Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NA PRAIA...COM MEU MEIO PRIMO

Na praia...com meu meio primo



Fui passear na casa dos meus tios em cabo frio, rj. Tia Lúcia e tio Pedro. Ela é minha madrinha e irmã do meu pai. Nunca puderam ter filhos e adotaram um. Hoje, esse meu primo tem 28 anos mais ou menos... ele é um negro lindo, um homem enorme, forte que deve ter 1,90 de altura e pelo menos uns 120 kg de músculos...mas, mesmo assim eles me tratam como se eu fosse filha deles.

Bom, no mesmo dia o Cleverson, meu primo adotivo, me chamou pra ir a praia e eu como sempre adorei praia já estava bronzeada, mas, resolvi reforçar a cor.

Quando chegamos lá na praia, eu tirei o meu shortinho, a camiseta e abri a cadeira e a esteira e sentei um pouco. Percebi que o Cleverson não tirava os olhos do meu bumbum.

Quando entramos na água as ondas estavam um pouco fortes e todo momento ele queria me segurar quando vinha uma onda.

Eu juro que não enxerguei maldade naquela hora, até que teve um momento que veio uma onda muito forte e ele me segurou pelos quadris e eu pude sentir o baita cacete dele por baixo da sunga, que estava muito duro relando na minha bunda. Como ele é enorme e forte demorou pra me soltar e quando ele me largou eu dei uma desculpa de que tinha ficado assustada e saí da água.

Cheguei e deitei na esteira de bruços, fingindo que nada tinha acontecido. Logo ele saiu também e veio sentar perto de mim e notei que o cacete dele não estava mais duro por baixo da sunga.

Depois de um tempo mudos ele se ofereceu pra passar bronzeador em mim. Eu aceitei e ele começou pelas minhas costas, e foi descendo, pulou minha bunda e foi direto pra perna e coxa...quando achei que ele não iria passar na bunda ele veio por baixo, pela minha coxa apertando muito e apertou com gosto minha bundinha. Naquela hora eu me arrepiei toda, meu biquíni já era minúsculo e acabou que deixou a minha bundinha meio que aparecendo mais ainda e acabei dando aquela famosa ajeitadinha no biquíni e ele deve ter ficado com mais água na boca. Dei um tempo me levantei, agradeci e caminhei na direção do mar.

Ele então veio devagar, mas eu não olhei, continuei pulando as ondas com a bundinha arrebitada segurando a parte de cima do biquíni e derepente senti suas mãos tocarem novamente na minha cintura e ele dizer: - Nossa priminha, você ta gostosa, heim? E encostou na minha bundinha, me fazendo sentir de novo o enorme mastro dele, me arrepiei, disfarcei para ele não notar, mas fiquei molhadinha, estava muito calor e eu respondi: - Nossa, ta muito quente né? Deixa eu mergulhar!. E mergulhei na onda que tinha chegado até nás. Enquanto nadava pensei que ele não aguentava ficar olhando pra minha bundinha queimada de sol porque ficava me devorando com os olhos o tempo todo.

Quando parei o lugar não dava mais pé e fiquei mexendo os braços para permanecer com a cabeça fora da água. Ele foi chegando e perguntou: - Ta fundo pra você ai? Eu respondi: - Aham, como é horrível ser baixinha! Ele riu e falou: - Deixa eu te ajudar, então. Chegou junto do meu corpo por trás e ficou me encoxando e acariciando com as mãos bem de leve a minha cintura por cima do biquíni enquanto eu aproveitada o movimento das ondas e me mexia e rebolava bem devagarzinho no cacete dele fingindo olhar a paisagem. às vezes eu encolhia as pernas e percebia que ele também fazia isso pressionando o cacetão nas minhas polpinhas, sá pra me fazer sentir aquela coisa enorme atrás de mim. Podia sentir a sua respiração quente no meu pescoço, nos meus cabelos e atrás da minha orelha enquanto a gente boiava. Minha xaninha já tava molhada e a calcinha do biquíni começou a ficar melada.

Assustada eu falei: - Primo! O que nás estamos fazendo? Isso não é certo!

Ele me juntou com mais força pela cintura e respondeu: - Ah! Prima, deixa disso! E mais espantada ainda fiquei quando fui sentindo dentro da água, aquele cacete enorme fora da sunga dele, entrando no meio das minhas coxas.

Sem saber o que fazer eu podia sentir a cabeça do mastro dele, roçando a tanguinha do meu biquíni e saindo pela frente das minhas coxas. Fazia tanta pressão na minha xaninha que parecia que ia furar a minha calcinha. Ele falava no meu ouvido que iria me virar no avesso e tauz! Ali mesmo, eu não resisti e apertei com as minhas coxas o cacete dele que ficava entrando e saindo delas dentro da água.

Gemi e falei: - Ah! Cleverson você é louco mesmo heim? E é uma delícia!

Aquilo fez ele se entusiasmar e falou: - Então você vai deixar eu comer esse corpinho gostoso, vai? Acenei que sim com a cabeça e respondi: - Vou! Mas, a bundinha não!

Ele me abraçou mais forte por trás enquanto a gente boiava e resmungou: - Ahhhh! Porque prima? Sá um pouquinho! Juro que você vai gostar! Aproveitei que ele não sabia que eu já tinha dado a bundinha outras vezes e perguntei curiosa: - Porque vocês gostam tanto de uma bundinha, heim? Posso saber?

Ele muito safado, respondeu no meu ouvido: - Quer mesmo saber? É porque é muito apertado de colocar, faz pressão no cacete, é quente, gostoso e muito difícil de comer...não é toda garota que gosta, sabia?

Eu mais que depressa respondi: - E quem te disse que eu gosto? Sá to perguntando...sá isso! Mas, vou pensar no seu caso ta?

Falei isso, me soltei dos braços dele e disse que já estava saindo da água e ia embora.



(continua...)

Beijos

Cinthia

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos virei a cachorrinha do meu amigoxanimhaContos com cadelascontos de zoofilia com cavalocontos eroticos arrombando a gordacontos femdom com cela de masmorramae desfilando de calcinha fio dentalsexo contos eriticos o amigo do meu marido me pasando bronseadorcontos eroticos mamei no pintinho do nmeu filhinho pequinininhoPutinha casada contodesfilado de calcinha por dinhero contos eroticocontos erotico fui concertar s torneira da vizinhaConto xupei atraz da casaContos erotico de exibi a bunda muito grande de fio dentalContos eróticos teens troca trocacontos eróticos pai dotadocontos eroticos tias com subrinhascantos eroticos em quanto ele dormia chupei o pau deleConto arredou a calcnha pro lado e enterrou tudo numa veze dos velhinhos gays no pinto mole fudendo velhinhos contos eróticoscontos eroticos transei com a baba virgemcontos de coroa com novinhocontos de mae com consolo comendo cu da filinha bem novinha contos eroticosMinha irma tarada contoSexu.com.busetas.de.7anuscontos de maecontos picantes desejo de marido e negaoConto erotico seios doloridosmeu dog fudeu minha mulher e cunhada contosconto erotico na orgia com sogrocontos de coroa com novinhocasadas raspadinhas contosusando uma calcinha pequena e morrendo de tesaiMulher pega o marido usando sua tanguinhanovinha de 13com peitinhom insinuei e fui estrupada e gostei muito contos eroticoscontos eroticos meu enteado se vestiu de mulher pra mimconto erótico penha SC praiakiko masturbando a chiquinhapau escapou pela perna do shortsconto tranzar com patraocontos veridicos de japa com dotados de pau gigantescontos inocênciameu sobrinho de treze ano conto gaycontos eroticos espermasou loira engravidei gozoi dentro favela contos eroticospau grande enfiadi. todo nicutransparente e coladinha bucetinhanegao arombo cu da sogracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos gay menino hormonio virou mulherconto erotico travesti novinha vira faxineira do coroa dominadorvideos de motoristasbatendo punhetasincesto fudi a minha mae na casa de swing sem saber que era a minha mae desabafo verdadever so vidio porno marido segurado a esposa pra o amigo pauzudo come buceta i cumeu sobrinho mamou meu pau contos gaycontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos arrombando a gordacontos porno obrigada engolir porra com muito nojomeu irmão mim fudeu sem camisinha e eu fiquei gravidafui comida e chingada feito puta pelo meu primocache:6FK7RI0T9TcJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_476_eu-e-2-travestis.html contos minha filha gemia no quarto delaContos eroticos tira a camisinhaComtos mae e filha fodidas pelos amigos do paicontos de filhos chera causinhasMeu amigo deu sonifero pra sua mulher pra eu ver ela peladinharu e a amiga da minha esposa contotia gritando "me come sobrinho"malandrao dando o cuzinho pra boy malhado contocontoerotico guria patricinha com menino pobrecontos inocênciaCasa dos Conto a beira de uma suruba esposa casadameu pai me ensinou a foderprofessor de artes marciais me fudeu contos gaycontos de coroa com novinhocaralho anaconda destruindo cuViadinho o Negão tarado comeu minha mae e eu contos eroticosconto erotico comir o cu irma em pdfminha irma envagelica encestoconto gay meu melhor amigo de 37 anospapai e seu amigo comeu meu cuzinhoconto erótico velho fode viadinho