Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ACABEI COMENDO A GORDA DA MULHER DO PASTOS (REAL)

Ola a todos,



Pra os que não me conhecem me chamo, Leandro tenho 25 anos, 1,72, 85 kls, e para as pessoas que me add e já me conhecem estou escrevendo mais um relato.

Hoje em a conversa com uma amiga que me add apás ler um de meus relatos, estávamos falando sobre varias assuntos ai falei que gordinhas de vestidos ou sais me deixam louco, e ela comentou que usava saia quando frequentou uma igreja evangélica.

Nessa hora me veio como um filme uma situação que fazia um tempo que não me lembrava.

O fato aconteceu quando em um domingo eu fui acompanhar minha mãe a uma igreja que ela frequentou, ela me convidou e eu fui.

Quando chegamos o culto estava começando, logo que me sentei vi que atrás do pastor tinha algumas pessoas sentadas, e entre elas uma mulher gorda aparentando ter por volta de 40 45 anos, 90 kls, um pouco mais alta que eu, que depois percebi que usava salto.

Fiquei logo apaixonado por ela, e fiquei olhando pra ela, ate que ela percebeu meus olhares e deu um sorriso discreto, toda hora nossos olhares se cruzavam, apás o termino do culto minha mãe me chama pra conhecer o pastor e sua família, quando pra minha surpresa a minha gordinha era justamente a mulher do pasto, fomos apresentados, e ficamos conversando todos sobre alguns assuntos da igreja, quando ela comentou que estava procurando um voluntário para dar curso de informática para 3ª idade, uma vez por semana.

Como já tinha dado curso de informática a algum tempo atrás, vi ali a oportunidade de foder aquela delicia de gorda que não parava de me olhar e sorrir.

Falei que tinha interesse.

Ela então falou que me ligaria para combinar um dia para conversarmos pra ver o dia que seria melhor para o curso esse tipo de coisas.

No dia seguinte de manha meu celular tocou, era ela, me perguntando se estaria disponível na quarta feira.

Falei que pra ela estaria disponível qualquer dia que ela quisesse, ela deu uma risada com um ar de safadeza.

Ela então respondeu que me aguardaria na quarta feira no escritário que fica em cima da igreja.

Marcamos as 19 horas da manha. Quando lá cheguei toquei o interfone e me anunciei, ela abriu a porta e pediu para que eu subisse. Quando cheguei ao topo da escada tive uma visão maravilhosa, na frente em uma das portas estava minha gordinha, num vestido preto longo, muito bonito, ela de salto e com os cabelos lindos, nossa ali entendo o pq de gostar tanto de mulheres gordas, sem duvida alguma são mais lindas, e com o passar da idade ficam cada vez mais bonitas.

Cheguei e de propásito a cumprimentei com um beijo bem práximo a sua boca, ela apenas sorrio.

Depois entramos, sentei na cadeira em frente a sua mesa, começamos a conversar sobre as aulas, como seriam quantas pessoas, tudo.

Ai ela resolveu me mostrar onde seria a sala, ela me mostrou e eu pude observar como era gostosa aquela gorda, uma bunda grande deliciosa o vestido era com um pano leve e dava pra ver que a bunda dela tinha furos de celulites aquilo me deixou louco de tesão mau pau nessa altura já estava pulsando, dentro da cueca, voltamos para a sala dela, mas dessa vez ao invés de sentar na sua cadeira ela sentou na cadeira que estava ao meu lado, com a desculpa de que ela tinha feito um desenho de como ficaria a sala, puxou alguns desenhos e começou a me mostrar, com a proximidade foi inevitável nossas pernas se tocarem e em uma dessas ela tentou pedir desculpa colocando a mão sobre meu joelho, mas não retirou a mão, ela percebeu claramente que não parava de olhar para seus peitos que pelo tamanho e a idade já estavam caídos, uma delicia, em uma dessas minhas olhadas para os peitos da minha gordinha maravilhosa, quando levantei a cabeça e percebi que ela me olhava, o clima que estava era impossível disfarçar nossas vontades, ela apenas apertou com sua mão que a essa altura já estava na minha coxa, foi o sinal verde para eu avançar encima da mulher do pastor e como estávamos sozinhos no escritário todo não nos preocupamos em ser pegos, acho que isso fez ela se entregar.

Nos beijamos como dois adolescente com os hormônios a flor da pele.

Enquanto nos beijávamos minhas mãos corriam por todo seu corpo, ou pelo menos ate onde elas alcançavam neh.

Ela segurou no meu pau ainda por cima da calça, e pude sentir sua mão gordinha deliciosa. Ela me punhetando por cima da calça eu lambendo seu pescoço, apertando aqueles maravilhosos melões, ela enfiou a mão por dentro da minha cueca, e agora eu senti como realmente era maravilhosa a mão da minha gordinha, que delicia de mão macia, apesar que toda mulher gordinha e bem mais carinhosa que qualquer outra. Alem claro de serem muito mais sexy, sensuais e sem duvida alguma muito mais quentes.

Tirei um de seus peitos pra fora do vestido e pude me maravilhar, com um mamilo maravilhoso, bicos grandes e já duros como pedra, lambi, e chupei seus peitos deliciosamente.

Quando que ela me fala no ouvido que queria me chupar.

Me levantei, ficando assim na altura perfeita.

Tirei minha calça ficando apenas de cueca Box, ela alisou meu pau que estava mais duro que aço, olhando pra minha cara ela lentamente abaixou minha cueca, fazendo minha rola pular na cara dela, ela sorrindo, abriu a boca já engolindo meu pau de uma sá vez, nossa que boca deliciosa, meu pau ficou inteiro dentro de sua boca, eu sentia sua garganta, nossa como chupava gostoso a mulher do pastor, azar o dele se ela não gostava de ser chupado, eu adoro, e agora a mulher dele tava me chupando ate as bolas. Mal sabe ele o tesouro de gorda que tinha em casa e não dava valor, eu dou e muito.

Ela chupando quase me fazendo gozar, varias vezes.

Ela se levantou e meu deu um beijo fazendo eu sentir meu práprio gosto.

Virei ela de costas tirei seu vestido, nessa altura já tinha tirado seu sutiã, deixando ela sá de calcinha preta. Me deixando ainda com mais tesão, fiz ela se ajoelhar na cadeira deixando assim aquele rabo enorme, que na posição que estava era ainda maior. e pude ver uma buceta linda com os pelos bem cortados.

Me sentei atrás da aquela imensa bunda, tirei sua calcinha de lado, deixando amostra uma buceta inchada de gorda, maravilhosa, e pelo fato do peso era assadinha assim como suas coxas, nossa não acreditava na visão que tinha da buceta da mulher do pastor, eu com a boca cheia de água, não demorei a chupar a sua buceta que já estava encharcada, sentia seu mel escorrendo pela minha cara enquanto eu chupava seu grelinho, eu enfiava minha cara na buceta dela, aquela buceta que de tão gordinha era bem fechadinho, que senti quando comecei enfiando meus dedos dentro da buceta dela enquanto eu chupava seu grelo. Nossa o mel dela tinha um gosto maravilhoso, ela gemendo e aranhando toda a cadeira, me chamava de filho da puta, falava isso chupa me chupa seu cachorro, eu socando meus dedos dentro dela, pude ouvir ela gemendo mais rápido e forte ate ela dar um grito e cair sobre a cadeira, senti nos meus dedos escorrer um mel com um cheiro delicioso, falei que agora ela que ia sentir seu gosto, mandei ela chupar meus dedos, onde chupou como se fosse minha rola.

Dei mais umas lambidas na buceta dela pra provar um pouco do seu gozo. Adoro sentir o gosto de uma gordinha depois que goza na minha boca.

Com ela ainda ajoelhada na cadeira, levantei e abri sua bunda, pincelei meu pau na entrada fazendo ela gemer, e soquei minha rola bem devagar, pra sentir sua buceta engolindo toda minha rola, que delicia de bucetinha gordinha e apertadinha, nossa minha rola entrou deliciosamente, ate me arrepiou a hora que senti meu pau no fundo da sua buceta, nossa como tava molhada, seu mel escorria por suas pernas e pelas minhas também. Comecei a socar bem devagar e aumentando o ritimo junto com os gemidos dela. Eu apertava sua bunda fazendo com que eu socasse com toda força na sua buceta, e fazendo muito barulho, soquei ate ela gozar no meu pau, esperei ela se recompor por uns segundos, afinal ela já estava sem fôlego. Ela agora com apenas uma das pernas em cima da cadeira, posicionei meu pau novamente na entrada da sua buceta, sá que dessa vez eu soquei de uma sá vez fazendo ela pular, e dar um grito.

Isso fode gostoso essa buceta, seu tarado, comendo a mulher do pastor. De risada do que ela falou.

Mas não parei de foder, enquanto eu fodia ela, eu beijava sua boca apertava seus peitos.

Falava tomo não era isso que você queria sua cachorra, puta.

Depois de muito xingar aquela gorda, ela gozo de novo.

Eu ofegante me sentei para descasar.

Ela olha pra mim e pergunta.

Canso safado?

Falei lágico que não!!!!

Ela então se levantou me empurrou na cadeira, segurou meu pau, apontando pra sua buceta, e sentou na minha rola, parecia mágica minha rola sumiu dentro dela que não tive nem tempo de ver, ela começou a cavalgar, e pular no meu pau. Ela pulava e eu segurando seus peitos fazendo ela socar ainda mais forte, ela ficou pulando ate cansar, descansou um pouco em cima de mim, e se inclinou pra frente, colocando uma de suas mãos no chão e a outra na cadeira, deixando eu com uma visão maravilhosa de sua bunda e do seu cu delicioso.

Ela foi subindo e descendo, bem devagar, eu vendo minha rola sumindo dentro de tanta bunda não acreditava, ela foi aumentando o ritimo, e fazendo com que sua bunda pulasse chegando a fazer barulho enquanto batia nas minhas coxas.

Que visão de outro mundo, não existe visão melhor no mundo do que ver uma gorda sentada de costas pra mim, enquanto pula no meu pau, deixando toda sua bunda e seu cu todo amostra, nossa e maravilhoso uma bunda gorda com estrias, celulites, engolindo meu pau.

Não aguentei por muito tempo, e anuncie que iria gozar, ela já gritando, falando que ia gozar comigo, e soco com mais força ainda, na hora que ela atolo meu pau todo na sua buceta, comecei a jorrar jatos de porra dentro dela.

Ela sem fôlego se deitou sobre meu corpo, quase sem ar. Senti que eu estava todo molhado.

Eu apertando seu peitos, e beijando sua boca, falei o quanto ela era deliciosa. Ela falando que eu também era maravilhoso. Ficamos nos beijando por um tempo. Depois nos trocamos, dei um beijo na minha gordinha e fui embora pos já tinham passado algumas horas que estávamos em “reunião”.





Mulheres gordinhas, interessadas em saber o que aconteceu depois e conhecer um homem interessante. Me add no MSN ou me mande e-mail.



[email protected]



bjos a todos espero q

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contoseroticos negaocontos eróticos meu sonho e da pro meu sobrinhocontos de adolecentes escultando.adultos tranzacontos eroticos minha mulher e o velhoconto erótico infânciacontoseroticos primo hetero comeu o primo gaycontos hot festa no iatecontos eroticos papai fudendo a filhacontos com fotos no carnaval levei chifrecontos calcinhacontos encoxando rabos enormespau etrano de maujeito nu cu porno com muitadorsem piedade nem caridade no cu da putinhasou roludo e fico do de sunga na casa da minha tia conto eróticominha bucetonae e muito apertadinha contoseroticospai enche a rachina da filha de leite videos pornoconto erotico de dona francisca caseirao'mundinho eu baixei as calça e comeu meu cuzinhocontos eroticos estuprado na frente da mulhercontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto com foto vizinha peluda de vestido no matoContos eroticos mais absurdoscontos de coroa com novinhocontos erotico de fantasia de esposacantos erótico comendo a mãe e a irmã juntocontos depois de 30 anos de casado pede a minha mulher para ser cornocontos casada engana marido e faz boqueteminha prima chupou meu pau virgem contoscontos eroticos com sobrinhaContos eroticos de esposa é abusada pela empregada coroaComi o cu das minhas irmas. Contos com fotoscontos porno pedreiro pica jumentomulher louca de tesão gozando no peito na boca o dedo na bocacontos eroticos gays,tio jorge me feis mulhersinhaera menina meu primo batia punheta pra mim olharContos Comendo A filha da amigaFAMÍLIA LINDA CONTOS ERÓTICOSContos eróticos de gay comi o filho do meu patrãocontos de sexo depilei minha bucetacontos de coroa com novinhocontos tia da banho em sobrinho.Dei sorte com a novinha conto eroticochantagiei minha irma casada contosEliana vai almoçar com Maísa fode fode vai fode fode fode meu c*sou coroa loira e resolvi dar o cu com 53 anosgorda sentada no sofa e cachorra lambendoDei a um cara que tinha elefantismo no pau contosadoro sentar no colo do meu padrastocontos: exibindo a mulher para o cafetãoa velha e o pedreiro contos eroticosconto tranzar com patraocontos eroticos o namorado da minha filha mim bolinoempregada ê chantageada e tem que dar para seu patrao o cabacinhocontos eróticos minha esposa em sabe quem enrabou elaContos eróticos eu e meu bemzinhoContos eroticos gratis de estagiarias lesbicaasaposta inversão contos eróticoscontos eróticos de afilhado gahRelatos eróticos novinhasirma feiz sexo comigo eu gozei na boca delacontos eroticos de muleque dando o cucontos eroticos arrobei o cu da casada q conhecei na netcontos mamei a pica do caoContoseroticosdevirgemsExibindo contos eroticoscontos eroticos eu transex e o elrtricista safadocontos eróticos bumbum grande no ônibusconto levadio e safadinho bucetinhaconto erótico meu pai tirou meu c***** de minha priminhacontos eroticos policial