Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU DONO – PARTE IX ( OBJETO SEXUAL DO AMIGO DE ME

Meu dono – Parte IX ( objeto sexual do amigo de meu pai)

Domingo de prazer.



Olá novamente, depois de algum tempo sem contar minhas histárias, estou de volta para contar como foi meu final de semana com o amigo de meu pai. Chamo-me Eduardo, tenho 27 anos, 1,77 de altura e peso 68 kg, sou branquinho (a) com uma bundinha redondinha e não muito pequena, penso ser na medida, o suficiente para despertar a tara dos homens por ela. Pois bem, como falei em contos anteriores, minha cidade, interior do RS, é pequena e dificilmente consigo arrumar alguém para comer minha bundinha aqui, então quando viajo me esbaldo dando meu cuzinho de todas as formas. Mas isso mudou a algumas semanas. Como contei anteriormente, fiquei sá em casa e meu pai pediu para um amigo dele ajudar a cuidar da casa.



Felipe era um homem já nos seus 48 anos, um corpo sarado (fazia academia), com 1,87 de altura. Pois ele cuidou tão bem de mim no primeiro dia de viagem de meus pais me fodendo gostoso, arrombando meu cuzinho, ele era muito safado, e sei lá como soube que eu tomava hormônios e usava calçinhas enterradinha no meu rabo.



Na minha ultima histária (real), Felipe me fodeu de todas as formas possíveis, de quatro, de lado, em pé, enfim, meu cuzinho estava moldado para levar sua vara que tem 24 Cm por sete. Era domingo já, e desde de sexta feira a noite, eu era puta desse homem amigo de meu pai. Safado ele, ficou para cuidar da casa comigo, e cuidou na verdade do meu rabinho, e como cuidou.



Depois da nossa ultima foda, fomos descansar um pouco, pois meu rabinho estava em brasas, todo ardido, e Felipe com sua vara doida de tanto me foder. Acordamos já era passado do meio dia. Levantei primeiro que ele e fui tomar um banho, sentindo meu rabo todo aberto, corria porra pelas minhas pernas eu estava sendo verdadeiramente feita mulher por um macho gostoso. Tomei meu banho, tirei toda a porra de dentro de mim e deixei meu cuzinho cheirosinho novamente para Felipe, pois sabia que ainda tinha mos até Terça-Feira para foder, quando meus pais voltariam. Coloquei uma calçinha preta bem pequenina, enterrada na minha bundinha e uma blusinha que marcava meus pequeninos peitinhos. Fiquei descalça e fui arrumar um pouco a bagunça e fazer alguma coisa para Felipe e eu comermos.

Meu garanhão levantou e tomou seu banho também, chegou até a cozinha e me viu vestida como uma putinha, me agarrou por trás e disse:



- Bom dia minha puta, você está muito gostosa vestida assim e fazendo almoço do teu homem então...



Me deu um beijo no pescoço, agarrou meus peitinhos, mordendo minhas orelhas. Nossa quase agarrei ele ali mesmo. Felipe disse que precisava sair para resolver algumas coisas e ver como estava sua casa, disse que voltava antes da noite e que era para mim estar vestidinha para quando ele chegasse, pois eu iria tomar muita rola ainda e beber muita porra. Antes de sair, ele me puxou de frente para ele e me beijo ardentemente, agarrando minha bundinha com força, puxando minha calçinha para o lado e enfiando dois dedos no meu cuzinho, me fazendo suspirar de tesão. Ficou me agarrando assim por minutos, me fodendo com seus dedos, falando:



- Tesão, você é um tesão. Sente meus dedos para não esquecer que você agora tem dono,que este rabo agora é meu, vou te foder sempre que eu quiser, com seus pais em casa ou não sua putinha safada, vagabundinha.Diz que você é minha diz, me dando tapas de leve, na bunda e na minha cara.



_ Sim meu macho, sou sá tua, meu cu é sá teu, quero você sempre dentro de mim, faz de mim o que você quiser.



Quando disse isso a ele, ele me olhou dentro dos olhos e me disse:



_ Posso fazer tudo mesmo? Vou abusar de você quando eu quiser e onde eu quiser, tá entendendo? Vai ser como eu quero a partir de hoje, tu é minha puta e puta obedece.



Fiquei sem jeito, mas adorei ser tratada como um mulher, putinha, vagabundinha, pois adoro, ser chamada assim. Felipe foi até sua casa e resolver os seus tais problemas. Arrumei a casa e fui dormir apás comer algo. Acordei perto das 6h da tarde e nada de Felipe voltar, já estava com saudades de sua pica no meu rabo. Se passou mais meia hora e Felipe voltou, louco de tesão, me pegando e me beijando, apertando meu corpo, apertando meus seios e minha bunda.



_ Sentiu minha falta putinha? Teu macho está de volta pronto para mais uma noite de sexo com você tesuda. Está prontinha para te arrombar novamente safadinha? Meu pau está com fome desse rabo gostoso e dessa boca quentinha.



_ Senti sim Felipe, você me deixou viciada no seu pau, na tua porra. Meu cuzinho está louco para dar de comer, meu macho gostoso, pauzudo.



Eu estava sentada na cama e Felipe em pé na minha frente, não resisti e abaixei sua calça, olhando em seus olhos com cara de vagabunda, disse:



_ Quero sua vara na minha boca agora, me dá leite quentinho, estou com fome, deixa te chupar deixa meu macho.



- Chupa sua puta, engole minha vara que depois vou te estuprar todinha, abrir sua bunda com ele.



Nossa aquilo foi demais, comecei lambendo desde o saco te a cabeça, depois engolindo o que podia até tocar minha garganta, fazendo um vai e vem com minha boca no seu pau, o fazendo gemer, urrar de prazer, lambia tudo, mordia a sua cabeça, engolia, voltava a lamber estava deixando ele louco. E eu adorando mamar na sua vara, o gostinho que tinha era maravilhoso, misturado com o liquido que pingava me deixava ainda com mais excitação.



Felipe agarrou minha cabeça com força, estuprando minha boca, fodendo ela como um animal, fazendo lágrimas saírem dos meus olhos, eu estava submissa aquele macho tesudo, fazia tudo que ele mandava, que ele queria, era sua puta. Felipe Aumentou suas estocada na minha boca, dando tapas na minha cara dizendo:



_ Mama cachorra, mama, hoje você vai matar a sede de porra e de vara, engole minha pica vai, me chupa gostoso, pois você vai ter muito trabalho está noite, vai ficar de perna aberta o resto da semana cachorrinha, putinha..issooooooo ME CHUPAAAA ASIMMMM...



_ Ele pegou meus cabelos e me jogou na cama de costas, com força, brutal mesmo, fiquei até com medo de suas ações. Arrancou minha calçinha, rasgou ela todinha, abriu minha bunda me colocando de quatro na sua frente, e caiu de boca no meu anel do prazer, me fazendo gemer..uiiiiiiiiii...que gostoso Felipe, lambe meu rabinho lambe, deixa ele prontinho para tua vara vaiiiiiiiiii..issooooo vaiiii safadaooooo...ME COME LOGO, VAIIII, ME FAZ MAIS PUTA AINDA DO QUE JÁ SOU VAIII, COLOCA TUDO DENTRO DE MIM, VAIIIIII ME FODEEEEE, POR FAVOR......Eu rebolava na sua boca pedindo vara, não aguentava mais de tesão, estava louca para ser arrombada novamente, nossa, era muito tesão, sentia sua língua lá dentro, seus dedos dentro de mim,



Felipe me puxou com força e ficou em pé: QUER VARA PUTINHA, QUER? E foi colocando tudo, lentamente, me puxando pelos cabelos, socando tudo, senti suas bolas na minha bunda, e começou a me foder com força, tirando e colocando novamente, judiando do meu rabo, de um modo bem selvagem, forte mesmo acabando comigo, fez com que eu colocasse a cabeça na cama, e abrisse meu rabo para ele, assim pode entrar com tudo, me sentia aberta, ele podia fazer tudo que quizesse com meu cuzinho, nossaaaa...

Estava muito gostoso sentir tudo dentro de mim..



NÃO PARA SAFADO, SOCA TUDO, SOCA....VAIII MAIS FORTE....ARREBENTA COMMMINHAS PREGAS...ME ESTUPRA SEU PUTO....eu gritava, estava sendo possuída por um macho gostoso e pintudo, era um sonho e na minha cama, na casa de meus pais, queria dar tudo para ele, meu rabo minha boca, tudo....



Então Felipe de modo selvagem, se deita por cima de mim, sinto seu corpo todo suado, seu peso todo em cima de mim, me sinto uma mulher de verdade satisfazendo seu macho. VAII GOSTOSA, MEU VIADINHO TESUDO, SENTE MINHA PICA DENTRO DE TI, ESTOU RASGANDO TEU RABO VAGABUNDA, TEU CU É MUITO GOSTOSO, QUENTE DEMAIS, MELHOR QUE DE MUITA MULHER SAFADINHA, GOZA CMIGO DENTRO DE TI VAII....ESSA NOITE VAI SER INESQUECÍVEL PPARA VOCÊ CACHORRA.....GOZAAA



Nossa, senti meu corpo tremer todinho, meu cuzinho se contraiu todo apertando a vara de Felipe dentro de mim, não consegui assegurar um grito de prazer, uma onde em meu corpo, gozei intensamente, até tinha esquecido que meu pauzinho existia. Desfaleci na cama com Felipe me fodendo, com tudo violentamente, meu rabo ardia, mas estava sentindo um prazer enorme e dando um prazer enorme, pois Felipe gemia, me tia com tudo, até ele urrar e enterra até as bolas dentro de mim, fazendo eu sentir um mar de leite no meu reto, me satisfazendo como mulher que acabou de dar prazer ao seu macho. O PAU DE FELIPE NÃO BAIXOU FICOU DENTRO DE MIM, COM SUA PORRA SAINDO, PELAS MINHAS PERNAS.



Felipe estava excitado demais, logo gozou e me fez ir por cima dele, eu era uma bonequinha sem forças para reagir, era toda dele, como ele queria, me fazendo ficar por cima dele, ele apontando aquele monumento de 27 cm, para a porta do meu rabo, me puxando com força enterrando tudo novamente me fazendo gritar, pois foi muito forte, entrou tudo, até meu mais profundo ser, nossa, me arrepiei toda, gemi, gritei, de nada adiantou pedir para ele parar um pouco.Foi pior, aí sim ele começou a estocar de baixo para cima, com força, me levantando com sua vara dentro de mim, chupando meu peitinhos, mordendo os biquinhos deles, mordendo mesmo, até fortes de mais até.



_ Não era macho que você queria vagabunda, não era...então toma sua puta...toma vara do teu homem, toma...

_ Para Felipe, por favor, você está arrombando toda, aiiiiiiiiiii...........



Assim estava sem ter forças para reagir, Felipe me agarrava com força, me maltratava, me agarrou pela bunda e bombava, com tudo, um entra e sai louco, estava deitada sobre seu peito com meu rabo exposto, ele comandava, me batia, era toda dele, era sua escrava submissa. De repente tomei um susto, pois senti alguma coisa dura tentando entrar com Felipe dentro de mim ainda.



Olheipara trás com sofridão e vi um outro macho, um negrão com quase 2 metro de altura, forte com uma rola enorme e grossa atrás de mim, pincelando meu rabo. Gritei para Felipe parar, quem era esse homem aqui, se era ele que tinha trazido? Felipe me deu um tapa no rosto, dessa vez até forte, e me falou:



_ Cala boca sua puta, disse que você iria ter muito trabalho esta noite, não disse. Pois é Marcão é um amigo meu que está de férias na cidade e vai te foder gostoso está noite toda também, antes de seis pais chegarem putinha.



Gelei de medo, não podia me mexer, estava engatada no pau de Felipe, com o rabo aberto, exposto. Marção chegou a minha frente e disse: CHUPA MINHA ROLA VAGABA, CHUÁ, FELIPE ME DISSE QUE VOCÊ CHUPA MUITO GOSTOSO E TEM UM RABO MELHOR AINDA, ESSA NOITE VOCÊ VAI SER NOSSA PUTA ESCRAVA, VAMOS ARREBENTAR VOCÊ DE TANTO TE DAR ROLA...A chupa vaiiii, ENGOLE ELA TODA....



Como se fosse capaz de fazê-lo, nossa, uma tromba preta na minha frente, entrando em minha boca, nem gemer conseguia mais, Felipe me arrebentava meu rabo e agora esse macho gostoso, Marcão na minha frente com seu pau na minha boca, que mais eu queria....sá consegui movimentar meus olhos de prazer, tesão, por ter dois macho me fodendo.



Chupei muito Marcão, ele fodeu minha boca com tudo, deixei, sua vara toda babada, então ele foi para trás de mim,e logo percebi o que eles queriam.Felipe me assegurou mais firme ainda e parou de me foder, mas ficou dentro de mim. Gritei para não fazerem isso não iria aguentar os dois monstros dentro do meu cuzinho, pois Marcão devia ter mais de 24 cm e muito grosso.



De nada adiantou, Felipe abriu minha bunda levantando mais inda ela, empinado, abrindo meu rabo e Marcão foi colocando, rasgando, conseguiu sei lá como colocar a cabeça, daí o resto foi entrando com as bombadas dos dois..



_ Aiiiii, VOCÊS ESTÃO ME RASGANDO TODA....POR FAVOR NÃOOOO. De nada adiantou pedir, senti os dois se movimentando dentro de mim, totalmente aberta, a dor era muito forte, o vai e vem deles de forma brutal estava acabando comigo, meu cuzinho estava todo aberto, ardido. Desmaiei na rola deles, a dor inicial muito forte, aos poucos foi se transformando num prazer incrível, pois Felipe mordia meus peitinhos enquanto Marcão falava muitas sacanagens no meu ouvido, enfiava sua língua no meu ouvido, me chamava de putinha, vagabunda, vadia, que de agora em diante eu também seria dele, meu cuzinho tinha dois donos, e teria de dar sempre para eles.



_ Vai cachorra, não é de rola que você gosta, então toma, aproveita, sente as duas rolas dentro de você, geme bem gostoso para teus machos vai cadelinha, putinha, geme vai, rebola esse nos nossos paus vai.



Nossa meu tesão estava incontrolável, meu corpo começou a tremer, eu reboava como louca, já estava adorando meu defloramento, já pedia mais rola, que me fodessem com força, que rasgassem de vez meu rabo. Pedia que me maltratassem que em fizessem de escravinha sexual deles, me usassem como eles queriam, fizessem tudo comigo, eu era a puta deles para sempre.



_ ME ESTUPREM SEUS GOSTOSOS DA PICA GRANDE, ME FODEM GOSTOSO VAIII....ACABEM COMIGO, RASGUEM TODO MEU CUZINHO SAFADOS..COM MAIS FORÇA VAIII..ME COME FELIPE ME SOCA...VAI MARCÃO....SEU PUTO ME FODE COM VONTADE..VAIIII............VOU GOZAR COM VOCÊS DENTRO DE MIM...AIIII...UIIIIIIIIIIIIIIII.....HUMMMMM.....



Meu gozo foi intenso, no mesmo momento que senti um mar de porra sendo despejado dentro do meu rabo, com duas picas deixando tudo dentro de mim, lavando meu rabo de leitinho quente que adoro, nossa, aquilo foi demais para mim, cai por cima de Felipe e Marcão sobre mim, eu era um sanduíche de dois machos saborosos, com duas picas no meu rabo. Meu tesão tinha sido saciado com certeza.



Caímos todos exaustos depois do estupro que tinha feito em mim, as picas foram retiradas da minha bunda, vazando muita porra pelas minhas coxas, me deixando toda molhada de leite. Os dois machos ficar em pé na minha frente me oferecendo um banquete de pica, com resto de leite, me pegando e colocando para limpar suas picas gostosas.



_ Vem safadinha, puta, lambe nossas varas deixa elas limpinhas, sente o gosto dos teus machos, engole nossa porra todinha vaiiii, isso, engole tudo, lambe tudo, sabemos que você adora leitinho quente, issoooo chupa tudo.



Chupei cada gota que ainda havia naquelas maravilhas, lambia das bolas até a cabeça, engolindo, me deliciando, meu prazer estava sendo coroado com rodízio de picas para mim chupar, com sabor de porra, adorooooo



Acabado nossa sessão de foda, Felipe propôs tomarmos um banho, pois estávamos suados e eu todo esporrado. Marcão concordou e disse:



_ Vamos tomar banho sim, pois agora essa putinha também e minha. Depois quero mais e na cama dos teus pais. Eles nem imaginam a vagabundinha que tem em casa.



Nossa, meu rabo estava detonado e eles ainda iriam usá-lo muito com certeza. E ainda tinha a noite toda para mim ser putinha deles e a segunda toda. Se eu estava saciada de tanta pica, não sei, mas naquele momento meus sonhos de putinha estavam sendo devidamente respondidos.





Até mais beijos.



Meu e-mail, se alguém quizer um encontro na real, sexo pela net não rola. Somente se for do interior do Rio Grande do Sul e com total descrição. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto erotico de mototáxi com a picona e meninasconto: crente safada da ccb em swingo cu engoliu o pau muito grande contosmetecao tres machosContos eroticoa transei cm um aduto na infanciacontos heroticos gay meu tio de dezenove anos me comeu dormindo quando tinha oito anoscontos eróticos comendo a mulher negra do meu paiviadinho e o andarilho velho negro contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepassei a calcinha contos eróticoscontos meu pai me arrastava pro matocontos eróticos vi minha vizinha dando pro meu cãocontos eroticos glaucia cdconto mãezinha fode com filhinho treze anoscontos eroticos arrombando a gordaConto arredou a calcnha pro lado e enterrou tudo numa vezcontos eroticos arrombando a gordacontos de coroa com novinhoquero uma menina cabelos longos escuros deitada na piscinaabri pernas pra meu filho me comerempregadinha contosou puta do meu genrocontos sado lesbico de incestocontos erodicos cunhadinha chupadeira de porracontos eroticos de cornos e veiascontos zoo viciada na picona do doogcontos de coroa com novinhocontos eroticos de prima puta safada e com um rabo de puta que foi fazer uma visitinha pra tiacontos esposa fodendocontoerotico guria patricinha com menino pobrecontos de casadas que se entregam a outro homemcontos bolinadas no parqueconto eróticos mulher pedindo pra meter com outro machocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos incesto ensinei minha filha fuderconto: crente safada da ccb em swingconto corno rabocontos casada fode com amigo do mundoconto homem casado dei o cu para o instalador de interntconto eroticos vendo a foder minha irma no papai betinhacontos gay negaocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eroticos tio comendo sobrinhasSemen do filho conto eroticocontos eróticos esposa de bebado não tem donotia rabuda deitada prerto de sobrinhoConto de putinha que adora ser cadela de muitos machosnegra atola a rola e ela da pidocontos sobre safadas na academiacontos e roticos de de mãe a tapando filhocontos de amassos com colegasContos de masturbação com objetos no ginecologistacontos pornô de incesto meu pai pauzudo e o meu corpinhocontos gays transei com meu amigocontos fudendo a crente e o corno ficou olhandopai viu a filha pelada não aguento e comeu o cu e a boceta dela loucamente sem parar contos eróticos com as imagens da cena dos doiscontoseroticosbebendoporracontos eroticos de padrinho gay dando a bundaConto Erótico Real - Casada Infelizconto sou. chupeteiraeu e minha mulher fudemos com nosso caseiro e suas filhas juntos contoswww.contos+filho+pega+mãe+calvacando+na+rola+pai.com.brMeu sogro dividiu minha sogra comigo contos eroticoscontos gay me depilando e pego no flagramasturbei meu melhor amigo contos gaycontos menage inesperadookinawa-ufa.ruconto erotico humilhada pelo pirocudoensetivando ser corno contosConto erótico pausudo capixabaMinha prima me deu sua calcinha de presente para eu gozar e devolverContos Eroticos Gratis De Gay COMIDO