta que a porra escorria por entre minhas pernas, ele era um touro. Ficamos um tempo assim colados, e ate com medo de me mexer, aquilo tudo ainda dentro de mim, fui levantando devagar e vi o estrago, deixei toda porra escorrer para os lençáis e ainda limpei o cacete dele com o lençol também, para que o cheiro ficasse o maximo para quando meu corninho chegasse...

Ai falei para ele ir embora, mas ele retrucou e disse: Eu queria comer seu cuzinho, mas não ia dar tempo, porque precisava me preparar, porque senão iria doer muito. Coloquei a calcinha e sai, e ninguém notou nada. Mas se passavam as horas e meu corninho não chegava, e eu já estava ficando alucinada com aquela voz no meu ouvido quero seu cuzinho, meu cuzinho tava piscando,,,eu tava doida pra ser arrombada por aquele macho, não resisti, ai falei pra minha empregada, vou na casa do Grandão buscar ele, colocou a lâmpada mas não esta acendendo, olhei nos olhos dele e me dirigi a sua casa, ele logo entendeu e entrou primeiro, empurrei ele, abaixei suas calças e Chupei, chupei alucinadamente ..que delicia sentir aquele cacete crescendo na minha boca, latejando, molhei bastante seu pau, pois apesar da vontade de ser fudida, de ter meu cuzinho arrombado..tava com medo, pois era muito grosso foi ai que ele me deitou de bruços e começou a enfiar um dedo no meu cuzinho, passando saliva a toda hora, dois dedos, três dedos enquanto dizia: vou te fuder inteira, lascar esse seu cu, arrombar você., e eu adorando aquilo, era divino, minha buceta tava molhada de tanto tesão já sentindo que era a hora, deitou-se com o pau pra cima e mandou eu me sentar em cima dele, e guiar como fiz com a bucetinha. Aiaiaia que loucura...fui pra cima dele Meu cuzinho apertadinho, sentiu aquela cabeça enorme querendo entrar, como tava toda meladinha, fui sentando, enfiando ele na minha buceta....comecei a rebolar feito louca, sentia o cacete dele latejando..ele me olhou e disse : quero seu cu e quero agora, foi ai que tirei da minha buceta e coloquei a cabecinha daquele pau enorme no meu cuzinho... relaxei e sentei, e senti que entrou, que deliciaaaaaaaaaaaaa ardeu, ele tirou, eu voltei coloquei de novo e fui afundando., e a medida que entrava sentia descolar todas as pregas do meu cuzinho, as vezes achava que não ia aguentar..mas o prazer era maior que a dor... foi alucinante, dolorido mas gostoso, quando senti minha bunda bater nele, eu tinha conseguido enfiar aquele pinto todinho dentro do meu já não tão apertadinho cu. Comecei a rebolar feito louca e sentir aquilo mexer meus intestinos, e entrando e saindo e rasgando tudo, quando ele me puxou, enfiou 3 dedos na minha já fodida bucetinha, que delicia, sentir seu cacete no meu cuzinho e seus dedos na minha buceta enquanto ele chupava meu pescoço, me levou a loucura, eu não parava de rebolar enquanto ele socava sem pena, já não aguentava mais de tanto tesão..sentia o pau dele latejando eu disse que ia gozar e ele disse que também ia, gozamos os dois juntos, senti aquela porra toda quente, agora dentro do meu cuzinho, novamente.,. Ele me deixou nessa posição, uns 3 minutos, sem tirar de dentro, a dor já tinha sumido, sá sentia minha bunda dilatada, e aos poucos, ele me colocou de quatro e ai me fodeu mais uma vez, com mais força, acabando com o resto que sobrou de mim, e gozou de novo lá dentro do meu cuzinho. Não consegui gozar, mais, porque ardia muito. Ele tirou, a sensação de alivio foi grande e chupou mais uma vez minha bucetinha me fazendo gozar bastante, eu tava toda arrombada..meu cuzinho tava cheio de porra, mas eu queria mais...queria levar minha buceta cheia de porra pro meu corninho...foi ai que parti pra cima dele e comecei a chupar, a masturbar aquele cacete....quando ele já estava prestes a gozar eu sentei no cacete dele e cavalguei feito louca enquanto gritava... goza...quero que você me encha de porra.... foi ai que ele me colocou de quatro, me segurou pela cintura e enfiou aquele cacete de uma sá vez..socando com força e dizendo vou gozar ..te encher de leite.. foi nessa hora que senti seu gozo...senti seu leite quente dentro de mim.... deliciaaaaaaaaaaaa.... Fiquei com ele, mais uma meia hora, e voltei arrombadinha... Nossa acredito que não vou parar, mas de dar pra esse meu caseiro, assim que entrei a empregada perguntou, a senhora demorou, e Grandão, nossa ele me explicou que o problema era no interruptor, como ele estava triste, fiquei aconselhando a não trair mais a esposa, fui para o quarto e fiquei la com o ventilador na buceta, e a cama toda galada, mas uns 19 minutos meu corno chega e entra, já vai pra cima de mim como um cachorro no cio, chupando minha buceta, lambendo a gala do macho no meu corpo e dizendo que sou a melhor mulher do mundo, enquanto eu digo que ele é o melhor homem do mundo, que a cada dia amo mais e mais.....essa é a parte que mais adoro, quanto mas eu dou corno em meu marido mas ele me ama.. e fica alucinado, vejo os olhinhos dele brilhando, quando me encontra ou assiste sua mulherzinha gemer com outro....



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erotico real na cidade de campinas esposa e estuprada na frente do maridookinawa.ufa.ru conto orgíasContos eroticos comendo a policialme mesturbei no banheiro e agira?contos eroticos homens que usam calcinhacontos de loiras c****** trepando com negão estrangeirocontos eroticos de cornos e veiascontos de sexo depilei minha bucetauma.gradi.rola gozano.nabuçetatrai meu marido com um travestiminha esposa com dois negros dotados contos e relatos eroticos com fotoscontos eroticos com genroconto erotico incesto baba pervertidascontos cdzinhascontos eroticos cunhada e sogrAcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos de padrasto comendo enteada ainda bem pequenaconto eroticos comi minha tia com a calcinha na mãofazendo uma massagem no papai contocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticonto erotico sobrinha inocentevirei puto do bar conto gaycontos eróticos de mãe ajeitando a filha para o pai comer na frente delacontos eróticos comi o c* da minha cunhada na ilhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico carona com o sobrinhocontos eroticos medicotanga contos eróticoso pau do meu irmao contoscontos de cdzinhas orientaiscontos sexo meu marido rebolou na pistolagarotinho teen gemendo no pau e rebolando gostosovideos zoofilia cavalos gozando na bucta epenetrandovamos lá tem uma loira chupando a b***** da outra na boa f***minha sogra usando lycrapunheta na infancia com amigoconto comendo travesti bundudomeu sobrinho gordinho e gay tetudocontos eroticos casal voyeur sem querercontos eroticos sogra de 65anosTenho 60 anos e minha bunda ta se mais contoscontos gozando em menina de 08anos sem calcinhavideo porno chegou no quarto e comeu a teia com os olhos vendadaContos eroticos... Uma rapidinha com a cunhada de vestidocontos eroticos de garotinha sentada no colocontos eroticosmeu marido me chamou pra ver um filme porno com os amigoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico da desvirginadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eróticos de comi a mae do meu colrcontos pai e mãe nudista fala com os filhos como e bom chupa uma rolaCasada narra conto dando o cuPirocada sexo gay velhos tara contos veridicoscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html cheirei a calcinha da minha cunhada safada contosprimo de rendinha metade da bunda de fora em calcinha cabelo que sai para forafazenda fravia dan xeso anal lua demelvídeo do Seu Madruga metendo a pica no c* da Dona Florindagozei nas coxas da filha contosquad erotico a apostacontos pai e mãe nudista fala com os filhos como e bom chupa uma rolaconto foda com cachorroele me enraboesposa crente relatando contos troca casais porno  Marilia e Juliana estavam mais uma vez fr ente a frente para uma dolorosa batalha. Ambas traziam nos corpos as marcas feitas pela outra em combates violentos e sangrentos. Marilia vestia tão somente uma minúscula tanga branca fio dental. Juliana uma  contos eroticos menageminha buceta gosa de esguinxando contos eroticosporno uma casada no onibus fica excitada com outro na frente do cornoconto novinha amigos do papaicontos eroticos de tias fudendocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscheirei a calcinha da minha cunhada safada contosbucetas esajero de xota