Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TITIO DO PAU GRANDE

Meu nome é Stella, atualmente tenho 19 anos. Vou contar como foi a minha primeira transa. Eu tinha muita vontade de transar, sá q não tinha com quem, isso eu tinha 19 anos. Meu tio não era do meu sangue, ele é marido da irmã de minha mãe, mas sempre o chamamos de tio, eu i meu irmão. Sempre quando iamos na casa dele e ficava me olhando, passava a mão na minha bunda e as vezes quando passava por mim encostava pra puder se roçar. Eu tenho os peitos bem grandes e a bunda tambem. Um dia minha nmãe me pediu para q eu fosse egar uma panela emprestada pra minha tia. Eu fui lá pensando q ela estava em casa. Quando apertei a campainha ele apareceu. Estava euforico, eu fui de mini-saia e uma camisa com um belo decote. Ele me olhou de cima a baixo e apertou o saco.

-Minha tia tá aí?

-Não, não tá. Entra, relaxa um pouco-disse ele

Então eu fui. Ele me chamou para q fosse pro quarto dele, chegando lá ele apontou pra televisão. Então entendi porque ele estava tão euforico. Estava assintindo um filme porno. Estava pausado, bem na hora q o negão enfiava o seu cacete enorme na menininha. Ele deu play. Comecei a ficar excitada q até me esqueci do tio. Até q senti uma mão quente na minha coxa, quer dizer, duas mãos. Ele chegou bem perto no meu ouvido e disse

-Quer q o tio te ensine uma coisa?

Eu não respondi. O cacete dele estava roçando minha bunda.As mãos q estavam na coxa subiram para a virilha e chagaram na minha bucetinha. Uma mão ficou na frente e a outra foi descendo devagar para tras, eu estava com uma calcinha bem enfiada no cu. Ele levantou a calcinha e passou a mão bem com calma no rego, e enfiou bem a pontinha do dedo no meu cú. Aquele ponto eu já estava toda molhadinha. Ele me puxou pra trás e ficou contra a parede, me beijando no pescoço e devagar descendo minha calcinha. Eu comecei a rebolar no pau. Pra frente e pra trás, prum lado e pro outro. Ele tirou minha calcinha e depois tirou minha camisa. Segurou meus peitos com força, e me virou pra frente pra poder ve-los. Tirei a camisa dele e fui abaixando a calça devagar. Estavamos lá, eu já nua e ele sá de cueca. Ele me levou pra cama, e me jogou. Foi pra cima de mim e me deu um beijo quente, muito quente, enquanto seu dedo penetrava minah vagina devagar. Estava com mutio tesão, nunca tinha sentido aquilo. O beijo foi descendo pelo pescoço, e eu comecei a gemer baixo, foi pra os peitos, onde permaneceram por alguns estantes, acompanhados por umas belas chupadas, desceu pelo umbigo e chegou na bucetinha, q tava todo molhada e inchada. Ele passou a lingua bem de leve por toda a fenda, eu comecei a gemer mais alto. Então a lingua entrou na buceta. Já estava quase gozando de tanto tesão. Ele abriu minhas pernas com as duas mãos e sua lingua começou a fazer movimentos incrives, entrava e saia, mexia no pinguelo, então eu gozei. Ele chupou tudo.então disse.

-Agora retribue o favor.

Nunca tinha feito aquilo, mas... Comecei batendo punheta, então chupei gostoso o saco dele, ele gemeu, fui subindo pelo tronco do pau, deixei tudo molhadinho, sempre q subia dava uma lambidinha na cabeça, demorei um pouco, ele já estava quase implorando para q eu metesse logo na boca. Chupei a cabeça com força. O cacete dele era mutio grande, reparei q não ia conseguir por tudo, então no final dele comecei a bater punheta enquando em cima subia e descia minha boca, tava umas lambidelas e continuava, ele se contorcia todo e me chamava de minha putinha. Então ele gozou na minha boca, chupei tudo. Subi e dei um beijo na sua boca, pra ele poder sentir o gosto da porra dele. Sentei com as pernas abertas nele, e devagar encaixei a pica em mim. Comecei a gratar feito uma louca enquanto pulava no cacete. Ele segurou minha bunda e foi fazendo o movimento pra frente e pra trás. Ele me levantou e mandou eu ficar de quatro, eu abedeci prontamente. Ele enfiou na buceta e metia com força e be, rápido, até eu sentir q ele gozou dentro de mim, apás ter gozado deixou um pouco e eu gozei também. Ele tirou e pôs no Cu, eu comecei a gritar de dor, mas não queria q ele tirasse, ele tirava do cu e colocava na buceta, tirava de buceta e colocava no cu. Então me virou e chupou minha buceta pra q eu gozasse, e eu gozei pela terceira vez, e fui fazer chupetinha nele pra ele gozar também. Quando terminou me vestir correndo e sai, sem falar nada. Ninguém nunca soube. Todo mês eu vou lá pra repetir a dose.

Bem, é sá isso. Eu mando outros contos.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


passivosrj sexooai fudendi a noivacontoseroticosviolentadaSempre passo o dedo no grelinho da minha netaconto eroticos gay comi o cumeteu no cu dela a força mas entrou parte1contos sexo gostoso numa estrada deserta e na motoseduzudo e fudido contos gaymeio das pernas uma pica dava inveja grossura esposacontos eroticos de Araguaina Todesfilado de calcinha por dinhero contos eroticoconto pukecontos eroticos ninfeta aventureirasafadas gostando de ser tateadaMinha sogra me pegou contosvideo de ninfeta branqui.ha magra no sexo anal de quatrorelatos reais eróticos - saciada em casaContos eroticos de professora batendo punheta no proprio alunocontos eroticos gay no cinemacontos novinhaamiga cusudas da escala ensito o dotadosarrando a tia de saia curtinha contoPorno mobile boqueternocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteestrepi com bucetao inorme.comcontos eroticos arrombando a gordaensabuou o pauzao e enfio na gostosaSo video de 5 minutos porno buceta e rolas de 16centimetromamando no genro contosContos eróticos dei meu curso para um cavalocontos eroticos adoro velhosconto arumei um pauzudo pra minha esposa e ela vicioudesde pequena iniciada em zoofiliaconto erotico ele pediu pra bater umazinha pra eleme amarro nos peitos delacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de esposa gordinha tambabacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos com coroas no cinema pornomacho coñoca calcinha e da o cuConto troquei o oleo com meu patraocontos eroticos encoxada e gozadaminha tesudinhaContos nossas filhinhas safadasso gotosonna sexos eputariacontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestimulher rebolando de costa para o espelho de fio dentalViadinho o Negão tarado comeu minha mae e eu contos eroticosvideoo porno da bundona de chorte de burmicrente usando calcinha furadameu marido abriu minhas pernas e tirou minha virgindadeconto vesti as roupas da minha madrasta e ela me fagroudesfilado de calcinha por dinhero contos eroticocontos negao limpando quintal da casadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos gay empregadinhabuceta grandes na pica dormindo contoscontos erotico vestido tubinhosobrinha novinha contos eróticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto cu arebentado nn aniversariofudendo minha mae conto realmeu sobrinho pausudo comeu minha filha. conto eróticoscontos de rabos sendo dilaceradoschupando coroa empinadinha boa de f***gay espaquete peledo pornominha bucetonae e muito apertadinha contoseroticosdei minha bucetao mestruada e ingravidei contoscontos a empregada de minha sograconto o velho pauzudocontos irmãzinhaninfetinha com amiga dando sopa contos eroticos.Contos eroticos de incesto putaria entre familias em gang bang so de homens pauzudos no sitioConto minha mulher santinhaeu quero ver anaconda chupando leite da mãepegando hetero casado conto gaymenina de menor fazendo filme pornô com minha Dudufudendo com outro contos