Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMENDO A DRY

Bem, esse conto foi real, aconteceu em uma noite de sorte minha, a muito tempo que eu vinha querendo fuder a Dry, e não conseguia, certa noite, sai da escola e passei na casa de minhas primas, chegando lá, tive uma surpresa maravilhos, vi a Dry e fiquei animado com a possibilidde de realizar meu desejo de fudela, ela e minhas primas estavam assistindo um filme, me sentei e comecei a assistir, passado um tempo o filme terminou, já era tarde da noite, passavam das 23:00 Hs e falei que iria embora, quando repentinamente ela fala que também vai.

Quando saimos da casa e subimos a rua chegando a esquina, perguntei se ela queria que eu a deixasse em casa, ela falou que não precisava que morava perto e dava pra ir sá e não queria me encomodar, falei que não era incomodo algum e insisti mais uma vez, ela então concordou e a acompanhei até a sua casa, chegando lá, ela perguntou se eu não queria entrar, e sem ezitar falei que sim, entramos, e sentamos no sofá e ficamos conversando um pouco e eu esperando a hora certa de dar uma investida, mas com receio dela não gostar, de repente, falta energia no bairro todo e ela acende uma vela, ai sim, era a hora que eu esperava e comecei a puxar assunto sobre sexo.

Conversa vai e vem e de repente tomei coragem e perguntei se ela já tinha transado com um homen casado e ela disse que não, então perguntei se ela teria coragem de transar com um, ela já notando minhas intenções, perguntou por que eu queria saber, então fui direto ao assunto e disse que eu era muito afim de ficar com ela e sem pensar já fui tascando-le um beijo, pra minha surpresa ela correspondeu.

Fui tirando sua roupa aos poucos, tirei sua blusa e comecei a chupar seus seios que eram umas delicias, tirei o shortinho dela e vi a bucetinha dela através das rendinhas da calçinha meu pau já tava a ponto de rasgar a cueca quando ela se levantou e abriu minha calça e começou a chupar minha pica, chupava tão gostoso que eu gemia enlouquecido de tesão, sem aguentar coloquei ela de quatro no sofá e meti a pica na buceta dela que já tava toda molhada de tesão, comecei um vai e vem frenetico e ela gritava feito uma louca pedindo pra que eu fudesse a buceta dela sem parar.

Cada vez que ela pedia mais eu forçava e arregassava a tabaca dela, sem ter como segurar gozei em sua buceta quente, gozei como um louco e esporrei a xana dela toda, me sentei no sofá e ela insaciavél veio por cima e sentou no meu colo e começou a cavalgar em minha pica, ela subia e descia alucinada gritando de tesão, pedindo mais e mais pica e começou a gritar que ia gozar e começou a me arranhar as costas aquilo me deu um tesão enorme e gozei novamente junto com ela.

Depois de gozarmos juntos levei ela pra o quarto deitei ela de quatro e disse que era hora de fuder seu cuzinho ela falou que não que doia e que não queria, então falei que colocaria sá a cabecinha e se começasse a doer eu pararia e ela aceitou, mandei ela empinar a bundinha e mirei o pau em seu buraquinho comecei a enfiar e não entrava pois era bem arroxadinho, então comecei a enfiar um dedo e fui socando até entrar todo e depois pus outro e ela gemia de dor e pedia pra parar, tirei os dedos e fui pondo a pica bem de leve e meti a cabeça da rola e ela deu um vaco pra frente tentando aliviar a dor, segurei em sua cintura e disse que ia meter tudo de uma vez pra ela ver que não doia e fiz, dei uma estocada que entrou tudo de uma vez.

Ela deu um grito de dor enorme e pediu pra que eu parasse eu sem tirar a pica de seu cu, pedi calma a ela que disse que não dava pois tava doendo muito e não aguentava mais, falei que eu ia ficar metendo bem devagar e que ela relaxasse e fui ritmando bem lentamente e ela relaxando e comecei a acelerar e ela já tomada de tesão nem reclamava mais, então fui acelerando mais e mais até que ela começou a pedir que eu fudesse seu rabinho que tava gostoso e queria ser fudida, louco pelo que ouvia rasguei o rabo dela de tanto meter, metia loucamente a pica no cu dela que dei uma das melhors gozada da minha vida e ela adorou dar o cuzinho pra mim, ela disse que seu cu tava ardendo mais valeu a pena arrombalo com minha pica. Pronto, foi isso depois tem mais.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Enrabei a sobrinha da minha esposa contoseu sentada na sofá sem calcinhas com pernas abertas pra o papa-contomamando no genro contosvidio porno um loko da cabeça cumeu a força uma gostosa na cademiamulher tem fetiche tama pirocada de travestiporno velho cafetao ajeita macho pra mulhet de cornocontos porno sou puta dos meus cachorrossexo vovo contosdei a Bundinha gostosa Contoscontos eroticos arrobei o cu da casada q conhecei na netconto comi minha eguacontos eroticos tive que dar pro homem da funerariapadrasto vendo a enteada tomando banho e bate punheta pesando na buceda delaesposas carentes contoscontos compadre do avô no sítio gaycontos eroticos arrombando a gordacontos traindo o marido com o sobrinho roludo 2cheguei em casa e peguei meu amigo comendo meu primoconto erotico flagracontos eróticos comi so o cu da aluna do vôleiMeu sogro me seduziu contoscontos eroticos gay ele bem novinho ja usava calcinha e dormia de camisolaflagas de encesto com zoofolia contosvidio porno gay em hotéis ospede e garconBusca por contos de esposa reais, que vai para balada e deixa o marido transtornado quando ela demora no banheiro e pega ela transando no estacionamentojovem mostrando os pelinhis fino ds bucetaSexo com papai contos eróticoChuoada com gossdascontos minha mulher com um dotado mi fez chupa eleminha filha piranha foi me visitar contoporno com primas branca de olhos verdes de cabelos ruivos bunda redonda e peito pequeno redondinho / anal/chaves.comendo cu da chiquenhaOfereci meu cuvoyeur de esposa conto eroticoconto flagrei minha mulher com um estranhobunda tornar atriz contosbianca casada dando a bunda ea buceta contos eroticoscocando a xerecona cabeludona por baixo da saia sem calcinhasconto gay pirocao imensocontos de velhos taradoconto lesbico tia iniciando a sobrinhabotando caralho no cu do bebadocontos eroticos meu vizinho mim estrupo eu era pequena tinha oito anos buceta carnuda comtos de sexoconto eroticos ,tio e pai dando banho na sobrinha de 6ou 7contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevou rasgar sua boceta vagabundacontos de incesto dando de mamarxvidio cu mas floxo e da peidiporno conto visinha santinhaGozei no pau do meu irmão contosprofessor comendo minha esposa mulata no motel  tamanho do pau dele, grande, uma delicia.  Conto erotica de mulher fuder a cagarconto erotico virei menina por ter cabelo compridonovinha e safadinha conto eroticomeu dog fudeu minha mulher e cunhada contosfudedo a tia bombadaeu, meu primo e a mulher delecontoEperiencia zoofilia beijo babadocontos eróticos infância gay com gari heterocomo virei escravinha gayfui encoxada a forçaConto esposa Volta da viagem arrombada o marido ve a diferenca quando faz sexo con elaconto eroticos acampando em familiacasa dos contos eroticos o cadeiranteconto erótico cabecinha do greloContos o dia que o mendigo me rasgoucomendo a namorada e da dona da locadoracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemeu primo mobral contoconto porno rola grande