Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA VIZINHA

Ola sou jefyn tou aki pra enviar meu segundo conto...



Teve um encontro de jovens na ninha cidade, que eu conheci uma menina chamado Priscila, com seus 19 anos, ela era baixinha, de cabelos lisos e longos, peitos médios e durinhos, uma Buda bem gostosa de dar tesao a qualquer um, e tinha um olha provocante, e linda d+.



Ficamos os dois dias de encontro trocando idéias, como diz meus amigos forçando amizade, ela apresentava ser uma pessoa seria, com aquele jeito de mininha dela .



Depois daquele fim de semana tinha tempo que eu não via ela, por minha sorte eu mais dois amigos fomos ao uma boate mais afastada da cidade, quando chegamos la vi ela com algumas amigas bebendo, passei la cumprimentei as meninas e dei um abraço bem forte nela e conversamos um pouco e sai para dançar .



Eu estava bebendo no meio do salão e dançando quando de repente ela veio e começou dançar comigo, rebolava na minha frente, seu vestido curtinho levantava toda hora mostrando suas pernas lindas. Eu tava amando e começei a dançar esfregando meu corpo nela ela me seduziam cada vez mais abraçada comigo e rebolando coladinha em mim.



Depois de umas cinco musica dançando ela foi ao banheiro com as amigas dela, os meus amigos me falarão para ter cuidado que ela tava fazendo ciúmes no Dj da festa que era um ex-ficante dela. Quando a Pri voltou contei a ela, ela disse que não tinha nada, ela que queria dançar comigo, tava afim de ficar comigo, então a beijei la mesmo no meio do salão, e chamei ela mais amigas dela para nos sairmos para outro lugar com meus amigos já que a festa já estafa acabando, já era a saideira.



Entramos todos dentro de uma caminhonete, cinco meninas e quatro homens, fui la traz com ela e fomos para um bar ficar bebendo. Saímos umas 3 horas da festa e ficamos no bar ate as 5 horas, por nossa cidade ser pequena não tinha mais nada para fazer, um dos nossos amigos tivemos que deixar em casa de tão bêbado que tava, saímos da casa dele e meu amigo que era motorista me gritou perguntando para onde iríamos, brincando gritei falando para ele que íamos para o motel o único lugar aberto, as meninas não falarão nada, e ele foi ao rumo do motel, quando tava perto três das meninas não queriam ir não, mais a Pri não falava nada e nem a menina do motorista, então deixamos elas na praça e fomos para o motel, dois homens e duas mulheres. Fomos os cinco para o mesmo quarto.



Eu e a Pri entramos beijando direto para o banheiro, onde ela logo foi trancando a porta e falou que seria so eu, ninguém mais ia entra. Agarrei ela e fui lascando um beijo gostoso na sua boca, esfregava meu corpo sobre o dela, com minhas mão pecorendo seu corpo passando sobre suas pernas subindo por de baixo do seu vestido, ela tirou minha blusa e foi beijando meus peitos descendo ate minha cintura quando tirava minhas cauças, ela tiro minha calça e foi passando a língua sobre o elástico da minha cueca e tirou ela com a boca, seguro meu pau firme e colocou a cabecinha na sua boca, passando a língua de leve sobre ele, melando meu pau com sua boca, ela colocou meu pau todo na boca e começou a chupar bem gostoso sem parar, me enlouqueceu com aquela língua molhadinha e seus lábios macios passando sobre meu pau babando bem gosto na cabecinha da minha rola, levantei ela e a beijei, subindo minhas maos sobre seu corpo retirando seu vestido de baixo para cima, ela ficou so de calcinha, senti seus peitos durinhos e Potiagudos no meu corpo quando a beijava no pescoço, pecorendo minha boca sobre seus ombros ate seu peitos, passei a minha língua em redor do seus peitos, quando pecoria minha mao por cima da sua calcinha tocando na sua bucetinha que já tinha deixado sua calcinha toda molhadinha, enfiei a Mao por lado de dentro da calcinha tocando sua bucetinha bem rapadinha, massagendo seu grelinho com as pontas da minhas mão, no mesmo momento eu passava minha lingua em redor dos seu peito ate chegar no biquinho, dando uma labidinha bem na pontinha deixando durinho na minha boca, chupei aquele peitinhos bem gotosos quando massageava o grelinho dela, sua bucetinha ficava cada vez mais molhadinha, não resistir e fui descendo a boca sobre seu corpo e ate sua barriguinha onde dei uma mordidinha e enfie a língua por dentro da sua calcinha ate seu grelinho e comecei a lamber quando tirava ela com a mão, enfiei a língua na sua bucetinha e chupava sem para com minhas mão passando na suas pernas, meus lábios tocava seu grelinho quando minha língua entrava dentro dela como se fosse um pau, Pri se retorcia e gemia gostoso, ela me puxou para cima e me beijou segurando bem forte no meu pau que estava trincando de tesao na sua mão.



Pri pediu para ela por a camisinha, ai eu dei ela para por, ela deu uma chupadinha na cabecinha do meu pau, passando a língua sobre ele, e poz a camisinnha na cabeça do meu pau, deceu a camizinha com a boca ate na metade do meu pau e acabor de colocar com a mão. Agarrei a Pri encostando na parede, e levantei ela, pondo suas pernas sobre a minha, ela sem aguentar mais de tesao, direcionou meu pau na sua bucetinha com a mão, fui tentando enfiar devagarzinho ate entra a cabecinha, beijava ela loucamente com a cabecinha do meu entrando e saindo da sua bucetinha lizinha, Pri me aranhava as costa quando gemia no meu ouvido, enfiei tudo e fui enfiando cada vez mais, meu pau tava trincando de tesao, a bucetinha de Pri encharcava meu pau e isso fazia e aumento mais o ritmo.



Tirei a Pri da parede deitando ela no chão, tirei a camizinha e chupei os peito da Pri quando ia masturbando ela com a cabecinha do meu pau, esfregando sem parar no seu grelinho, a Pri me puxou para ela gozar no meu pau, enfie ele todinho dentro dela, sentindo molhadinha mais ainda, sem a camizinha ela enlouquecia com meu pau entrando cada fez mais fundo, ela gritava no meu ouvido que queria gozar, eu disse a ela goza, goza bem gostoso, ela se retranco as pernas esticando elas, e gritou bem alto, aquela reação dela gozando me enlouqueceu quando sentir ela gozando no meu pau deixando ele bem molhadinho, não aguentei e gozei dentro dela.



Pri ficor meio preocupada por eu ter gozado dentro dela, conversamos um pouco deitado no chão, depois fomos tomando um banho e começamos de novo a nos tocar, ela me pois para sentar no vazo e começou a rebolar no meu pau, esfregando sua buceta na cabecinha ate que entrasse, ela rebolava na minha rola sem parar, eu mordendo suas costa, com uma mao puchando seus cabelos e a outra tocando no seu grelinho quando ela subia e decia no meu pau.



Pri rebolava cada vez mais no meu pau, fui passando a Mao no seu grelinho mais forte quando ela ia aumentando a velocidade cada vez mais, e a outra Mao fui passando na sua bunda ate seu cuzinho onde ela não deixou, mais com tesao a flor da pele ela cedeu, quando enfiei o dedinho no cuzinho dela e comecei a mecher ela não aguentou e gozou novamente.



Pri parou e viu que eu ainda não tinha gozado por ter bebido e ser a segunda vez tava demorando, entoa Pri começou a me chupar sem para ate eu gozar, mais não deixou eu gozar na boca dela.



Logo que terminamos meu amigo bateu na porta para nos irmos embora..



É sá isso espero q twnham gostado...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


gozando la dentro da buceta vermelhinha da dimenovídeo pornô africano cheguei bem cedinhoEm casa somo em número de 4, minha mãe (43), meu pai (47), meu irmão (22) e eu (15). Nós não temos muita grana, pois apenas papai trabalha. Meu irmão está fazendo cursinho para o vestibular (pela terceira vez) e isso aumenta as despesas da casa.cutuquei a buceta da mamae contoscontos depois de velha fui arrombadasobrinha sapeca tomou no cu contocontos de mulher insatisfeita com maridocontos eroticos cachorras no ciocobto eróticos. chupei cu do meu maridoconto sexo dp na mendigacontos eroticos gay meu tio de dezenove anos me estuprou dormindo quando eu tinha nove anoshistoria erotica irmão dopa irmãContos Eroticos Chinesa e negãode verdade o que injetam ou introduzem para aumenta bumbum e seiosConto erotico 25cm na minha tia magrinhaa bunduda atolado amiga bunduda contocontos eróticos corno mansoo militar tirou minha virgidade contosconto erótico meu marido bobãocontos eróticos genroContos erotico, sobrinho que pergou a tiacontos esposa me amordaçou Contos currada 28cmcontos eroticos vou te enseminarcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentechupando buceta soltando fumaçaBoqueteirá contoseroticosflagrei meu pai deflorando minha namoradinha contosfodemos muito minha mae putacontoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos reais com fotos porno o rabao da minha tiacontos eroticos garoto excepcional dotadocontos eróticos namorada tirou a roupaconto eu e minha meia irmãwww.contos lutinhas com mamaeTravest contosContos de incesto de meninas de 14 aninhos em Belém do Parásobrinha sapeca tomou no cu contocontos dei pro meu genroQuero treinar o vinha perdendo a virgindade da bucetinhaContos eroticos mulheres chupadorascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevideos porno meu professor taradao me de uma caronacontos o comedor falou o cu da sua mulher é muito gostoso.contos eróticos muleque pega no flagra muleques tocando punheta no matocontos eroticos rex meu donoconto erotico minha namorada e meu tiohetero batendo punheta conto gayMeu padrinho negão dotado fudeu minha cona e cu. Conto erotico heterossexual. incesto. contos de coroa com novinhocontos mulher da na frente dos filhosguri gozando na lajepalhia de calcia preta nuanegão comendo uma mulher tão Branca tão Branca dobrada fazendo sexohistoria de contos eroticos com pasteleirorelatos eróticos reais-visita saciadawww.fiquei louca quando vi a cueca do meu filho mrlada de gala contoconto erotico meu filho meu machofodo meu sogro todo dia com meu pauzao contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eróticos de comi a mae do meu colrHistória porno me comeu doeu muitofomos pescar eu e minha esposa e cunhada e o conto eroticona brincadeira fez a amigagozarbuceta cheia de porra corno contos casmininas fudenu de camisinhacontos eroticos lutinhacontos eroticos testemunha de jeovaconto gay titio gaycontos eroticos de velhoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de corno loiracontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosContos eroticos orgia forçadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente