Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O ELETRICISTA QUE FICOU ELÉTRICO

O ELETRICISTA QUE FICOU ELÉTRICO.





ACONTECEU em uma cidade chamada Brejo Azul, onde por muito tempo trabalhei exercendo a função de eletricista para uma empresa terceirizada. Na localidade aqui mencionada sempre aparecia muitos problemas com energia elétrica onde constantemente tinha que substituir as lâmpadas que queimava nas ruas, muitas vezes quando chovia a energia ia embora etc...Eu, na ocasião era o único funcionário da cidade nessa área era obrigado a dar assistência e manutenção. CERTA vez, houve um blecaute em um bairro nobre da cidade, quando a energia foi embora e fui chamado para resolver o problema. Cheguei ao determinado local e no poste que tinha um transformador, parei com o carro, retirei a escada a colocando na posição certa para o meu trabalho. Dali eu tinha uma total visão do quintal da casa de um advogado o Dr. Alípio Mendes Filho, de forma que do quintal de sua casa, não dava para me ver em cima do poste, pois ali tinha um pé de manga muito alto, momentos em que presenciei a seguinte situação:

No quintal, estava a esposa do advogado que era mais conhecida como Mariza, uma bela loira, aparentando ter uns 35 anos de idade, com aproximadamente 1,80 um metro e oitenta, muito linda, desportista, pois jogava basquete no municipal e, quando ela saia nas ruas, trajando seu shortinho cavadinho e mostrando seus pêlinhos, com aquela bundona arrebitada, todos a olhava a comendo com os olhos, inclusive eu. Mas, voltando ao quintal, ela estava tomando banho de sol, era umas dez horas da manhã, e seu marido já tinha saído para seu escritário, ela estava deitada em cima de uma toalha, com aquela montanha de bunda pra cima e totalmente nua. Confesso, quase cai do poste, fiquei propenso a tomar um choque naqueles fios de alta tensão ou morrer eletrocutado. Tendo aquela visão, não tem quem não fique de pau duro. Demorei quase uma hora para terminar o serviço, no qual eu gastaria apenas vinte minutos, pois era somente colocar a canela que caiu e a energia voltaria normalmente.

ENTÃO, vendo tudo aquilo eu estava louco de tesão, lamentava apenas não ter naquele momento uma filmadora para registrar aquela cena a qual, jamais esquecerei. A Mariza totalmente nua levantou-se do local, espontaneamente, haja vistas que os muros da mansão era bem altos, adentrou-se em um determinado local na casa e retornou juntamente com um cachorro que mais parecia com um Urso, era um monstro de grande, branco e parecia que ele já era treinado para fazer aquilo.

A Mariza deitou-se e começou a acariciar aquele cão que de repente colocou para fora uma tromba semelhante à de um elefante. Era uma rola que causava inveja em qualquer um, a Mariza chupou aquilo com o maior prazer do mundo. Em seguida ficou de quatro pés e o bicho encarcou-lhe aquela rola e a reação dela parecia que mais chorava do que gemia, teve um momento em que o cachorro lhe acertou o fundo de sua buceta que ela o tirou de vez e gritou:

- Ai... Ai... Ui... Ui... Você me mata seu puto!

Onde de quatro pés ela não aguentou, chegando a bater com a cabeça na parede, na hora que ela saiu da pegada do cachorro. Naquele momento ela deu uma respirada e o cachorro continuava com a rola exposta e babando. A moça tomou coragem e pegou uma garrafa de bebida que estava ao seu lado, parecia mais com whisky e tomou uma golada bem significativa, ficando de quatro novamente e o bruto encarcou de novo e com suas patas, parecia ter travado a mulher, para ela não sair novamente e atolou o mastro até o fim e Mariza gritava:

- Ui... Ui... Aaaaaaaai! Aaaaaai! Mete... Mete... Me rasga filho da puta!

- Vou gozar... Vou gozar... Aaaaaaaaaaai!

Passado alguns minutos o cachorro arrancou o pau todo avermelhado e saiu correndo. Nisso a Mariza caída no chão toda arrombada, mal aguentou a se levantar e se dirigiu para a piscina, puxando das pernas, mancando e tonta, pegou um blusa no chão e passava em suas pernas que corria jatos de porra do cão e sua buceta estava inchada e arregaçada que de onde eu estava, dava para ver a situação que ficou a mulher. Em seguida, desci do poste, arranquei o carro, chegando no escritário, bati uma punheta como nunca tinha feito antes.

No práximo capitulo, farei outro relato que foi quando fui dar assistência técnica na casa da Mariza.



Braw.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticosolha como tá durocontos eroticos de incesto com filhinho viadinho com a mamãeaquelas olhadas safadascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos minha servacontos de coroa com novinhoTirei o c***** da minha enteada Camila e Ela gozou muitoa calcinha toda travada no rabocontos de crossdressercontos bebendo porraminha namorada exibicionista contos eroticosmeu marido chamo o garçom do motel pra me fudercontos eroticos de putas casadas e cornos assumidoscontos eroticos de pai e filhaRelatos eróticos novinhasmulheres a mijar por cima da casste grossa do marido Porno conto a sindica olhando minha picaguero asistir filmi porno as freiras virgem goxando na bucetaContos eroticos cofrinho onibusconto erotico maecontos arizinho comeu minha esposaConto cm foto d esposa putinhacomi a familia todapai q come filha no sitiocontoscontos eroticos xongando.e batendo.na putacontos enterra tudo devagarinho no meu cuzinhovi outro gozar na boca de minha mulher contoscontos eróticos forçada a fuddercontos eróticos gay meu primo cumeu meu cu no sofapresenteano minha esposa com outra rola contos eroticoscontos mulher da p o sobrinho do pau grande e marido veminha mulher me fez corno e viado ao mesmo tempo eu adoreicontos gozarContoseroticosjogadoracontos eronticos tia levatou a saia de lado e setou em mimcontos eroticos seioscontos erotico de virgem estrupada por a lambida de animalcontos eroticos enganada e oferecida pelo maridoconto seduziu heterojapa enfia o dedo no seu cu virgemconto erótico Fui obrigado a violentar minha filhaxxvideos porno ci ru filo etupa a mae no crato bazilelovagina que contrai o penispotranca de mini saia fodendoconto erotico pra igreja sem calcinhadando o cu vigem e nao aguenta tica no cuzinho grelo xoxotudaAmigos de meu filho eu provoquei e eles vieram conto eroticocomi a adilhada novinha loira olho azul contominha cadelinha zoofilia contoscontoscontos eroticos a calcinha da minha sograempregada ê chantageada e tem que dar para seu patrao o cabacinhoCasa dos contos: Virgem na baladacontos eroticos incesto sutiaminha mulher para transar logo Ricardo que eu quero vercontos eroticos mamãe apanhandosiririquei contocontos di mulheris que ralaram pela primeira vezcontos erótico ginecoligista e novinhacontoerotico professorascontos eróticos comi minha amiga skatistacontos mulher desmaia na pica de borracha da amigacontos casadas descrevendo o corpo com seios e bundas grandesconto erotico trepei com meu primo engravideiPrimeira vez q dei o cu vestido de travestcontos zoofilia gayrelatos eroticosde portuguesas de noVinhasRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negroshonme infinando a rola na bumda da molecontos eroticos de despedidas de solteirarelatos veriducos de mulheres casadas que deram o cu pra outros homens na frente de seus maridosbucetinha esposa ccbescanxa na picacontos picantes desejo de marido e negaocontos eroticos perdendo avirgindade encesto compadretravesti de vestido e botinha querendo pica na bundinha