Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MINHA SOGRA!! EU NÃO PODIA IMAGINAR.

Meus caros colegas.... Esse é o meu segundo post... Eu comecei a dividir com vocês um jogo de sedução que eu estou vivendo com a minha cunhada. Mas algo inesperado aconteceu.



Nesse final de semana eu e minha linda esposa fomos até a casa de sítio da família dela... Fomos nás, a minha sogra e uma prima. Fica no interior de São Paulo, num condomínio fechado, sem muito luxo, mas muito aconchegante.



No sábado à tarde a minha esposa e a prima sairam para fazer mercado no centro da cidade enquanto eu fiquei em casa ajudando a minha sogra fazer a faxina.



A minha sogra já é uma senhora quase sexagenara, não tem mais o corpo de outrora - e que corpo!! pois quando vejo as fotos dela jovem... meu DEUS!! - mas em comparação a outras senhoras da mesma idade ela está muito bem.



Ela tem mais ou menos 1,68m, cabelos e olhos castanhos, pele branca, seios medianos, bem torneados e firmes para a sua idade, quadril largo, mas já naquele formato de pessoas de certa idade. Algo interessante... ela não é mais magrinha, mas também não tem barriga e tem uma boca que chama a atenção.



Eu nunca a tinha observado com tais olhos, até porque ela é a minha sogra.... mas tive que descrevê-la assim para contar o que se passou em seguida.



A minha sogra estava tirando a poeira da casa, mas ainda com a mesma roupa que chegara ao sítio. Era um daqueles vestidos que as mulheres muito têm usado ultimamente, que vai até a linha do joelho, um pouco mais justo ao corpo. mas que deixa as pernas soltas. - Desculpem pela descrição da roupa, mas eu não entendo nada disso. - Fato é que ela estava mais preocupada em estar à vontade dado o calor que fazia naquele sábado.



Em alguns dos movimentos de limpa, puxa e empurra eu não pode deixar de observar como o rabo dela é grande, eu ficava imaginando me encaixando naquele quadril, meu pau ficou duro, mas ela nem percebeu (eu acho -rs).



Estava indo tudo muito bem, tranquilo, da forma como deveria ser, quando ela pediu para eu ajudá-la a segurar a escada, pois ela ia tirar a cortina.



Como a casa é antiga, a janela da sala é daquelas grandes, que toma toda a face da sala, e a cortina também é comprida e alta. A escada era daquelas de cinco degraus e ela teve que chegar até o quarto degrau para conseguir retirar as roldanas. Eu me ofereci para tirar, fiquei preocupado caso ela se desequilibrasse, mas ela disse que não, que eu deveria segurar a escada.



Enquanto eu estava lá segurando a escada, foi inevitável dar aquela espiadinha.... Eu que já estava pagando um pau para aquele rabão, quando percebi que ela estava sem calcinha, eu pirei.



Dada a liberdade que eu tenho com ela eu até brinquei dizendo "sogrinha, vai rápido aí, porque aqui embaixo você está me torturando". Ela entendeu ao que eu me referia, olhou pra baixo, deu aquela risadinha safada e me disse pra tomar tento. (risos).



E puxa a escada pra cá, pra lá, sobe e desce e eu não conseguia parar de olhar por de baixo daquela saia, para aquela bunda gostosa. Meu pau estava muito duro, eu já estava todo melado e eu começava a suspeitar que ela estava fazendo de propásito. Numa das vezes ela colocou a perna esquerda sobre o último degrau e aí eu pude ver a bocetinha dela inteirinha, fiquei com muito tesão, pois ela deixa tudo raspadinho, lisinho.



Ela sabia que eu estava vendo... Ela sabia que eu estava de pau duro, não dava para desfarçar. Então eu resolvi arriscar.



Quando ela então descia da esqueda pela última vez eu me posicionei para segurar a escada de uma forma que ela deslizasse aquele rabão pelo meu corpo. Ao chegar no último degrau inevitavelmente ela sentiu naquela bunda o volume do meu pau. Ela olhou para trás, sorriu, deu uma reboladinha discreta e disse: "Eu não imaginava que você ficaria desse jeito por minha causa. Posso ver?".



Enquanto ela perguntava se podia ver o meu pau ela já estava, ainda de costas, com a mão no meu pau. É claro que a resposta foi "sim".



Ela se virou, abaixou o meu shorts, acariciou meu pau com as duas mãos e depois chupou gostoso, tão gostoso... Ela engolia o meu pau inteiro, o que me deixava cada vez mais com tesão, pois eu não podia imaginar que aquela coroa mandava tão bem assim no boquete.



Depois de uns dez minutos de chupeta - e eu me segurando para não gozar na boca dela - ela se levantou e pediu para eu chupá-la também. Ela levantou a parte de baixo da saia, ficou de joelhos no sofá e arrebitou aquele rabo maravilhoso pra mim. Olhou para trás e me chamou para lamber aquele rabo, que ela estava cheia de tesão pelo genro dela.



Ela arrebitou aquele rabo de um jeito que eu podia ver direitinho a linha daquela boceta e o cuzinho dela, branquinho, lisinho, que me chamava como nenhum outro rabo me chamara anteriormente.



Então eu caí de boca, lambi, chupei, guspi, lambi de novo... mas perdi o controle quando eu estava com dois dedos na boceta dela e ela olhou pra trás pedindo mais dois dedos e a língua no cuzinho. Alí eu percebi que ela era perversa, que eu ia comer o cú dela e que também ia merecer uma gozada na cara.



Quando eu encaixei meu pau na boceta dela eu não pude acreditar como ela era apertadinha... Ela pediu para eu ficar parado porque ela queria rebolar pra mim.... Eu segurava aquele rabão e ia metendo meu dedo naquele cu gostoso.



De repente ela parou, se voltou pra mim, chupou meu pau com muita força, deixou ele todo molhado e disse: "Agora você vai comer o meu cú bem gostoso".



Ahhh... não me aguentei, eu ia comer o cú dela sim, mas antes ela ia ter que engolir toda a minha porra. Mandei ela continuar chupando porque eu ia gozar.... Ela ficou louca, segurava meu pau de uma forma a criar mais pressão. Eu acho que nunca gozei tanto na minha vida.



O jogo de sedução com a minha cunhada ainda continua, mas esse lance com a minha sogra foi realmente inesperado, inusitado e me faz entender por que as filhas dela também são tão gostosas e tão safadas.



Quando acontecer alguma coisa nova eu volto para contar pra vocês.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


flagrei meu pai deflorando minha namoradinha contoscontos homes muito bemdotado comeu mia filinha gostosa contosContos eroticos vizinha ve vizinho de pau durocontos reais meu marido fez uma deliciosa DP com seu amigoconto erotico mendigocontos meikilatarado.tira.vigidadi.da.entidas.novinhas.come.o.cu.elas.gritacontos eroticos guto 2 amiguinhos e 1 padrasto parte 3minha mulher enrabada na boatecontos eroticos Minha namorada me contou como perdeu a virgindade com seu ex e fiquei exitadocantos eróticas adoro da o cugostosa qee depois de levarvarias encoxada persebeu qee ta toda gozadaContos eroticos minhas irmas e minha mae fizeram um gang bang com muitos negoes no sitioCONTOSPORNO sapecacontos eróticos menina no circoSinto tesão quando escuto os vizinhosconto erótico vi meu avô f****** minha irmãzinhaconto duas irmas novatas e safadascomi minha mae na varanda contoscontos erotico mimha filha e minha netacontos de rasgando o cu da babacontos eróticos a coroa casada o estrangeiro contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto comi uma eguaConto papai mg fudeu de jeitocontos eroticos pai filha e genroContos de mendigos negros fodendo cu de garotos brancosContos eroticos cu da negra madantadesce com a x*** no paucontos eróticos Vanessaconto erotico desconfiei de minha esposacontos lesbico eu a mulher do traficantecontos familia na praiadei minha bucetao mestruada e ingravidei contosContos eroticos da esposa safada com o marido deficienteconto erotico de travesti cagandocom perdi minha virgindade com um policial contoOs travestis qui São quaz mulhercontos erotico ensinando o meninoMinha madrinha ela mora sozinha com sua filha eu vou sempre na casa da minha madrinha fuder ela eu fui na sua casa ela tava sozinha eu fui com ela pro seu quarto eu tava fundendo ela sua filha chegou sem fazer barulho ela entrou no quarto ela viu eu fundendo minha madrinha ela disse pra minha madrinha que ela queria perder sua virgindade da sua buceta minha madrinha disse pra ela tirar sua roupa pra ela deitar na cama eu chupei sua buceta virgem raspadinha minha madrinha disse pra ela chupar meu pau ela chupou meu pau minha madrinha disse pra ela abri bem suas pernas minha madrinha disse pra eu meter meu pau bem devagar na buceta virgem dela conto eroticoContos minha mãe e sua buceta greludacontos de mulher insatisfeita com maridoQuero transa com minha prima que estar gravidacontos vizinha dona de casa tetuda caidacontoseróticos chupei os peito da mamãefazendo uma massagem no papai contoconto eroticos comi minha vizinha de 7aninhoseu falei Jaime de bucetacontos eróticos com fotos de menininhas sentadas no coloeu quero história comendo a minha vizinha e ela nem dá bolacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto minha mae rabuda e eu meu paicontos minha filha novinha deitou com eu e a sua mae...e a pica comeucontos gays transei com meu amigobucetinhas perusinhoconto casa de praia estouro cabaçocontos eroticos mulher carinhosacontos eroticos de meninos gay o dia q dei o cuzinho pela primeira vez e virei menina da molecadacontos vi o pinto do meu filhinhoContodeputaMeu irmão mandou eu deitar com elecontos eroticos tres homens uma mulhermeu cunhado abusa de mimcomendo a bundinha da menina contos eroticossou p para meu tio finjo dormircontos eróticos filhinha bobinhacaralho anaconda destruindo cuincestodesenhopornôestórias eróticas abusivaschupando a buceta da minha vo dormindo contocontos de coroa com novinhoContos minha sogra quis medir meu pauContos eroticos filha rabuda