Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FÉRIAS COM SOBRINHOS DO MEU MARIDO

Meu nome é Cida, tenho 34 anos e casada a três anos com Ari, o que vou relatar aconteceu no ultimo verão.

Eu e Ari resolvemos passar 19 dias num condomínio em Bertioga, estávamos cansados e queríamos aproveitar um descanso merecido e curtir muito sol. Nem sempre corre como a gente imagina, quando a irmã dele mais velha ficou sabendo de nossa viagem perguntou se não podíamos levar seus filhos também: Nelson 19 anos, Lino 19 anos e Carlinhos de 19 anos, meu marido não teve como recusar já que devia alguns favores à irmã. Confesso que quase cancelei tudo, mais como os três eram meninos geniais e educados e vendo a alegria deles em se livrar da mão de ferro da mãe, aceitei por fim a situação.

Quando chegamos a Bertioga eu e Ari ficamos com o quarto maior e os meninos se arranjaram nos demais. Logo cedo Ari foi jogar tênis. Coloquei meu biquíni e fui tomar sol à beira da piscina, estava quase cochilando quando ouvi os meninos descendo a escada. E gritei a contra gosto.

- Meninos eu vou preparar o café da manha de vocês num instante.

E Carlinhos gritou de dentro da cozinha:

- Não se preocupe tia Cida eu preparo o café e sirvo meus irmãos.

Feliz em poder continuar no meu sossego e adormeci. Acordei e já com medo de estar toda queimada, vi que tinham colocado um guarda sol que me protegera do sol. Levantei sem entender muito que estava acontecendo, e fui à cozinha pegar um suco, e quando chego à porta da cozinha vejo que esta toda limpa, fui até a sala e encontrei os três assistindo TV e sem entender nada eu pergunto:

- Carlinhos você não fez o café e deu para seus irmãos?

- Sim Tia Cida eu fiz sim, ah e coloquei o guarda-sol para protegê-la do sol, a senhora estav dormindo e o sol estava bem forte.

Fiquei pasma com tamanho cuidado pra comigo e agradeci. E perguntei:

- Vocês vieram para a praia e vão ficar vendo TV?

E Carlinhos:

- É que minha mãe disse para a gente não tomar sol nem na parte da manha e muito menos o do meio dia que sá poderíamos brincar um pouquinho no final da tarde na piscina, ela tem medo da gente se queimar e dar trabalho.

A irmã do meu marido era uma estúpida, e eu disse:

- Nada disso meninos! Existe protetor solar sabiam? E eu trouxe um estoque, vão para a piscina mais passem bastante protetor.

Os meninos pularam de alegria e foram para a piscina. Neste momento Ari entrou e eu fui logo dizendo:

- Sua irmã é doida proibindo os meninos mesmo a distancia.

- É meu amor se continuar deste jeito ele vai acabar criando 3 bichinhas viu.

- Não fale besteira Ari eles são apenas educados e com excesso de proteção.

- Que os deuses te ouçam Cida. Como eu queria que alguém desse um jeito nestes meninos viu

- Jeito? Que jeito?

- Ah sei lá... Que alguém ensinasse para que sirva um pinto. (risos).

- Isto foi uma indireta? Olha que eu os acho lindos.

- Então faça algo ué, provoque algo neles... Bem vou voltar para o meu tênis.

Fui tomar um banho porque estava toda suada, e coloquei um vestidinho bem leve porque mesmo com o guarda sol minha pele ficou um pouco sensível. E fui preparar o almoço, passei pela piscina e os meninos estavam radiantes brincando na água. E eu perguntei:

- Meninos querem comer o que no almoço?

E quando me viram ficaram com os olhos grudados no meu corpo, e me veio a mente o que Ari acabara de dizer, “provoque algo neles ué” e eu disse a mim mesma, hum porque não?

E Carlinhos, Lino e Nelson disseram quase que como combinados que iam me ajudar e saíram da piscina, se enxugaram e colocaram suas camisetas. Entrei na cozinha com os três na minha cola, e resolvi fazer uma bela salada reforçada e todos adoraram a sugestão, cada um pegou uma tarefa, um lavando as verduras, outro descascando batata e o menor começou a preparar um suco. Ainda brinquei com eles:

- Deste jeito não vou ter o que fazer

E Nelson:

- Tia Cida fique sentadinha e descanse e veja se a gente faz algo de errado.

Sentei numa banqueta alta e logo Nelson me serviu um copo de suco, os meninos eram prendados e sabiam fazer as coisas. E vendo eles se movimentando com facilidade na cozinha me veio novamente o comentário de Ari a minha cabeça, e dei uma bela cruzada de pernas bem caprichada... E quando Carlinhos passou por mim, olhou minhas pernas, e depois olhou no meu rosto e corou, e eu me diverti com a timidez dele, e me fez melhorar a posição, agora eles podiam ver minha mini calcinha branca e fiquei observando os três, e para minha surpresa todos sempre que podiam olhavam entre minhas pernas, fiquei excitadíssima com a situação, apesar de serem sobrinhos do meu marido, e quando vi meu reflexo espelho do armário vi que o tecido do vestido era mais fino do que eu imaginava na claridade do sol, pude ver o contorno dos meus seios, os meus bicos que estavam duros, minha calcinha minúscula, vi que tinha exagerado, mais vendo o grande interesse deles, relaxei e deixei eles curtissem, que mal poderia ter. Rapidamente a mesa já estava posta. Ari logo chegou e almoçamos, e depois os meninos se prontificaram a limpar a cozinha e eu e meu marido fomos para a beira da piscina e ficamos conversando. E Ari:

- Não te disse Cida estes meninos... Não sei não viu, minha irmã vai transformá-los em bichinhas.

Eu sorri e contei tudo que tinha acontecido e meu marido:

- Sério! Ficaram olhando você?

- Olhando? Eu diria que um pouco mais que um simples olhar. Eu exagerei na roupa?

- Não você esta linda... Nossa que átima noticia. Não virar mariposas.

- Creio que estão mais pra taradinhos viu. Coitadinhos. Eles ficarão de pinto duro o dia todo.

- Pois seu acho átimo eles se estimularem um pouco para o lado certo.

- Mais amor se estimularem comigo.

- Que mal pode ter?

- Você não tem ciúmes não?

- Claro que não, o que tem demais? Vai me dizer que você não gostou deles te olhando também vai?

- Bem. Toda mulher gosta de ser apreciada.

- Pois então. Estimule mais ainda.

- Ok se você esta pedindo.

E foi o que eu fiz durante o restante do dia.

Naquela noite Ari estava diferente mais atencioso e todo cheio de tesão, transamos até de madrugada, na manha seguinte fui preparar o café da manha, Ari já tinha ido para o raio das quadras de tênis, e assim que entrei na cozinha vi que os meninos estavam acabando de preparar o café da manha e o Nelsinho:

- Tia pode deixar que já vamos servir o café da manha tia.

Como estava de roupão, fui para o meu quarto e coloquei um biquíni muito menor que eu estava vestindo e uma saidinha bem transparente e fui tomar café da manha com eles. E assim que me virão pararam espantados, me olhando com avidez, tomei café debaixo de três pares de olhos, confesso que fiquei até excitada. Quando fomos para a piscina, vi que eles não estavam passando direito o protetor e eu tomei o protetor do menor deles e disse:

- Deixe que eu faço isto.

E comecei a untar seu corpo, o menino estremeceu e sua sunga na hora se armou e fiquei espantada, para um menino de 19 anos o volume era considerável, terminei com ele e chamei Lino que era o mais calado e fiz o mesmo com ele e novamente vi que um bom volume surgiu em sua sunga e por ultimo veio Carlinhos... E me espantei mais ainda com o volume e pensei o que esta acontecendo com os meninos de hoje em dia, todos dotados? Depois de todos untados e excitados, tirei a saidinha e pude sentir seus suspiros e passei protetor em mim e fiquei sentada na espreguiçadeira vendo eles brincar alegremente na piscina, e os volumes estavam lá em suas sungas. Foi quando resolvi testá-los e deitei de costas e falei:

- Não vão passar protetor nas minhas costas não?

Os três vieram meio indecisos e eu disse;

- Espalhem bem para não manchar toda minha pele. E eu ficar feia. Caprichem e não deixem um cantinho sequer viu!!!!!!!!

E eles atacaram meu corpo com empolgação, que sensação maravilhosa ter tantas mãos me alisando, tanto que saiu sem querer:

- HUM que massagem gostosa que estou recebendo.

E Nelsinho:

- Esta gostando tia Cida?

- Adorando! Hum que delicia isto caprichem nesta massagem gostosa. E vocês estão gostando?

Recebi três sim entusiasmados. E eu tinha mãos me massageando todo me corpo, menos as minhas nádegas, mais eu queria sentir mãos na minha bunda e disse:

- Deixe jeito parte de mim vai ficar protegida e outra parte não, e na minha bunda e coxas também bate sol sabiam?

Senti as mãos tremendo atrás de mim. Foram atacando aos poucos e logo pegaram confiança e atacaram e foi maravilhoso, tanto que me soltei:

- Hum agora sim o serviço vai ficar muito bem feito. Alem de que a massagem esta muito mais gostosa. Isto meninos massageiem mais.

Era o que estava faltando eles enfiaram a mão na minha bunda, tenho grande mais seis mãos nela, disputavam espaço, e eu já estava virando os olhos de tanto tesão

- Estão gostando de massagear a titia?

Todos responderam com um sim com muito entusiasmo. E eu disse:

- Pois eu estou adorando tantos homens bonitos e charmosos me dando tanta atenção.

- Não somos homens tia sá meninos (disse Carlinhos)

E eu não resisti e disse:

- Meninos? Tenho minhas duvidas depois que passei protetor em vocês, Safadinhos lindos! Estão os três muitos bem servidos! Ah se eu não fosse à titia de vocês viu. HUMMM!

Ficaram em silencio por um instante e Nelsinho na ingenuidade perguntou:

- Como assim tia eu não entendi, o que a senhora faria?

- Oras bolas meu tolinho lindo, o que mulher e homens fazem, não se faça de bobinhos, lindos como vocês são... Vocês têm varias meninas dando em cima de vocês.

- Não tia a gente não tem não, e não sabemos de nada não sobre isto.

Mais sabiam isto estavam enfiando a mão por baixo do biquíni e senti um dedinho práximo ao meu cu, soltei um sonoro suspiro de prazer, neste momento ouvimos barulho dentro da casa e os três pularam na piscina. Ari logo veio até a piscina e disse:

- Vou continuar jogando tênis ta meu amor, sá vim pegar uma cervejinha.

E saiu logo em seguida e o corno filho da puta estragou nosso barato, ele ínsita e vem atrapalhar quando estava quase gozando, sentei de forma bem relaxada e disse;

- Seu tio estragou nossa massagem não foi?

Eles não disseram nada e eu:

- A água esta gostosa?

E disseram que estava uma delicia, todos olhando entre minhas pernas o que me motivou mais ainda, levantei e mergulhei na piscina e realmente a água estava uma delicia e sá fez aumentar mais ainda meu tesão. E eles começaram a brincar de pega-pega e eu quis entrar. E como entrei ficou comigo e comecei a correr dentro da água atrás deles e logo peguei o Nelson, alias peguei não eu agarrei mesmo e agarrei gostoso, juntei bem seu corpo delicado ao meu, e ao sentir o toque de sua pele quase gozei, os outros dois ficaram olhando e depois disso sempre me pegavam para eu pegar eles, e eu agarrei a todos bem gostoso, e quando eu era pega sempre virava de costa e empinava a bunda e ganhei varias encoxadas gostosas. Fiquei exausta com tanto exercício na água, sentei na beirada de pernas abertas e puxei assunto com os meninos que me cercaram e olhando minha xana eforcei o assunto no sentido de namoradinhas;

- Não acredito que três garanhões como vocês, nunca tenham namorado antes. Estão me enganando com certeza.

E eles disseram que nunca tinham namorado mesmo. Então eu disse:

- Bom então serão os meus namorados de hoje em diante. Que tal gostaram da idéia?

E Nelsinho:

- E o tio Ari não vai ficar bravo?

- Ele que não ouse, serão meus namorados e pronto. Mais acho que ele vai adorar a idéia. Estava preocupado com vocês até, tinha medo que virassem bichinhas (risos).

- O que? (disse Carlinhos) mais não somos...

- Pois é ele estava morrendo de medo disto, mais com certeza vocês não são mesmo.

- Podem até terem feito troca-troca, mais acredito que sejam.

- Troca-troca tia Cida... O que é isto?

Expliquei a eles, e ficaram atônitos. E disse:

- Vocês se aliviam como afinal? Se masturbam?

Não obtive resposta e nem precisava porque ficaram vermelhos feito tomates. E Nelsinho:

- Mais a senhora vai querer namorar com a gente mesmo?

- Querer não vocês já são meus namorados.

Tanto que vou sair com vocês, tenho que fazer umas compras e não quero ir sozinha. Vão comigo?

Ficaram radiantes e saíram correndo para se trocar, liguei para Ari e disse que ia fazer compras com os meninos. Depois subi tomei um belo banho, me perfumei toda, coloquei um vestido não muito curto, e desci, os meninos me esperavam. Nelson abriu a porta do carro eu entrei e sentei e deixei meu vestido quase na altura da calcinha. E ele de olhos grudados em mim, Nelson sentou ao meu lado e não olhou diretamente também, Lino e Nelson se posicionaram entre os bancos com boa visão de minhas pernas, e seguimos para a Riviera. Chegando lá Lino abriu a porta e ao me levantar ele teve uma excelente visão de minha calcinha. Andei escoltada por eles, compramos tudo e voltamos para o carro e quem veio abrir a porta foi Carlinhos e também mostrei minha calcinha. Todos sentaram em seus lugares e eu deixei meu vestido todo levantado para delírio deles. Ao chegar descarregamos o carro e fomos guardar tudo, fiz poses bem sugestivas para eles ao guardar as coisas nos armários da cozinha, depois de tudo guardado subi para um banho, estava toda suada, quando o telefone tocou e era Ari que disse:

- Amor o pessoal vai fazer um churrasco e me convidaram você se importa?

- Tudo bem amor pode ir que horas você volta?

- Lá pelas 19 da noite, pode ser?

- Tudo bem amor vai se divertir você merece.

Ele desligou e olhei para o relágio não era nem 5 da tarde ainda. Tomei um banho e fui até o guarda-roupa para vestir algo, e foi neste momento que tive uma idéia ousada. Pequei uma saia muito curtinha de jeans que eu usava sá para ir na praia de biquíni, mal cobria a polpa de minha bunda, e uma camiseta sem mangas branca sem nada por baixo, ia vestir a calcinha e parei e fui até a porta e gritei.

- Meninos vamos assistir ao filme?

Carlinhos respondeu dizendo que era uma átima idéia, então eu disse:

- Fechem todas as cortinas, deixe a sala escurinha melhor assistir assim e vão colocando o filme que já vou descer.

Estava com a calcinha que ia colocar na mão e devolvi a gaveta, depois me penteei, me pintei e usei um perfume bem doce e sensual no corpo todo. E desci. A sala estava do jeito que imaginei, dava para enxergar mais não com exatidão, os meninos esperavam com pipoca e refrigerantes, e quando me viram suspiraram e fiz questão de sentar em frente deles, e cruzei as pernas, e começamos assistir ao filme, bem ninguém assistia realmente, eles ficavam me secando o tempo todo, e eu de soslaio os vigiava sem que percebessem. Pedi pipoca e me servirão prontamente, e depois refrigerante, como se eles não tivessem olhando descruzei as pernas de um jeito que pudessem ver entre minhas pernas, e viram que eu estava sem calcinha porque um cutucou o outro e pude ouvir alguém dizer:

- Olha isto!

Eu sorri lisonjeada. Mais estava ficando chato aquilo e eu disse:

- Que filme mais chato.

Nelson:

- É mesmo tia esta meio chato mesmo.

Ele nem estava assistindo e eu:

- Não entendi nada. E ai tem mais pipoca e porque estão tão longe?

Todos se levantaram do chão e vieram sentar perto de mim. Carlinhos de um lado, Lino de outro e Nelsinho pegou uma banqueta e sentou na minha frente bem pertinho, a sala continuava na penumbra e puxei conversa:

-Gosto de filme que tem romance, muito beijo muito carinho.

- É mesmo tia? Por quê? (Lino)

- Porque beijar é gostoso ué. Vocês sabem como é.

- Eu nunca beijei tia (Carlinhos)

- Eu também não! (Lino)

- Muito menos eu! (Nelson)

E este olhava avidamente minha boceta na penumbra. Eu estava excitadíssima com a situação, e disse:

- Nunca beijaram mesmo?

Os três disseram que não, e eu:

- Hum tenho três namorados que nunca beijaram, bem não sei se devo ensiná-los, se sua mãe descobre... Nossa não quero nem pensar.

E Carlinhos:

- É ninguém contar.

Disse isso tremendo da cabeça aos pés. E eu disse:

- Ok eu vou confiar, mais alguém feche as portas com trincos e fechem bem as janelas e as cortinas.

Todos correram e trancaram tudo e voltaram aos seus lugares, peguei na mão de Lino (não sei por que o meu preferido) depois peguei no seu rosto e dei um beijo curto na boca. Depois foi Carlinhos e por último Nelson, todos tremiam feito vara verde. E Nelson:

- Nossa foi muito bom tia, mais é sempre deste jeito os beijos?

- Não meu amor, foi um selinho apenas, tem que ir devagar não quero assustar vocês.

- Não assusta não tia ensina a gente, por favor.

- Ok venha aqui Lino passe a mão em volta da minha cintura.

Ele obedeceu e dei um beijo de língua nele e entre abri mais minhas pernas, podia sentir a respiração de Nelson nela, e este beijo durou bastante, depois fiz o mesmo com Carlinhos e por ultimo Nelson, eu o puxei de frente entre minhas pernas e dei um beijo demorado de língua, e quando encostei na prol trona deixei as pernas abertas, os outros dois perceberam que Nelson olhava com avidez e todos sentaram ao seu lado de frente a minha boceta totalmente a mostra. Eu disse:

- Já tinham visto?

Negaram com a cabeça sem tirar os olhos de minha boceta, e eu disse:

- Ela adora ser beijada também. Igualzinho eu fiz na sua boca com a língua.

Ia perguntar se alguém queria... mais Lino se ajoelhou e enfiou a cara entre minhas pernas e começou a lamber minha boceta. Gozei na boca dele, meu corpo tremia, tinha convulsões de tesão, e isto fez com que ele começasse a me chupar, sugava com tanta força que chegava a arder minha boceta mais estava muito bom. Louca de tesão chamei Carlinhos para perto de mim e comecei a tirar seu pau para fora e me admirei pois era do tamanho ao do meu marido e comecei a chupar, o menino gemeu alto, Nelsinho começou a beijar meus peitos pro cima da roupa mais levantei minha camiseta e meus peitos pularam pra fora e com a mão livre puxei seu rosto e ele começou a me chupar os peitos, neste momento gozei de novo na boca de Lino. E Carlinhos começou a gemer alto e senti os jatos de porra na minha boca e garganta, eu nunca tinha engoli porra antes mais não me fiz de rogada, mamei aquele pau alucinadamente e engoli cada gota, não parei de chupar queria que o pau dele ficasse duro e ficou. Pedi para ele trocar de posição com Lino, e tinha um pau novo na minha boca, foi quando senti Carlinhos apontar a cabeça do seu pau na minha boceta e antes que pudesse mandar ele se proteger seu pau já estava dentro de mim e pensei “- Eu tomo pílula e estes meninos são mais que seguros”. E deixei ele se deliciar com carne na carne. Lino gozou em seguida e depois chupei Nelson e fui alternando os boquétes. Depois que todos gozaram fiquei com sede e pedi que alguém me pegasse algo para beber, Nelson foi correndo pegar enquanto eu me ajeitava na poltrona e limpava a porra de Carlinhos da minha boceta, os dois me olhavam extasiados, tomei o refrigerante e depois falei:

- Gostou de comer a titia Carlinhos?

- Nossa tia foi a melhor coisa da minha vida.

Mandei Lino deitar no chão e subi nele e coloquei a cabeça do pau na entrada de minha boceta e sentei de uma sá vez, Nelsinho sem eu pedir colocou o pau na minha boca, cavalguei Lino e logo ele encheu minha boceta de porra e Nelsinho gozou na minha boca. Disse:

- Meninos preciso de um banho estou toda suada e lotada de porra, volto logo ta.

Tomei uma ducha no banheiro do meu quarto e logo que sai vejo os três deitados na minha cama, deitei no meio deles, e começamos a nos beijar, Carlinhos me colocou de quatro e apontou o pau na entrada do meu cu e eu disse apressadamente:

- Não Carlinhos titia nunca deu o cu antes.

Mais foram tantos os pedidos, tão sinceros e sentidos (risos) que eu disse:

- Ok! Eu vou tentar mais deixa o Nelsinho primeiro que ele ainda não me comeu e tem o pau menor.

Ele veio por trás de mim apontou seu pau no meu cu e começou a empurrar, mais estava seco e eu pedi para ele passar saliva, e para meu espanto ele começou a lamber meu cu, me arrepiei toda, e ele encheu meu cu de saliva e depois apontou a cabeça do pau novamente e começou a empurrar, pedi para que ele fosse bem devagar e ele obedeceu, com muito jeito a cabeça entrou e gemi de dor, apesar de ser um pau de criança meu cu ainda era virgem, e eu pedi:

- Para amorzinho deixa a titia se acostumar com a cabeça, me cu esta ardendo.

E Nelson preocupado:

- Quer eu tire titia?

- Não amor, espere um pouquinho, já esta passando.

E meu cu se acostumou com o volume dentro dele e eu disse:

- Vai amorzinho, mais poe devagar ta.

E ele foi empurrando e o pau foi entrando, estava doendo um bocado, mais meu tesão era tanto, ainda mais quando vi que os meninos olhavam com avidez eu ser enrabada pelo irmão mais novo. E no fundo estava adorando ser enrabada. E pedi pra colocar tudo e ele meteu, dei um gritinho de dor, e Nelsinho começou a picar no meu cu e a dor foi sumindo e foi sumindo e começou um prazer indescritível até então e comecei a gemer alto, e comecei a rebolar feito uma louca no pau do menino, seu eu soubesse que dar o cu era tão bom já tinha dado antes, eu e Nelsinho gozamos juntos, e ele tirou o pau de meu cu e Lino já estava a postos sá percebi quando um saiu e um pouco mais grosso começou entrar, mais como meu cu estava todo melado da porra do outro ele recebeu bem o outro pau bem maior, e me senti mais preenchida, e ele começou a socar com vigor e eu gozei dando o cu, ele meteu no meu rabinho por mais de meia hora e gozou, Carlinhos limpou a porra com minha toalha e socou fundo.

Eu gritei, mais ele não tirou e continuou socando no meu rabo, os outros dois foram tomar banho e Carlinhos me enrabando. Lino voltou e pediu para Carlinhos tirar do meu cu, e depois mandou em montar no pau dele, eu louca de tesão obedecia tudo o que eles me pediam, enfiei o pau de Lino na boceta, e Carlinhos me empurrou para frente me fazendo arrebitar a bunda e antes que eu pudesse protestar estava com dois paus dentro de mim fazendo uma dupla penetração, Nelsinho ainda enfiou o pau na minha boca, ficamos assim por muito tempo e gozamos todos juntos.

Como já estava perto de Ari voltar disse para os meninos irem tomar banho, mais dei a boceta para o Nelsinho porque ele sá tinha comido meu cu. Rebolei na pau de menino que gozou rápido, depois me despedi com um beijo na boca de cada um e eles foram para o quarto deles e eu fui tomar um banho, depois arrumei o quarto e deitei satisfeita e toda ardida. Ari voltou bêbado e bêbado ainda falou:

- Porra ainda estou preocupado com estes meninos.

Eu apenas sorri como ele estava bêbado nem respondi.

Ari jogou tênis todos os dias e eu me divertir com três paus adolescentes e ensaiáveis o restante da férias.

Depois conto mais....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos guto 2 amiguinhos e 1 padrasto parte 3contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos vizinha chamou pra tomar banho com elasexo gay de branquis magros lindos demaisfilho tirando a calcinha da mãe . ...mas mesmonovinha com peso na barriga usando churrasco de vídeo pornôcontos eróticos de experiência bi de ninfetasEMPREGADA FAZENDO MALDADES COM A FILHA DA PATROA CONTOS EROTICOSpirulito do titio contos inocentecontos eróticos novinha funkminha cadelinha zoofilia contoscontosconto.de.cormopica de cavalo nu cuconto eroticowww.molhes.mais.vigis.pornozi..comconto erotico bolinada na infanciacache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html buceta esticada aberta gozandominha mulher alargou meu cu contocontos pornôs e sou putinha da escolacontos gay eu minha esposa e meu sogroconto sexual com cadela zoofiliapegando amiguinha da filha no banho e gozando na bundinha delacontos eroticos meu.padrasto me.comeuComendo a patroa na estrada conto eroticosContos erótico Lara a experientef****** irmã mora nos peitos das gostosasminha mulher explorando meu cu contoConto com foto vizinha peluda de vestido no matolalargado na bucetacontos eroticos ousados com muita excitacaopresenciei minha mãe ser arrombada contosvelhos gordos gays contoscontos duas gostosas dando o cu para um cara pausudorelatos de esposas de cornos mansosproposta indecente novinha contosContos eroticos gays cuecasainda havia dor mamilo grande e pontudo vídeo pornôso deixo chupa minha bucetacache:R-bg7J8nF7YJ:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_14382_mamae-velha-mais-bucetuda.html papai no cuzinho de mamãe contosporno agiota estouranda a buceta da mulher do devedoconto erotico mulher fodendo com varios vizinhoscontos eróticos meu namorado deu o curso para não comerem minha bucetatcontos eróticos comi so o cu da aluna do vôleidescabacei a namoradinha de 13 aninhosCONTOSPORNO.sapecafui acordar o sogro pauzudocontos erotico chantageada no metropalestra buceta divididaContos Eróticos De Uma Senhora Veraconto eróticos mana so de calcinhaContos dei o cuzinho para a travesti fabiola voguelcache:K5a2T1gNGzgJ:https://okinawa-ufa.ru/home.php?pag=497 Contos eroticos puta desde novinhadei pro tarado contoscontos porbo cadela laikaxxvideo de pica enorme socada no cu de ninfeta chorando gritandoo ai 5minConto Cú de velha"contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecnto mulher de ssia entra no cineporno pela primeira vez e deu para varioscontos eroticos... minha mulher não tirava o olho da rola....contos eroticos fui ao ginecologista ele me fudeucontos eróticos fudendo a puta da minha mulhercontos eroticos brincadeira nudista em familiamarido demarleni ve ela transandocontos eroticos cornosrabuda fudendo e adora contoscontos eroticos arrombando a gordaconto comi minha amiga peludacontos cachorro lambendo penis de homemcontos eroticos menageContos eroticos de padreesposa bebada contos eroticos